terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Policiais federais do Maranhão aderem à paralisação nacional

Policiais federais do Estado do Maranhão aderiram à paralisação nacional iniciada nesta terça-feira (11) por agentes, escrivães e papiloscopistas. Agentes da PF se reuniram na frente da Superintendência da Polícia Federal, situada no bairro da Cohama, na Avenida Daniel de La Touche.

Segundo informações, as reivindicações da categoria são por reestruturação das carreiras dos policiais, do plano de cargos, da reestruturação salarial e, também, a reforma da segurança pública nacional.

Mais de 6,5 mil agentes, escrivães e papiloscopistas da Polícia Federal aderiram ao dia de paralisação proposto pela Federação Nacional dos Policiais Federal (Fenapef) e pelos sindicados da categoria nos 26 Estados e no Distrito Federal em protesto por reajuste salarial e melhores condições de trabalho.

De acordo com o presidente da Fenapef, Jones Leal, a paralisação, no entanto, não atinge serviços como emissão de passaporte, plantão nas delegacias e fiscalização nos aeroportos. 

“Acreditamos que entre 60% e 70% do efetivo esteja paralisado no dia de hoje. Esse movimento não visa atrapalhar o dia a dia da sociedade. Estão paradas todas as investigações, as delegacias de entorpecentes, fazendária, marítima”, explicou Leal. Uma nova paralisação está programada para os dias 25 e 26 de fevereiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário