quarta-feira, 7 de junho de 2017

Senadores maranhenses ficam de fora da reforma trabalhista na CAE


Nenhum senador da bancada maranhense, formada por Edison Lobão, João Alberto (ambos do PMDB) e Roberto Rocha (PSB), fizeram parte da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), que votou na última terça-feira, 6, e aprovou por 14 votos a 11, o Projeto de Lei que trata da reforma trabalhista no Senado e que altera dezenas de pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

De acordo com informações do site Congresso em Foco, mesmo em meio à mais grave crise do governo do presidente Michel Temer (PMDB), formalmente investigado no Supremo Tribunal Federal (STF) por corrupção passiva, associação criminosa e obstrução de Justiça, a base aliada impôs sua maioria no Casa e aprovou a matéria.

Vale ressaltar que o projeto já foi aprovado na Câmara dos Deputados e, caso também seja avalizada pelos senadores, segue para a sanção presidencial. Sob firmes críticas da oposição, a votação da matéria consumiu mais de nove horas de debates na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Agora, o texto segue para discussão na Comissão de Assuntos Econômicos (CAS) e, em seguida, na Comissão de Constituição e Justiça.

Veja como votaram os senadores:

A Favor

Garibaldi Alves (PMDB-RN)

Raimundo Lira (PMDB-PB)

Simone Tebet (PMDB-MS)

Valdir Raupp (PMDB-RO)

Ricardo Ferraço (PSDB-ES)

José Serra (PSDB-SP)

José Agripino (DEM-RN)

Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE)

Wellington Fagundes (PR-MT)

Armando Monteiro (PTB-PE)

Ataídes Oliveira (PSDB-TO)

Sérgio Petecão (PSD-AC)

José Medeiros (PSD-MT)

Cidinho Santos (PR-MT)


Contra


Kátia Abreu (PMDB-TO)

Roberto Requião (PMDB-PR)

Gleisi Hoffmann (PT-PR)

Humberto Costa (PT-PE)

Jorge Viana (PT-AC)

José Pimentel (PT-CE)

Lindbergh Farias (PT-RJ)

Otto Alencar (PSD-BA)

Lídice da Mata (PSB-BA)

Vanessa Grazziotin (PC do B-AM)

Ângela Portela (PDT-RR)

Nenhum comentário:

Postar um comentário