quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Fábio Câmara diz que Braide quer mudar a regra do jogo


O candidato a prefeito de São Luís, vereador Fábio Câmara (PMDB/foto), criticou o cancelamento inesperado do debate na TV Difusora, afiliada do SBT no Maranhão, que deveria ter ocorrido na noite da última terça-feira, 27. O evento não aconteceu, por conta de ação judicial impetrada na Justiça Eleitoral pelo candidato Eduardo Braide (PMN), inconformado por não ter o seu nome na lista dos participantes do debate.

Para Fábio Câmara, querer mudar as regras do jogo com o campeonato já iniciado é pura apelação. "Já estamos é no final do primeiro tempo. As regras e o número de participantes para os três debates (TV Guará, TV Difusora e TV Mirante) foram definidas há mais de 15 dias. Por que o candidato Braide não buscou a Justiça logo no início?", declarou o candidato do PMDB.

Fábio Câmara destacou que ao suspender o debate via judicial, Braide ignorou o princípio da legalidade, para que seu nome fosse incluído na lista. "Quem atrapalha o seu direito de ouvir, merece algum direito de falar?", questionou o postulante do PMDB, lembrando que a Lei nº 9.504/1997, determina no seu artigo 46 que, somente aos partidos que possuam representação superior a nove deputados (na Câmara Federal), será asegurada a participação nos debates, sendo a participação dos demais partidos facultativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário