banner prefeitura

banner prefeitura

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Prefeitura e Câmara lançam frente de combate à tuberculose

Secretária Helena Duailibe ao lado do vereador Josué Pinheiro e Pavão Filho
A Prefeitura de São Luís e a Câmara de Vereadores realizaram nesta quarta-feira (30) a solenidade de lançamento da “Frente Parlamentar de Combate à Tuberculose”. A ação reforça a integração dos poderes Executivo e Legislativo municipais para aplicação de políticas públicas de qualidade na cidade, seguindo a diretriz de governo do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) de fortalecimento das parcerias institucionais.

A secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, esteve na Câmara Municipal representando o Executivo e elencou as ações planejadas pela Prefeitura para aplicação na área. Ela anunciou que para combater o avanço da doença na capital será feita a descentralização do exame.

“O diagnóstico é fundamental. E deve ser feito perto da casa das pessoas. Por isso estamos descentralizando para fazer com agilidade o exame de escarro. A partir de maio, o Hospital da Criança passa a ser a referência principal e o Centro de Saúde do Bairro de Fátima e a Unidade Mista do Bequimão passam a ser referências secundárias”, disse Helena Duailibe.

O programa está implantado em 56 unidades de saúde.O vereador Josué Pinheiro (PSDC), idealizador da audiência, disse que o assunto deve ser tratado de forma intensa, uma vez que a doença ainda assola não só o Maranhão, mas o país.

“No Maranhão, são notificados mais de dois mil casos novos de tuberculose. A frente será fundamental para enfrentarmos o problema, principalmente em relação ao tratamento. Temos que agradecer a equipe que está empenhada para termos um resultado positivo. Saímos daqui com o sentimento de que seremos colaboradores para que estes índices sejam melhores no ano que vem”, analisou o parlamentar.

Governadora decreta luto oficial de três dias por mortes de estudantes em acidente rodoviário em Bacuri

Governadora Roseana Sarney decretou luto no estado
A governadora Roseana Sarney (PMDB) decretou, nesta quarta-feira (30), luto oficial de três dias no Maranhão pela morte dos oito estudantes em acidente ocorrido no início da noite de terça-feira (29), na rodovia entre os municípios de Bacuri e Apicum-Açu.

“Ficamos todos muito tristes com essa tragédia, que abala não só as famílias de Bacuri, mas de todo o Maranhão”, afirmou a governadora, em nota, logo após ser informada do acidente. Roseana Sarney se solidarizou com os familiares e amigos das vítimas e determinou que fossem tomadas todas as providências, incluindo assistência social e psicológica às famílias.

O Governo do Maranhão, por meio das Secretarias Estaduais de Saúde (SES) e de Segurança (SSP), enviou ao local, de imediato, equipes do Corpo de Bombeiros, do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) e das Polícias Militar e Civil.

Secretário de Saúde afirma que o governo do estado está dando apoio às vítimas do acidente em Bacuri

Secretário Ricardo Murad
Quatro pessoas vítimas do acidente ocorrido no íncio da noite de ontem (29), no município de Bacuri, foram removidas, por helicópteros do resgate aéreo estadual, para o Hospital de Alta Complexidade Tarquínio Lopes Filho (Hospital Geral), em São Luís. São três adolescentes e um adulto, que logo após o acidente foram transferidos para os hospitais de Cururupu e Pinheiro, mas necessitavam de assistência mais especializada.

O governo do Maranhão, por meio das secretarias estaduais de Saúde (SES) e Segurança Pública (SSP), gerenciadas pelo secretário Ricardo Murad, enviou de imediato, para socorro às vítimas, equipes do Corpo de Bombeiros, do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), das Polícias Militar e Civil, além de mobilizar profissionais de saúde de Pinheiro, Cururupu e outros municípios vizinhos a Bacuri.

Segundo o secretário Ricardo Murad, nas primeiras horas desta quarta-feira (30), cinco helicópteros foram deslocados para a região, sendo que três para transportar quatro pacientes graves (três que estavam no hospital de Cururupu e um no hospital de Pinheiro) para o Hospital de Alta Complexidade Tarquínio Lopes Filho (Geral).

"Outras duas aeronaves levaram para Bacuri, dois bombeiros especialistas em situação de crise, um médico psiquiatra e psicólogos para dar assistência a familiares e amigos das vítimas do acidente", acrescentou Ricardo Murad.

Deputado Carlos Brandão ressalta crescimento do senador Aécio Neves na disputa para a presidência

Deputado Carlos Brandão e o senador Aécio Neves
Segundo a última pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) realizada pelo instituto MDA, o senador Aécio Neves (PSDB) foi quem mais cresceu em relação ao último levantamento dos pré-candidatos.

A menos de seis meses das eleições, a pesquisa, que foi divulgada ontem (29), e aponta um grande progresso do senador tucano, que subiu de 17% para 21,6%.O senador também melhorou o desempenho na intenção de voto espontânea, passou de 5,6% para 9,3%. Enquanto a presidente, Dilma Rousseff, caiu de 21,3% para 20,5%.

O levantamento revelou ainda que aumentou a rejeição ao nome da presidente. O número de entrevistados que “não votaria de jeito nenhum” na petista foi de 37,1% a 43,1%. Esta foi a maior rejeição entre os três pré-candidatos.

"Eu estou extremamente confiante, como estava antes, de que nós estamos no caminho certo e que ao longo do tempo nós vamos ter a oportunidade de dizer ao maior número de brasileiros que é melhor encerrar o que está aí e começar uma nova fase”, afirmou Aécio em entrevista a jornalistas em São Paulo após uma palestra para empresários.

Para o deputado federal Carlos Brandão, o resultado da pesquisa é reflexo da necessidade de mudança que o país anseia. “Conforme o tempo passa e as eleições se aproximam, a população vai convergindo para um só ponto, uma só necessidade. O povo quer mudança e progresso. E é isso que o senador Aécio Neves representa com suas ideias novas e vasta experiência”, declarou.

A pesquisa confirma ainda que a oposição, liderada por Aécio, está no caminho certo ao defender a instalação da CPI da Petrobras: 91% dos brasileiros que conhecem as denúncias apoiam as investigações e pelo menos 66% consideram que Dilma é responsável pelo prejuízo da compra da Refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

Deputada do PPS não resiste à tentação comunista

Eliziane Gama
Como já estava sendo profetizado, tudo não passou de um "balão de ensaio" a pré-candidatura ao governo do Maranhão da deputada estadual Eliziane Gama (PPS). A nobre parlamentar acabou sendo tentada a apoiar o comunista Flávio Dino na corrida sucessória ao Palácio dos Leões, nas eleições de outubro deste ano.

O PCdoB do pré-candidato já tinha essa convicção, de que a parlamentar não resistiria às tentações do deserto eleitoral e acabaria fraquejando. Tanto que os comunistas já haviam até divulgado convite anunciando a adesão política da deputada Eliziane às hostes comunistas.

Apesar disso, Eliziane Gama ainda faz jogo de cena, em conversas com jornalistas que cobrem o dia a dia da Assembleia Legislativa, ao afirmar que jura sob a Bíblia que ainda mantém sua pré-candidatura e disposição na disputa ao governo do estado. Porém, não descarta a possibilidade de sair candidata à deputada federal.

"Eu vou apoiar o Flávio (Dino). E é claro que eles têm que me apoiar para deputada federal", sinalizou a parlamentar, deixando um cheiro de mais uma profecia no ar.

Parlamentar repudia demissões em massa na Alumar

Deputado Eduardo Braide alerta para demissões na Alumar
O deputado Eduardo Braide (PMN) defendeu, na sessão desta terça-feira, 29, a junção de esforços do legislativo estadual, entidades civis organizadas e do Ministério Público do Trabalho – MPT, no sentido de inibir a demissão em massa de aproximadamente 500 trabalhadores da Alumar.

No mês passado, a empresa anunciou a demissão em massa alegando a desativação da operação de parte do seu sistema. A notícia abalou os trabalhadores que dependem dos salários para o sustento de suas famílias, e foi pensando exatamente nessa questão que Eduardo Braide entende que a empresa precisa encontrar uma solução para resolver o problema. Ele também defende a interlocução da Assembleia Legislativa entre a população, os trabalhadores, as entidades civis e o Ministério Público.

Eduardo Braide salientou ainda que algumas empresas – como é o caso da Alumar -, quando vêm se instalar no Maranhão, fazem uma série de exigências no que diz respeito aos incentivos, sejam fiscais e, até em relação ao terreno, para que possam desempenhar suas atividades. Mas, depois de um tempo em que já estão instaladas, esquecem do compromisso que têm com o povo daquela localidade.

“Fica aqui o meu repúdio em relação à Alumar por conta da demissão desses 500 pais e mães de família, e também acho que é uma situação que deverá ser acompanhada pelo Ministério Público do Trabalho”, disse Eduardo Braide, lembrando que isso deve servir para uma reflexão sobre as futuras empresas que querem se instalar no Maranhão, a respeito das obrigações e os deveres que têm em relação aos incentivos que elas recebem, seja do governo federal, do governo Estadual e dos municípios nos quais elas se instalam.

Com informações da Agência Assembleia

terça-feira, 29 de abril de 2014

Sem acrescentar nada à CPI dos Combustíveis

Ex-presidente do Sindicato dos Combustíveis fala à CPI
Um dos depoimentos mais aguardados pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa, que apura a alta da gasolina e a suspeita de formação de cartel, foi prestado na tarde desta quarta-feira (29).

Dileno de Jesus Tavares preferiu não responder a várias perguntas feitas pelos deputados e, de posse de um habeas corpus preventivo, invocou seu direito constitucional de permanecer calado. O empresário foi, para o Ministério Público Estadual (MPE), o articulador do cartel em 2011.

Para o deputado Othelino Neto (PCdoB) autor da proposta que criou a comissão e presidente da CPI a falta de respostas foi vista como um bom sinal para as investigações, pois mostra que o andamento dos trabalhos estão tomando o rumo certo. “Por mais que ele tenha preferido ficar calado, só mostra que estamos no caminho certo”, afirmou o parlamentar.

O depoimento de Dileno Tavares durou pouco mais de uma hora e quase não acrescentou informações novas à CPI. Em quase todas as perguntas ele consultava seu advogado, Francisco Coelho, que o orientava a qual resposta dar.

Ele disse que está ausente há dois anos da administração direta de seus dois postos, função que está sob responsabilidade de seu irmão e sócio. Entre as poucas confirmações admitidas pelo empresário, ele admitiu ter presidido o sindicato entre 2010 e 2012 e que seu trabalho à frente da entidade era apenas de fazer atendimento aos associados e jamais falar sobre preços.

Sobre a investigação do MP-MA de 2011, Dileno disse desconhecer o inquérito. Entretanto ele fez uma transação penal e foi obrigado a pagar R$ 51 mil em cestas básicas e materiais de construção.

Com informações do Imirante

Maranhão é o 10º no ranking nacional de enfrentamento da violência contra mulheres

O estado do Maranhão ocupa a 10ª posição na classificação nacional de acesso ao Disque 180, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR). Em números absolutos houve 19.326 atendimentos no Maranhão.

Dentro do ranking nacional, a taxa de registro do estado foi de 583,72 por 100 mil mulheres em 2013, de acordo com o Balanço Anual da Central de Atendimento à Mulher – Disque 180, divulgado na última quinta-feira (24/4).

A cidade de Sambaíba se destacou entre os municípios maranhenses que procuraram o serviço. Com taxa de registro de 1.002,70 por 100 mil mulheres, Sambaíba lidera a classificação estadual. São Luís e Jatobá vêm logo em seguida, apresentando taxas de 834,66 e 805,11, respectivamente.

Câmara de São Luís homenageia Tribunal de Justiça


A vice-presidente do TJ, Anildes Cruz, recebe as homenagens 

O Tribunal de Justiça do Maranhão, terceira Corte mais antiga do país, foi homenageado nesta terça-feira (29) pela Câmara dos Vereadores de São Luís, pelos relevantes serviços prestados à sociedade e à Justiça em seus 200 anos de existência. A homenagem foi proposta pelo vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), por meio do Requerimento nº 589/13.

Em cerimônia no plenário do Legislativo Municipal, a vice-presidente do TJ, desembargadora Anildes Cruz, representando a presidente da Corte, desembargadora Cleonice Freire, recebeu a placa e o diploma homenageando o Poder Judiciário.

A magistrada agradeceu a homenagem prestada pela Câmara de Vereadores e destacou o papel dos magistrados como testemunhas e como protagonistas das transformações em curso na Justiça Estadual, cujos avanços em dois séculos de existência são bastante visíveis.

“Em dois séculos de funcionamento o Tribunal de Justiça expandiu sua estrutura física e de pessoal, interiorizou suas ações e hoje está presente em 133 comarcas do Estado”, lembrou Anildes Cruz, ressaltando o esforço da atual gestão em ampliar esse crescimento.

Presente à solenidade, o presidente da Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA), Gervásio Santos, destacou a importância do Poder Judiciário na promoção da Justiça, exercendo a sua função constitucional de guardião das leis.

O vereador Ivaldo Rodrigues relembrou que a proposta foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares municipais, que reconheceram o importante papel desempenhado pelo Judiciário em prol da Justiça, atuando com equilíbrio nas questões judiciais que envolvendo interesses do cidadão e do Estado. “Julgar pessoas é uma nobre e difícil missão”, afirmou.

A cerimônia foi coordenada pelo presidente da Câmara, Isaías Pereirinha (PSL), e contou com  a participação do secretário municipal de Meio Ambiente Rodrigo Maia, representando o prefeito de São Luís Edivaldo Holanda (PTC), e da promotora Maria da Glória Mafra, representando o presidente da Associação dos Promotores, Carlos Augusto Cutrim.

Líder do governo municipal diz não ter problemas com o PMDB

Vereador Osmar Filho
O líder do governo municipal, vereador Osmar Filho (PSB), disse hoje ao blog que não existe nenhuma pendência com o seu ex-partido, o PMDB. Segundo ele, ao deixar as hostes da sigla, recebeu a anuência da direção municipal para se filiar a uma nova legenda e que, portanto, não cabe qualquer possibilidade do PMDB em reaver o seu mandato na Câmara de São Luís, por meio de ação manifestada pela suplente Kátia Lobão.

"Não há nenhuma polêmica, pois eu sai do PMDB respaldado com a anuência do partido, tanto que a legenda teve um prazo de 30 dias para ajuizar uma possível ação e não ajuizou, até porque seria incoerente. O que houve foi que o Ministério Público Eleitoral foi induzido a um erro, através de uma representação da suplente Kátia Lobão, mas quando eu for comunicado oficialmente à Justiça Eleitoral, irei contestar a ação e provar documentalmente que não cometi nenhum ilícito eleitoral", declarou Osmar Filho.

Ele destacou que esse imbróglio acabou sendo um fato isolado, independente da direção do PMDB. "O partido, publicamente, deu declarações de que a anuência foi dada. Portanto, não tenho o que me preocupar, mas o direito de ação é normal", frisou.

Lobão Filho vai a Grajaú e Riachão

Pré-candidato, senador Lobão Filho
O pré-candidato ao governo do Maranhão, senador Lobão Filho (PMDB), começa a colocar o pé na estrada em busca de alianças políticas para as eleições de outubro. De acordo com a agenda, o pré-candidato inicia hoje uma série de reuniões com lideranças no interior do estado, começando pelos municípios de Grajaú para participar de homenagens ao aniversário da cidade.

Em seguida, Lobão Filho se deslocará para o município de Riachão para reunião com lideranças da região. Ontem, o pré-candidato esteve reunido com prefeitos do Consórcio Floresta dos Guarás, que reúne as cidades maranhenses de Apicum-Açu, Bacuri, Cedral, Central do Maranhão, Cururupu, Guimarães, Mirinzal, Porto Rico e Serrano do Maranhão.

"Tivemos mais um dia de encontro com prefeitos. Desta vez com o Consórcio Guarás. Todos declararam apoio à minha pré-candidatura, o que me honra e ainda me dá forças para enfrentar essa campanha, afirmou o senador Lobão Filho.

Sarney prevê "grande vitória" de Lobão Filho

Senador José Sarney acredita na vitória em outubro
O senador José Sarney (PMDB) traçou prognóstico otimista para a pré-candidatura da base governista ao governo do Maranhão, nas eleições de outubro deste ano. Para ele, o governamentável Lobão Filho reúne "vontade forte" e amplo apoio de lideranças políticas do estado.

"Eu acredito que teremos uma grande vitória. O Edison Lobão Filho é um candidato que tem uma vontade muito grande. É uma personalidade que se destingue", disse o senador José Sarney sobre a real situação do novo pré-candidato do grupo após a saída do ex-secretário Luís Fernando Silva da corrida sucessória ao Palácio dos Leões.

Para o ex-presidente da República, a mudança de pré-candidatura do grupo político não deve ser empecilho para a vitória nas urnas. "A troca de Luís Fernando Silva por Lobão Filho faz parte da dinâmica da política. Em vez de desanimar a base aliada, a mudança deve criar um ânimo diferente", ressaltou o senador José Sarney.  

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Vereador vai propor criação de Comitê Gestor Municipal

Vereador Pedro Lucas Fernandes
O vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) vai propor a criação de um Comitê Gestor Municipal cuja função será a atualização periódica do endereço de São Luís, que sofre com a troca de nomes e números e com o surgimento constante de novas ruas, consequência do crescimento da cidade. 

Atendendo a solicitação de moradores da Zona Rural, Pedro Lucas reuniu-se recentemente com representantes dos Correios no Maranhão, entre eles Silvio Eduardo Silva (Gerente de Operações) e Rosemary Nunes (Coordenadora de Unidade Operacional), onde tratou do assunto. Durante a reunião, o vereador também fez um convite para que representantes dos Correios participem das audiências públicas a serem realizadas na Câmara Municipal para tratar do Plano Diretor do Município.

“Tenho recebido várias demandas de moradores apontando as dificuldades enfrentadas em razão da falta de endereço oficial e de não estarem recebendo suas correspondências na data correta, além da dificuldade de conseguir crédito por falta de comprovação de residência fixa. O comitê servirá para manter atualizado o cadastro de endereços, já que sempre são criadas e renomeadas novas ruas, principalmente na zona rural”, explicou o vereador.

Em 2010, os Correios realizaram o cadastramento de todas as ruas da e mantiveram contato com a Secretaria de Urbanismo com o objetivo de firmar um termo de cooperação para regularizar a questão cadastral no município. O processo, porém, parou sem que fosse concluído. “Vamos entrar em contato com os setores envolvidos para que a discussão seja retomada e o problema sanado. A população não pode ser penalizada pela inércia de quem quer que seja”, declarou Pedro Lucas Fernandes.

De acordo com portaria do Ministério das Comunicações, os Correios devem entregar em domicílio sempre que houver correta indicação do endereço de entrega (logradouros e vias com placas indicativas de nomes instalados pelo órgão municipal ou distrital responsável e imóveis com numeração de forma ordenada, individualizada e única) no objeto postal nos distritos que possuir mais de 500 habitantes, conforme o censo do IBGE.

Sarney visita Complexo de Comunicação da Assembleia Legislativa

Senador José Sarney e o deputado Arnaldo Melo
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB),acompanhado de deputados e diretores, acompanharam o senador José Sarney (PMDB-AP) em visita ao Complexo de Comunicação ALEMA.

“Estou surpreso com o que Arnaldo fez aqui na Assembleia em termo de comunicação. É a melhor instalação da TV Senado, melhor do que a sede e, naturalmente, com uma equipe muito boa que está cumprindo com o dever de divulgar o Legislativo e, ao mesmo tempo, contribuindo com a democracia”, disse o senador.

Já o deputado Arnaldo Melo contou que foi uma imensa satisfação ter recebido a visita do senador Sarney. “Ele foi um dos grandes colaboradores para que o nosso projeto se viabilizasse. Hoje nós temos a honra de recebê-lo para consolidar a nossa inauguração que se iniciou dia 17 de fevereiro”.

O senador José Sarney percorreu todos os setores do complexo, da News Room, passando pelas salas dos três pisos ao auditório Neiva Moreira, sempre conversando com os jornalistas e tirando dúvidas sobre o funcionamento e dando dugestões. Acompanharam a visita os deputados estaduais Alexandre Almeida (PTN), Edilázio Júnior (PV), Roberto Costa (PMDB), Rigo Teles (PV), André Fufuca (PEN) e Manoel Ribeiro (PTB).

O Complexo de Comunicação da Assembleia é considerado uma das estruturas mais modernas de comunicações oficial do Brasil. Comporta em sua estrutura a Agência de Notícias, a TV Assembleia e a Rádio, com as mais modernas tecnologias do setor.

Audiência pública no MPT-MA com o SET e rodoviários é adiada

Rodoviários podem deixar ônibus nas garagens
A audiência pública entre representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários do Maranhão (STTREMA) e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET) que estava marcada para ocorrer na sede do Ministério Público do Trabalho do Maranhão (MPT-MA), na tarde desta segunda-feira (28), foi adiada.

Segundo o MPT-MA, o próprio sindicado dos rodoviários solicitou o adiamento para outra data. Eles vão fazer uma assembleia geral com a categoria, e só depois irão participar da audiência.

A audiência havia sido convocada pelo MPT-MA para tentar resolver o impasse entre Rodoviários e o SET, sobre o pedido de reajuste salarial de 16%.

Segundo o secretário administrativo do STTREMA, Isaías Castelo Branco, a audiência foi adiada, pois os rodoviários sabem que o SET não tem condições de atender as reivindicações da categoria.

O secretário afirmou que a Prefeitura de São Luís vai tentar negociar com os empresários um reajuste viável para ambas as partes. A paralisação geral que poderia ocorrer no dia 1º foi totalmente descartada.

“Vamos continuar lutando pelos nossos direitos, mas no momento não temos porque sentar com os empresários, já que sabemos que eles não têm como atender nossas reivindicações. Vamos aguardar o posicionamento da prefeitura e do MPT-MA”, afirmou Isaías Castelo Branco.

Com informações do Imirante

sábado, 26 de abril de 2014

Judiciário cria Central de Inquéritos de São Luís

Desembargadora Nelma Sarney fala sobre o assunto
Para dar maior agilidade ao processamento dos inquéritos policiais a serem encaminhados às 15 varas criminais da capital, foi instalada ontem (25), no Fórum Desembargador Sarney Costa (Calhau), a Central de Inquéritos de São Luís. 

A unidade tem competência para processar e decidir os inquéritos, seus incidentes e medidas cautelares, no prazo máximo de 48h, e somente serão encaminhados às varas após o oferecimento da denúncia pelo Ministério Público.

Ao instalar a central, a corregedora-geral da Justiça do Maranhão, desembargadora Nelma Sarney, disse que medida contribuirá com as ações de combate à criminalidade na capital e faz parte das atividades do Programa Integrado de Combate à Violência, desenvolvido em parceria pelos órgãos públicos, entidades privadas e sociedade civil organizada.

“Em 2014, iniciamos a gestão enfrentando uma  crise carcerária sem precedentes na história de nosso Estado, episódio que reforçou  a necessidade de criação e instalação desta unidade, tão fundamental para o combate à violência que o comitê gestor da crise carcerária, coordenado pelo Governo do Estado e apoiado pelo Ministério a Justiça, estabeleceu como uma das ações prioritárias”, afirmou a desembargadora.

Com informações do Tribunal de Justiça

Lidiane Rocha retorna à prefeitura de Bom Jardim

Prefeita Lidiane Rocha
A prefeita de Bom Jardim, Lidiane Rocha (PRB), retornou na última quinta-feira (24) ao comando do município, após conseguir uma liminar em mandado de segurança. A decisão foi do juiz Raul Goulart Junior, titular da comarca de Bom Jardim.

Lidiane Rocha havia sido afastada da Prefeitura por um prazo de 90 dias pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investiga irregularidades na administração da gestora. O afastamento havia ocorrido na quarta-feira (23), data em que a vice-prefeita, Malrinete Gralhada (PPS), assumiu.

"Em uma análise perfunctória, tem-se que a suspensão da impetrate {Lidiane Rocha} de suas atribuições administrativas, sem o estabelecimento do contraditório e sem oportunidade do exercício da defesa ampla, apresenta-se, em princípio, como o ato anômalo e arbitrário do órgão processante", despachou o juiz.

sexta-feira, 25 de abril de 2014

CPI do Combustístíveis ouvirá representantes da ANP

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Combustíveis adiou, para a próxima semana, a sessão que seria realizada nesta sexta-feira (25). O presidente da CPI, deputado Othelino Neto (PCdoB), informou que o adiamento se deu em razão do cancelamento da viagem a São Luís de representantes da Agência Nacional de Petróleo (ANP). Eles pediram que seu comparecimento à CPI ficasse agendado para a próxima semana.

Segundo o deputado Othelino Neto, a próxima oitiva da CPI será realizada na próxima terça-feira, dia 29 de abril, às 14 horas, no Plenarinho da Assembleia Legislativa. Foi convocado para depor o empresário Dileno de Jesus Tavares, ex-presidente do Sindicato dos Combustíveis, que deixou de comparecer à primeira convocação e não enviou nenhuma justificativa. O presidente da CPI disse que o empresário Dileno Tavares já está convocado para esta próxima terça-feira.

“O depoente Dileno de Jesus Tavares desrespeitou a CPI ao deixar de vir e não ter justificado. Nós não vamos permitir isso. Adotaremos o critério da Lei. Marcamos agora novo depoimento. E se ele não vier, vamos usar a força coercitiva para conduzi-lo à CPI”, avisou Othelino Neto.

Além do empresário Dileno Tavares, a CPI dos Combustíveis dará continuidade aos depoimentos, na terça-feira (29), ouvindo também o promotor de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís, José Osmar Alves. Para quarta-feira, 30 de abril, estão agendadas as oitivas do atual presidente do Sindicato dos Combustíveis, Orlando Santos, de dois proprietários de postos de combustíveis e de representantes da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

O Ministério Público Estadual (MPE), que já tem um procedimento investigativo contra os abusos nos preços dos combustíveis, acompanha as oitivas da CPI. A CPI dos Combustíveis, aberta no dia 3 de abril, tem como foco investigar a prática abusiva de preços e possível formação de cartel na capital maranhense.

Com informações da Agência Assembleia

Candidato a senador na chapa de Lobão Filho será definido por pesquisa

Senador Lobão Filho
De O Estado

O candidato ao Senado na chapa do pré-candidato ao governo do estado, senador Lobão Filho (PMDB),  será decidido por meio de pesquisa de intenção de votos. Os pré-candidatos, que terão 15 dias para se mobilizar no interior maranhense, acordaram acordaram esse método após reunião do senador com a governadora Roseana Sarney (PMDB).

Foram consultados os deputados Gastão Vieira, Arnaldo Melo (ambos do PMDB), Monoel Ribeiro (PTB) e mais um representante do PT. Os dois primeiros são pré-candidatos  a senador pelo PMDB. Gastão Vieira já estava posto como pré-candidato junto com Lobão Filho, que na época estava na disputa à espera da decisão da governadora Roseana Sarney se concoreria ou não ao Senado.

Já o presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo, teve o nome colocado após a definição da pré-candidatura de Lobão Filho após a desistência de Luis Fernando Silva de disputar o governo estadual. Melo é o indicado dos deputados da base do governo de Roseana Sarney para a vaga na chapa de Lobão Filho.

Roseana Sarney recebe candidato e discute projetos do Maranhão

Lobão Filho, Roseana Sarney e Edison Lobão
De O Estado

Um dia após o ato político que lançou a pré-candidatura do senador Lobão Filho (PMDB)  na Assembleia Legislativa, ele voltou a se reunir com a governadora Roseana Sarney ontem, no Palácio dos Leões. Na pauta, os peemedebistas conversaram sobre o plano de obra do governo estadual incluindo as obras já em andamento.

Segundo Lobão Filho, a governadora mostrou quais as obras em andamento em todo o Maranhão. A intenção do senador é conhecer in loco todas as ações, principalmente na interior do estado, durante o período de sua pré-candidatura.

"Precisa saber o que está sendo feito e quais as outras necessidades que o Maranhão tem e que vamos trabalhar futuramente para melhorar a vida da nossa população", disse Lobão Filho.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Mais três empresários depõem à CPI dos Combustíveis

Mais três empresários depuseram na tarde desta quinta-feira (24) na Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa. A CPI investiga as causas do aumento na gasolina em postos de São Luís. Para o deputado que preside a comissão, Othelino Neto (PCdoB), as testemunhas ouvidas até agora confirmam a suspeita de formação de cartel na capital maranhense.

No terceiro dia de depoimentos de testemunhas à CPI dos Combustíveis o tom dos depoimentos foi o de que o mercado é regulado pelos preços “do vizinho” e de é um negócio sem prosperidade e fadado ao fracasso. Os três foram multados em R$31 mil no ano passado, após o Ministério Público ter confirmado a existência de cartel em 2011.

O primeiro a depor foi Carlos Moacir Lopes Fernandes. Dono de apenas um posto na capital, o empresário chegou a afirmar aos deputados que o posto era uma desgraça em sua vida. Sua família o criticava pelo negócio mal sucedido. Moacir disse que não participava de acerto de preço e que se baseava nos concorrentes da área. Ele chegou a propor a venda a quem estivesse interessado em pagar o mesmo preço pago por ele, quando da compra do estabelecimento.

Em seguida, foi a vez de Thiago Morais Lima, sócio-arrendatário em três postos e cuja atuação no ramo é de aproximadamente 10 anos. A exemplo de seu antecessor, Thiago disse que seus preços são baseados conforme seu concorrente direto. Ele desconheceu a prática de cartel, mesmo com o deputado César Pires, relator da CPI, lendo trechos de conversas suas acertando valores de gasolina, Ele disse que não se recordava dos diálogos e que assinou o acordo proposto pelo MPMA “inocentemente”.

O terceiro, e último empresário, a depor foi Herbeth de Jesus Costa dos Santos. Ele também é sócio-arrendatário em dois postos e além de afirmar que não participa de cartel,não acredita na prática do crime na cidade. Para ele, o fato de, praticamente todos os postos, terem aumentado seus valores de forma simultânea se deve a uma “coincidência”.

Para o deputado Othelino Neto, até agora, nenhum dos depoimentos de empresários foi capaz de mostrar que o mercado seja livre. Ao contrário, o parlamentar acredita que as versões para a alta apresentadas só confirmam a tese que originou a proposição da CPI. “Nenhum deles (empresários) pode mostrar que não há cartel. Todos os depoimentos só mostraram que os indícios são fortes.”

Sobre as contradições nos depoiemtos prestados nesta CPI e durante a investigação do MPMA, o parlamentar foi enfático. “A CPI está sendo assessorada também pelo MPMA. A investigação de 2011 não é alvo desta comissão, mas ela auxilia em seu entendimento,” finalizou.


Nesta sexta-feira (25) são esperados mais dois empresários e, na próxima semana devem depor o presidente do Sindicato dos Revendedores de Combutíveis,Orlando dos Santos e seu antecessor no cargo, Dileno de Jesus Tavares. Os dois já deveriam ter prestado depoimento à CPI, porém problemas de saúde impossibilitaram a presença de Orlando dos Santos à comissão. Dileno Tavares não justificou sua falta e caso não compareça a próxima sessão, será conduzido à força.

A moral de Othelino Neto e a CPI dos Combustíveis

Deputado estadual Othelino Neto
Que moral tem o deputado estadual  Othelino Neto (PCdoB) para presidir uma Comissão Parlmentar de Inquérito (CPI) para apurar supostas irregularidades e formação de cartel na venda dos combustíveis na região metropolitana de São Luís?

Digo isto porque pairam suspeitas no ar que quando o nobre paralmentar era secretário de estado de Meio Ambiente, ainda na gestão do ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB), ele teria concedido licença ambiental até mesmo para a construção de posto de combustível em área de preservação ambiental. (sic)

Se confirmada a suspeita, não restará moral nenhuma ao nobre deputado comunista Othelino Neto para conduzir os destinos desta CPI, que apesar de ser também um palanque eleitoral para as eleições de outubro, pode prestar relevantes serviços à sociedade, desvendando os mistérios da tabela dos postos de combustíveis da Ilha.

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Castelo conversará com Aécio sobre indicação ao Senado

Aecio Neves conversará com João Castelo
O ex-prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), disse não aceitar que seu nome não esteja encabeçando a lista de indicações do partido para disputar uma vaga ao Senado nas eleições de outubro deste ano. Ele disse acreditar que hoje o seu nome é o mais aceito para vencer o pleito e que não abre mão de participar do processo eleitoral.

Para garantir seu nome na corrida na única vaga que será aberta com a saída em dezembro do senador Epitácio Cafeteira (PTB), Castelo afirmou que conversará com o presidenciável mineiro Aécio Neves (PSDB).

O problema é que os tucanos já garantiram uma vaga de vice-governador na chapa do comunista Flávio Dino e agora vai lutar pela vaga ao Senado. O problema é que a vaga estava aberta para a indicação do vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha, que também não abre mão da disputa pelo cargjo majoritário.

O PPS ainda não foi atraído pelo canto da sereia

Depois de cooptar o PSDB e dar ao partido a indicação de vice por meio do deputado federal Carlos Brandão, agora é a vez do pré-candidato ao governo do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) tentar aliança com o PPS da deputada estadual Eliziane Gama, que ainda sustenta a possibilidade de disputar a corrida sucessória ao Palácio dos Leões.

Hoje pela manhã, Dino quase que implorou ao afirmar que o PPS deve fazer o mesmo que fez o PSDB. "Estamos buscando a ampaliação de alianças políticas. Esperamos que o PPS também se entregue a esta aliança como fez o PSDB", disse o comunista.

Apesar das declarações do pré-candidato do PCdoB, a direção do PPS ainda não se sentiu atraída pela canto da sereia.

Faz dois anos que calaram Décio Sá

Somente dois dos 11 acusados de participar da trama que resultou na morte do jornalista Décio Sá, assassinado a tiros na Avenida Litorânea há exatos dois anos, foram julgados até agora. O assassino confesso, Jhonathan de Sousa Silva, e o homem que pilotava a motocicleta que deu transporte ao pistoleiro, Marcos Bruno Silva, foram condenados a 25 anos e três meses e 18 anos e três meses de prisão em regime fechado, respectivamente, em fevereiro deste ano.

A condenação veio em fevereiro deste ano, após dois dias de sessão na 1ª Vara do Tribunal do Júri, no Fórum de São Luís. Jhonathan cumpre pena na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS) e ainda vai responder a processo pelo assassinato do empresário Fábio Brasil, o Júnior Foca. Já Marcos Bruno Silva cumpre pena no Presídio São Luís I, do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. Segundo a Justiça, ele também responde processo por falsidade ideológica.

Noite do crime

Décio Sá foi assassinado com cinco tiros, por volta de 23h de segunda-feira, 23 de abril de 2012, quando estava em um bar na Avenida Litorânea, na orla marítima de São Luís - um dos principais pontos de turismo e lazer da capital maranhense.

O jornalista, que era repórter da editoria de política do jornal O Estado do Maranhão, há 17 anos, também publicava conteúdo independente por meio do Blog do Décio, um dos blogs mais acessados do estado na época.

Segundo o inquérito policial, Décio Sá deixou a redação por volta de 22h, pegou o carro e foi até o bar, onde teria pedido uma bebida e uma porção de caranguejo. Ele estava à espera de dois amigos e falava ao celular quando foi surpreendido pelo pistoleiro Jhonathan de Sousa Silva, que o atingiu com cinco tiros, três no tórax e dois na cabeça.

De acordo com informações da polícia, o jornalista foi morto porque teria publicado, no Blog do Décio, reportagem sobre o assassinato do empresário Fábio Brasil, o Júnior Foca, envolvido em uma trama de pistolagem com os integrantes de uma quadrilha encabeçada por Glaucio Alencar e José Miranda, suspeitos de praticar agiotagem junto a mais de 40 prefeituras no estado.

Décio Sá tinha 42 anos, era casado e tinha uma filha. Sua esposa, Silvana Sá, estava grávida quando o marido foi assassinado.

Com informações do G1 MA

Flávio Dino diz ser um candidato inescrupuloso

Flávio Dino mantém alianças espúrias
O pré-candidato Flávio Dino (PCdoB) mostrou ter perdido a identidade política quando o assunto é tentar vencer as eleições de outubro para o governo do Maranhão. Em entrevista coletiva à imprensa, Dino disse que é defensor de se aliar até com o inimigo para alcançar o alvo. As declarações do comunista foram  proferidas, hoje pela manhã, no salão do Hotel Ponta d´Areia, durante apresentação das propostas de campanha. 

Nas últimas semanas, o comunista vem sendo bastante criticado por buscar alianças espúrias do PCdoB com PSDB do presidenciável Aécio Neves e o PSB do também presidenciável Eduardo Campos.

Até pode parecer que não há nenhum problema nessa questão. Isso se Flávio Dino não tivesse se utilizado por mais de três anos da estrutura administrativa da presidente da República, Dilma Rousseff (PT), tendo ocupado uma cadeira de presidente da Embratur no Governo Federal.

Vale ressaltar que PSDB e PSB são adversários do PT da presidente Dilma, que no momento aparece na frente das pesquisas para a reeleição presidencial.

Pelo visto, Dino reafirma que acende uma vela para Deus e outra, para o diabo.

Lobão Filho desembarca com recepção calorosa

Uma multidão foi ao aeroporto do Tirirical para recepcionar Lobão Filho
Como já era esperado, o senador Lobão Filho (PMDB) desembarcou, no início da tarde desta quarta-feira (23), no aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado, em São Luís, para o lançamento da pré-candidatura ao governo do estado.

No saguão do aeroporto, centenas de correligionários foram cumprimentar o peemedebista, entre políticos, lideranças comunitárias, representantes de movimentos sociais, entre outros aliados.

Do aeroporto, Lobão Filho e comitiva seguiram para a sede do Poder Legislativo Estadual, onde já o aguardavam a governadora Roseana Sarney (PMDB) e centenas de outros correligionários.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB), também participou do ato político que marca o início da corrida eleitoral do grupo.

Preparando a chegada de Lobão Filho

Senador Lobão Filho
A expectativa nesta quarta-feira fica por conta do desembarque em São Luís do senador Lobão Filho (PMDB), no aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado (Tirirical). Nesse momento é forte a movimentação nos bastidores da aliança política liderada pela governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB).

Logo após o desembarque no aeroporto, o pré-candidato ao governo do estado será recebido por deputados, prefeitos, vereadores e líderes da aliança que já reúne 16 partidos que dão apoio a Lobão Filho.

Desde que foi escolhido e aceitou ser candidato a governador, o senador do PMDB tem dedicado seu tempo a conversas e contatos políticos.

terça-feira, 22 de abril de 2014

CPI dos combustíveis: sindicato pede remarcação de audiência

O presidente do Sindicato dos Revendedores de Combustíveias do Maranhão, Orlando dos Santos pediu que a Assembleia Legislativa marcasse outra data para prestar seu depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito que apurar as causas do aumento de combustíveis em São Luís e a suposta formação de cartel no setor . 

Segundo o deputado Othelino Neto (PCdoB), autor da proposta que criou a CPI, com a ausência de Orlando, apenas um empresário deve ser ouvido.

Embora tivesse dito que em entrevista coletiva no dia 26 de março que estaria à disposição da Assembleia para prestar esclarecimentos sobre a alta nos combustíveis, Orlando dos Santos, pediu desde o dia 15 de abril uma nova marcação de sua audiência na Casa. 

A ocasião desta mesma entrevista, inclusive, foi duramente criticada pelo deputado Bira do Pindaré (PSB) que havia marcado uma audiência pública com representantes de orgão de defesa dos direitos do consumidor. Bira disse que havia sido desrespeitado, pois a ausência do sindicalista seria uma das mais importantes.

Em nota enviada por sua assessoria de imprensa, Orlando dos Santos, disse que estaria em viagem "inadiável para tratamento de saúde".

Leia, a seguir, a nota completa:

Em razão de inadiável viagem para tratamento de saúde, Orlando Santos (presidente do Sindcombustíveis-Ma) não prestará depoimento na qualidade de testemunha à CPI na tarde desta terça-feira (22 de abril). O pedido de adiamento foi protocolado na AL no dia 15 e aguarda despacho do presidente da Comissão definindo nova data.

Com informações do Imirante

PTB insiste na indicação da vaga ao Senado


Vereador Pedro Lucas Fernandes

O líder do PTB na Câmara de São Luís ,vereador Pedro Lucas Fernandes, afirmou hoje ao blog que o partido vai continuar insistindo na indicação do candidato ao Senado para as eleições de outubro deste ano. A sigla conta com nomes como o do deputado federal Pedro Fernandes e do deputado estadual Manoel Ribeiro.

"O PTB ainda está esperando sentar para conversar, pois a legenda ainda não foi chamada. Estamos aguardando a chegada do senador Lobão (PMDB) nesta quarta-feira (23) e esperamos que ainda no decorrer desta semana possamos sentar com o grupo para conversar", declarou Pedro Lucas.

Ele disse ainda que espera ter um bom diálogo com o grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB) e com o pré-candidato à sucessão governamental. Pedro Lucas destacou que o nome do senador Lobão Filho é um bom nome para disputar o governo.

"Lobão Filho é um bom nome, faz parte do nosso grupo político, mas entendo que o grupo tem de marchar unido, por entender que será uma eleição difícil", enfatizou.

Vereadores articulam candidaturas para deputado

Plenário da Câmara de Vereadores de São Luís
A Câmara de São Luís terá como eventuais candidatos a deputados federais os vereadores Rose Sales (PCdoB), o presidente da Casa Isaías Pereirinha (PSL), Sebastião Albuquerque (DEM) e Josué Pinheiro (PSDC). A lista pode aumentar com a possibilidade de candidatura do vereador Francisco Chaguinhas (PSB).

Já o único postulante a deputado estadual é o vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), que atualmente assume a condição de 2º secretário da Mesa Diretora da Casa.

As articulações político-partidárias entre os candidatáveis a cargos proporcionais, nas eleições de outubro, só tendem a aumentar com a chegada das convenções que devem ocorrer até o fim de junho.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Entrada de Castelo na disputa ao Senado incomoda

Ex-prefeito João Castelo
Foi só o nome do ex-prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), entrar numa eventual disputa para o Senado, nas eleições de outubro deste ano, que os tucanos passaram a incomodar as hostes do PSB que tem como pré-candidato ao Senado, Roberto Rocha, que é o atual vice-prefeito da capital maranhense.

