Comercial da Prefeitura de SL

Comercial da Prefeitura de SL

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Quem o grupo Sarney terá como candidato à Prefeitura de São Luís?

Fábio Câmara
Rose Sales
Andrea Murad
Uma pergunta que não quer calar: quem será o candidato do grupo Sarney na disputa pela Prefeitura de São Luís? Atualmente existem três nomes no tabuleiro de xadrez: os vereadores Fábio Câmara (PMDB), Rose Sales (PV) e a deputada estadual Andrea Murad (PMDB).

Cada um está procurando se viabilizar dá melhor  maneira possível, com discursos entusiasmados e cheios de retóricas.

A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) defende o nome de Fábio Câmara, o deputado federal Sarney Filho (PV) aposta fichas em Rose Sales e o ex-senador José Sarney avalia como positiva a candidatura de Andrea Murad.

Prefeito taradão de Santa Inês é preso por estupro

O prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves (PSB/foto), ficará hospedado numa das celas do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. É que o médico e gestor municipal, de 61 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira, 29, suspeito de estupro de uma menor de 17 anos, no município de Santa Inês, a 250 km de São Luís. 

Ribamar Alves foi trazido de Santa Inês de helicóptero da Polícia para ser ouvido na sede da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA). O advogado Ronaldo Ribeiro, que defende Ribamar Alves, confirmou que o prefeito manteve relações sexuais com uma mulher e que esta seria de maior. "Foi tudo consensual", afirmou.

Vale lembrar que no dia 19 de dezembro de 2013, Ribamar Alves teria cometido assédio sexual contra a juíza de Santa Inês, Larissa Tupinambá. O caso, confirmado pela Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA), ocorreu quando o prefeito teria buscado a juíza para tratar de assuntos municipais.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Às vésperas das eleições prefeitos querem retomar discussão sobre metropolização na Ilha de São Luís

Prefeitos Gil Cutrim e Edivaldo Holanda Júnior
Parece meio estranho, mas não é que os prefeitos de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), e de São José de Ribamar, Gil Cutrim (PDT), estão prometendo retomar o debate sobre a metropolização na Grande Ilha?

A ideia é trabalhar conjuntamente em ações de obras e serviços nas áreas limítrofes aos dois municípios. O pano de fundo seria a atual crise financeira que pesa cada vez mais sobre os ombros dos gestores municipais de todo país.

De acordo com a Secretaria do Tesouro Nacional, os municípios maranhenses fechara o ano de 2015 com um déficit de mais de R$ 195 milhões, que deveriam ter sido repassados pelo governo federal.

Para o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, a iniciativa é salutar. "É importante a união de forças para encontrarmos mecanismos que nos permitam trabalhar e parceria e driblar a crise", frisou.      

Fábio Câmara será aclamado presidente do PMDB em São Luís


O líder da oposição na Câmara de São Luís, vereador Fábio Câmara (PMDB), será aclamado nesta quinta-feira, 28, presidente do PMDB na capital maranhense. 

"A nossa pré-candidatura a prefeito da cidade está mantida e, como já dissemos antes, é pra valer. Vamos fazer o debate interno até as convenções e tentar convencer os nossos correligionários de que essa é a candidatura que vai levar o PMDB à vitória e a nossa cidade a  novo momento", declarou.

Também será aclamado vice-presidente do diretório municipal, o superintendente regional da Funasa, André Campos, que ainda vislumbra a possibilidade de ser indicado pelo partido para sair candidato a prefeito de São Luís.

"Temos até as convenções para debater esse tema de candidatura. Não há nada definido e todas as opções serão avaliadas", disse André Campos.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Te cuida Edivaldo!


Nada mais inusitado e mirabolante do que a ideia, que tentam passar à população, de que o governador Flávio Dino ficará distante da corrida eleitoral eleitoral em São Luís, nas eleições de outubro deste ano. 

No entanto, o secretário de estado de Assuntos Políticos e de Comunicação, Márcio Jerry, tem dado declarações à imprensa de que o PCdoB, que tem como líder o próprio governador do Maranhão, manterá "coerência" e apoiará a candidatura à reeleição do prefeito da capital, Edivaldo Holanda Junior (PDT).

“O PCdoB ajudou a eleger o prefeito Edivaldo Holanda Junior, foi uma peça fundamental para elegê-lo. O PCdoB integra o governo Edivaldo Holanda Junior e, nada mais lógico, que o PCdoB apoiar a reeleição dele”, disse Jerry.
Alguém consegue entender esse samba do crioulo doido!

Weverton Rocha ameaça senador do PDT


Nem bem esquentou a cadeira de "líder" do PDT na Câmara Federal, o deputado maranhense Weverton Rocha, já vem mostrando suas garras. A vítima foi o senador Cristovam Buarque que ameaçou deixar a sigla.

O caso foi divulgado pela coluna Panorama Político, do jornal O Globo com o seguinte teor:

"Questionado sobre a ameaça do senador Cristovam Buarque de sair do PDT, o líder da sigla na Câmara, Weverton Rocha, reage: Mas ele entrou?"

O deputado ainda justifica sua indagação: "(Cristovam) nunca segue as posições do partido. Até hoje, só usou o PDT para se eleger".

Como se vê o garoto está com a corda toda e com o aval do presidente nacional do PDT, o ex-ministro do Trabalho, Carlos Lupi.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Lidiane ostentação diz que não sabia de nada


Quem começa a semana sendo destaque na imprensa é nada mais, nada menos que a prefeita "ostentação" afastada de Bom Jardim, Lidiane Leite (foto). Para tentar justificar o injustificável, a ex-gestora disse, em entrevista à revista Maranhão Hoje (edição de número 34), que chegou às bancas neste fim de semana, que nunca administrou de fato o seu município, pois desde o primeiro dia um grupo, que ela não menciona quem, mas certamente liderado pelo ex-marido, Beto Rocha, que era seu secretário de Governo, tomou conta da prefeitura, enquanto ela não participava de nada, apenas se divertia. 

Não se sabe ao certo só por que  agora a prefeita afastada resolveu sair do casulo e meter a boca no trombone. Suspeita-se que ela queira tirar o peso das costas que lhe foi conferido, mediante as denúncias de malversação de verbas públicas que levaram sua prisão pela Polícia Federal determinada pela Justiça Federal.

Lidiane Leite declarou em entrevista que não saberia mencionar as principais obras de sua gestão, se é que houve isso. Ela preferiu afirmar que não saberia informar, porque não participou de nada. Deixando claro que ela não mandava em nada, mas administrava muito bem o valor desviado em ostentações publicadas com ênfase nas redes sociais, com direito a "beijinho no ombro".

A revista Maranhão Hoje deixa explícito que a prefeita afastada Lidiane é um claro exemplo das falhas na legislação eleitoral brasileira. Apesar de filiada ao Partido Progressista (PP), não tinha nenhuma militância partidária, e sua candidatura foi definida, em 2012, menos de 48 horas antes do início da votação, não havendo tempo nem mesmo de colocar sua foto na urna eletrônica. 

Os eleitores de Bom Jardim, portanto, nem sabiam que estavam elegendo, pois não havia feito comício, não havia cartazes ou santinhos com sua imagem e a foto que aparecia para os eleitores era a de Beto Rocha, que deixou de concorrer porque estava enquadrado na Lei da Ficha Limpa.

Em pelo menos dois anos e meio, como prefeita, Lidiane conseguiu anular três vezes, na Justiça do Maranhão, seu afastamento da prefeitura. Em abril de 2014 foi afastada por 30 dias, por improbidade administrativa, e retornou em 72 horas; em dezembro do mesmo ano, o prazo aumentou para 180 dias, mas teve liminar suspensa pelo Tribunal de Justiça em 48 horas; e em maio de 2015 foi cassada e retornou ao cargo em 72 horas.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Ricardo Murad volta a desqualificar governo Dino


O ex-secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad (PMDB), usou as redes sociais para fazer nova crítica ao governo Flávio Dino (PCdoB) com a tentativa de deixar de investir nos hospitais de 20 leitos criados na gestão da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).   

Veja abaixo o que disse o ex-gestor:

ESSE É O FLÁVIO DINO...
Tem R$ 200 mil para carnaval dos deputados do governo e não tem R$ 100 mil para os hospitais de pronto atendimento dos pequenos municípios que atendem milhões de maranhenses. 

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Márcio Jerry destila veneno contra Ricardo Murad

Secretário Márcio Jerry volta a bater em Ricardo Murad
Em meio à onda de críticas feitas pelo ex-secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad (PMDB), ao suposto desmonte provocado no setor pelo governo Flávio Dino (PCdoB), o secretário de estado de Assuntos Políticos e de Comunicação, Márcio Jerry, voltou as baterias anti aéreas contra o ex-gestor governamental. 

Em sua página no Twitter, Jerry dispara petardos contra Ricardo Murad:

"Não ligo para pestilências verbais de um degenerado acusado pela PF e MPF de chefiar organização criminosa que desviou dinheiro da saúde".

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Rose Sales diz que prefeitura vive estado de anarquia na educação

Vereadora Rose Sales reunida com o secretário municipal de Governo, Lula Filho 
A vereadora Rose Sales (PV), pré-candidata à Prefeitura de São Luís, voltou a bater pesado contra o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). A nobre parlamentar disse em sua página no facebook que vai continuar cobrando mais diálogo do gestor municipal para o pagamento de educadores, dos trabalhadores e da merenda escolar das crianças das creches e escolas comunitárias.

"...a Prefeitura não paga, mesmo recebendo mensalmente as verbas federais do FUNDEB, PNAE e PNAC. Sem contar com os recursos do Prog. BRASIL CARINHOSO, que a Prefeitura não repassou os pagamentos dos anos de 2012, 2013, 2014 e 2015, de igual modo recebendo do MEC. UMA VERGONHA! 
É DE REVOLTAR A FALTA DE COMANDO E DE COMPROMISSO DO PREFEITO DE DEIXAR NESSA SITUAÇÃO DEPLORÁVEL AQUELES E AQUELAS QUE DÃO O MELHOR DE SI EM FAVOR DA EDUCAÇÃO DE NOSSAS CRIANÇAS!!
CONSEGUIMOS A LIBERAÇÃO DE PARTE DO PAGAMENTO, MAS ISSO NÃO RESOLVE. HOJE NOVAMENTE UM CENÁRIO DE LIDERANÇAS PASSANDO MAL, DESESPERADAS, SEM SABER COMO INICIAREM O ANO LETIVO. EXIGIMOS PAGAMENTO TOTAL JÁ!"

Vereador denuncia empresa por crime ambiental na zona rural de São Luís


O líder da oposição na Câmara de São Luís, Fábio Câmara (PMDB), está denunciando a empresa WPR São Luís Gestão de Portos e Terminais LTDA por utilização indevida de uma área na comunidade do Cajueiro, situado na zona rural da capital maranhense.

A denúncia foi feita pelo parlamentar por meio das redes sociais: 

"Falando na WPR São Luís Gestão de Portos e Terminais LTDA, empresa que vai administrar o quarto Terminal de Uso Privado (TUP) na capital maranhense..., os moradores do Cajueiro, situado na região da Vila Maranhão, zona rural da cidade, reclamam que a detentora do empreendimento tem impedido o uso da terra e de recursos naturais naquela comunidade. Segundo eles, o local promove turismo rural há décadas, mas agora a área foi desapropriada para que a WPR possa trabalhar na instalação do terminal portuário. Os populares afirmam que o prejuízo ambiental e turístico será enorme. A Defensoria Pública do Estado (DPE), através do Núcleo de Moradia e Defesa Fundiária, aguarda ainda a apreciação do pedido de suspensão do processo de licenciamento ambiental do empreendimento, em razão dos desapossamentos forçados efetivados pela empresa e que violariam decisão proferida pela Justiça Federal visando a preservação da comunidade, que integra a área do projeto da Reserva Extrativista Tauá-Mirim".

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

A rotatividade de Felipe Camarão no governo Dino

Secretário de Estado de Governo, Felipe Camarão
A tão propalada mini reforma anunciada ontem,18, pelo governo Flávio Dino (PCdoB), não gerou muita surpresa como alguns esperavam. A dança das cadeiras e fusões de secretarias só mostrou a intensa volatidade e rotatividade do secretário Felipe Camarão, em pouco mais de um ano de gestão estadual.

Camarão, desde a posse do governador comunista, no dia 1° de janeiro de 2015, já assumiu a Procuradoria do Estado, depois a Secretaria de Estado de Administração, e em seguida, foi guinchado à Secretaria de Estado da Cultura e agora, assume o comando da Secretaria de Governo, pasta que terá a missão de interlocução com as demais secretarias.

Como se pode observar, o secretário Felipe Camarão tem sido tratado no governo Dino como "pau para toda obra". Vale ressaltar que o mesmo tem demonstrado competência no trato com a coisa pública, desde que assumiu a direção do Procon no Maranhão, ainda na gestão da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).

Ao que tudo indica, o secretário Felipe Camarão vem contrariando a máxima popular de que "camarão que dorme a onda leva".

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Por que a gestão de Edivaldo não avança na Educação?

Secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho
É simplesmente impressionante! A administração do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), não consegue avançar na área da Educação. Isso sem falar que a pasta, na atual gestão, sempre esteve loteada por integrantes do PCdoB, partido ao qual pertence o aliado governador do Maranhão, Flávio Dino.

Primeiro, assumiu a pasta o tecnocrata comunista, Alan Kardec, que se embananou todo com o cargo e tirou para fora, sem dizer ao certo para que veio. Logo depois assumiu o comando o ex-suplente de vereador pelo PCdoB e professor Geraldo Castro Sobrinho, que até agora também não conseguiu mudar nada, enfrentou longas greves de professores e vem sendo criticado duramente por sua postura inoperante.

Atualmente, escolas da rede municipal estão sem aula, por falta de segurança ou porque a administração não pagou a conta de energia elétrica, como é o caso mais recente da escola Uruati, que fica localizada na entrada do bairro de Itapera, na Zona Rural de São Luís.

O pior é que o prefeito fica acuado, sem dizer nada para não ferir de morte um acordo tácito com o PCdoB e não desagradar os comunas de plantão.

Enquanto isso, alunos estão fora da sala de aula e sem qualquer previsão de futuro. Essa é a gestão dos comunistas na educação da capital maranhense. 

Fábio Câmara alerta para aumento da passagem em São Luís


O líder da oposição na Câmara Municipal, vereador Fábio Câmara (PMDB/foto), tem utilizado as redes sociais para alertar a população para um quase certo aumento na tarifa de ônibus em São Luís. Sob o título "TARIFA SALGADA", o nobre parlamentar chama a atenção dos usuários de transporte público para um efeito cascata que vem ocorrendo nas demais cidades do país.

"Depois de Boa Vista, Aracaju, Belo Horizonte, Salvador, João Pessoa, Rio Branco, São Paulo, Rio de Janeiro e Teresina, chegou à vez de São Luís sofrer com o “efeito cascata” provocado pelo aumento nas tarifas do transporte coletivo que foram reajustadas nas nove capitais do País. Num efeito cascata, um reajuste de preço de um produto ou serviço é normalmente consequência de outro aumento, assim como também impacta na elevação de custos para outros segmentos. Com a passagem de ônibus não é diferente. Depois do aumento do salário mínimo e os constantes reajustes nos combustíveis, o da passagem de ônibus já era previsível. Diante da necessidade de encontrar meios para garantir recurso em caixa, os patrões da capital maranhense já estudam uma adequação do preço das tarifas para pagar a conta que vai acabar no bolso dos usuários de transporte que podem começar 2016 com os preços das passagens bem mais salgados. Por enquanto, o cabo-de-guerra entre os empresários do setor e a Prefeitura de São Luís está apenas nos bastidores."

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Secretária pode ir para o PDT ou PCdoB

Prefeito Edivaldo Holanda Jr e a secretária Helena Duailibe
Já existe uma forte sinalização de que a secretária municipal de Saúde, a médica Helena Duailibe, deve deixar o PMDB e se filiar no PDT ou PCdoB. Tudo dependerá de futuras conversações com o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

Pelo andar da carruagem a secretária de Saúde não irá concorrer à reeleição de vereadora na Câmara Municipal nas eleições de outubro, mas deve ser mantida no cargo, caso o prefeito consiga se reeleger para mais quatro anos de mandato.

Apesar disso, quem disputará uma cadeira na Câmara de São Luís será o seu esposo, ex-deputado estadual Afonso Manoel pelo PMDB. 

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Ministro da Saúde visita obras da maternidade municipal da Cidade operária


O ministro da Saúde, Marcelo Castro, visitou na sexta-feira passada, 8, as obras da primeira maternidade municipal de São Luís, que está sendo construída no bairro Cidade Operária. As obras iniciaram em junho de 2014. O terreno possui 14 mil m² de área, e terá 120 leitos, destes, 100 leitos de internação e 20 de UTIs – 10 neonatais e 10 infantis. A obra está orçada em 25 milhões de reais, dos quais, 24 milhões são recursos da União, e um milhão do Governo Municipal. 

O ministro foi acompanhado pelo senador, Roberto Rocha (PSB), o deputado federal, Alberto Filho (PMDB), o secretário estadual de Saúde, Marcos Pacheco e o vereador Roberto Rocha Júnior (PSB), que tem sido o maior defensor do projeto na Câmara Municipal. Foi ele quem ajudou a autorizar a área onde a maternidade está sendo construída. Agora, ele está lutando, juntamente com o Executivo Municipal, para viabilizar o prosseguimento das obras da maternidade.

Devido à articulação do parlamentar, o Ministério da Saúde liberou no mês de dezembro, a ordem de empenho valor de 2.644.000,00 (dois milhões, seiscentos e quarenta e quatro mil reais), para a construção da maternidade, que já estava com as obras paradas por falta de recursos financeiros. 

Roberto Júnior ressaltou que já havia conversado anteriormente com o ministro, para tratar sobre a liberação de recursos para a construção da maternidade da Cidade Operária, bem como de outros projetos que visam beneficiar as parturientes do município. Um desses projetos solicitados pelo parlamentar ao ministro Marcelo castro, refere-se à Casa da Gestante, que será uma unidade vinculada à maternidade, construída dentro do mesmo terreno, e que será destinada ao acolhimento e acompanhamento das mulheres gestantes que necessitam de cuidados especiais antes e depois de darem à luz.

“Em conversa com o ministro, eu expliquei sobre a importância de garantirmos a celeridade na construção da maternidade, e outros projetos agregados a ela, como a Casa da Gestante, que irá garantir a todas as mulheres receberem uma assistência diferenciada, bem como todos os cuidados necessários durante o período de gestação” disse Roberto Júnior.

“Eu fiquei muito entusiasmado com o projeto da maternidade, pois é uma proposta inovadora e será uma referência para o estado e para município. Enquanto deputado, eu tive a oportunidade de ajudar o Maranhão, e, como ministro, terei como uma de minhas prioridades para o estado, ajudar na efetivação desse projeto, que irá garantir às parturientes, um modelo de parto humanizado e com a dignidade que elas merecem”, destacou o ministro, Marcelo Castro.

sábado, 9 de janeiro de 2016

Edivaldo culpa herança maldita de Castelo

Prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior
O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), disse que não dá para falar dos momentos iniciais difíceis de sua administração, sem lembrar da herança maldita deixada pela gestão anterior, do ex-prefeito João Castelo (PSDB). Na oportunidade, ele garantiu que a atual gestão tem avançado muito depois de sanar os problemas críticos herdados de seu antecessor.

"Não podemos avaliar a gestão sem voltar os olhos para o passado e recordar o caos deixado pela administração anterior. Encontramos uma prefeitura arrasada, em condições extremamente difíceis e com uma dívida de R$ 1 bilhão, que tivemos que administrar. E foi nesse cenário que assumimos a gestão. Organizamos a casa, realizamos um minucioso e responsável planejamento das ações para, a partir daí, realizamos o que prometemos para a população. E assim está sendo feito", disse Edivaldo.

O prefeito destacou que em 2015 as ações mais relevantes foram nas áreas da Saúde, Infraestrutura, Segurança Alimentar, Assistência Social, Educação, entre outras, executadas em favor da cidade e das pessoas. 

Entre as ações, ele apontou a construção do novo Hospital da Criança, que vai ter agora quatro andares e ofertar mais 91 leitos, sendo 11 de UTI, além de serviços médicos nunca antes oferecidos na unidade.

Além disso, Edivaldo considerou a parceria celebrada entre a Prefeitura de São Luís e o governo do Estado como um dos pontos altos da gestão e fator crucial para o desenvolvimento de ações conjuntas em favor da capital maranhense. "Alguns projetos já estão em execução e outros estão em planejamento para serem realizados nos próximos meses", adiantou.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

João Alberto pega em fio pelado

Senador João Alberto de Sousa pode ser afastado da presidência da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar
Quem diria que o nobre "Carcará" pegaria em fio pelado. É que o senador João Alberto de Sousa (PMDB), que preside a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar do Senado pode ser afastado da função após críticas do colega de parlamento, o senador Randolfe Rodrigues (Rede/AP).

Na última segunda-feira (4), o senador amapaense usou as redes sociais para criticar e pedir o imediato afastamento do senador maranhense da Comissão de Ética. As declarações de insurgência de Randolfe Rodrigues ocorreu no mesmo dia em que o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF) determino o arquivamento da investigação contra ele, após o doleiro Alberto Youssef afirmar que não conhece o parlamentar.

As críticas do senador Randolfe Rodrigues fora externadas pelo Twitter. "É necessário que o Conselho de Ética do Senado funcione de fato. Para que isso ocorra, é necessário o afastamento do senhor João Alberto da presidência", declarou.

O senador João Alberto retrucou. "Ao ler o que ele escreveu na rede social, ele insinua que eu teria alga influência nua denúncia contra ele no processo da Operação Lava Jato da Polícia Federal", frisou.

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Eliziane Gama quer continuar na vitrine da mídia

Deputada federal Eliziane Gama na época em que criticava o ex-prefeito João Castelo
Depois de ficar no ostracismo midiático e na incerteza se deve ou não disputar a Prefeitura de São Luís, em outubro deste ano, a deputada federal Eliziane Gama (Rede), tenta criar factóide para desmoralizar e desestabilizar o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), sem sucesso, chegando a pagar mico nas redes sociais.

Eliziane que ainda não sabe se vai ou não concorrer ao Palácio La Ravardière, sede do governo municipal, tentou- sem sucesso- usar as redes sociais para criticar a desgastada Companhia de Saneamento Ambiental (Caema) para atingir a imagem do prefeito Edivaldo, tendo depois percebido que a história era outra.

O problema é que Eliziane, mesmo estando bem nas pesquisas de intenções de voto, prefere aguardar uma sinalização do governador Flávio Dino (PCdoB) para botar ou não o bloco na rua. Só que o comunista apoia a reeleição do prefeito Edivaldo e não abre mão disso.

Com isso, a nobre deputada agora aguarda uma sinalização do seu partido, o Rede Sustentabilidade para entrar na seara eleitoral de cabeça. Enquanto isso, ela vai criando factóides para não ficar de fora da mídia e das redes sociais.

Então tá!

Roseana Sarney e Fábio Câmara podem ser candidatos à Prefeitura de São Luís

Ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney, ao lado do vereador Fábio Câmara e o ex-ministro Eliseu Padilha
Tudo indica que o jogo sucessório à Prefeitura de São Luís pode ganhar contornos diferenciados este ano. Já circulam correntes positivistas no PMDB que defendem o nome da ex-governadora Roseana Sarney para a disputa majoritária, tendo como candidato a vice o vereador Fábio Câmara.

Para a política nada é impossível e há quem aposte numa eventual chapa pura majoritária no PMDB, já que a ex-governadora sempre foi e tem sido defensora de que o partido precisa se manter unido e na oposição, tanto ao governador Flávio Dino (PCdoB) quanto ao prefeito da capital maranhense, Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

Pelas conversas de bastidores, o nome da ex-governadora Roseana Sarney sempre é bem lembrado nas pesquisas de intenções de votos para concorrer ao pleito de 2016 na capital. O nome do vereador Fábio Câmara também aparece forte como liderança de oposição.

Se depender do PMDB, a chapa teria grandes chances de vitória em outubro e transformaria a eleição numa disputa nunca antes vista em São Luís.

Vale aguardar desdobramentos!

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Mudanças à vista na Prefeitura de São Luís

Prefeito Edivaldo Holanda Júnior
O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), deverá promover, até o início de abril, algumas alterações na estrutura da administração municipal. Isso porque alguns secretários pretendem se aventurar em candidaturas a vereador da capital maranhense, nas eleições de outubro deste ano.

Os setores que podem ter trocas de comando são: na Secretaria de Educação, cujo titular Geraldo Castro Sobrinho pode concorrer a uma vaga na Câmara de São Luís pelo PCdoB; na Secretaria de Comunicação, o jornalista Batista Matos também deve pleitear um mandato de vereador pelo PCdoB; na Secretaria de Trânsito e Transporte, Canindé Barros pode também concorrer a uma vaga no Legislativo Municipal pelo PDT e na Secretaria de Cultura, o petista Marlon Botão vive a expectativa de sair candidato a vereador.

Apesar disso, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior ainda prefere não falar sobre o assunto, mas garante que não poderá impedir eventuais candidaturas se forem confirmadas oficialmente.

Com possíveis mudanças no comando de determinadas pastas, já tem gente se mobilizando para assumir os cargos que ficarem vagos.