Banner da Prefeitura de São Luís

Banner da Prefeitura de São Luís

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

A força de Roseana

Edinho Lobão e a governadora Roseana Sarney
Da coluna Estado Maior/O Estado

O senador Lobão Filho (PMDB), candidato da coligação "Pra Frente Maranhão", conseguiu um feito extraordinário npara um candidato a governador que nunca havia disputado uma eleição antes em menos de 30 dias de campanha, alcançou nada menos que 31% das intenções de voto, segundo os dados da pesquisa Econométrica, divulgados ontem pelo jornal O Imparcial.

Levando-se em consideração a margem de erro da pesquisa, que é de 3,1 pontos percentuais, significa dizer que Lobão Filho está hoje com índices de intenções de votos entre 27% e 34% dos votos.

Este patamar está próximo daquele que os anlistas apontavm como fundamental para que o candidato do PMDB pudesse sonhar com a virada no primeiro turno da eleições, algo em torno de 35%. E os mesmos analistas apontam que, para consolidar a vitória, dois fatores são fundamentais: o envolvimento do grupo com a campanha e a participação efetiva da governadora Roseana Sarney (PMDB), a eleitora número 1 do estado.

Lobão Filho fez a sua parte, saindo do zero para uma patamar de quase 35%, baseado apenas em seu carisma pessoal e na força da grife Lobão. Desde que se aposentou como candidato, em abril, passaram-se quatro meses. E, neste período, ele registrou índices sempre crescentes, chegando ao patamar superior a 1/3 do eleitorado maranhense.

Agora é a vez de Roseana entrar no jogo para consolidar estes índices. E foi isso que ela fez no fim de semana, ao estrear na campanha no interior ao lado do candidato, em Santa Inês. A empolgação do discurso de Roseana estusiasmou a todos, lembrando os seus áureos tempos, em que falava com convicção dos seus projetos, que podem ser medidos na prática, em todas as regiões do estado.

É como a força do carisma e do serviço prestado por Roseana que Lobão Filho aposta no seu próprio carisma pessoal para virar o jogo- ou pleno mesmo se aproximar disso- antes mesmo da propaganda eleitoral.

E os eleitores- e, sobretudo, seus adversários- já viram do que ele é capaz nestes primeiros meses de campanha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário