quarta-feira, 1 de junho de 2016

Um parlamentar com várias cartas na manga e um amigão


O presidente interino da Câmara Federal, deputado Waldir Maranhão (PP/foto), não para de promover artimanhas para livrar o amigo, presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB/RJ) da degola política. Tanto que o parlamentar maranhense elaborou uma série de questionamentos sobre alternativas de punição à cassação de Cunha.

Em consulta encaminhada à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Waldir Maranhão questiona qual o rito, caso o plenário não endosse o relatório aprovado pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. O presidente interino pergunta se seria votada a representação original, que recomenda a perda de mandato de Eduardo Cunha, ou se ela estaria prejudicada.

A ideia mirabolante de Waldir Maranhão é tentar uma pena mais branda para o amigo, como a perda da cadeira de presidente ou a suspensão do mandato de Cunha.

Pelo visto, o deputado maranhense vai surpreendendo a todos em Brasília, como ele mesmo falou desde que assumiu, interinamente, a cadeira número 1 da Câmara Federal, tendo como primeiro ato, anular o resultado da votação do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), o que gerou indignação da maioria da classe política.

Nenhum comentário:

Postar um comentário