Banner da Prefeitura de São Luís

Banner da Prefeitura de São Luís

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Plataforma do Uber já é realidade em São Luís


A gerente de Comunicação da Plataforma Uber, Letícia Mazon, afirmou que os carros cadastrados em São Luís começam a operar já nesta terça-feira, 21, a partir das 14 horas. No entanto, a representante da empresa privada preferiu não revelar quantos veículos autorizados estarão circulando na capital maranhense para pegar passageiros em qualquer ponto da cidade.

Letícia Mazon também ressaltou que, nesse primeiro momento, o tempo de espera para localizar um motorista pode ser um pouco maior do que os cinco minutos habituais. “Inicialmente os usuários podem encontrar um pouco mais de dificuldade em localizar um motorista. O tempo‐médio provavelmente será um pouco maior do que os cinco minutos. Mas isso com certeza vai melhorar rapidamente, a medida que estivermos com mais motoristas cadastrados”, explicou Letízia Mazon.

Ela também garantiu que o aplicativo Uber, apesar dos entraves que enfrenta cotidianamente, já é completamente legal no Brasil. “Nós temos hoje cerca de 12 liminares pelo Brasil que estabelecem que Leis que visam derrubar o serviço no país são inconstitucionais. A mais recente foi em Belém”, destacou Mazon.

Segundo a gerente de Comunicação, este serviço Uber X tem como caraterística os preços mais acessíveis. “Vamos utilizar carros como o Honda Fit, HB20, todos com ar-condicionado e quatro portas”, explicou ela, lembrando que a Uber não é concorrente de taxistas e transporte público. 

“O nosso maior concorrente é o carro particular. Esse carro particular é o nosso maior concorrente. Nós viemos para substituir esse carro, que, segundo pesquisa, fica até 90% do seu tempo parada na garagem. Então, é esse carro subutilizado que a Uber quer substituir”, ressaltou.

O presidente do Sindicato dos Taxistas de São Luís, Renato Ribeiro, informou que a categoria não reconhece a legalidade dos profissionais do Uber e que pretendem fazer protestos em frente à Prefeitura e da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) para chamar a atenção das autoridades para a problemática no setor. "Não somos favoráveis a fazer protestos fechando a cidade, mas iremos cobrar das autoridades uma solução", frisou.

Atualmente, existe um projeto de lei, de iniciativa do vereador Paulo Victor (PROS), que deve dar entrada nas Comissões de Constituição e Justiça e de Transportes para que a matéria seja apreciada e votada no plenário da Câmara Municipal de São Luís, até meados de março, legalizando o serviço do Uber na capital.

Um comentário:

  1. UBER - Cadastre-se hoje mesmo e garanta o seu desconto de R$20.
    https://www.uber.com/invite/1he48et6ue …
    Para motoristas,inscreva-se:
    https://partners.uber.com/i/1he48et6ue

    ResponderExcluir