terça-feira, 6 de junho de 2017

Secretário do PSDC reafirma que o partido foi alvo de trama política dirigida


O secretário estadual do PSDC no Maranhão, Alan Kardeck (foto), informou ao blog que a Executiva do partido vai aguardar o andamento das investigações da Polícia Federal para provar, por meio de sua defesa, que a sigla nada tem a ver com a figura jurídica do Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (IDAC), entidade que está sendo acusada de desviar mais de R$ 18 milhões em recursos repassados pelo governo do estado na área da Saúde.

Alan Kardeck votou a ressaltar que apesar do presidente do IDAC, Antônio Aragão, ser o mesmo dirigente estadual do PSDC, o partido não pode ser confundido com supostos atos ilícitos que possam ter sido praticados fora do âmbito da sigla, já que as duas entidades são figuras jurídicas distintas.

"A direção da Executiva do PSDC volta a reafirma que acredita na Justiça e que aguardará as investigações para provar que não tem nada relacionado com a apreensão do dinheiro por agentes da Polícia Federal com a legenda. Existem suspeitas preliminares, que indicam que tudo possa ter sido fruto de armação e trama política orquestrada para tentar macular a imagem do partido que vem crescendo em todo o estado do Maranhão", declarou o secretário Alan Kardeck.

Nenhum comentário:

Postar um comentário