sábado, 31 de outubro de 2015

Sindicato dos Jornalistas lança nota de repúdio contra prefeito

Presidente do Sindicato dos Jornalistas do Maranhão, Douglas Cunha lança nota de repúdio
O Sindicato dos Jornalistas do Maranhão lançou nota de repúdio contra o prefeito de Buriti Bravo, Cid Costa, que durante evento evolvendo prefeitos maranhenses declarou que a imprensa deve ser controlada, além de destilar seu ódio contra o Ministério Público. Segue abaixo a íntegra da nota, assinada pelo jornalista Douglas Cunha, presidente da entidade.

NOTA DE REPÚDIO

Manifestamos nosso repúdio à conduta antidemocrática do prefeito do município Buriti Bravo, senhor Cid Costa, que durante um conclave da entidade representativa das Prefeituras Municipais do9 Maranhão, destilou o seu ódio, manifesto ranço dos anos de chumbo vividos pela sociedade brasileira, contra os profissionais da imprensa maranhense, ensejando o seu desejo da volta da censura ao trabalho da Comunicação com o controle da liberdade de expressão e, consequentemente, cerceamento da informação à população, certamente incomodado com as denúncias efetivamente feitas pela imprensa local e nacional, de atos de improbidade praticados por prefeitos inescrupulosos e corruptos. Entendemos que o senhor Cid Costa, movido pelo espírito de corpo e solidário com estes elementos nocivos, fez uma manifestação inconseqüente e leviana, digna de repúdio dos jornalistas maranhenses e da sociedade em geral.

Douglas Cunha
Presidente

PMDB pode sair da oposição e virar partido da situação


Com a eventual "rasteira" que a deputada estadual Andrea Murad (foto) levou do senador João Alberto na eleição de ontem, 30, para o comando estadual do PMDB, dificilmente a parlamentar e seu pai, o ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, devem permanecer nas hostes da legenda.

Com isso, a única voz da oposição do PMDB na Assembleia Legislativa deve ser calada, já que o deputado Roberto Costa, transita entre os dois lados: da oposição e da situação, num passivo namoro com a Prefeitura de São Luís e com o governo Flávio Dino (PCdoB). 

Ainda mais porque o nobre parlamentar pretende disputar a Prefeitura de Bacabal e se eleito, dependerá de convênios e acordos para administrar bem a cidade. E o deputado Roberto Costa não é besta em remar contra a correnteza da maré. 

Portanto, o PMDB pode deixar a condição de oposição, apesar da ex-governadora Roseana Sarney ter dito que o partido deve ficar mesmo a oposição.

Então tá!

José Joaquim sugere parceria para segurança em transporte coletivo


O líder do PSDB na Câmara Municipal de São Luís, José Joaquim (foto), apresentou uma nova alternativa para viabilizar a segurança a passageiros, motoristas e cobradores que usam ou trabalham no transporte coletivo de São Luís. O vereador propõe uma parceria entre o Governo do Estado, a Prefeitura e o Sindicato das Empresas de Transportes (SET).

A sugestão foi reiterada por meio de indicação do parlamentar, que a Câmara encaminhará ao governo, ao secretário de estado de Segurança Pública, Jeferson Portela, aos comandantes geral da Polícia Militar e de Policiamento Metropolitano, ao prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT), à Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) e ao SET.

“Na nossa indicação, reiterando proposições anteriores, manifestamos nossa preocupação com a segurança de todos que usam o transporte coletivo, e pedimos esforços no sentido de que sejam realizadas blitzen, tanto nos ônibus coletivos quanto nos terminais e paradas. Será uma tentativa de coibir os assaltos e estado de violência implantado na capital, que vêm causando pânico à população. A ação irá assegurar o direito de ir e vir dos cidadãos”, assegura José Joaquim.

João Alberto passa rasteira em Ricardo Murad e prega unidade no PMDB


Como já era de se esperar o senador João Alberto foi aclamado ontem, 30, e reeleito presidente do diretório estadual do PMDB. Tudo isso depois de passar a rasteira na deputada Andrea Murad, cuja chapa foi indeferida na última hora, levando o pleito a ter chapa única, sem haver possibilidade de reação para qualquer adversário.

Na oportunidade, o senador disse que a partir de agora lutará pelo fortalecimento do partido para a corrida sucessória municipal em São Luís, em 2016. O PMDB pode lançar até candidatura própria para a Prefeitura da capital, cujo nome da ex-governadora Roseana Sarney já ganha força entre militantes da legenda. Também pode abrigar na disputa nome como o do deputado federal João Castelo (PSDB) ou ainda apoiar a candidatura da vereadora Rose Sales (PV).

Após ter sido aclamado presidente, João Alberto garantiu que ao que muitos pensam, o PMDB está unido. "A representação massiva dos membros do partido aqui é a prova inequívoca de que o PMDB está unido. Espero que o partido continue a crescer e que todas as divergências sejam superadas", declarou o senador. 

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Justiça Federal suspende de novo Maracap


A pedido do Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA), por intermédio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC), a Justiça Federal suspendeu, liminarmente, a realização dos sorteios públicos semanais televisivos denominado Maracap.

Pela liminar, a empresa Invest Capitalização S.A, F & M Promoções e Serviços Ltda, responsável pela comercialização do título, fica impedida de autorizar, expedir, distribuir, intermediar e comercializar o título de capitalização denominado Maracap, bem como de qualquer outro título de capitalização da mesma natureza que venha a substituí-lo.

Ainda pela decisão, a empresa terá que divulgar mensagem em rádio, TV e jornal informando que o sorteio foi suspenso em virtude de decisão judicial, sem emitir juízo de valor sobre a liminar e a iniciativa do MPF. Obrigatoriamente, a divulgação terá que ser realizada nos horários já previstos contratualmente para a transmissão e divulgação dos sorteios.

A Justiça fixou multa de R$ 250 mil reais, em caso de descumprimento de qualquer das obrigações.

Com informações do Ministério Público Federal

Cadê o IPHAN? A descaracterização do prédio da RFFSA


Ao invés de recuperar o prédio histórico da Rede Ferroviária Federal Sociedade Anônima (RFFSA), que outrora abrigava a antiga sede da estrada de ferro do Maranhão e mais recente o Plantão Central da Polícia Civil do estado, agora o poder público encontrou como paliativo lacrar as entradas do imóvel com paredes de tijolos.

Esteticamente é um erro grave, pois enfeia e desvirtua a fachada de um dos mais belos prédios históricos de São Luís, que nas décadas de 60 e 70 era sinal de escoamento de produção e mão de obra no setor ferroviário entre o Maranhão e o Piauí.

O pior é que o lacre do prédio se deu por conta de uma ação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) ao Governo do Estado, cabendo à Prefeitura de São Luís fazer o trabalho de mudar a paisagem arquitetônica do prédio, que fica no coração da capital maranhense, a Avenida Beira-Mar.

O lacre do imóvel com tijolos se deu depois de reportagem do jornal O Estado denunciando a ação de vândalos que estavam levando vários pertences do local.

Só que a emenda saiu pior do que o soneto.

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

O inferno astral de Waldir Maranhão e a Lava Jato

Deputado federal Waldir Marahão
Se depender da hipótese, nada remota, do presidente da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ), em se afastar do comando da Mesa Diretora da Casa, por denúncias de corrupção e lavagem de dinheiro, quem assumirá em meio a um inferno astral nacional, será o deputado federal da bancada maranhense, Waldir Maranhão (PP).

Considerado como um parlamentar do "baixo clero" no Congresso Nacional, Waldir é um dos 32 integrantes do PP investigado pela Operação Lava Jato da Polícia Federal.

Ele foi eleito vice-presidente da Câmara Federal em fevereiro deste ano com o apoio do próprio presidente Eduardo Cunha. Maranhão foi denunciado pelo doleiro Alberto Youseff, com um dos deputados que recebeu dinheiro por meio da empresa GFD, usada pelo doleiro para distribuir propina a políticos.

Waldir Marahão também é alvo de dois outros inquéritos que correm no Supremo Tribunal Federal (STF) em que é acusado de crimes de lavagem de dinheiro ou ocultação de bens, direitos ou valores.

Com um currículo desses, Waldir vai ter problemas com a exposição negativa na mídia nacional, que pode levá-lo até a perda do mandato.

PMDB aguarda filiação de Castelo para disputar prefeitura em 2016

O senador João Alberto aguarda filiação do deputado federal João Castelo no PMDB para disputa eleitoral de 2016
Está mais do que na cara que o deputado federal João Castelo pode mesmo deixar o ninho tucano e desembarcar de mala e cuia nas hostes do PMDB, para disputar a Prefeitura de São Luís, em 2016, ao lado do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), Rose Sales (PV) e Eliziane Gama (Rede). 

A pedra foi cantada há poucos dias por este singelo blog e agora a informação foi confirmada pelas últimas declarações do senador João Alberto, presidente estadual licenciado do PMDB, ao jornal O Estado, de que o partido conta até com a possibilidade de filiar o ex-prefeito Castelo para que ele seja o nome da sigla na corrida sucessória ao Palácio La Ravardière, sede do governo municipal.

A garantia do desembarque do deputado tucano no PMDB está na reeleição do senador João Alberto no comando estadual da legenda, cuja eleição acontece nesta sexta-feira, 30, após o indeferimento da candidatura da deputada estadual Andrea Murad, que promete entrar na Justiça para garantir participação no pleito interno do partido.

Enquanto isso, Castelo espera apenas a movimentação das peças no tabuleiro da política tupiniquim para definir que rumo tomará.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Castelo terá que disputar espaço no PSDB

Não resta dúvida que se o deputado federal João Castelo (foto) pretende novamente sair candidato a prefeito de São Luís, em 2016, terá agora que disputar espaço interno no PSDB com o jovem secretário Neto Evangelista e o deputado estadual Sérgio Frota.

Pelo menos é isso que pensa o vice-governador Carlos Brandão, presidente estadual da legenda no Maranhão. Talvez essa seja uma forma de "cozinhar o galo" e manter Castelo longe do foco principal da corrida sucessória ao Palácio La Ravardiére, sede do governo municipal.

No entanto, a declaração de Castelo de que tem o apoio do senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, acendeu a luz no ninho tucano, pois uma candidatura do deputado pode romper com o projeto político do grupo do governador Flávio Dino (PCdoB), que aposta todas as fichas na reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

Aguardemos novidades!

E no PMDB...Depois de Andrea Murad a briga agora é com Fábio Câmara

Senador João Alberto, deputado estadual Roberto Costa e o vereador Fábio Câmara
Passada a queda de braço com o indeferimento da candidatura da deputada estadual Andrea Murad na disputa interna para a presidência estadual do PMDB no Maranhão, a briga intestinal na legenda se volta agora para o único representante do partido na Câmara Municipal de São Luís, Fábio Câmara.

Digo isso, porque o nobre vereador, apesar de ter sido eleito recentemente para assumir a vice-presidência do diretório do PMDB em São Luís, pode ser deixado de lado e quem deve assumir a função pode ser o ex-diretor do Detran, André Campos, com as bênçãos do deputado estadual Roberto Costa, que é presidente do diretório da legenda na capital.

O problema é que Roberto Costa terá de se licenciar do comando municipal da sigla na capital para concorrer à Prefeitura de Bacabal, em 2016, com o apoio do senador João Alberto, que comanda o diretório estadual.

A cadeia natural seria o vereador Fábio Câmara assumir a condição de presidente, mas ao que tudo indica o deputado Roberto Costa parece não confiar em seu vice e vem articulando mudanças drásticas nesse sentido.

Eita crise!!!

Projeto de licitação dos transportes nas mãos dos vereadores


Os 31 vereadores de São Luís já começaram a receber cópias do Projeto de Lei Autorizativa (PLA), que trata da licitação dos transportes coletivos para a capital maranhense. A confirmação foi feita pelo presidente da Câmara Municipal, Astro de Ogum (PR/foto), que determinou que os gabinetes dos parlamentares fossem abastecidos com o teor da matéria.

"Estamos encaminhando cópias do projeto para todos os gabinetes dos vereadores para análise da matéria", disse o presidente do Legislativo.

A matéria pode entrar em pauta na Casa, em regime de urgência, até a próxima quarta-feira, 4, caso os vereadores decidam se manifestar sobre o projeto, autorizando a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), dar prosseguimento ao processo licitatório.

Após a aprovação do projeto autorizativo, o Executivo Municipal tem um prazo de 30 dias para iniciar as audiências públicas para efetivação do Edital de licitação. 

terça-feira, 27 de outubro de 2015

"O IPHAN está servindo de moeda de troca", diz Kátia Bogea


Ainda respondendo pela superintendência regional do Instituto do Patrimônio Histórico no Maranhão (IPHAN-MA), Kátia Bogéa (foto), disse nesta terça-feira, 27, em solenidade na Câmara Municipal de São Luís que até a próxima sexta-feira, 30, vai entrar em férias e não sabe se volta ao órgão. 

Ela, que é natural da cidade de Lagarto, em Sergipe, recebeu hoje o título de Cidadã de São Luís, por iniciativa do presidente da Casa, vereador Astro de Ogum (PR), pelos relevantes serviços prestados à capital maranhense.

Kátia Bogea disse ainda que não recebeu o comunicado oficial de sua exoneração do cargo, que já teria sido solicitado por interferência do deputado federal  Waldir Maranhão (PP) à presidente Dilma Rouseff (PT). Sob o comando do órgão, ela passou 34 anos.

A superintendente preferiu dizer que sua saída do IPHAN se deve ao grave momento de instabilidade política que atravessa o país.

Para o lugar de Kátia Bogea deve ser guinchado o subsecretário das Cidades, Alfredo Costa, que seria afilhado político do deputado Waldir Maranhão. 

Lula culpa Dilma por operação da PF que investiga seu filho

O ex-presidente Lula não sabe mais o que fazer sobre as bombas que caem em cima do PT/  Foto: Cristiano Mariz (Veja)
Da Veja

A já desgastada relação da presidente Dilma Rousseff com seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, ficou ainda pior nesta segunda-feira: em conversas com aliados, Lula não escondeu a mágoa com sua criatura, e responsabilizou a sucessora pela operação de busca e apreensão feita pela Polícia Federal na empresa LFT Marketing Esportivo, pertencente a Luís Cláudio, seu filho mais novo. 

O ex-presidente completa nesta terça-feira 70 anos, mas o clima não é de comemoração. Em conversa com pelo menos três amigos na segunda, em momentos distintos, Lula se queixou de Dilma e disse que a situação "passou dos limites", segundo o jornal O Estado de S. Paulo.

Para o ex-presidente, Dilma só ouve o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo - que, na sua avaliação, quer apenas "aparecer" -, e não entende que, em nome do combate à corrupção, pode destruir o projeto político do PT.

Em São Paulo, o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, tentou ontem pôr panos quentes na crise e acalmar Lula. Não conseguiu. "O governo não tem qualquer interferência nas investigações. Agora, nem a Operação Lava Jato nem a Zelotes podem ser a agenda do país", disse Wagner. "Precisamos virar essa página."

Lula estará em Brasília na quinta-feira para participar da reunião do Diretório Nacional petista, e vai pregar uma forte reação do partido ao que chama de "ofensiva" para destruir o PT e o seu legado. Além de Luís Cláudio, o presidente do Sesi, Gilberto Carvalho - chefe de gabinete de Lula de 2003 a 2010 e ministro da Secretaria-Geral da Presidência no primeiro mandato de Dilma - também foi citado no relatório da Operação Zelotes.

"Andrea Murad nunca pagou o partido", diz senador João Alberto


No mínimo intrigante e ao mesmo tempo constrangedora a declaração dada pelo senador João Alberto de Souza (PMDB/foto), ao blog do Diego Emir, quando ele afirma que a deputada estadual Andrea Murad "nunca pagou o partido" e cuja chapa liderada pela parlamentar, na disputa interna da sigla, apresenta inúmeras irregularidades.

João Alberto resolveu partir para o enfrentamento contra o ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, que pretende ver a filha no comando estadual do PMDB, e já mandou recado dizendo que não mudará a data da eleição, marcada para o próximo dia 30.

"Como não vou mudar a data, é claro que já me considero vitorioso", declarou o senador João Alberto que busca a reeleição para a presidência do Diretório Estadual do PMDB no Maranhão. 

Ele também alfineta os adversários e diz que conta com os apoios do ex-senador José Sarney e da ex-governadora Roseana Sarney e de demais filiados.

Vereador solicita creche no João de Deus


O líder do PSB na Câmara Municipal de São Luís, vereador Roberto Rocha Júnior (foto), apresentou, na sessão de segunda-feira, 26, requerimento solicitando que a Prefeitura de São Luís, por meio de Secretaria Municipal de Educação (Semed), construa uma creche no bairro João de Deus. O objetivo é atender prioritariamente os pais de família daquela localidade que precisam trabalhar e não têm onde deixar seus filhos em segurança.

“As creches municipais são equipamentos imprescindíveis às famílias de baixa renda, que não têm condições financeiras para contratar alguém para cuidar de seus filhos enquanto trabalham para proverem o sustento da família”, argumentou Roberto Rocha Júnior.

Em sua justificativa, o parlamentar destacou ainda o artigo Art. 7º da Constituição Federal que garante aos trabalhadores urbanos e rurais, a “assistência gratuita aos filhos e dependentes desde o nascimento até cinco anos de idade em creches e pré-escolas”.

“A Constituição da República de 1988, bem como o Estatuto da Criança e do Adolescente preveem que o Estado tem a obrigação de criar as condições adequadas de políticas públicas para fornecer a educação básica e de qualidade a todas as crianças. Esse é um direito de todos, e nós estamos lutando para que a prefeitura inclua essas demandas como prioridades”, ressaltou.

Depois de apreciado, o requerimento de Roberto Rocha Júnior teve a aprovação unânime dos vereadores presentes na sessão.

Uma pedra no caminho de Castelo em 2016

O deputado federal João Castelo tenta convencer o senador Aécio Neves da viabilidade de sua candidatura a prefeito
Sem dúvida, o vice-governador e presidente estadual do PSDB no Maranhão, Carlos Brandão, pode vir a ser uma pedra no caminho do deputado federal João Castelo numa eventual corrida sucessória ao Palácio La Ravardière, sede da Prefeitura de São Luís, nas eleições de outubro de 2016.

Há quem diga que o vice-governador tucano já trabalha nos bastidores para manter o PSDB na base política do governador Flávio Dino (PCdoB), que tem fechado questão em torno da busca pela reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

Vale lembrar que foi o mesmo Carlos Brandão, no pleito de 2014, que vetou a candidatura de Castelo ao Senado em prol do senador eleito Roberto Rocha (PSB), fazendo com que o então ex-prefeito de São Luís saísse candidato a deputado federal.

No entanto, Castelo agora bate o pé ao afirmar que sua eventual candidatura à Prefeitura da capital maranhense seja fruto da vontade do povo e do apoio do candidato derrotado à Presidência da República, senador Aécio Neves (PSDB).

"O PSDB terá candidato a prefeito de São Luís e esse candidato já tem nome confirmado pelo presidente nacional, Aécio Neves. Será João Castelo", disparou o próprio deputado.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Será que o PSDB vai na onda de Castelo?


O deputado federal João Castelo (PSDB/foto) começa a "blefar" sobre a possibilidade de colocar sua eventual candidatura à prefeitura de São Luís, em 2016. Tanto que nas redes sociais, o ex-gestor municipal foi nesta segunda-feira, 26, tema de discussões sobre futura candidatura.

O problema é que Castelo deixou a Prefeitura de São Luís, em dezembro de 2012, sem pagar o funcionalismo público, comprar um Veículo Leve sob Trilhos (VLT) por R$ 7 milhões e aida contar com baixa credibilidade perante a população.

Mesmo assim, dois anos depois, Castelo conseguiu se eleger deputado federal e agora, já ensaia voltar à cena municipal com a história de que tem apoio do senador Aécio Neves (PSDB) para encarar um nova campanha ao Palácio La Ravardière, sede do governo municipal.

A questão é que na política nada é impossível.

Vereador oficializa filiação no DEM


Na sessão desta segunda-feira, 26, no plenário da Câmara Municipal de São Luís, o vereador Marquinhos Silva (foto) anunciou sua filiação oficial no Partido Democratas (DEM).

O nobre parlamentar, que está em seu primeiro mandato, disse à Mesa Diretora da Casa que já está atuando no Legislativo como o mais novo representante da sigla na Câmara.

Marquinhos se elegeu em 2012, pelo PRB. No início do segundo semestre pediu desfiliação da legenda, alegando questões pessoais.

Com a filiação de Marquinhos a Câmara Municipal passa a contar com dois vereadores do DEM. O outro parlamentar é o médico Sebastião Albuquerque.

Ex-secretário do Senado é investigado pela Polícia Federal


A Polícia Federal fez busca e apreensão na residência de Fernando César Mesquita (foto), que já foi porta-voz da Presidência da República e secretário de Comunicação do Senado. Esse trabalho da PF faz parte da quarta fase da "Operação Zelotes", que investiga fraudes em julgamentos do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, ligado ao Ministério da Fazenda. 

Em comunicado, a PF informou que 33 mandados judiciais estão sendo cumpridos nesta manhã, sendo 6 de prisão preventiva, 9 de condução coercitiva e 18 de busca e apreensão.

Entre os presos está o lobista Alexandre Paes dos Santos, conhecido como 'APS', suspeito de participar do esquema de negociação da MP, e o ex-conselheiro do Carf José Ricardo da Silva. O dono da Caoa, Carlos Alberto Oliveira Andrade, foi alvo de condução coercitiva.

Cerca de 100 agentes participaram da operação deflagrada no Distrito Federal, São Paulo, Piauí e Maranhão.

Com informações da Veja

Crise no PMDB no Maranhão pode adiar eleição interna

A deputada estadual Andrea Murad disputará a eleição contra o senador João Alberto de Souza
"Vamos pedir uma intervenção no Diretório Nacional do PMDB no Maranhão, para que haja uma eleição dentro das regras estabelecidas pelo próprio partido".

A declaração acima é do deputado federal Hildo Rocha que afirma que a chapa "Renovar para Crescer", que tem a deputada estadual Andrea Murad como candidata a presidente estadual do PMDB.

A eleição interna está marcada para o próximo dia 30, mas Andrea Murad, Hildo Rocha e seus correligionários alegam que o estatuto da legenda foi descumprido quando da convocação do pleito.

O senador João Alberto concorre à reeleição para o comando do Diretório Estadual do PMDB no Maranhão.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

CPI do grampo telefônico pode ser instalada na Assembleia do Maranhão


A Assembleia Legislativa do Maranhão pode instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar denúncias de que os 42 deputados estaduais possam estar com seus telefones grampeados pelo sistema de Segurança Pública do Estado.

A denúncia foi feita pelo deputado Sousa Neto (PTN/foto), que ressaltou que a exoneração do Coronel Sá, ex-subcomandante da Polícia Militar, está ligada à prática ilegal de grampos telefônicos dos nobres parlamentares.

“A inteligência da Polícia do Maranhão e o serviço Guardião estão sendo usados para escutar a todos os deputados desta Casa e alguns assessores do próprio Governo. O serviço de inteligência era para trabalhar e para evitar explosão de caixas eletrônicos, para evitar assaltos a bancos, mas está sendo desvirtuado”, afirmou o deputado Sousa Neto.

Irmã de secretário de segurança é nomeada reitora da UFMA

Reitor Natalino Salgado e Nair Portela
A professora Nair Portela foi nomeada na quinta-feira, 22, pela presidente Dilma Rousseff (PT) reitora da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). O ato de nomeação foi publicado ontem no Diário Oficial da União. Nair assumirá o cargo somente após a posse, que acontecerá em Brasília, em data ainda a ser agendada.

Eleita em maio pela comunidade acadêmica com mais de 50% dos votos, Nair Portela substituirá o médico e professor Natalino Salgado, que comandou a UFMA nos últimos oito anos, ampliando como nenhum outro gestor a estrutura da instituição.

Comissão vai avaliar projeto de licitação dos transportes


O presidente da Comissão de Trasportes da Câmara de São Luís, vereador Fábio Câmara (PMDB/foto), deve se debruçar sobre o projeto de Lei Autorizativa, que dá margem à Prefeitura da capital iniciar as audiências públicas para a efetivação do edital de licitação dos transportes.

Fábio Câmara destaca que a matéria deve ser apreciada detalhadamente para que nenhum item da pauta passe despercebido, para evitar equívocos contra o usuário do sistema de transporte do município.

Segundo o secretário municipal de Transportes, Canindé Barros, o projeto já foi encaminhado à Câmara de São Luís para a devida apreciação e votação da matéria. "Estamos com o projeto de licitação pronto aguardando apenas essa autorização do Legislativo Municipal", declarou o titular da SMTT.

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Câmara Municipal deve fazer adequação na folha de pagamento


Pela quarta vez consecutiva, o presidente da Câmara de Vereadores de São Luís, vereador Astro de Ogum (PR), convocou os servidores e anunciou na última terça-feira, 20, que a redução no valor das transferências legais do Executivo municipal ao Legislativo impõe que se faça um ajuste na folha de pagamento de salários à Lei de Responsabilidade Fiscal. 

Ele informou que infelizmente, precisará adotar medidas que visem a redução em vantagens na remuneração dos servidores estatutários, nomeados e serviços prestados.A reunião ocorreu à tarde no plenário do legislativo e o vereador disse que será necessário fazer essas adequações, visando evitar demissões. O presidente explicou que a crise econômica que afeta o país, sobretudo neste semestre, implicou na redução drástica nos repasses de recursos financeiros federais a Estados e municípios. 

“A redução na arrecadação financeira do Município de São Luís – convênios federais e Fundo de Participação do Município, além de tributos municipais -, nestes meses de crise, foi da ordem de 40%”, lembrou o presidente da Câmara.  Ele acrescentou que nos últimos 60 dias foram fechadas no Município mais de 1.000 empresas, como decorrência da crise econômica em que o país está metido.

Servidores da Assembleia do Maranhão querem criar o controle externo do Legislativo


Servidores efetivos e estáveis da Assembleia Legislativa do Maranhão (ALEMA), que se encontram em greve por melhores salários desde a semana passada, defendem como proposta um controle externo do Legislativo no estado, semelhante ao controle do Judiciário feito pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ)

Para o presidente do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa, Luis Carlos Noleto (foto), a proposta é clara e tem como principal objetivo fortalecer um Poder de extrema relevância para o país.

Noleto acredita que a proposta possa também ser encabeçada em âmbito nacional por outros servidores públicos e a tendência é que o conjunto de funcionários da ALEMA possa buscar apoio da bancada federal maranhense no Congresso Nacional para concretizar a ideia.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Foto do Dia


Rede embala sonho de Eliziane Gama


Depois do imbróglio envolvendo a adesão ou não do Partido dos Trabalhadores ao nome da deputada federal Eliziane Gama (Rede), o coordenador-geral da Rede Sustentabilidade no Maranhão, Gledson Britto, tratou de se antecipar e anunciar que parte da nova legenda partidária busca sim diálogo com o PT em São Luís, visando as eleições de 2016.

Até ontem, 20, a nobre deputada Eliziane Gama "jurava sob a Bíblia" que em nenhum momento tratou de aliança com o PT e que algumas lideranças da sigla haviam lhe procurado para discutir a possibilidade acordos futuros.

Apesar disso, o coordenador Gledson Brito informou à coluna Estado Maior, do jornal O Estado do Maranhão, que: "Neste momento, o diálogo é mesmo entre as lideranças partidárias, até para definir uma agenda comum com a candidata (ou pré-candidata? Eliziane Gama)", esclareceu.

Aguardemos cenas dos próximos capítulos!

terça-feira, 20 de outubro de 2015

AML se mostra surpresa com exoneração de superintendente do IPHAN


O presidente da Academia Maranhense de Letras (AML), Benedito Buzar, mostrou-se surpreso com a exoneração da historiadora Kátia dos Santos Bogea (foto) do cargo de superintendente regional do Instituto dos Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) no Maranhão.

"Cidadã de conduta exemplar, profissional de reconhecidos méritos, administradora de alto descortino, a professora Kátia Santos Bogea deixa o cargo que honrou e dignificou credora do irrestrito respeito e dos mais justos aplausos da Academia Maranhense de Letras e de todos que lutam pelo engrandecimento das tradições de cultura do Maranhão", declarou o presidente Benedito Buzar.

Corre nos bastidores que a exoneração da historiadora teria sido tramada, em Brasília, pelo deputado federal Waldir Maranhão (PP).

“O deputado federal Waldir Maranhão solicitou o cargo em troca de apoio ao Governo Federal. Para mim chega, vou pedir a minha aposentadoria. Já dei a minha contribuição ao patrimônio da nação”, disse a superintendente Kátia Bogea.

Para o seu lugar, irá assumir o IPHAN-MA o desconhecido subsecretário das Cidades, Alfredo Costa.
  

Castelo pode se filiar no PMDB se João Alberto vencer disputa interna


Se o comando do diretório estadual do PMDB ficar nas mãos do senador João Alberto, o partido pode ter como eventual candidato à Prefeitura de São Luís, em 2016, o ex-prefeito da capital e atual deputado federal pelo PSDB, João Castelo. O vereador peemedebista, Fábio Câmara, pode ser candidato a vice-prefeito, configurando chapa pura. 

Castelo já teria manifestado interesse em deixar as hostes tucanas para ingressar no PMDB, com as bênçãos do senador João Alberto e do ex-presidente da República, José Sarney.

Tudo vai depender da disputa interna no PMDB, que acontece no próximo dia 30, e que envolve uma briga de foice entre o senador João Alberto e o ex-secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, que deseja ser candidato a prefeito de São Luís pela sigla. 

Para isso, a deputada Andrea Murad concorrerá à presidência do diretório regional do PMDB contra o senador João Alberto.

Vale aguardar o desenrolar da disputa!

Vereador solicita reforma de quadra no João de Deus


A Câmara Municipal de São Luís aprovou, na segunda-feira, 19, requerimento do vereador Roberto Rocha Júnior (PSB/foto), solicitando a reforma completa da quadra poliesportiva do bairro João de Deus. Entre as melhorias, o parlamentar pede que seja feita a troca das traves, reposição das lâmpadas, conserto do piso, entre outros benefícios.

Em seu pronunciamento, o parlamentar reforçou o pedido e disse que espera que a administração municipal faça a reforma da quadra o mais breve possível, visto que os problemas de infraestrutura colocam em risco as pessoas que utilizam o local para práticas esportivas e outros tipos de lazer.

“Os moradores do João de Deus há muito tempo reivindicam melhorias nessa quadra, pois ela se encontra totalmente inadequada para uso de atividades esportivas. A quadra é uma das poucas áreas de lazer do bairro, onde as pessoas podem, além de praticar algum tipo de esporte, também interagir e usá-la como espaço de convivência entre os cidadãos”, ressaltou.

Polícia Federal prende prefeito de Anajatuba


A Polícia Federal iniciou na manhã desta terça-feira, 20, uma operação para cumprir oito mandados de prisão, sendo um de condução coercitiva e três de cumprimento de medidas cautelares de prisões em São Luís e Anajatuba. Entre os detidos está o prefeito de Anajatuba, Helder Lopes Aragão (PMDB), o empresário Fabiano Bezerra e mais duas pessoas de nomes não divulgados. Todos foram levados para a sede da Superintendência Regional da PF, no bairro da Cohama, na capital maranhense.

A Operação Attalea é resultado de um trabalho conjunto da PF com o Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Maranhão (MPE) e Controladoria-Geral da União (CGU). O inquérito foi instaurado em julho de 2014. Em novembro do mesmo ano, o caso foi destaque na primeira reportagem do quadro ‘Cadê o dinheiro que estava aqui?’, do 'Fantástico', da TV Globo. 

O repórter Eduardo Faustini mostrou que, em 2013, quatro empresas contratadas pela prefeitura do município – de 25,2 mil habitantes segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), localizado a 130 km de distância da capital – receberam juntas R$ 9 milhões. O dinheiro foi desviado, e quem descobriu a falcatrua foi o vice-prefeito, Sydnei Costa Pereira.

Prefeito afastado de Anajatuba, Helder Aragão
O objetivo da operação era desarticular a quadrilha que atuava fraudando processos licitatórios e desviando recursos públicos federais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A PF também investiga fraudes no Educacenso (banco de dados do Ministério da Educação e Cultura), utilizando-se a organização criminosa do cadastro do programa Bolsa-Família, do governo federal, na tentativa de aumentar o número de alunos matriculados nas escolas e, consequentemente, os repasses do Fundeb e do FNDE ao município.

De acordo com a PF, os envolvidos responderão pelos crimes de desvio de recurso públicos (Art. 1º do DL 201/67), organização criminosa, fraude em licitações (Art. 90 da Lei nº 8.666/93), lavagem de dinheiro, peculato, corrupção ativa e passiva, dentro outros crimes, na medida de sua participação.

Afastamento

Em julho deste ano, a Promotoria de Justiça de Anajatuba ajuizou ação civil pública por ato de improbidade administrativa pedindo o afastamento liminar e a perda do cargo contra o prefeito Helder Aragão (PMDB), acusado de desviar R$ 13.914,048,02 dos cofres públicos por meio de fraudes em licitações e contratos.

No mês de agosto de 2015, uma decisão liminar da juíza Mirella Cezar Freitas determina o afastamento imediato, por 180 dias, do prefeito de Anajatuba por suposto ato de improbidade administrativa, como resultado da ação civil pública interposta pela Promotoria da Comarca de Anajatuba.

Em pouco mais de 10 dias, o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) suspendeu a decisão da juíza Mirella Cezar Freitas de afastar por 180 dias o prefeito. O desembargador Luiz Gonzaga Almeida Filho determinou o retorno imediato à prefeitura por entender que a permanência do gestor no cargo não prejudica a investigação do caso.

Com informações do G1 MA

Deputada jura sob a Bíblia que não procurou o PT


A deputada federal Eliziane Gama (Rede/foto) fez ecoar que em momento algum procurou o PT para tratar de composição, visando as eleições de outubro de 2016 à Prefeitura de São Luís.

"Eu não procurei o PT. Há uma militância (do partido) que está ficando mais próxima de mim e isso é um fato. Mas nunca tratei de sigla. Nunca esperei vinda do PT. Acho até pouco provável", afirmou a parlamentar.

O assunto ganhou repercussão depois que o vereador Honorato Fernandes (PT) declarou que a postura da deputada com o PT nacional é de hostilidade e o seu alinhamento político dificulta uma aproximação para o pleito do ano que vem.

O presidente estadual da sigla o Maranhão, Raimundo Monteiro já deixou bem claro que conversar não significa declarar apoio. 

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Eliziane agora quer o PT


Depois de flertar com o PMDB da ex-governadora Roseana Sarney, a deputada federal Eliziane Gama (Rede/foto) está de olho arregalado numa eventual aliança partidária com o PT. Tanto que o presidente do Diretório Estadual da sigla no Maranhão, Raimundo Monteiro, vem dando declarações de que a legenda pode fechar com a parlamentar.

Inclusive, Monteiro já desautorizou o vereador Honorato Fernandes (PT) a falar sobre outra possibilidade de aliança. No entanto, a deputada é da linha de adeptos do impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff (PT).

Eliziane, apesar de ter sido rifada das hostes do governador Flávio Dino (PCdoB), ainda busca espaço na mídia para garantir possibilidades reais de concorrer à Prefeitura de São Luís, em outubro de 2016.

Ivaldo solicita atenção especial à licitação dos transportes

O vice-líder do governo municipal na Câmara de São Luís, vereador Ivaldo Rodrigues (PDT/foto), chamou a atenção dos colegas de parlamento para a apreciação e votação do projeto de lei autorizativo para a licitação dos transportes públicos da capital.

Ivaldo Rodrigues confirmou que a matéria já se encontra em poder da Mesa Diretora da Casa e que os vereadores precisam se debruçar sobre um assunto de extrema relevância para melhorar o sistema de transporte.

Segundo Ivaldo, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), aguarda apenas a aprovação do projeto de lei para iniciar as audiências públicas, quando o povo vai dizer qual tipo de serviço deve ser prestado à população de São Luís.

Pai do prefeito apura crise na Secom


Já circula nos bastidores políticos que as recentes denúncias feitas pelo jornalista Cunha Santos ao secretário municipal de Comunicação, Batista Matos, começam a ser investigadas pelo pai do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), o deputado estadual Edivaldo Holanda (PTC).

Na quinta-feira passada, 15, o jornalista alinhado ao governo Flávio Dino (PCdoB) relatou em seu blog que a Secom do Município tem atrasado o pagamento de jornalistas "sem vínculo empregatício".

A bomba foi devastadora, tanto que o jornalista Cunha Santos foi obrigado a retirar a postagem do seu blog. No entanto, outros blogs reproduziram o texto e a crise foi crucial.

"Eleições 2016 serão a luta de massas contra máquina", diz vereador


Ronaldo Rocha/De O Estado

O líder da oposição no Legislativo municipal, vereador Fábio Câmara (PMDB/foto), fez uma análise da disputa eleitoral de 2016 em São Luís. Cotado como candidato a vice-­prefeito de pelo menos dois pré­-candidatos: Eliziane Gama (Rede) e João Castelo (PSDB). O parlamentar afirmou que o pleito pode ser compreendido como a “luta das massas contra a máquina pública”. 

“A conjuntura posta nos revela que só venceremos as duas máquinas [Governo e Prefeitura] se nos somarmos a outras forças e às massas. O pleito de 2016 será a luta das máquinas contra a força das massas. De um lado da corda, o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís. Do outro lado da corda, a rejeição popular recorde a um prefeito que nunca disse a que veio e a desaprovação crescente a um governo que também prometeu mudanças, mas que, até agora, só tem mudado para pior”, disse.

Fábio disse compreender que o ideal seria o PMDB lançar candidatura própria, mas diante do cenário, ele acredita que a formação de chapa majoritária com outra sigla pode também ser viável. “Se o PMDB se juntar a outras forças políticas com o firme propósito de materializar a rejeição que já é real, um novo projeto que não seja só de poder, mas que seja, sobretudo, de governança, nascerá como fruto da vontade popular”, afirmou. 

Para o peemedebista a legenda, tanto com candidatura própria ou na formação de chapa, poderá decidir as eleições. Fábio Câmara afirmou que o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) não reúne as condições mínimas para continuar, por mais quatro anos, à frente da administração municipal. 

“A primeira grande falha do Edivaldo foi e continua sendo não ter um plano de governo. Perdeu dois anos pondo a culpa em Castelo, quando todos sabem que ele mesmo e seu pai participaram da gestão do ex­prefeito. A segunda grande falha foi e continua sendo não ter uma equipe qualificada de gestores auxiliares. Só no primeiro ano de governo trocou a equipe seis vezes –umaa cada dois meses. Só na SMTT foram três secretários em 2013 e em 2014 trocou novamente para reconduzir à pasta e velho Canindé, já usado por Jackson, por Tadeu e por Castelo. Mas nem as promessas de campanha ele conseguiu cumprir”, destacou o parlamentar. 

Influência

Fábio Câmara afirmou que a influência do governador Flávio Dino (PCdoB) sob Edivaldo Júnior, faz com que a Prefeitura de São Luís não consiga avançar com os seus projetos. “O Governo e o governador Flávio Dino influenciam totalmente a Prefeitura e o prefeito. A influência é tanta e tamanha que nem decidir com quem se coligar o prefeito pode. Recentemente, o PT do Maranhão e de São Luís sinalizou para o Edivaldo e Dino e Marcio Jerry, não necessariamente nessa ordem, disseram não. Mas isso é o de menos. Demais é o fato de que, se não pusermos um basta nessa relação imoral, assistiremos por décadas a práticas promíscuas de perpetuação no poder”, enfatizou.

Fábio finalizou, afirmando que o prefeito dificilmente conseguirá reverter a rejeição que enfrenta junto ao eleitorado ludovicense. “Edivaldo não resolverá o problema de São Luís com o asfalto”, concluiu.

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Bentivi vai cantar em outro ninho

Percebendo a "imbecilidade" que seria, o presidente estadual do PRTB, prefeito Soliney Silva (Coelho Neto/foto), negou qualquer possibilidade do partido lançar a candidatura do médico e ex-vereador João Bentivi à Prefeitura de São Luís, em 2016.

Ainda mais depois da repercussão, na mídia nacional, do médico Bentivi ter chamado um farmacêutico de "imbecil", porque o profissional não entendeu seus garranchos numa receita médica passada a um paciente.

A direção do PRTB afirma que falar sobre candidatura na legenda, só no ano que vem.

“Não vou tratar de candidatura a prefeito neste ano. Com o amento do prazo, continuaremos filiando novas lideranças. Só em maio o partido, com a participação de todos os pré-candidatos a vereador e que vamos escolher o candidato a prefeito de São Luís”, disse Soliney Silva.

Passaporte e assinatura comprovam contas de Eduardo Cunha na Suíça


Cópias do passaporte, da assinatura e de dados pessoais do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), enviados pelas autoridades da Suíça à Procuradoria Geral da República (PGR) comprovam contas bancárias secretas do deputado, da mulher e da filha dele no país europeu.

A TV Globo teve acesso com exclusividade à documentação encaminhada pelo Ministério Público suíço ao Brasil – por meio de 35 arquivos –, na qual, além da reprodução do passaporte e do visto norte-americano de Cunha, constam nome completo, data de nascimento e endereço dele em um condomínio de luxo na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Procurada pelo G1, a assessoria de imprensa da presidência da Câmara informou que quem poderia falar sobre o assunto era o advogado de Cunha, Antonio Fernando de Souza. A reportagem tentou contato com o criminalista, mas não tinha conseguido localizá-lo até a última atualização desta reportagem.

Os documentos enviados pelo MP suíço mostram o caminho do dinheiro repassado a contas bancárias atribuídas ao presidente da Câmara dos Deputados e familiares.

No total, as contas de Cunha na Suíça, indicam as investigações, receberam nos últimos anos depósitos de US$ 4.831.711,44 e 1.311.700 francos suíços, equivalentes a cerca de R$ 23,8 milhões, segundo a cotação desta sexta-feira (16).

Estourada folha de pagamento da Secom da Prefeitura de São Luís

Secretário de Comunicação, Batista Matos e o prefeito Edivaldo
A elevação da folha de prestação de serviços da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Luís de R$ 50 mil para R$ 400 mil inviabilizou por completo o pagamento dos jornalistas que recebiam da Prefeitura sem vínculo empregatício. A operação, realizada pelo secretário Batista Matos, deixa estes profissionais, já há três meses, sem receber qualquer pagamento.

São jornalistas que, ainda na campanha de Edivaldo Holanda Júnior, se insurgiram contra o poder da Prefeitura, então comandada pelo prefeito João Castelo e do governo do Estado, então sob o comando de Roseana Sarney, para defender a candidatura do hoje prefeito. Como até hoje defendem sua administração. Estes profissionais estão sendo enganados, enrolados, da forma mais repugnante, para que possa o secretário atender a seus interesses perfunctórios e eleitorais.

Batista Matos estourou a folha de pagamento com seus cabos eleitorais. Segundo se sabe, tem pastor recebendo R$ 15 mil, presbíteros recebendo R$ 12 mil, diáconos recebendo R$ 9 mil e a imprensa que enfrentou os poderosos é tratada com total desrespeito, como se fossem moleques e não profissionais. A gula dos “meninos de Deus” é tão grande que dois jornalistas profissionais foram demitidos da Secom para dar lugar a irmãos evangélicos de Batista,

O secretário consegue, no entanto, pagar a mídia sarneisista e até gentis analfabetos infiltrados na imprensa que todos os dias insultam e caluniam o próprio prefeito e o governador Flávio Dino.

Pior é que a comunicação da Prefeitura é um desastre, não funciona. Enquanto Batista Matos abre caminhos para sua eleição de vereador, obras exclusivas da Prefeitura estão sendo consignadas ao governo do Estado. E isto quando o prefeito se prepara para enfrentar uma eleição em 2016 contra candidatos com alto cacife eleitoral, como João Castelo e Eliziane Gama.

Para piorar as coisas, o secretário não fala com a imprensa, não recebe ninguém, não atende telefonemas de jornalistas, esconde o prefeito, manipula informações que drena em primeira mão para a mídia de José Sarney. Talvez espere que durante a campanha, o Sistema Mirante mude o discurso e apoie a candidatura de Edivaldo Holanda Júnior.

O certo é que alguns jornalistas estão garantindo que vão entrar na Justiça para receber o que lhes é devido, com juros e correção monetária e, principalmente, para ter acesso e conhecimento da misteriosa e superlativa folha de pagamento de Batista Matos. Outros apenas rezam, oram, para que o Secretário de Comunicação retorne à Terra Prometida e deixe a Comunicação da Prefeitura para quem quer fazer política de comunicação e não política eleitoral.

JM Cunha Santos

Vereadora participa de reunião no MP para tratar de escolas comunitárias


A vereadora Rose Sales (PV/foto), acompanhada por lideranças comunitárias e por membros do Fórum das Escolas Comunitárias e da diretoria da Federação das Uniões de Moradores de Bairros e Entidades Similares do Maranhão (Fumbesma), participou de uma reunião no Ministério Público Estadual (MPE) com os promotores de Educação, Luciane Belo e Paulo Avelar. 

A parlamentar reiterou reivindicações a fim de que seja garantida a celebração de convênios entre a Prefeitura de São Luís e as 145 entidades habilitadas pelo censo para assegurarem educação infantil às crianças de São Luís por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A prefeitura da capital recebeu do Governo Federal, mensalmente em 2015, recursos do FUNDEB, PNAE e PNAC para efeito de pagamento dos professores, para a manutenção das escolas, para a merenda escolar nas modalidades do Ensino Fundamental, Creche e Pré-Escola. Entretanto, até agora não efetuou o repasse implicando em um atraso de 10 meses.

Indignada com falta de gestão, Terezinha de Jesus, da Creche Escola Comunitária “Madalena Silveira”, localizada no bairro Santa Clara, diz que há uma falta de vontade política de resolver essa situação. 

"O dinheiro chega em janeiro e todas as instituições prestaram conta e as que ainda não prestaram conta é porque não tinham recebido o recurso de 2015. Não se pode prestar conta daquilo que não foi recebido. As escolas comunitárias existem porque o poder público não construiu escolas, daí a razão das comunidade se organizarem institucionalmente para suprirem essa necessidade; então queremos o que é de direito, exigimos respeito do prefeito e que ele repasse o que é de direito das escolas", afirmou.

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Creches fecham por falta de pagamento da Prefeitura de São Luís


“Hoje, fui deixar meu filho na escola e está fechada”. A declaração é de Daniel Pereira, que teve que voltar para casa com a criança, de cinco anos, já que a Creche Escola Cantinho da Criança, que fica no bairro Radional, está com o portão fechado. O motivo aparece em um cartaz fixado no próprio portão:manifestação.

Por telefone, a presidente da escola, Arabela Silva, explicou ao portal Imirante.com que a situação se deve a um atraso no pagamento de servidores de creches e escolas de São Luís. Segundo ela, professores, diretores, cozinheiros e outros funcionários estão há 10 meses sem receberem os salários.

Ela, também, contou que no mês passado receberam da Prefeitura de São Luís a promessa que seriam pagos, mas, como até hoje (15), o acordo não foi cumprido, eles resolveram protestar contra esta situação. De acordo com Arabela, várias instituições da rede municipal estão fechadas e muitos funcionários decidiram realizar um movimento em frente ao Palácio de La Ravardière, sede da
prefeitura.

Procurada, a Prefeitura de São Luís, ainda, não se manifestou.

Deputado não pode se furtar em falar sobre propina ao TJ


O deputado estadual Fernando Furtado (PCdoB/foto) vai ter agora de se explicar ao órgão especial do Tribunal de Justiça do Maranhão, que decidiu, por unanimidade, na sessão jurisdicional de quarta-feira, 14, interpelar o parlamentar. 

Fernando Furtado denunciou, em audiência pública, realizada no município de São João do Caru, no mês de julho, a existência de um suposto esquema de venda de sentença no Judiciário maranhense. O deputado afirmou ter flagrado uma suposta "negociata" entre um emissário de desembargador e um deputado estadual num posto de combustível.

Até o início desta semana o TJ não havia se posicionado sobre a denúncia do parlamentar comunista. Ontem, o desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos sustentou, oralmente, a necessidade do deputado prestar explicações sobre a denúncia.

Vale aguardar desdobramentos!

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Dilma celebra vitória no STF. Mas quer manter 'portas abertas' com Cunha


A presidente Dilma Rousseff acredita que venceu nesta terça-feira a mais importante batalha contra o impeachment até agora, depois que o Supremo Tribunal Federal suspendeu o rito de tramitação do processo traçado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). 

Apesar disso, o governo tenta manter as "portas abertas" com o deputado - e o peemedebista deu sinais, após a derrota, de que pode aceitar a trégua com o Palácio do Planalto, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. Ao ser questionado por líderes da base aliada, na tarde de terça, como será possível reconstruir um ambiente de estabilidade na Câmara, Cunha disse que admite conversar com o governo.

Dilma estava na reunião de coordenação política com onze ministros quando soube das duas, das duas primeiras liminares do Supremo. De acordo com relatos de participantes do encontro, ela comemorou a decisão. "Vencemos o golpismo. Agora, temos muito trabalho pela frente", disse a presidente, no Planalto. "Foi um momento de Copa do Mundo, esquecendo o 7 a 1 para a Alemanha", comparou um de seus auxiliares.

Com informações da Veja/ Foto: Agência Brasil/Reuters

Fábio Câmara diz que falta de equipes do PSF compromete prevenção na Saúde em São Luís


O líder da oposição na Câmara de São Luís, vereador Fábio Câmara (PMDB/foto), afirmou que a falta de equipes do Programa Saúde da Família (PSF) compromete ações de saúde preventiva na capital maranhense. Ao abordar o assunto, o parlamentar apresentou dados do DAB (Departamento de Atenção Básica) do Ministério da Saúde, mostrando que apenas 36% da população ludovicense é atendida pelo PSF (Programa Saúde da Família), do governo federal. Segundo ele, isso significa que, de um total de 1,039 milhão de pessoas, somente cerca de 379 mil são beneficiadas pelo programa.

"Como podemos dizer que existe melhorias na saúde de São Luís se apenas 36% da população é atendida pelo PSF do governo federal? Os dados do Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde não metem! Isso significa que, de um total de aproximadamente 1,036 milhão de pessoas, somente cerca de 379 mil são beneficiadas pelo programa", disse o peemedebista. 

Fábio Câmara disse ainda que São Luís tem a menor cobertura populacional em Saúde da Família do país. De acordo com o vereador, receber a visita de equipes do programa significa ter acesso a diagnósticos e tratamentos de forma preventiva. No entanto, segundo o parlamentar, sem o pleno funcionamento do programa fica impossível falar em melhorias na saúde.

"O PSF, que prevê o fortalecimento da atenção primária à saúde por meio da inserção de profissionais na comunidade, incentivando o acesso aos serviços da rede pública e a prevenção de doenças, por exemplo, não está funcionando em sua plenitude. Ora, se o PSF não funciona, o pé diabético vai necrosar, justamente pela falta do profissional que atua na saúde preventiva. Não existe mágica, saúde se faz com médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem", ressaltou Fábio Câmara.

Vereadora do PV vai ganhando espaço na mídia e acuando Edivaldo


A ex-comunista e atual vereadora Rose Sales (PV) aos poucos vai ganhando espaço na mídia para pavimentar sua pré-candidatura à Prefeitura de São Luís, em 2016. Sabendo disso, a nobre parlamentar vem utilizando a tribuna da Casa e reiterando várias críticas pesadas contra a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), em especial na área de Educação, cujo caos administrativo é visível.

Rose Sales sabe que seu projeto político rumo à Prefeitura da capital é uma proposta audaciosa, mas que pode lhe dar visibilidade partidária na busca por uma carreira mais sólida, visando até mesmo alçar voos maiores nas eleições seguintes, como em 2018, para deputada federal.

No entanto, nesse momento a vereadora verde vai centrando o foco na disputa ao Palácio La Ravardière, sede do governo municipal, numa clara tentativa de conquistar mentes e corações de eleitores que não comungam da mesma plataforma política do prefeito Edivaldo, que ainda vai muito mal das pernas na busca por uma reeleição tranquila para o cargo.

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Servidores do judiciário maranhense cruzam os braços


Os servidores do Tribunal de Justiça do Maranhão entraram em greve, por tempo indeterminado, na manhã desta terça­-feira (13). Eles reivindicam o reajuste das perdas inflacionárias no índice de 6,3%, com efeitos retroativos a janeiro de 2015. Em São Luís, o movimento está concentrado em frente ao Tribunal de Justiça, na Praça Pedro II. Pelas comarcas do interior do estado, os funcionários, se reúnem na porta dos fóruns.

Ainda nesta terça-­feira, a assessoria jurídica do Sindjus/­MA ajuizou um mandado de segurança preventivo contra o corte de ponto dos servidores que aderirem à greve geral, além do sindicato ter pedido a suspensão dos prazos processuais.

De acordo com o Sindjus, durante todo o tempo da greve, somente o efetivo de 30%, obrigatório por lei, estará de serviço, e mesmo assim somente para atendimento de serviços essenciais, como direito à vida de liberdade. Nesse contingente estão inclusos os secretários judiciais e assessores comissionados, que também fazem parte do quadro de servidores.

PRTB pode ter candidato-médico que chamou farmacêutico de imbecil

João Bentivi reunido, no último sábado, com membros do partido para discutir a eventual candidatura a prefeito
Depois de ter sido criticado nacionalmente por ter chamado um farmacêutico de imbecil, que não entendeu seus garranchos após prescrever uma receita médica, o ex-vereador João Bentivi agora almeja se lançar candidato à Prefeitura de São Luís, em 2016.

No sábado passado, 10, a direção municipal do PRTB ensaiou alçar voo à candidatura de Bentivi. Porém, o momento não é oportuno, pois o pré-candidato-médico pode sofrer a impopularidade mediante às críticas por sua atitude intempestiva que foi ao ar até no Jornal Nacional da TV Globo.

Bentivi pode ser um homem polivalente, mas nesse momento pode ser "imbecilidade" do PRTB lançar uma candidatura que já nasce morta.

Waldir Maranhão de olho na cadeira de Cunha


O deputado federal Waldir Maranhão (PP/MA), está de olho arregalado na cadeira do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), que pode ter de se licenciar ou ser destituído do cargo por suspeitas de corrupção envolvendo cifras milionárias.

Se isso acontecer nas próximas horas, quem assume a cadeira é o vice-presidente Waldir Maranhão, que responde a dois processos no Supremo Tribunal Federal (STF), por suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro.

Waldir Maranhão foi citado num esquema desbaratado pela Operação Miqueias, da Polícia Federal, relacionando-se com o doleiro Fayed Traboulsi, preso em 2013, sob suspeita de fraudar fundos de pensão de estados e municípios em mais de R$ 300 milhões.

Em outro esquema revelado pela Operação Lava jato da Polícia Federal, Waldir Maranhão foi citado pelo doleiro-delator Alberto Youseff, que está preso em Curitiba, sob suspeita de ter recebido entre R$ 30 mil e R$ 150 mil por mês de mesada proveniente do petrolão.

Como se vê, a política no país vai de mal a pior.

Secretaria de Márcio Jerry terá orçamento mais robusto em 2016


Não resta mais dúvidas que o secretário Márcio Jerry (foto) é mesmo o "menino de ouro" do governo Flávio Dino (PCdoB). Tanto que a pasta comandada por ele, a Secretaria de Estado de Assuntos Políticos e Federativos (Seap) terá dobrado o orçamento para 2016.

De acordo com o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA), para o exercício do ano que vem, que foi encaminhado à Assembleia Legislativa, a proposta é garantir à Seap receitas da ordem de R$ 6,7 milhões. O quantitativo é um um pouco maior de duas vezes do que em 2015, que foi da ordem de R$ 2,9 milhões.

Conforme o Decreto nº 30.664, a Secretaria coordenada por Márcio Jerry ganhou nada menos que 131 novos cargos, todos oriundos da Casa Civil, o que acabou forçando a necessidade de mais verbas para a estrutura da pasta.

Como se pode observar, o "menino de ouro" está com tudo e não está prosa.