Comercial da Prefeitura de São Luís

Comercial da Prefeitura de São Luís

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Policiais civis e o impasse da greve


Ainda nesta quarta-feira, 8, os policiais civis do Maranhão irão decidir, em assembleia geral da categoria, se mantém ou suspendem a paralisação por tempo indeterminado, que teve início na última segunda-feira,3. em todo estado. Os policiais foram pegos de surpresa por uma decisão do Tribunal de Justiça do Maranhão que determinou a suspensão imediata da paralisação, sob pena de multa diária de R$ 20 mil.

A notificação do TJ foi recebida pelo Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (Sinpol-MA) no final da tarde de terça-feira, 4. Segundo o presidente do Sinpol-MA, Heleudo Moreira, o corpo jurídico da instituição foi acionado para recorrer da decisão. 

“Nós temos um prazo e vamos recorrer da decisão, se necessário”, disse. O desembargador Kleber Carvalho, autor da decisão, entendeu que os policiais civis têm a missão de zelar pela manutenção da ordem e segurança pública. "As atividades desenvolvidas por seus filiados são marcadas pela essencialidade e, por isso, não são passíveis de paralisação por meio de greve, uma vez que tal direito seria vedado pela Constituição Federal da República", decidiu o magistrado.

Heleudo Moreira disse ainda que a decisão de continuidade ou não da greve será votada pelos policiais. “A categoria que vai decidir pela continuidade ou não da greve. Espero que os policiais tomem as decisões mais sábias e coerentes pelo bem dos profissionais e da população”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário