Comercial da Prefeitura de São Luís

Comercial da Prefeitura de São Luís

domingo, 6 de agosto de 2017

SMTT reinicia fiscalização eletrônica nas avenidas de São Luís


O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros (foto), informou que a Prefeitura de São Luís reiniciou na última sexta-feira, 4, a colocação de novos equipamentos de fiscalização eletrônica nas vias da cidade. A operação teve início pela avenida Daniel de La Touche, por meio da instalação de fotossensores e barreiras eletrônicas para controlar o trânsito, possibilitando maior fluidez e segurança.

Canindé destacou que a SMTT irá informar à população quando serão geradas multas por infrações. "Nesta primeira etapa serão implantados 30 fotossensores e barreiras eletrônicas. Nesse momento inicial os equipamentos eletrônicos serão colocados nos locais onde antes funcionavam. Partimos para uma tecnologia mais moderna. Vamos ter aqui na SMTT uma central de controle de operações que permitirá, através de 32 câmeras instaladas na cidade, o monitoramento em tempo real dos principais corredores de transportes", declarou o secretário.


Para o titular da SMTT, como inovação haverá a fiscalização da faixa preferencial do transporte coletivo que se estende da avenida Colares Moreira, no bairro do São Francisco, até a avenida Castelo Branco, nas proximidades do Marcus Center.

"Onde forem observadas transgressões no trânsito, como no cruzamento semafórico na avenida Colares Moreira, no acesso à Lagoa da Jansen, serão colocados fotossensores. Com o novo desenho geométrico do retorno da Forquilha, que permitiu maior fluidez no trânsito, foi superado um problema histórico, mas uma boa parcela de condutores têm cometido irregularidades semelhantes", frisou Canindé.

Novos pontos na cidade devem ser contemplados com os equipamentos eletrônicos de fiscalização como na avenida dos Africanos, da Guajajaras, São Luís Rei de França e Franceses. "Estamos realizando estudos técnicos para verificar a necessidade de mais equipamentos e a SMTT vai investir em campanhas educativas antes da aplicação de penalidades ao infratores. Isso deve acontecer 30 dias após a aferição dos equipamentos pelo Inmetro", ressaltou o secretário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário