Comercial da Prefeitura de São Luís

Comercial da Prefeitura de São Luís

quinta-feira, 6 de março de 2014

PRF registra cinco mortes em acidentes nas rodovias federais que cortam o Maranhão durante o carnaval

Foi intensa a movimentação de veículos na volta para casa
De O Estado

A Superintendência Regional da Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que até o fim da tarde de ontem foram registradas cinco mortes nas rodovias federais que cortam o Maranhão durante a Operação Carnaval. Segundo o inspetor José Antunes, o número pode ser ainda maior, pois a fiscalização da PRF foi prevista para encerrar a zero hora desta quinta-feira. Os números oficiais em todo país só devem ser divulgados no dia de hoje.

O inspetor José Antunes destacou que apesar do balanço parcial, a PRF no Maranhão considerou que houve uma redução de 16% do número de acidentes nas rodovias federais que cortam o estado, se comparado ao igual período do Carnaval de 2013. “Além disso, tivemos uma redução de 44% de vítimas feridas leve ou gravemente”, declarou o policial rodoviário.

Ele considerou positivo o trabalho da PRF durante o período momesco, por ter conseguido realizar 21 prisões de condutores de veículos que foram flagrados dirigindo sob efeito de bebida alcoólica, além de 10 detenções de motoristas que estavam conduzindo o veículo sem a documentação obrigatória. “Também conseguimos realizar 1.400 testes de bafômetros em vários pontos das rodovias federais que cortam o Maranhão”, afirmou o inspetor Antunes.

Ele fez questão de frisar que as campanhas educativas divulgadas durante o período pré-carnavalesco ajudaram a conscientizar uma boa parcela dos motoristas a não exceder o limite de velocidade nas estradas e também não consumir bebidas alcoólicas durante a viagem, pois a PRF trabalhou com a determinação da tolerância zero de álcool.

Na tarde de ontem, milhares de condutores ainda podiam ser vistos retornando do interior do estado rumo à São Luís. No Km 16, da BR-135, um grande volume de veículos formava uma fila quilométrica, cuja velocidade média ficava na casa dos 20Km/h. Apesar disso, o inspetor Antunes garantiu que o trabalho de fiscalização foi positivo em todo trecho, evitando maiores transtornos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário