Comercial da Prefeitura de São Luís

Comercial da Prefeitura de São Luís

domingo, 20 de julho de 2014

Polícia esclarece mortes ocorridas em Matinha

A Polícia Civil, por meio da 6º Delegacia Regional de Viana, esclareceu os detalhes do crime que deixou cinco mortos no povoado São Raimundo, zona rural da cidade de Matinha, na madrugada deste domingo (20). Segundo informações policiais, por motivo passional, Genilson Gomes Nunes, 40 anos, matou quatro pessoas da família da ex-companheira, Adriana dos Santos Nascimento.

Após os crimes, ele foi linchado por populares e não resistiu aos ferimentos.Segundo os policiais, Genilson Gomes, armado com uma faca, invadiu a casa da família à procura da ex-companheira, Adriana dos Santos Nascimento e do seu atual marido.

Como não encontrou o casal, acabou assassinando a irmã da ex-companheira, Cristina dos Santos Nascimento, 26 anos; os pais dela,  Afrânio Nascimento, de 55 anos, e Maria dos Santos Nascimento. O filho mais novo de Cristina, Allyson Júnior Nascimento Pinheiro, de 1 ano, foi encontrado dentro de um poço sem vida. Os outros dois filhos da vítima, Ana Gabryeli dos Santos, 3 anos; e  Lucas Josafá do Nascimento, 5 anos, também feridos a golpes de faca, foram encaminhados para São Luís, em estado grave.  

Após ter conhecimento do crime, a Polícia Militar da região foi mobilizada na busca pelo acusado. A população ajudou no trabalho de localização do criminoso. Porém, antes da chegada dos policiais, um grupo de populares encontrou Genilson Gomes, no momento em que ele tentava pegar um carro para se deslocar a outro município. Ele foi cercado e linchado.

Quando a polícia chegou, conseguiu conter os ânimos dos mais exaltados, mas Genilson Gomes estava bastante machucado. Os policiais o encaminharam para o Hospital de Viana, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu.Segundo levantamentos realizados pelo delegado Leonardo Carvalho, o acusado mantinha um relacionamento com Adriana dos Santos. Ele teria ficado revoltado quando ela o largou e voltou para o ex-marido, fato que teria motivado o crime. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário