terça-feira, 11 de agosto de 2015

Quem pagou o pato foi Lobão


Para quem pensava que a presidenta Dilma Rousseff (PT) sairia vaiada na solenidade de ontem, 10, de entrega das casas do programa Minha Casa, Minha Vida, na área do Maracanã, em São Luís, enganou-se.

Quem acabou pagando o pato foi mesmo o senador Edison Lobão (PMDB/foto). Quem esteve no local garantiu que o parlamentar foi o alvo de duas sonoras vaias durante a cerimônia presidencial.

As vaias contra o senador e ex-ministro de Minas e Energia do governo Dilma teriam sido puxadas por claques da União da Juventude Socialista (UJS) – movimento ligado ao PCdoB –, o coro acabou sendo encampado por populares em duas das três vezes em que o peemedebista foi citado.

Vale lembrar que o senador Lobão tem sido citado por delatores na Operação Lava-Jato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário