Banner da Prefeitura de São Luís

Banner da Prefeitura de São Luís

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Senadores maranhenses silenciam sobre antecipação das eleições

Os senadores João Alberto, Edison Lobão e Roberto Rocha ainda não se pronunciaram sobre o assunto
A bancada maranhense no Senado simplesmente ficou muda e até o momento nada disse sobre a proposta, que tramita na Casa, e que defende a antecipação das eleições presidenciais para este ano. É que por orientação do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), um grupo de senadores entregou uma carta ao ministro-chefe do Gabinete da Presidência, Jacques Wagner, propondo esta iniciativa.

A matéria solicita apoio da presidente Dilma Rousseff (PT) à Proposta de Emenda Constitucional (PEC 20/16) que antecipa a eleição presidencial de 2018 para o próximo dia 2 de outubro, quando também serão escolhidos prefeitos e vereadores. Eles propõem que Dilma apoie a PEC 20, em tramitação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, ou apresente iniciativa de igual conteúdo, com a assinatura do próprio Executivo.

Fizeram parte da mobilização os petistas Jorge Viaja (AC), Paulo Paim (RR) e Angela Portela (PT-RR) e os senadores Randofe Rodrigues (Rede-AP), Lídice da Mata (PSB-BA), Roberto Requião (PMDB-PR), Otto Alencar (PSD-BA), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Telmário Motta (PDT-RR) e João Capiberibe (PSB-AP).

A bancada de senadores maranhenses é composta por Edison Lobão (PMDB), João Alberto (PMDB) e Roberto Rocha (PSB), que ainda continuam indecisos sobre o processo de impeachment da presidente Dilma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário