sábado, 30 de setembro de 2017

Deputado cassado do PMDB diz que Janot queria derrubar Temer e colocar irmão de Flávio Dino a qualquer custo na PGR


O ex-presidente da Câmara Federal, o deputado cassado Eduardo Cunha, concedeu entrevista à revista Época em que afirma que o ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, queria que ele fizesse uma delação mentirosa para derrubar o presidente Michel Temer (PMDB) e empurrar goela abaixo o subprocurador Nicolao Dino, irmão do governador Flávio Dino (PCdoB), no comando da Procuradoria Geral da República (PGR).

Apesar de ter sido o mais votado na lista tríplice para escolha do novo procurador, Nicolao Dino acabou não sendo escolhido pelo presidente Temer, que acabou escolhendo a segunda colocada, a atual procuradora Raquel Dodge.


Cunha diz ainda na entrevista que o nome de Nicolao Dino (foto), que é vice-procurador-geral eleitoral, enfrentava resistência nas hostes do PMDB. "Com o nome de Dino enfraquecido, Raquel Dodge, apontada como desafeto de Janot, seria escolhida. O Janot viu a oportunidade de tirar Michel Temer e conseguiur fazer o sucessor dele na PGR", destacou.

Eduardo Cunha disse ainda que com a sua recusa em mentir na delação, Janot passou a jogar com a delação de Lucio Funaro.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

"Fantasma" de Castelo não deixa Tadeu Palácio dormir em paz


Nem mesmo depois de morto, o saudoso ex-prefeito de São Luís, João Castelo, deixa seus adversários em paz aqui no plano material. Basta observar a última decisão da Justiça do Maranhão que condenou o ex-prefeito Carlos Tadeu de Aguiar Silva Palácio, por ato de improbidade administrativa em virtude dos danos causados ao erário municipal que somam R$ 186.716,90, decorrente de obras de urbanização do Rio das Bicas.

A decisão, que é resultado de uma Ação Civil Pública (ACP) proposta pelo Município na gestão do então prefeito João Castelo, afirma que quando prefeito, em 2003, Tadeu Palácio firmou convênio com a União para a execução de obras de contenção e proteção da margem do Rio das Bicas, no trecho entre os bairros Areinha e Bairro de Fátima e não cumpriu.

A Secretaria Nacional de Defesa Civil, ao realizar a inspeção física do projeto teria constatado diversas irregularidades na gestão dos recursos e aferiu que apenas 81,38% do total de obras previstas foram executados, além de discordâncias entre o que constava no projeto aprovado previamente e o que fora efetivamente construído.

Ainda conforme a Ação, o projeto não foi feito conforme o Plano de Trabalho aprovado, gerando um déficit de 18,62% relativo a obras e serviços não realizados, o que implicou prejuízo aos cofres públicos da ordem de R$ 416.041,69.

Por conta disso, o Município de São Luís teria sido afetado com a não construção de um quilômetro de ciclovia e calçada de pedestre. O Município de São Luís teria sido prejudicado com a não construção de um quilômetro de ciclovia e calçada de pedestre. Em sua defesa, o ex-prefeito disse desconhecer os valores cobrados, afirmando que a obra fora executada conforme previsto no projeto.

Em sua decisão, a juíza titular da 1ª Vara da Fazenda Pública, Luzia Madeiro Neponucena, condenou o ex-prefeito com a perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por cinco anos, pagamento de multa civil correspondente a 50% do valor do dano, além de proibição de contratar com o Poder Público, receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de cinco anos.

Além disso, Tadeu Palácio ainda terá que devolver aos cofres públicos o valor de R$ 186.716,90, corrigido monetariamente a partir do dia 18 de maio de 2006, data do encaminhamento ao Ministério da Integração Nacional da prestação final de contas do convênio, e mais juros legais de 1% ao mês.

Roberto Rocha diz ser o "pai da criança" da UFMA-Sul


O pré-candidato ao governo do Maranhão, senador Roberto Rocha (PSB), tem utilizado as redes sociais para divulgar e anunciar que é o "pai da criança" do Projeto de Lei nº 363/2017, que cria a Universidade Federal do Maranhão do Sul (UFMA-Sul).

Em sua página no Facebook, Rocha aparece em seu gabinete, em Brasília, ao lado da reitora da UFMA, Nair Portela (foto), exibindo o documento que mostra o Projeto de Lei que cria a nova instituição de ensino superior para a região tocantina.

O projeto do senador socialista é uma contra-proposta que bate de frente com a criação da Universidade Estadual do Maranhão do Sul (UEMA-Sul), criada pela gestão do governador Flávio Dino (PCdoB).

E a guerra de egos está só começando!

Veja abaixo o que diz o senador nas redes sociais:

Este é o Projeto de Lei 363/2017, de minha autoria, que cria a Universidade Federal do Maranhão do Sul (UFMA-Sul). Eu apresentei ele ontem, em primeira mão, a reitora da UFMA - Universidade Federal do Maranhão [Oficial], Nair Portela.
Com as sedes em Balsas, Imperatriz e Grajaú, a instituição de ensino superior estaria localizada na região do corredor Centro-Norte do Brasil, ajudando a democratizar a expansão dos cursos de graduação pelo interior do Maranhão e cria oportunidades de acesso a universidade para todos.
Saiba mais sobre o Projeto de Lei AQUI: https://goo.gl/ur69Kw

"Sou pré-candidata ao governo porque o povo quer", diz Maura Jorge

A pré-candidata Maura Jorge em recente evento do Podemos, juntamente com o senador Álvaro Dias
A pré-candidata ao governo para 2018, a ex-deputada e ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (Podemos), tem mantido sua agenda de visitas ao interior do Maranhão, apesar de membros do PMDB ainda vislumbrarem a possibilidade de tê-la como candidata a vice, numa eventual chapa encabeçada pela ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), na corrida sucessória ao Palácio dos Leões.

Este blog já trouxe à tona essa discussão sobre o assunto, no entanto, até hoje, a ex-deputada prefere silenciar sobre essa possibilidade remota e mantém sua pré-campanha ao governo do estado.

Pessoas ligadas à ex-prefeita garantem que ela não deve aceitar, e nem o seu partido, a condição de vice e que a única afirmativa é manter o nome da pré-candidata do Podemos (ex-PTN) como alternativa política nas eleições gerais do próximo ano, cada vez mais se distanciando de uma dicotomia encarnada nas figuras dos grupos Sarney e Dino.

"Sou pré-candidata ao governo do Maranhão porque o povo do meu estado quer isso. Portanto, estou apenas seguindo a voz do povo que me quer para governar o Maranhão", garante a pré-candidata.

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Legislação cria aplicativo móvel para facilitar a marcação de consultas


A Câmara Municipal de São Luís promulgou a Lei Municipal nº 466, de 24 de março de 2017, oriunda do projeto de lei nº 118/2016, de iniciativa do vereador Pavão Filho (PDT/foto), que obrigada a Prefeitura de São Luís criar um aplicativo móvel denominado “Programa Saúde Cidadão” para facilitar a marcação de consultas e exames médicos dos usuários da rede pública municipal de saúde.

Conforme a lei promulgada pelo presidente da Câmara, vereador Astro de Ogum (PR), o aplicativo deve ser de uso gratuito e está disponível em todas as plataformas digitais para ser baixado pelos aplicativos móveis.

A legislação autoriza o Executivo Municipal a providenciar dos softwares ou hardwares, da rede pública municipal de saúde, para que haja compatibilidade com o novo aplicativo e, assim, consiga alcançar os objetivos.

Quando estiver funcionando plenamente, o aplicativo, conforme consta na Lei nº 466, vai beneficiar toda a população disponibilizando os seguintes serviços: Marcação de consultas e exames, retorno para avaliação de exames, avaliação de atendimento e denúncias.

Segundo o vereador Pavão Filho, a população precisa urgentemente desse serviço que será oferecido pela Prefeitura, pois as filas continuam e as pessoas acordam na madrugada para aventurar uma consulta ou exame, que poderá ser resolvido agora por meio do aplicativo.

“Há relatos de pessoas que se mantiveram em filas por mais de 24 horas para conseguir os serviços supracitados, algo que se configura em verdadeira afronta à dignidade da pessoa humana, motivo pelo qual busca-se o indispensável auxílio do Poder Executivo municipal para evitar que esse problema continue existindo”, justifica o vereador pedetista.

Deputado do PCdoB diz que há mais coronéis do que comandados na PM


O deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB) lançou um alerta ao governador Flávio Dino (PCdoB), ao afirmar na tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão que há mais coronéis na Polícia Militar do que comandados. "São muitos coronéis para um efetivo pequeno" declarou o parlamentar comunista.

Na oportunidade, Cutrim mostrou preocupação com a possibilidade do governo estadual apresentar na Casa um projeto que cria e reestrutura os batalhões da PM para abrigar o amontado de coronéis que estão surgindo.

"Existe um fato inédito na história dos 200 anos da Polícia Militar do Maranhão, onde nenhum batalhão era comandado por coronel. E a nossa preocupação é transformar a corporação da PM no que fizeram com a Polícia Civil do estado. Fizeram uma reforma na Polícia Civil, criaram uma estrutura muito grande na cabeça sem a base", alertou o deputado Raimundo Cutrim, que já foi secretário estadual de Segurança Pública no governo Roseana Sarney (PMDB).

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Lobão diz que Senado deve rever decisão do STF sobre afastamento de Aécio


O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, o maranhense Edison Lobão (PMDB/foto), informou que o presidente da Casa, senador Eunício Oliveira (PMDB), deve solicitar, nas próximas horas, ajuda ao colegiado para decidir sobre a determinação dos ministros da Primeira Turma Supremo Tribunal Federal (STF) de afastar o senador Aécio Neves (PSDB) do mandato.

O tucano também foi proibido de sair a noite, tendo de se recolher em casa no período noturno. Lobão garante que o Senado ainda não foi notificado, mas entende que a Casa deve rever a imposição da Corte Suprema, sob a alegação de que a Constituição prevê que a palavra final sobre a prisão de senadores seja dada pelo plenário da Câmara Alta do Congresso Nacional.

"A notícia que me chegou é que o presidente Eunício Oliveira não pretende decidir esta situação sozinho. Ele pretende ouvir as ponderações jurídicas da CCJ. Se assim fizer, eu distribuirei a um relator e nós vamos debater na comissão, devolvendo em seguida o que for decidido no plenário do Senado", declarou o senador Lobão.

Projeto do Uber deve ser votado na primeira quinzena de outubro na Câmara


O vereador Paulo Victor (PROS/foto) informou nesta quarta-feira, 27, que até a próxima semana o parecer da Comissão de Mobilidade Urbana da Câmara Municipal de São Luís deve ser entregue à Mesa Diretora, mostrando a viabilidade técnica para regulamentação do serviço de transporte do aplicativo Uber na capital maranhense.

"Estive conversando com o relator da Comissão de Mobilidade Urbana, vereador Pavão Filho (PDT), e ele nos disse que, em no máximo, de sete a oito  dias deve ser apresentado o parecer técnico, para que o nosso projeto de lei possa ser apreciado e votado em plenário", afirmou Paulo Victor.

Ele garantiu que assim que a matéria for lida na Casa, os demais parlamentares devem encaminhar suas emendas ao texto original para discussão da proposição. "Tivemos grande apoio do Tribunal de Justiça do Maranhão, que recentemente determinou que a lei anterior (da ex-vereadora Luciana Mendes, que proibia a liberação do serviço) é inconstitucional, liberando a atividade de prestação de serviço no município", frisou.

Paulo Victor ressaltou ser contra algumas emendas de colegas do Legislativo que querem restringir o limite de motoristas na cidade. "Sou contra e quero ressaltar que o Uber é de natureza privada e portanto, entendo que não precisa de uma concessão pública para funcionar. Estamos prontos para debater as emendas agressivas ao projeto. No entanto, cada vereador está apto para apresentar emendas ao projeto", enfatizou.

O parlamentar destacou que existe o Projeto de Lei Complementar (PCL) 28, que está tramitando no Senado que restringe e modifica toda forma de trabalhar do Uber no país. "Caso a matéria seja aprovada pelo Congresso Nacional, caberá então ao município regulamentar o serviço. Quem ganha com isso é a população, com a geração de mais emprego e renda", declarou.

Será que Flávio Dino ainda quer o apoio do PSDB do afastado Aécio Neves?


Na eleição de 2014, o PCdoB do governador Flávio Dino fez acordos espúrios com Deus e o Diabo para se eleger ao Palácio dos Leões. Foi então que o PSDB entrou no grupo de alianças partidárias, tendo até o presidente nacional da legenda afastado, senador Aécio Neves (MG), desembarcado em São Luís para garantir apoio incondicional ao plano comunista de governar o Maranhão e derrubar o espólio da família Sarney.

Agora, quase um ano antes das eleições de 2018, a turma de Dino já repensa o grau de promiscuidade que pode ser um atrelamento com o PSDB, já que o partido enfrenta o olho do furacão na operação Lava Jato com a suspensão do mandato do senador Aécio Neves pela Primeira Turma de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Aécio também está condicionado a uma prisão domiciliar noturna além de ter de entregar o passaporte, sob o risco de não deixar o país à revelia. O PSDB do vice-governador Carlos Brandão, que preside o tucanato maranhense, silencia sobre o assunto, mas não esconde que o partido vive um momento de turbulência interna.

Em junho deste ano, o tucano Aécio Neves foi denunciado pelo ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pelos crimes de corrupção passiva e obstrução à Justiça. O senador, aliado do governador Flávio Dino, foi gravado em uma conversa com o empresário e delator Joesley Batista, em um hotel em São Paulo, na qual teria pedido R$ 2 milhões para custeio de sua defesa na Lava Jato.

Mesmo diante de tantas evidências, será que os dinistas ainda querem o apoio incondicional do PSDB de Aécio Neves?

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Roberto Rocha se reúne com dois ex-prefeitos de Imperatriz e busca alianças


O senador Roberto Rocha (PSB), pré-candidato ao governo do Maranhão, foi flagrado no último fim de semana em um restaurante na região tocantina, numa mesa ao lado de dois ex-prefeitos de Imperatriz, Ildon Marques e Sebastião Madeira (PSDB).

Na oportunidade, o parlamentar discutiu estratégias de alianças políticas visando alavancar sua pré-candidatura, a partir do próximo ano para garantir o máximo de lideranças políticas da região em torno do seu projeto majoritário, possivelmente filiado ao PSDB.

Rocha tem percorrido várias regiões do estado com o seminário sobre a revitalização dos rios maranhenses e suas nascentes, cujo evento já está na quinta edição, tendo ocorrido por último na cidade de Balsas.

Cezar Bombeiro propõe o reordenamento viário para o bairro da Liberdade


O líder do PSD na Câmara Municipal de São Luís, vereador Cezar Bombeiro (foto), apresentou requerimento na Casa, solicitando que seja encaminhado ofícios tanto ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) quanto ao secretário de Trânsito e Transportes (SMTT), Canindé Barros, para a realização de obras de melhoria viária e de sinalização no bairro da Liberdade.

Segundo o parlamentar, é preciso que a SMTT possa instalar um semáforo na entrada do bairro. "Esse equipamento pode ser instalado entre as avenidas Luís Rocha e Gregório de Matos, bem como promover o reordenamento na saída e entrada da comunidade da Liberdade", destacou.

Cezar Bombeiro ressaltou que o bairro da Liberdade é uma importância artéria do trânsito de São Luís e que necessita de uma atenção especial da gestão municipal.

Veja o vídeo: Reportagem da TV Mirante mostra o despejo judicial de delegacia por calote em "aluguel camarada" do governo Dino


Reportagem da TV Mirante, afiliada à Rede Globo de Televisão, divulgou o caos em delegacias no interior do Maranhão, decorrente da falta de pagamento em "aluguel camarada", de casa que abrigava a delegacia de Peritoró, município distante 337 Km de São Luís. O governo alega que a responsabilidade é da Prefeitura e o delegado agora vai ter de despachar em Codó. 

As informações se baseiam em denúncias feitas pela direção do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) no estado. Acima a íntegra da reportagem! O caso também foi destaque, nesta terça-feira, 26, no telejornal Bom Dia Brasil (TV Globo). 

Reportagem original, jornalista Acélio Trindade.

Vereadora do PEN tira licença e suplente assumirá cadeira na Câmara


A vereadora Concita Pinto (PEN/foto) deve se licenciar, nos próximos dias, do mandato na Câmara Municipal de São Luís. Em seu lugar assumirá o primeiro suplente da coligação "Juntos Para Seguir em Frente I" (PTB/PEN), vereador Domingos Rodrigues Silva, mais conhecido por Domingos Paz (PEN), 46 anos.

Domingos Paz (PEN)
O novo parlamentar a assumir uma cadeira no Legislativo, que é da área Itaqui-Bacanga, obteve, nas eleições de 2016, o quantitativo de 3.528 votos (0,67%), ficando na 42º colocação. A solenidade oficial de posse deve ocorrer com a presença do presidente da Casa, vereador Astro de Ogum (PR).

Concita Pinto deve se licenciar para tratamento de saúde, por 120 dias. Outros vereadores de mandato como Ivaldo Rodrigues (PDT) e Pedro Lucas Fernandes (PTB) permanecem afastados do parlamento, já que ambos assumiram cargos nos Executivos estadual e municipal.

Ivaldo Rodrigues responde hoje pela Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Semapa) e Pedro Lucas a Agência Metropolitana da Grande São Luís do governo Flávio Dino (PCdoB). Em seus lugares assumiram os suplentes Paulo Victor (PROS) e Joãozinho Freitas (PTB), respectivamente.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Ildon Marques abandona grupo Sarney em defesa de Weverton Rocha


O ex-prefeito de Imperatriz, Ildon Marques, já não esconde mais a postura de desatrelamento do grupo da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), tanto que tem dado atenção especial à pré-candidatura do deputado federal Weverton Rocha (PDT) ao Senado, para 2018.

No sábado passado, 23, o ex-gestor da segunda maior cidade do Maranhão foi visto ao lado do deputado pedetista e do secretário estadual de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry (PCdoB), que é pré-candidato a uma vaga na Câmara Federal, no próximo pleito.

Vale ressaltar que o empresário Ildon Marques ascendeu ao cargo de prefeito de Imperatriz sob a chancela da ex-governadora Roseana Sarney e agora, mudou de lado para apoiar aliados do governador Flávio Dino (PCdoB), que busca a reeleição ao Palácio dos Leões.

domingo, 24 de setembro de 2017

Eliziane depende do PPS e do PCdoB para disputar o Senado em 2018


A deputada federal Eliziane Gama (foto) tem dado declarações à imprensa que o seu mandato depende das decisões do PPS e que se o seu partido decidir que ela deve sair candidata ao Senado, em 2018, ela estará pronta.

No entanto, Eliziane depende ainda de um aval do governador Flávio Dino (PCdoB), que já conta em sua trupe de pré-candidatos ao Senado figuras como o ex-governador do Maranhão e atual deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB), além dos deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Waldir Maranhão (PP).

Em recente entrevista ao jornal O Imparcial, Eliziane declarou que o seu projeto ao Senado não é um projeto individual.

"É um projeto majoritário que envolve grupos. Estou à disposição do meu grupo, do meu partido. Se o partido entender que o nosso nome é melhor para o Senado, eu vou sim. O meu mandato não é meu, é partidário. Se o partido decidir isso, estou à disposição" afirmou Eliziane Gama.

Lidiane Leite volta a ser destaque na imprensa nacional após nova decisão judicial


A ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite (foto), mais uma vez foi destaque na imprensa nacional. O jornal O Estado de S.Paulo, o "Estadão", divulgou que o juiz Raphael Leite Guedes do Tribunal de Justiça do Maranhão condenou a ex-gestora, que ficou conhecida pelo apelido de "prefeita ostentação", a devolver a quantia de R$ 998 mil em verbas públicas.

O montante seria destinado a obras de asfaltamento das ruas do município, cujos serviços nunca foram executados. Lidiane também terá que pagar multa correspondente a 100 vezes o valor de seu salário quando ocupava o cargo e perderá seus direitos políticos por cinco anos.

Segundo o magistrado, é possível verificar, "de forma cristalina" que as obras de pavimentação asfáltica, execução de meios fios, sarjetas, passeios públicos e sinalização vertical e horizontal, que foram objetos do contrato milionário, não foram executadas.

O juiz Raphael Guedes diz ainda que sequer houve publicidade no processo de licitação para pavimentar as ruas de Bom Jardim.

Lidiane Leite foi presa pela Polícia Federal, em 2015, sob suspeita de desvios de recursos públicos da merenda escolar do município. A ex-prefeita ficou 39 dias foragida, antes de se apresentar à PF. Após 11 dias, ela foi solta com uma tornozeleira eletrônica. A ex-gestora responde a diversos processos na Justiça por malversação de dinheiro público.

sábado, 23 de setembro de 2017

Vereador do PCdoB apanha de seguranças da prefeita de Bom Lugar


Um fato inusitado aconteceu no município de Bom Lugar, distante cerca de 300 Km de São Luís. Seguranças da prefeita Luciene Costa (PV) são acusados de terem espancado o vereador Pedro Miranda (PCdoB), após o parlamentar fazer críticas à gestão municipal na Câmara de Vereadores.

O caso foi registrado na Delegacia de Bom Lugar e o fato já é de conhecimento do secretário de estado de Segurança Pública, Jefferson Portela (PCdoB). Luciene Costa é esposa de Rogério Pitbull, que é pré-candidato a deputado estadual.

O vereador Pedro Miranda garante que levará o caso até as últimas instâncias judiciais para eventuais reparações de danos morais e físicos sofridos.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

"Não há lei regulamentando a franquia de ônibus especiais", diz Canindé Barros


O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros (foto), disse não existir uma legislação específica para garantir a franquia de ônibus especiais, destinados a cortejos fúnebres e demais manifestações artístico-culturais. A afirmativa foi feita pelo titular da SMTT, em entrevista exclusiva ao programa Câmara em Destaque (Rádio Difusora AM-680Khz), apresentado pelos jornalistas Mario Carvalho, Adriana Nogueira e o radialista Ademar Monteiro.

Canindé destacou que esse tipo de serviço tem funcionado de forma precária e que agora, com a Lei da Licitação dos Transportes Públicos em vigor, isso deve mudar. "O que existe nesse momento é apenas um acordo com os consórcios das empresas de transporte que atuam na cidade em disponibilizar de dois a três ônibus para as comunidades. Porém, existem comunidades que a demanda é bem maior", frisou.

Para o secretário, cabe à Câmara Municipal elaborar uma legislação específica, por entender que com a vigência da licitação inerente ao setor, tudo incide na planilha de custos das empresas. "Qualquer benefício no setor tem que ser dito de onde sairão os custos para bancar qualquer gratuidade", ressaltou Canindé.

Nesta quinta-feira, 21, aconteceu uma audiência pública na Câmara de São Luís, proposta pelo vereador Cezar Bombeiro (PSD), para discutir o assunto.  

Veja o vídeo: João Alberto se nega a responder questionamentos da TV Globo sobre a inércia da Comissão de Ética do Senado


O senador João Alberto Souza (PMDB) foi alvo de críticas na edição desta quinta-feira, 21, do telejornal Bom Dia Brasil (TV Globo), por ter se negado a responder questionamentos sobre a inércia do Conselho de Ética do Senado, cujo parlamentar maranhense preside o colegiado. 

A matéria engloba não só o Senado, mas também a Câmara Federal. João Alberto preferiu silenciar e evitar a exposição na mídia global, o que acabou o tiro saindo pela culatra.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Maura Jorge pode ser cooptada pelo PMDB a compor chapa a vice de Roseana


A pré-candidata ao governo do Maranhão, a ex-deputada Maura Jorge (Podemos), pode ter seu sonho majoritário pela metade. É que nas hostes do grupo Sarney e do PMDB já avaliam a possibilidade de convidar a ex-prefeita de Lago da Pedra para compor chapa a vice da ex-governadora Roseana Sarney, que deve concorrer, pela quinta vez consecutiva, ao Palácio dos Leões.

Até o momento, Maura Jorge ainda não falou sobre o assunto, mas há quem diga que o Podemos não deve aceitar que a ex-deputada deixe a cabeça de chapa ao governo, em detrimento de um projeto político de segundo plano.

vale aguardar!

Marcial Lima convida população, em massa, para discutir a saúde de São Luís


O vereador Marcial Lima (PEN) aposta na grande participação popular durante audiência pública, de sua iniciativa, que acontecerá nesta sexta-feira, 22, no plenário da Câmara Municipal de São Luís, para discutir as problemáticas da saúde na capital maranhense.

"Venho aqui nesta tribuna, fazer um convite a toda população da cidade. Na próxima sexta-feira, às 10h, estaremos realizando uma audiência pública sobre a saúde de São Luís. Faço um convite também à comissão de saúde, na pessoa do vereador Umbelino Junior, que é o presidente, para que possamos tratar deste assunto bastante delicado", declarou o parlamentar.

Marcial Lima disse que tanto o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, quanto o secretário estadual, Carlos Lula, foram convidados para o evento.

"Assim que, inicialmente, convidamos o secretário Lula Fylho, ele havia assumido o órgão e ele prontamente solicitou que fosse feita a transferência da data, e nós acatamos. Decidimos transferir para esta próxima sexta. Espero que as pessoas venham aqui para participar desta audiência. E que os dois secretários venham aqui, com todo corpo das secretarias, para discutir este assunto”, frisou.

Minoria da bancada maranhense rejeita mudanças no sistema eleitoral para 2018


Nove deputados federais da bancada maranhense votaram favoráveis à alterações no sistema de votação proporcional, enquanto oito parlamentares se dispuseram a votar contra qualquer mudança para as eleições de 2018.

A chamada PEC da reforma política, que instituía o chamado “distritão” foi rejeitada por ampla maioria de votos. Do total de 513 deputados, apenas 205 parlamentares apoiaram a alteração, outros 238 foram contrários. 

Para que a proposta avançasse, eram necessários pelo menos 308 votos. Dos 50 peemedebistas presentes, apenas sete se posicionaram contra a mudança.

A PEC pretendia substituir o atual modelo proporcional pelo distritão, em 2018 e 2020, e pelo distrital-misto, em 2022. Esse último sistema é defendido por grande parte do PSDB.

Veja a lista abaixo:

Maranhão (MA)

Alberto Filho- PMDB (Sim)
Aluisio Mendes- Podemos (Sim)
André Fufuca- PP (Sim)
Cleber Verde PRB (Não)
Eliziane Gama- PPS (Não)
Hildo Rocha- PMDB (Sim)
João Marcelo Souza- PMDB (Sim)
José Reinaldo- PSB (Sim)
Junior Marreca- PEN (Não)
Juscelino Filho- DEM (Sim)
Luana Costa- PSB (Não)
Pedro Fernandes- PTB (Não)
Rubens Pereira Júnior- PCdoB (Não)
Victor Mendes- PSD (Sim)
Waldir Maranhão- PTdoB (Não)
Weverton Rocha- PDT (Sim)
Zé Carlos- PT (Não)

Total Maranhão: 17

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Se o Plano "A" não empolgar, Braide pode ser o Plano "B"?


Já circula nos bastidores políticos que caso a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) não se empolgue em sair candidata, pela quinta vez consecutiva, na disputa ao Palácio dos Leões, em 2018, o nome do grupo Sarney pode vir a ser o do deputado estadual Eduardo Braide (PMN).

Braide cresceu bastante depois de ter sido bem avaliado na última disputa eleitoral municipal em São Luís, quando em 2016, perdeu apenas por um quantitativo de mais de 41 mil votos contra o prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT), que teve o apoio do governador Flávio Dino (PCdoB).

De lá pra cá, Braide tem se mostrado um ferrenho adversário do chefão comunista no Maranhão, com intervenções pontuais e ásperas na tribuna da Assembleia Legislativa contra o governo estadual.

Há quem diga que o Plano "B", caso Roseana resolva não encarar uma nova corrida eleitoral, Braide seria a ponte para garantir a desocupação dos comunas do Palácio dos Leões.

Falta só oficializar o convite!

Audiência pública discutirá franquias para ônibus especiais em São Luís


O líder do PSD na Câmara de São Luís, vereador Cezar Bombeiro (foto), espera contar com expressiva participação popular na audiência pública, de sua iniciativa, para discutir as franquias para os ônibus especiais, prevista para acontecer nesta quinta-feira, 21, a partir das 10h, no plenário do Legislativo Municipal.

Segundo o parlamentar, a audiência visa discutir o transito livre à pessoas que precisam e praticam atividades culturais, religiosas e o translado fúnebre (velório), etc. 

"O objetivo será sensibilizar a sociedade, e dar sua possível importância para aquelas pessoas de movimentos culturais, religiosos entre outras, que precisam de uma forma ou de outra se locomover para apresentar suas atividades. Principalmente pessoas de baixa renda", declarou Cezar Bombeiro.

Rocha defende Alckmin como candidato do PSDB à Presidência da República


O senador Roberto Rocha (PSB) aposta todas as fichas que o nome do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, deve ser o escolhido no ninho tucano para ser o candidato do PSDB à Presidência da República, nas eleições gerais de outubro de 2018.

Rocha, que está a um passo de voar de volta ao ninho do tucanato, acredita que a figura do governador paulista seria muito mais forte do que o nome do prefeito de São Paulo, João Doria Junior, que defende a disputa interna na legenda para definir quem será o candidato do PSDB no próximo pleito.

Recentemente, o senador socialista maranhense esteve reunido no gabinete do governador Alckmin costurando sua volta ao PSDB, o que gerou grande repercussão negativa entre aliados do vice-governador Carlos Brandão, atual presidente dos tucanos no Maranhão.

Brandão defende que o PSDB venha marchar junto ao PCdoB pela reeleição do governador Flávio Dino, em 2018. Caso o senador Roberto Rocha consiga voltar ao ninho tucano, essa aliança ficaria impossível, já que que o parlamentar deverá sair candidato ao governo estadual.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Carioca já vislumbra pré-candidatura a deputado estadual com apoio de Kassab


O polêmico ex-vereador de São Luís, Paulo Roberto Pinto Lima, mais conhecido pela alcunha de "Carioca" (foto), já trabalha com a possibilidade real de vir a disputar uma cadeira à Assembleia Legislativa do Maranhão, em outubro de 2018, pelas hostes do Partido Social Democrático (PSD).

Segundo ele, a vontade é enorme de voltar à cena política tanto na capital quanto no estado. "Fui convidado recentemente pelo presidente nacional do PSD, o ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, a me filiar na legenda e concorrer a um cargo proporcional neste novo pleito e quem sabe até, em 2020, sair candidato a prefeito de São Luís", declarou.

Em 2012, Carioca ficou na primeira suplência à Câmara Municipal da capital, obtendo um quantitativo de 2.893 votos pelo PRTB, perdendo a vaga para o vereador Beto Castro. 

No segundo semestre de 2016, chegou a ocupar por mais de um mês a cadeira como titular do Legislativo, após determinação judicial que afastou, temporariamente, o vereador Beto Castro, por compra de votos. Na época, Beto era seu adversário político, mesmo sendo os dois mancebos do mesmo partido.

Agora, Carioca disse que retorna renovado, com novos planos e com todo gás para enfrentar uma nova campanha eleitoral.

Por que o silêncio do ministro Sarney Filho sobre a Renca?


Enquanto indígenas e demais artistas de renome nacional e internacional, como é o caso da modelo brasileira Gisele Bündchen, utilizam os badalados palcos do Rock in Rio para protestar contra os impactos minerais e ambientais na Reserva Nacional de Cobre e seus Associados (Renca), uma voz ainda permanece em silêncio e envolve um membro do governo federal e do Partido Verde, o ministro de Meio Ambiente, Sarney Filho.

A polêmica persiste desde o dia 22 de agosto deste ano, quando o governo do presidente Michel Temer (PMDB) editou o decreto nº 9.142/2017, que extinguiu a Reserva Nacional de Cobre e seus Associados (Renca), localizada entre os estados do Pará e do Amapá. 

A medida foi criticada nos mais variados meios de comunicação por artistas, ambientalistas e indígenas, que alegam o afrouxamento das exigências ambientais e a “entrega” do patrimônio mineral brasileiro a interesses privados, o que forçou o governo a lançar mão de um novo decreto (9.147/2017), mantendo a extinção da Renca, entretanto, reforçando a existência de regras já aplicáveis e trazendo algumas novidades.

De lá pra cá, só o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, tem dado declarações sobre o caso, enquanto deveria ter um posicionamento mais firme do também ministro Sarney Filho, já que a celeuma envolve uma postura ambiental do Brasil, que vem sendo cobrada em âmbito internacional em defesa da Amazônia.

Vale ressaltar que o decreto de 22 de agosto dispunha especificamente, no seu artigo 2º, que a extinção da Renca “não afasta a aplicação de legislação específica sobre proteção da vegetação nativa, unidades de conservação da natureza, terras indígenas e áreas em faixa de fronteira.”, o que reforça a necessidade de observância das normas vigentes, sejam elas ambientais, ou de outra natureza.

Por conta do que preconiza a legislação ambiental no país, faz-se necessária uma palavra urgente e esclarecimentos mais vigorosos do ministro Sarney Filho, que vem sendo deixado pelo governo em segundo plano, enquanto a nação brasileira grita e pede mais respeito ao ecossistema que envolve não só a Renca, mas também toda uma complexa região de extrema importância ambiental para o mundo.

Com a palavra o ministro de Meio Ambiente!

domingo, 17 de setembro de 2017

Sarney volta a aconselhar Temer após novas denúncias de Janot


O presidente Michel Temer (PMDB) esteve reunido neste domingo, 17, com o ex-presidente da República e ex-senador José Sarney (PMDB). O encontro ocorreu no Palácio do Jaburu, tendo os dois discutido a crise política atual e eventuais saídas para debelar o momento de caos, após a segunda denúncia contra o presidente apresentada pelo ainda procurador-geral Rodrigo Janot, na quinta-feira passada.

Segundo blog da jornalista Andreia Sadi- do portal G1- a conversa ocorreu após Temer se reunir nos últimos dois dias com aliados e advogados, em São Paulo, e em Brasília (DF), para discutir a estratégia jurídica contra a nova denúncia por obstrução de justiça e organização criminosa.

Vale ressaltar que o ex-presidente Sarney tem sido o conselheiro-mor de Temer, desde que o presidente assumiu o governo federal e passou a enfrentar graves crises políticas.

Edivaldo consegue neutralizar insatisfações da oposição na Câmara


Apesar de pontuais críticas aqui e acolá, em meio à singela oposição ainda existente na Câmara de São Luís, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) vem conseguindo neutralizar eventuais situações de desgaste político, que permeiam sua segunda gestão no comando da administração municipal desde os primeiros dias do novo mandato eletivo.

O primeiro semestre deste ano foi marcado por um intenso bombardeio contra o prefeito Edivaldo, com petardos disparados em todas as direções, em especial visando setores cruciais de uma gestão pública como: Saúde, Educação, Transporte e Infraestrutura Urbana.

Lideranças partidárias na Câmara acuaram de todas as formas o gestor, que teve de contar com a defesa intransigente de sua base política no Legislativo, comandada pelo líder do governo municipal, vereador Pavão Filho, além dos vereadores Raimundo Penha e Osmar Filho (todos filiados ao PDT).

Já neste segundo semestre, o clima parece ser mais ameno para o prefeito, apesar de ainda haver algumas ásperas críticas individuais contra o chefe do Executivo. No entanto, determinadas obras de asfaltamento nos bairros- com o programa Asfalto na Rua-, a urgente recuperação de unidades de ensino, a suspensão da greve dos professores e a melhoria no sistema viário da cidade, deram um novo ânimo e alento ao prefeito.

O sucesso da Feirinha São Luís, todos os domingos na Praça Benedito Leite, no centro histórico da capital maranhense, também conseguiu alavancar a então combalida popularidade de Edivaldo. Vale ressaltar que a iniciativa se deve a uma sacada de mestre do secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, vereador licenciado Ivaldo Rodrigues (PDT), cujo evento já faz parte do calendário artístico-cultural da cidade.

Mesmo sem estar surfando em altos índices de popularidade, o prefeito Edivaldo conseguiu tomar fôlego e repensar suas ações de trabalho a bem da população de São Luís.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Pavão Filho destaca obras de melhoria asfáltica para a Cidade Olímpica


Como forma de agradecimento aos pleitos de sua autoria reivindicando a realização de obras de infraestrutura no Bloco C da Cidade Olímpica, o vereador Pavão Filho (PDT) apresentou na Câmara Municipal de São Luís uma moção encaminhada ao governador Flávio Dino (PCdoB) e ao prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT). A proposição foi aprovada pelo plenário da Casa.

O pedetista informa que os pleitos foram atendidos por meio dos requerimentos nº 199/2014, 271/2014, 357/2014, 457/2015, 662/2015, 679/2015 e 084/2016, solicitando pavimentação asfáltica para as ruas 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19, na Cidade Olímpica. Ao mesmo tempo parabeniza os governantes pela realização das obras.

“Manifestamos nossa profunda satisfação pela concretização das obras de pavimentação asfáltica da Cidade Olímpica, que foi fruto de uma luta intensa que teve a participação ativa do Conselho Popular da Cidade Olímpica e mais de 20 lideranças do bairro”, destaca o vereador.

Pavão Filho disse ainda que foram realizadas várias reuniões e permanentes cobranças junto à Prefeitura de São Luís, objetivando a efetivação das obras de asfaltamento do Bloco C da Cidade Olímpica.

"Ressaltamos ainda que as obras foram iniciadas em 2016 pela Prefeitura de São Luís e continuadas em 2017, disponibilizando benefícios imensuráveis a referida comunidade, que foi contemplada com asfaltamento de qualidade, oportunizando melhores condições de mobilidade e consequentemente a satisfação plena dos moradores”.

Enquanto um entra no PSDB, outro deixa o ninho tucano


A semana política foi marcada pelo desembarque do PSB e a nova filiação do senador Roberto Rocha ao PSDB, paralelo à reação contrária do vice-governador Carlos Brandão, que deve deixar o ninho tucano para entrar de cabeça no Partido Progressista (PP) do deputado federal Waldir Maranhão.

Rocha garantiu que seu retorno às hostes do PSDB, pode ser entendido como uma singela volta ao passado, para preparar uma ponte para o futuro. Vale ressaltar que o nobre senador é pretenso candidato ao governo do Maranhão, nas eleições de 2018, em oposição à reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB).

Cezar Bombeiro agradece pelas obras e serviços na Gancharia


O líder do PSD na Câmara Municipal de São Luís, vereador Cézar Bombeiro (foto), utilizou a tribuna da Casa para agradecer tanto à Prefeitura quanto ao Governo do Estado pela parceria institucional que resultou na pavimentação asfáltica no bairro da Gancharia, situado na área Itaqui-Bacanga. 

A obra realizada é fruto de um requerimento e uma indicação apresentada no Legislativo pelo parlamentar. "Gostaria de fazer um agradecimento ao nosso prefeito (Edivaldo Holanda Junior-PDT) e ao governador Flávio Dino (PCdoB). Fiz um requerimento ao prefeito e uma indicação ao governo para o bairro da Gancharia no âmbito dos programas Asfalto na Rua e Mais Asfalto. Tivemos a proposta atendida e os serviços de pavimentação realmente chegaram na Gancharia", disse o vereador.

Cézar Bombeiro destacou que a sua vida parlamentar não será feita só de críticas. "Quando houver acerto, agente estará aqui para parabenizar e quando houver erros, nós iremos criticar", frisou.

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Canindé diz que as obras viárias no Turu irão continuar a bem da população


O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros (foto), disse nesta quinta-feira, 14, com exclusividade ao programa Câmara em Destaque (Rádio Difusora AM- 680 Khz), que todas as alterações viárias que estão sendo concluídas na área das avenidas São Luís Rei de França/ General Arthur Carvalho e vias adjacentes continuam, mesmo a contra gosto de alguns moradores que ainda querem exclusividade e comodidade em detrimento da comunidade em geral.

Canindé ressaltou que o protesto desta quinta teria sido promovido por moradores do condomínio Green Park Village, que fica situado na área de acesso à avenida Arthur Carvalho. Ele também destacou que alguns estudantes acabaram entrando na manifestação motivado por esse grupo de moradores do prédio.

Para o titular da SMTT, a cidade cresceu de forma desordenada e precisa ser equacionado o problema do trânsito em diversos pontos estratégicos, como no Turu, na avenida Guajajaras (São Cristóvão) e em outros pontos de vias públicas.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Geraldo Alckimin deve desembarcar no Maranhão


Depois da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), agora será a vez do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), desembarcar em terras maranhenses. 

Sem data ainda confirmada, Alckmin, pretenso candidato tucano à Presidência da República, em 2018, garante que estará no estado, visitando em especial, a região Sul do Maranhão. "Podem colocar café no bule que em breve estaremos por aí", diz o tucano emplumado.

Há quem diga que o convite tenha partido do gabinete do senador Roberto Rocha, que está deixando as hostes do PSB e deve retornar ao PSDB, com possibilidade real de assumir o comando estadual do partido no estado.

Aguardem!

O bom filho a casa torna: Roberto Rocha quer voar de volta ao ninho tucano


Não resta mais nenhuma dúvida que o senador maranhense Roberto Rocha já está de malas prontas para voltar ao ninho tucano do PSDB. O parlamentar já anunciou não ser mais o líder da bancada do PSB no Senado. Uma semana após assumir o posto, em virtude da desfiliação de Fernando Bezerra, que foi para o PMDB, Rocha acabou sendo substituído pela senadora baiana Lídice da Mata.

O vice-líder será o sergipano Antônio Carlos Valadares. O movimento interno é mais um indício de que Rocha deve mesmo voltar para o PSDB – de onde torcerá pela ascensão do vice-governador de São Paulo, Márcio França, à presidência do PSB para ter o partido em seu palanque na disputa pelo Governo do Maranhão, em 2018.

Ainda filiado ao PSB, Rocha vai mantendo uma disputa intestinal contra o deputado estadual Bira do Pindaré, que deseja a todo custo entregar de bandeja o partido para o governador Flávio Dino (PCdoB), visando apoio futuros no próximo pleito.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Cézar Bombeiro destaca asfaltamento na Gancharia


O líder do PSD na Câmara Municipal de São Luís vereador Cézar Bombeiro, agradeceu ao governador Flavio Dino (PCdoB), pelo atendimento à indicação nº 289/2017, aprovada na Casa, para o asfaltamento do bairro da Gancharia. 

O parlamentar, que visita constantemente a comunidade, recebeu a reivindicação de lideranças para que fossem feitos esforços com vistas ao asfaltamento das ruas do bairro, o que iria melhorar consideravelmente a locomoção de veículos e pessoas, além de se constituir em uma antiga aspiração dos moradores.

Cézar Bombeiro garantiu que não mediria esforços e que iria lutar ao lado da comunidade para que o sonho dela fosse transformado em realidade. Através de indicação do legislativo municipal, o governador Flavio Dino mostrou-se bastante sensibilizando com o pedido  e levou o Mais Asfalto para o bairro da Gancharia. 

O benefício foi recebido com festa por toda a população do bairro, que reconheceu o interesse do vereador e do governador.

Gabinete de vereador do PT sofre princípio de incêndio


O início da sessão nesta terça-feira, 12, na Câmara Municipal de São Luís, foi inviabilizado depois de ter sido constatado na Casa um princípio de incêndio, por conta de um curto-circuito no sistema de ar-condicionado no gabinete do vereador Honorato Fernandes (PT).

Segundo o parlamentar, por volta das 9h30, alguns assessores que se encontravam no local, após ligarem o aparelho perceberam um curto-circuto, tendo sido gerado um princípio de incêndio, que foi debelado por técnicos do Legislativo.

Honorato destacou que felizmente ninguém ficou ferido e que tudo não passou apenas de susto momentâneo. "A situação aconteceu, mas foi tudo resolvido imediatamente por funcionários da Casa", frisou o vereador, que também responde pela presidência do diretório municipal do PT em São Luís.