Comercial da Prefeitura de SL

Comercial da Prefeitura de SL

terça-feira, 18 de abril de 2017

A volta do passe escolar e o risco de fraude no sistema


Em menos de duas semanas o sistema de recarga de créditos de passagens ficou fora do ar, deixando milhares de usuários do sistema de transporte sem reabastecer as carteiras estudantis em São Luís, o que tem gerado desconforto e muita reclamação. A situação caótica voltou a acontecer desde as primeiras horas da última segunda-feira, 17, em todos os terminais de integração da capital maranhense.

Para tentar minimizar os problemas gerados, a única medida encontrada pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) foi lançar mão da volta melancólica dos extintos passes escolares para para garantir o direito da meia-passagem (regido por lei) aos estudantes de São Luís, enquanto o problema não é solucionado.


Os passes (foto) começaram a ser vendidos às 16h de ontem e a comercialização seguiu até 20h, na Central de Atendimento ao Estudante, no Monte Castelo, e nos Terminais de Integração do São Cristóvão, Cohab e Cohama.

A venda de passes foi realizada por meio da apresentação do cartão estudantil. Em nota, a SMTT garantiu que está trabalhando para restabelecer o sistema de recarga eletrônico com rapidez. O problema maior do retorno dos passes escolares é a volta também da fraude no sistema de transporte na cidade, por meio da venda indiscriminada em vários pontos da capital. 

Um comentário:

  1. Esse era o trabalho que deveria continuar..., mas quero perguntar ao secretário Moacir porque a licitação para contratação de empresa para serviços de portaria das escolas foi adiada pela quinta vez? Não que eu acredite na lisura do certame, haja vista o que ocorreu com a da merenda escolar que até nós que trabalhamos em escolas ficamos perplexo com o desenrolar dos fatos, o certo era fazer o concurso para porteiros, porém sabemos que não é interessante para gestão o mesmo porque contratar terceirizada é, digamos, mais vantajoso para o gestor. Cinco vezes adiada é um recorde até pra gestão de Holanda que eu considero fraquíssima.

    ResponderExcluir