Banner da Prefeitura de São Luís

Banner da Prefeitura de São Luís

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Não convide para a mesma mesa...


Está mais do que declarada a briga interna nas hostes do Diretório Municipal do PMDB em São Luís entre o deputado estadual Roberto Costa, presidente, e o vice, vereador Fábio Câmara. Tudo porque Costa deve trocar o domicílio eleitoral para Bacabal, município onde deve ser candidato a prefeito em 2016.

Com a provável licença de Roberto Costa do comando da sigla na capital, quem deveria assumir a direção do PMDB seria, automaticamente, o vice Fábio Câmara. Mas essa máxima ainda não está contemplada.

No entanto, quem deve assumir o comando da legenda em São Luís deve ser o ex-diretor do Detran da gestão da governadora Roseana Sarney, o bacharel em Direito, André Campos, que seria ligado ao deputado Roberto Costa e ao senador João Alberto.

Fábio Câmara discorda da posição de Costa, mas mostra-se pouco à vontade para polemizar. "É claro que, para alguém que começou no partido como zelador, e hoje é vereador, a possibilidade de chegar à presidência (do partido) é motivo de orgulho", disse o vice.

O vereador também defende candidatura própria do PMDB em São Luís.

Nenhum comentário:

Postar um comentário