Tudo indica que o PSDB deve apoiar a candidatura de Flávio Dino (PCdoB) ao governo do Maranhão. No entanto, Rocha se coloca como único candidato ao Senado pelo grupo. Porém, a cada dia ganha força a possibilidade do ex-prefeito Castelo tomar o lugar de Rocha.

Como tentativa de evitar uma situação desagradável, o vice-prefeito do PSB já ameaça deixar de apoiar Flávio Dino e sair candidato ao governo do estado.

Três detentos fogem do CDP de Pedrinhas

A Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap), confirmou a fuga de três detentos do Centro de Detenção Provisória (CDP), no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. A fuga aconteceu na manhã desta segunda-feira (21), por um túnel.

Segundo a Sejap, o detento Peter Cabral de Araújo Machado, conhecido como “Paulista”, foi recapturado foi recapturado fora do Complexo Penitenciário. As circunstâncias da fuga serão apuradas.

O titular da Sejap, Sebastião Uchoa, disse que não foram feitas as vistorias necessárias durante o feriado da Semana Santa. A Polícia Militar e a Força Nacional já estão no presídio auxiliando nas revistas. Só este ano, já foram registradas três fugas no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, somando 17 presos foragidos.

A primeira fuga aconteceu no dia 30 de março, na ocasião, quatro presos fugiram de uma das celas do Presídio São Luís I. Já no dia três de abril, 10 detentos fugiram do Presídio São Luís II, o que levou a exoneração do diretor Valdir Dias e o chefe de plantão da unidade.

Definições sem traumas

De O Estado

Enquanto a oposição se engalfinha pelas vagas de candidato a vice- governador e de candidato a senador, o grupo liderado pela governadora Roseana Sarney (PMDB) garante ao pré-candidato a governador, senador Lobão Filho (PMDB) a tranquilidade de não ter de entrar na bola dividida de ter de fazer escolhas complicada para as duas vagas.

Desde as primeiras conversas acerca do processo eleitoral, ficou definido, com toda clareza e sem possibilidade de reversão, que a vaga de candidato a vice-governador seria do PT e que a vaga de candidato a senador seria de qualquer outro partido que integra a coligação, a começar pelo PMDB. No caso da corrida senatorial, vale a viabilidade do aspirante.

No caso do candidato a vice governador , o PT tem a responsabilidade e o compromisso de fazer a indicação. Os demais partidos não se envolvem nesta escolha, por se tratar de um assunto interno da legenda petista. Ali, vários nomes já foram cogitados, mas, depois de uma série de movimentos internos, três saíram com cacife para pleitear a vaga: o deputado estadual José Carlos, o ex-secretário José Costa (Ciência e Tecnologia) e o ex-secretário José Antônio Heluy (Trabalho e Economia Solidária). No momento não há como mensurar o cacife de cada um.

Já no que respeita o Senado, a coluna mantém o que vem publicado há semanas: a vaga entre o deputado federal e ex-ministro do Turismo, Gastão Vieira e o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo (ambos do PMDB). Há também a possibilidade de uma indicação do PTB, a partir de reivindicação feita por líderes petebistas sob o argumento de que a vaga está com o partido, representado pelo senador Epitácio Cafeteira.

É cedo para arriscar um palpite sobre quem será o candidato a vice-governador ou quem vai disputar a senatoria na chapa Lobão Filho, mas se pode afirmar que os dois candidatos sairão dessas listas.

Lançamento oficial da pré-candidatura de Lobão Filho ao governo do estado acontece na quarta

Senador Lobão Filho
A pré-canmdidatura do senador Lobão Filho (PMDB) para o governo do Maranhão será oficializada na quarta-feira (23) em ato político que deverá ser coordenado pelo senador João Alberto de Souza e pelas lideranças do PMDB no estado.

Lobão Filho, que está em São paulo, desembarcará em São Luís em horário ainda não divulgado e será recpcionado na Assembleia Legislativa por prefeitos, deputados, vereadores e demais correligionários políticos que apoiam a pré-candidatura do parlamentar na corrida sucessória ao Palácio dos Leões.

Depois do encontro, o senador Lobão Filho receceberá lideranças política de forma reservada para discutir articulações de sua pré-candidatura. A série de reuniões ocorrerá até o próximo fim de semana. Ainda está sendo agendada a primeira visita ao interior do estado. 

sábado, 19 de abril de 2014

Paulinha Lobão quer disputar vaga ao Senado

Apresentadora Paulinha Lobão
Com a decisão do senador Edison Lobão Filho (PMDB) de entrar na disputa para o governo do estado, já especula-se até mesmo a possibilidade da esposa do pré-candidato, Paulinha Lobão (PMDB), em vir a entra na corrida por uma vaga ao Senado.

O assunto começa a ganhar contornos expressivos junto ao eleitorado feminino. Apesar disso, a cúpula do PMDB ainda não manifestou posicionamento sobre o assunto, que começa a aparecer em blogs e em conversas de bastidores.

Inclusive já teria ocorrido uma reunião nas hostes da família Lobão para avaliar tamanha viabilidade, ainda que remota.

Com a entrada do nome da apresentadora Paulinha Lobão na "bolsa de valores" dos candidatáveis, sobe para quatro os eventuais nomes, já que também estão na disputa os deputados federais Pedro Fernandes (PTB), Gastão Vieira (PMDB) e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB).

Lobão Filho já consolidou candidatura na classe política, diz Gastão Vieira

Deputado federal Gastão Vieira
De O Estado

O deputado federal Gastão Vieira, pré-candidato do PMDB ao Senado, comentou ontem em entrevista a O Estado o desempenho do colega de partido, senador Edison Lobão Filho, na disputa pelo Governo do Estado.

O também peemedebista está há duas semanas trabalhando sua pré-candidatura para a sucessão da governadora Roseana Sarney (PMDB), desde que o ex-secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva (PMDB), desistiu de concorrer o cargo.

Para Vieira, Lobão Filho tem-se movimentado bem desde que foi escolhido pelo grupo político comandado pela governadora como pré-candidato e conclui o que ele considera o “primeiro ciclo” da pré-campanha de forma acertada, com uma “importante reunião” de lideranças, marcada para a quarta-feira da semana que vem, dia 23.

“O senador Lobão Filho movimentou a cena política. Em duas semanas, ele conseguiu deixar toda a classe política ligada ao nosso grupo verdadeiramente animada com essa nova perspectiva”, disse.

O deputado federal acredita que o novo pré-candidato conseguiu reacender entre os aliados o ânimo para a disputa. “Com essa movimentação intensa, com essa busca por apoio, ele conseguiu criar ânimo para a disputa dentro do grupo”, avaliou.

Gastão Vieira entende, contudo, que essa é apenas a primeira missão do pré-candidato. Na opinião dele, depois de garantir o engajamento da classe política, será a hora de consolidar o ânimo dos líderes e transformá-lo em apoio popular.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Gastão Vieira quer apressar decisão para o Senado

Deputado federal Gastão Vieira
O deputado federal Gastão Vieira (PMDB) já declarou publicamente que não abre mão de disputar uma vaga para o Senado, nas eleições de outubro deste ano. Em recente entrevista ao jornal O Estado do Maranhão, o parlamentar afirmou que não procedem as informações de bastidores dando conta que ele havia abdicado de disputar o pleito para o Senado.

O problema maior é que Gastão Vieira terá de enfrentar a disposição também do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB) na corrida pela única vaga a ser aberta com a saída do senador Epitácio Cafeteira (PTB), que este ano  completa seu mandato no Congresso Nacional.

Apesar disso, Gastão Vieira tem se mostrado reticente e destemido a pleitear a vaga. "Continuo pré-candidato a senador. Nunca disse a ninguém que desistiria. Estou trabalhando e aguardando um posicionamento oficial do grupo (Sarney) sobre o apoio político que terei para essa jornada", ressaltou.

Apesar de líder em pesquisa, Dilma tem popularidade em queda

Presidente Dilma Roussef
Do congresso em foco

A presidenta Dilma Rousseff (PT) vai ter de lidar, na campanha eleitoral, com a insatisfação do eleitores em relação ao seu desempenho no governo federal. É o que indica pesquisa Vox Populi/ CartaCapital divulgada nesta quinta-feira (17). Ela lidera a corrida para a reeleição, com 40% das intenções de voto.

Conforme o levantamento, realizado entre os dias 6 e 8 de abril, a petista tem uma avaliação positiva de 32% (ótimo para 5% e boa para 28%) e negativa para 28% (ruim para 16% e péssimo para 11%). As informações foram divulgadas pelo site da revista CartaCapital.

Como a margem de erro é de 2,1 pontos percentuais, para mais ou para menos, é possível apontar, segundo o instituto, um empate entre os dois tipos de eleitores. Outros 29% consideram o desempenho da presidenta apenas regular. A aprovação da presidenta oscilou, assim, dois pontos para baixo em relação à pesquisa de fevereiro.

No início de junho de 2013, quando surgiram as primeiras manifestações de rua pelo Brasil, o instituto mostrou que a presidenta era bem avaliada por 52% dos eleitores. O índice caiu para 34% oito meses depois e, agora, para 32%.

O Vox Populi ouviu 2.200 eleitores em 161 municípios. A margem de erro é de 2,1 pontos percentuais, para mais ou para menos.

A pesquisa aponta que a avaliação positiva da presidenta é maior entre eleitores do Nordeste (43%), maduros (40%), que estudaram até o ensino fundamental (40%) e com renda inferior a dois salários mínimos (40%).  E a avaliação negativa é maior entre quem mora no Sudeste (35%), é jovem ou adulto (29%), tem ensino superior (44%) e ganha mais de cinco salários mínimos (42%).

Governo federal

Ainda de acordo com o levantamento, a avaliação do governo federal é positiva para 30% dos entrevistados (ótimo para 4% e bom para 26%) e negativo para 26% (ruim para 15% e péssimo para 11%). Para outros 43%, o desempenho é apenas regular (regular positivo para 26% e regular negativo para 17%).

O nível de satisfação é maior entre a população do Nordeste (38% de avaliação positiva), entre a população idosa (36%), que estudou até o ensino fundamental (37%) e com renda de até dois salários mínimos (37%). A insatisfação se concentra entre eleitores do Sudeste (32%), adultos (27%), com ensino superior (40%) e renda superior a cinco salários mínimos (38%).

Satisfeitos com o Brasil

A pesquisa mostrou que 54% dos brasileiros estão “satisfeitos” em relação ao Brasil, praticamente o mesmo índice registrado em fevereiro (55%). Mas o número de insatisfeitos cresceu três pontos percentuais em dois meses e chegou a 46%, dos quais 9% se dizem “muito insatisfeitos”. A margem de erro também é de 2,1 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O índice de satisfação, segundo o levantamento, é maior entre os homens (57%), maduros (61%), que estudaram até o ensino fundamental (61%), com renda familiar inferior a dois salários mínimos (59%) e moradores do Nordeste (64%).

Os insatisfeitos são, em sua maioria, mulheres (49%), jovens (48%), com ensino superior (56%) e com renda familiar superior a cinco salários mínimos (55%). Concentram-se, principalmente, no Sudeste (57%).

Caema realizará concurso público para provimento de 1.325 vagas

A Companhia de Água e Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) anunciou que promoverá, no dia 15 de junho deste ano, concurso público - que será organizado pelo Instituto Brasileiro de Educação e Gestão (Ibeg) - para provimento de 1.325 vagas em níveis fundamental, médio e superior. Deste total, 176 para preenchimento imediato e 1.149 para cadastro de reserva.

Ainda segundo a direção da Caema, os salários ofertados, dependendo do nível do cargo (fundamental, médio, técnico e superior), variam entre R$ 724,00 a R$ 2.649,58 em jornadas de 44 horas semanais. Os valores das inscrições, que já estão abertas e poderão acontecer até o dia 7 de maio deste ano, custam entre R$ 45,00 e R$ 80,00. O candidato que necessitar de condições especiais, excluindo-se o atendimento domiciliar e hospitalar, deverá preencher o Requerimento de Condições Especiais para realização das provas e enviar no endereço eletrônico nico www.ibeg.org.br ou www.ibegconcursos.com.br até o dia 8 de maio deste ano.

As provas, que serão aplicadas em nove municípios maranhenses e cujos candidatos concorrerem às vagas de nível fundamental terão 30 questões (Língua Portuguesa e Matemática). Já as provas de níveis Médio (Língua Portuguesa, Matemática e Informática) e Técnico (Língua Portuguesa, Matemática, Informática e Conhecimentos Específicos) terão 40 questões. Por fim, as provas de Nível Superior (Língua Portuguesa, Matemática, Informática e Conhecimentos Específicos) exigirão ainda dos candidatos a elaboração de uma redação, em tema a ser proposto.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Virando as costas

Flávio Fino vira as costas para a presidente Dilma
Estado Maior

Era só uma questão de tempo para acontecer o que está acontecendo, o pré-candidato comunista Flávio Dino confirmou a tendência que vinha sinalizando desde articulada sua pré-candidatura ainda como presidente da Embratur, se aliar aos adversários da presidente Dilma Rousseff (PT), que nomeou e o manteve no cargo por mais de três anos.

Primeiro foi o namoro com o PPS da deputada Eliziane Gama, que no plano nacional e sob o comando do deputado federal Roberto Freire, é adversário implacável e virulento do governo da presidente Dilma, fazendo dobradinha com os tucanos.

Depois Dino partiu para tentar costurar uma aliança com o PS num plano mais largo. Ele conversou com o então governador de Pernambuco, Eduardo Campos, com quem discutiu a possibilidade de uma aliança no Maranhão. 

o primeiro momento, Campos teria feito o contrapeso, tudo bem, desde que declare apoio a candidatura presidencial dele. O PSB vai se aliar ao PCdoB, tendo como candidato a senador o vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha, que, ao lado de Dino, pedirá votos para Eduardo Campos e Marina Silva.

E a marcha de Flávio Dino para abandonar a presidente Dilma Rousseff chegou a seu ponto máximo ontem, quando ele se reuniu com o senador mineiro Aécio Neves (PSDB), candidato assumido a presidente da República. 

Disposto a fazer qualquer coisa por uma aliança com o PSDB, Flávio Dino está disposto também a pedir votos para Aécio Neves. Como se vê, o comunista que se diz cristão abraça os adversários daquele que o manteve no melhor emprego do Brasil por mais de três anos.