Banner da Prefeitura de São Luís

Banner da Prefeitura de São Luís

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Adriano Sarney pede justiça para o caso Mariana Costa

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) lamentou, por meio de nota, a morte de Mariana Costa e cobrou justiça
O deputado estadual Adriano Sarney (PV), por meio de nota, clama por justiça no caso que envolve o assassinato da publicitária Mariana Costa, 33 anos, sobrinha-neta do ex-presidente da República, José Sarney (PMDB). O parlamentar, que também é neto do ex-presidente, manifestou sua indignação com o crime em sua página no Facebook, ao afirmar que "a consternação se alastrou por toda a população".

Na oportunidade, o deputado Adriano pediu que a justiça seja feita e que o principal suspeito de ter matado a publicitária, o empresário Lucas Porto, que era cunhado da vítima, possa pagar pelo crime que possa ter cometido. "Deixo nesta mensagem, além dos meus votos de pesar, a esperança de que a justiça prevaleça", declarou o parlamentar ecológico.

A publicitária Mariana Costa foi brutalmente assassinada
Adriano também destacou a importante devoção da publicitária Mariana Costa em suas pregações na Igreja Batista do Olho d´Água. "A Mariana era uma líder, muito talentosa, na Igreja Batista no Olho d´Água, onde prestava apoio à sociedade. Mulher e mãe de valor", destacou o deputado.

A publicitária foi morta no domingo passado, 13, e foi sepultada um dia depois sob clamor de justiça por familiares e amigos da vítima, que teria sido asfixiada por seu algoz.

NOTA DE PESAR
A consternação se alastrou por toda a população com a trágica morte de Mariana Menezes de Araújo Costa Pinto, de 33 anos, no apogeu da juventude, filha do ex-deputado estadual Sarney Neto, meu parente e amigo, e sobrinha-neta do meu avô, José Sarney. A Mariana era uma líder, muito talentosa, na Igreja Batista no Olho D'Agua, onde prestava apoio à sociedade. Mulher e mãe de valor. Deixo nesta mensagem, além dos meus votos de pesar, a esperança de que a Justiça prevaleça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário