quarta-feira, 22 de junho de 2016

"Traidores do PMDB flertam com governo Flávio Dino", diz Roseana Sarney


"Sei que tem filiado do partido (PMDB) querendo agradar o governo (Flávio Dino- PCdoB). É inadmissível essa postura. É de político que não tem compromisso com o povo". A declaração indignada é de autoria da ex-governadora Roseana Sarney (foto), que por meio de mensagem de WhatsApp com um blogueiro de Barra do Corda alfinetou eventuais traidores que existem no PMDB e que querem a todo custo entregar o partido aos comunistas governamentais de plantão.

Nos bastidores o recado feroz da ex-governadora do Maranhão teria sido endereçado ao senador João Alberto, presidente estadual do PMDB, e seu afilhado político, deputado estadual Roberto Costa, por não engolirem a pré-candidatura do vereador Fábio Câmara à Prefeitura de São Luís, nas eleições de outubro deste ano.

Para Roseana, os atuais movimentos intempestivos do PMDB em São Luís tem revelado que a crise no partido não é só de identidade, mas sim de sobrevivência e que para isso vale tudo, até se vender para os comunas. Inicialmente foi até cogitada a possibilidade da legenda deixar de lado a pré-candidatura de Fábio Câmara para se aliar ao projeto de reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que tem o apoio irrestrito do governador Flávio Dino.

Com a ascensão do senador João Alberto na presidência do PMDB maranhense e com o fogo cruzado da Lava Jato em torno do ex-presidente e ex-senador José Sarney e de sua filha, Roseana, o partido perdeu o rumo de oposição no Maranhão para ser mero coadjuvante da política no estado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário