terça-feira, 24 de maio de 2016

Depois de meter a mão no jarro, filho de deputado se diz arrependido

O médico e "fantasma", Thiago Maranhão
Seria cômico se não fosse trágico! No entanto, eis que o filho do presidente interino da Câmara Federal, Waldir Maranhão (PP), o médico Thiago Augusto Maranhão, encaminhou carta ao presidente do Tribunal de Contas do Maranhão (TCE), conselheiro Jorge Pavão, mostrando-se bastante arrependido por ter recebido a quantia de R$ 235 mil como "funcionário fantasma" do órgão", que é responsável pelo controle de contas dos gestores públicos do estado.

O arrependimento parece ser tamanho e incomensurável ao ponto do médico Thiago Maranhão, que mora em São Paulo, afirmar com convicção extrema que irá devolver todo dinheiro que recebeu, de forma indevida, como assessor de gabinete do ex-presidente do TCE, conselheiro Edmar Cutrim, que ao que  parece não sabia de nada.

Mostrando-se incapaz de compreender a gravidade da situação que gerou aos cofres públicos do estado, o filho do deputado Waldir Maranhão afirma na carta que não teve "a capacidade de avaliar o grau de sua complexidade" e que, ao mesmo tempo, "não cometeu danos ao erário com dolo ou má fé".

Eita cara de pau!!! Filho de peixe...

Nenhum comentário:

Postar um comentário