Comercial da Prefeitura de São Luís

Comercial da Prefeitura de São Luís

terça-feira, 26 de julho de 2016

Fábio Câmara diz não ser homem de compra programada

O vereador Fábio Câmara se reúne com lideranças do PMDB para fortalecer sua proposta de pré-candidatura em São Luís
O vereador Fábio Câmara e pré-candidato do PMDB à Prefeitura de São Luís tem desferido ataques diretos a adversários que, segundo ele, limitam-se apenas a fazer parte de um "consórcio" montado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) para manter o status quo no pleito de outubro deste ano na capital maranhense, visando a troca de favores eleitorais em 2018.

As declarações fazem uma alusão às pré-candidaturas à reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), da deputada federal Eliziane Gama (PPS) e do deputado estadual Bira do Pindaré (PSB). Na visão do vereador, o governador apenas disfarça que não irá interferir diretamente nas eleições municipais, não só na capital, mas também em outras importantes cidades do estado como Caxias, Imperatriz, Balsas, entre outras.

— Eu faço coisas que políticos não costumam fazer: abro mão da verba do salario, da verba indenizatória e saio da zona de conforto para ser candidato a prefeito. Faço isso porque é inadmissível que o povo de São Luís não tenha outras opções além do consórcio de pré-candidatos apoiado pelo governador (Flávio Dino). Consórcio é uma modalidade de compra programada, uma forma de poupança por meio de autofinanciamento — declarou Fábio Câmara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário