quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Ex-afilhado de Sarney pode ocupar educação no governo Dino

O ex-presidente do FNDE, Gastão Vieira, pode ocupar uma cadeira na Secretaria de Educação do governo Dino
O governo Flávio Dino (PCdoB) pode ganhar um novo integrante de peso. Já é dado como certa a ida do ex-afilhado político do presidente José Sarney e ex-deputado federal Gastão Vieira (PROS) para ocupar a Secretaria de Estado de Educação, no lugar do atual gestor da pasta, Felipe Camarão.

Há duas semanas Gastão Vieira foi exonerado da presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), depois de ter sua cabeça a prêmio após supostas investidas dos senadores maranhenses Roberto Rocha (PSB), João Alberto (PMDB) e Edison Lobão (PMDB). Para o lugar de Gastão foi colocado no cargo um aliado do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

Gastão foi nomeado para o comando do FNDE em abril deste ano, ainda na gestão da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), alvo do processo de impeachment. na gestão do representante do PROS havia a previsão da liberação de R$ 20 milhões para o governo Flávio Dino com aportes do FNDE no estado.

Ao deixar o cargo, Gastão criticou a postura dos senadores maranhense que teriam pedido a sua "cabeça" de bandeja. "Aqueles que deveriam apoiar minha permanência no cargo para que o Maranhão tivesse maior representatividade em Brasília, foram os primeiro a me apear do cargo. Contra esses, resisti. À duras penas resisti e sobrevivi os últimos meses", desabafou o ex-deputado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário