anúncio no blog

anúncio no blog

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Conselho de Ética do Senado desativado e sem explicações


Nem mesmo o senador João Alberto Souza (PMDB/foto) soube explicar ao site Congresso em Foco, em Brasília, o por quê, da desativação do Conselho de Ética no Senado. Questionado sobre o assunto, o parlamentar maranhense acabou botando a culpa nos partidos políticos que compõem a Casa.

Mesmo com a divulgação da lista do ministro Edson Fachin, relator na Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), em 11 de abril, o Senado permanecia com o Conselho de Ética desativado. Questionado sobre a razão desse não funcionamento, o presidente do colegiado nos últimos anos, João Alberto Souza, dizia que os partidos ainda não haviam indicado seus respectivos membros.

Apenas depois da divulgação de parte do conjunto probatório reunido pelos donos e executivos da JBS (Friboi), que levaram à investigação formal do presidente Michel Temer no STF, os senadores se movimentaram para reativar o Conselho. Quatro meses depois do início do ano legislativo, o colegiado ainda não foi instalado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário