Comercial da Prefeitura de São Luís

Comercial da Prefeitura de São Luís

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Trairagem no grupo do governador Flávio Dino tenta minar as bases do senador Roberto Rocha


Por Leandro Miranda
Do Blog do Marrapá

A situação do senador Roberto Rocha (PSB/foto) é muito complicada. Os próximos meses prometem ser de muita turbulência por conta da incerteza de sua permanência do Senado. Seu mandato está ameaçado por uma Representação por Captação Ilícita de Recursos, de iniciativa do PMDB. O processo tramita no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE) e deve ir a julgamento, no máximo, até setembro.

A fonte do blog informa que a prestação de contas do senador Roberto Rocha estaria cheia de irregularidades que podem levar à cassação de seu mandato. Teriam sido encontrados vários ‘buracos’, como utilização de notas frias, de empresas de fachada, prática de caixa dois, dentre outros.

Uma fonte de Brasília informa que o ex-senador Sarney acha que possivelmente Roberto Rocha perderá o mandato e que não caberá recurso. Além de deixar o cargo, Roberto Rocha poderá ficar inelegível por oito anos. Em se confirmando a cassação, será realizada nova eleição para o senado no Maranhão.

Alguns analistas ouvidos pelo blog acham que o recente artigo do deputado federal José Reinaldo Tavares, propondo um pacto pelo Maranhão, teve um objetivo claro: uma aproximação com o senador José Sarney para que seja ‘ungido’ candidato pelos grupos políticos do governo e oposição, em caso de nova eleição. 

José Reinaldo já teria conhecimento que a situação de Roberto Rocha é crítica e que, diante das irregularidades na prestação de contas, dificilmente permanecerá no Senado.

Em entrevista à Rádio São Luís, na manhã de sexta-feira (23), o ex-governador voltou a tecer elogios ao ex-senador José Sarney. “O Sarney é poderoso. Se ele quiser atrapalhar, atrapalha, pois tem força política pra isso. Ele não está morto. Tem 86 anos, mas está vivo. A Dilma não consegue governar sem o PMDB e sem o Sarney. Ele tem força política”, disse Reinaldo. Além disso, o ex-governador disse que a presidente Dilma não tem forças para contrariar Sarney.

Em determinado ponto da entrevista, José Reinaldo deixou escapar um dos motivos para se reaproximar do grupo Sarney. Disse que sempre desejou ser senador pelo Maranhão. Um sonho que pode ser realizado com uma nova eleição e com o apoio do senador Sarney?

Enquanto José Reinaldo ainda sonha com uma cadeira no Senado, Roberto Rocha vive dias de incertezas quanto ao seu futuro político. Sem mandato, voltará ao limbo, à insignificância na política, podendo perder peso político para continuar tentando controlar o PSB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário