sábado, 14 de maio de 2016

"Vamos administrar o país", diz Waldir Maranhão

Presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão
O presidente interino da Câmara Federal, Waldir Maranhão (PP/foto), reafirmou que não pretende renunciar ao cargo e garantiu que a proposta é administrar o país. "Sem renúncia. Não tem renúncia. Vamos administrar o país", declarou o parlamentar, que desde a semana passada assumiu o comando da Casa, após o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ser afastado da função pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A renúncia de Waldir vem sendo articulada desde que ele tentou, por meio de um ato, anular a sessão que encaminhou ao Senado a análise sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Logo depois, integrantes dos partidos de oposição e da Mesa Diretora da Casa pediram a renúncia imediata do deputado.

"Acho que a gente tem de ajudar a equacionar as coisas e a governar as coisas aqui na Casa", enfatizou Waldir Maranhão, que atualmente conta com o apoio do colega de parlamento e primeiro-secretário da Mesa, Beto Mansur (PRB-SP), que afirma que ele agora é o presidente da Câmara e por isso, tem de dar o tom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário