anúncio no blog

anúncio no blog

sábado, 24 de junho de 2017

Que papelão! Carcará passa a mão na cabeça de Aécio Neves


Vergonha nacional a decisão do senador maranhense, João Alberto Souza (PMDB), de arquivar na última sexta-feira, 23, o pedido de cassação do senador afastado judicialmente, Aécio Neves (PSDB-MG). Se bem que muita gente já esperava uma trapalhada dessas, mediante os "empurrões com a barriga" que o parlamentar peemedebista vinha fazendo na tentativa espúria de salvar a pelo do senador mineiro.

Aécio Neves é acusado pelo empresário Joesley Batista de ter recebido propina no valor de R$ 2 milhões, supostamente para pagar sua defesa na Operação Lava Jato. Após as delações da JBS se tornarem públicas, no mês passado, os partidos PSOL e Rede entraram com um pedido de cassação do senador do PSDB, por quebra de decoro parlamentar.

No entanto, o senador João Alberto acabou fazendo vista grossa das graves acusações que pesam contra o colega de parlamento, mais sujo que "pau de galinheiro".


Em sua decisão vergonhosa para o país, o presidente do Conselho de Ética, João Alberto disse não ter visto nada demais nas acusações contra o colega tucano. "Decidi arquivar porque não achei elementos convincentes para processar o senador", declarou.

Frase de João Alberto sobre o caso Aécio Neves:

"Me parece que fizeram uma grande armação contra o senador Aécio. Fizeram com que ele entrasse naquilo, inclusive, de acordo com a Polícia Federal. Eu não vejo motivo, não me convence, pedir cassação de um senador eleito por milhões de votos em função de uma armação feita com o senador."

Nenhum comentário:

Postar um comentário