Rádio Web Conexão

terça-feira, 31 de agosto de 2021

Carta marcada: Assembleia do Maranhão aprova indicação de Marcelo Tavares para conselheiro do TCE


O deputado estadual licenciado e atual secretário-chefe da Casa Civil do governo Flávio Dino (PSB), Marcelo Tavares, teve seu nome aprovado nesta terça-feira, 31, pela Assembleia Legislativa do Maranhão, para ocupar o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A votação no plenário da Assembleia foi aberta e nominal. A conferência dos votos coube ao presidente da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB), que após divulgar o resultado, promulgou o Decreto Legislativo 653/2021, que oficializou a indicação de Tavares para a vaga na Corte de Contas do Estado, aberta com a aposentadoria do conselheiro Nonato Lago.

Para o presidente Othelino Neto, este é um momento marcante porque toda escolha é fundamental para o Maranhão. "Tem ainda um caráter especial, pois estamos escolhendo um membro da Casa, um colega parlamentar. Terá a missão de monitorar, de forma preventiva, e aplicar, quando necessário, as sanções previstas em lei, prezando sempre pela boa aplicação dos recursos públicos no Maranhão", frisou o chefe do Legislativo estadual.

Marcelo Tavares agradeceu a todos os colegas deputados pela expressiva aprovação de seu nome. "Quero agradecer essa votação unânime. Creio que fiz uma trajetória bem representativa na política do estado e nesta Casa, que muito me orgulho de pertencer", enfatizou.

Penha também pode entrar na disputa para a presidência da Câmara de São Luís


O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), vereador Raimundo Penha (PDT), também vem tendo seu nome apontado como eventual pré-candidato à Presidência da Câmara Municipal de São Luís, em sucessão ao presidente Osmar Filho (PDT). 

Apesar da nova eleição para o comando da Mesa Diretora da Casa está prevista para abril de 2022, o clima de articulação nos bastidores políticos só tende a aumentar neste segundo semestre de 2021.

Outras indicações que já figuram na lista de candidatáveis envolvem os vereadores Dr. Gutemberg Araújo (PSC), primeiro vice-presidente do Legislativo, e o segundo vice-presidente, Paulo Victor (PCdoB).

Por ser do mesmo partido do atual presidente da Câmara e um filiado histórico do PDT, o nome do vereador Raimundo Penha passou a ganhar mais atenção para a virtual disputa do ano que vem. 

Vale lembrar que Penha é aliado de primeira hora do senador Weverton Rocha (PDT) e também do prefeito Eduardo Braide (Podemos). 

segunda-feira, 30 de agosto de 2021

Até Ciro Gomes tira uma casquinha da baixa popularidade de Bolsonaro


O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) usou as redes sociais nesta segunda-feira, 30, para mostrar que enquanto a popularidade do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anda em baixa, a dele só aumenta rumo à disputa eleitoral para a Presidência da República, em 2022.

Segundo postagem do pedetista, levantamento feito pelo instituto XP/Ipespe mostra que Ciro teria subido de 10 para 12 pontos percentuais contra o presidente Bolsonaro.

Pela pesquisa, Ciro ganharia Bolsonaria no segundo turno das eleições com 44% contra 32%.

A nova pesquisa XP/Ipespe, divulgada hoje, mostra que Ciro ampliou de 10 para 12 pontos a vantagem sobre Bolsonaro num segundo turno. Ele agora teria 44% contra 32%. E, se ganha no segundo turno, é claro que Ciro pode ultrapassar Bolsonaro já no primeiro! #CiroCresce #PesquisaXP

sábado, 28 de agosto de 2021

Roseana volta a criticar vacinação no país e afirma que desnível na imunização contra Covid se acentua no Maranhão


A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) voltou a usar as redes sociais neste sábado, 28, para criticar a desigualdade na campanha de vacinação contra a Covid-19 no Brasil. Exibindo levantamento divulgado pela Folha de S.Paulo, a ex-gestora estadual considera que há um enorme desnível entre pessoas vacinadas com a primeira e segunda dose em todo país, em especial no Maranhão.

Para a ex-governadora, a situação se mostra preocupante, por conta de novas variantes que surgem no mundo e no Brasil avança assustadoramente com a variante Delta, cujo primeiro caso foi registrado em um integrante de um navio indiano que saiu da África do Sul para o Maranhão.

Estes dados, publicados na Folha de SP de hoje, mostra que o BR apresenta uma das maiores diferenças entre pessoas vacinadas com a primeira e a segunda dose. Mostra também a relação entre os estados brasileiros. Muito preocupante.

sexta-feira, 27 de agosto de 2021

Censura ou controle? Lula quer regular meios de comunicação, caso seja eleito em 2022


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) menciona um antigo desejo, caso seja eleito para um novo mandato à Presidência da República, nas eleições gerais de 2022. O petista garante que regulará os meios de comunicação. A polêmica declaração do presidenciável foi feita, na última quinta-feira, 26, em entrevista à Rádio Metrópole, de Salvador (BA), na sua passagem pela região Nordeste.

“Ainda não decidi se sou candidato. Estou conversando com muita gente, ouvindo muito desaforo, leio muito a imprensa e têm setores da imprensa que não querem que eu volte a ser candidato porque se eu voltar, vou regular os meios de comunicação nesse país. A gente não pode ficar com a regulamentação de 1962, não é possível. Eu penso que a gente vai fazer uma coisa muito nova”, disse Lula.

Segundo o petista, o mesmo deve acontecer com a internet, mas que é preciso definir formas para a regulamentação não seja considerada um espécie de censura.

“A regulamentação dos meios de comunicação é do tempo que a gente conversava por carta, de 1962. Olha a revolução que houve. Você acha que a internet não tem que ter regulamentação? Uma regulamentação que não seja censura”, afirmou.

Sobre os limites da regulamentação da imprensa, Lula diz que não será nos padrões adotados em Cuba e na China e que não quer controlar a imprensa.

“Ninguém quer controlar. Eu não quero controlar. Eu não quero modelo de comunicação tipo Cuba, tipo China, eu quero tipo Inglaterra”, afirmou o petista.

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

PSD prepara cronograma de visitas de Edivaldo a municípios maranhenses


O presidente regional do PSD, deputado federal Edilázio Junior, tem se reunido com o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, para traçar uma agenda de visitas aos municípios e iniciar a pré-campanha do ex-gestor social-democrata ao Governo do Estado, para as eleições de 2022.

Nas redes sociais, Edilázio tem ressaltado que a cúpula do partido tem trabalhado intensamente para alinhar os próximos passos do pré-candidato governista do PSD, considerado uma terceira via ou via alternativa para o pleito vindouro.

"Alinhando os próximos passos com o nosso pré-candidato ao governo, Edivaldo Holanda Junior, para iniciarmos as nossas visitas aos municípios do Maranhão, a fim de ouvir as demandas da população", declarou o deputado e dirigente regional, que deve comandar a candidatura do ex-prefeito.

Braide já articula nos bastidores para emplacar aliado à presidência da Câmara de São Luís


Apesar de ainda jovem, mas com larga experiência tanto no parlamento federal quanto estadual, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), já se antecipa nos bastidores e vai articulando, com sua base de vereadores, aquele que deverá ter seu apoio na disputa para a presidência da Câmara Municipal da capital maranhense, prevista para abril de 2022.

Até o momento, dois nomes começam a despontar no cenário para o embate do ano ano que vem. Praticamente declarado pré-candidato ao comando da Nova Mesa Diretora do Legislativo, aparece o vereador Paulo Victor (PCdoB), que admite estar trabalhando há bastante tempo junto a seus pares, para encarar a disputa.

Paulo Victor, por ser representante de um partido alinhado ao grupo do governador Flávio Dino (PSB), passa a figurar como adversário do prefeito Braide. Portanto, deve encontrar resistência direta do Palácio La Ravardière.

Já um nome que pode vir a ser de consenso e ter a anuência do Executivo Municipal seria o do vereador Dr. Gutemberg Araújo (PSC), caso o atual 1º vice-presidente da Mesa Diretora entre na corrida sucessória do presidente Osmar Filho (PDT). Até o momento, o parlamentar cristão prefere silenciar sobre o assunto.

Também passa a ser ventilada nos bastidores a possibilidade do nome do vereador Raimundo Penha (PDT), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), entrar na disputa pela presidência da Câmara de São Luís.

Como se observa, as articulações políticas vão dando o tom do momento.

quarta-feira, 25 de agosto de 2021

As três metas para ser o candidato aos Leões com a chancela do governo Dino


Já é de domínio público as três metas que devem ser alcançadas por aqueles que desejam ser candidatos ao governo do Maranhão, em 2022, com a chancela oficial do governador Flávio Dino (PSB).

Pelo menos é o que revelou recentemente à imprensa, leia-se Jornal dos Municípios, o secretário Simplício Araújo (Indústria e Comércio), que também é candidatável à sucessão dinista no Palácio dos Leões.

Segundo Simplício, aquele que for pretendente ao cargo terá que obter três níveis de excelência: primeiro, mostrar candidatura com força popular; segundo, se comprometer a dar continuidade às conquistas do governo do estado; e, terceiro, conquistar o maior número de apoio e aliados da base dinista.

Dito isto, Simplício, que é um dos pretendentes a obter a chancela oficial dos Leões, abre o jogo publicamente, revelando peculiaridades importantes que antes estavam restritas aos porões do governo socialista-comunista. 

Vale lembrar que outros pretendentes à sucessão como o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), o senador Weverton Rocha (PDT) e o deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL) terão que ler na cartilha se quiserem ser candidatos ao governo estadual. 

Mesmo indiretamente, Lula revida e manda recado paz e amor para Ciro Gomes


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) usou nesta quarta-feira, 25, as redes sociais para mandar uma indireta nas ferozes críticas que têm sido feitas na imprensa pelo presidenciável Ciro Gomes (PDT) contra sua pessoa e demais lideranças petistas como o ex-ministro Fernando Haddad.

Para Lula, política é a arte do diálogo e não deve ser feita com ódio. 

O ex-presidente, que tem percorrido a região Nordeste e conversado com governadores e demais representantes políticos, tem dado demonstrações de que pretende ampliar, ao máximo, o leque de alianças em sua pré-campanha para retornar à Presidência da República em 2022.

Enquanto isso, Ciro Gomes tem disparado ácidas críticas verbais contra Lula, afirmando que o ex-presidente segue "abraçando bandidos conhecidos e atacado quem os enfrenta de cabeça erguida".

Lula declarou que quem faz política com ódio deve "parar de fazer política".

Se for pra fazer política com ódio, é melhor parar de fazer política. Política não comporta ódio. Perguntam se guardo rancor: minha vingança vai ser fazer mais do que fiz. Mais Educação, mais Saúde, mais emprego. Minha vingança é o povo voltar a sentir orgulho de ser brasileiro.

terça-feira, 24 de agosto de 2021

Enquanto Weverton flerta com o PT no Maranhão, o pedetista Ciro Gomes lança ataque feroz a Lula e Haddad


Enquanto o senador Weverton Rocha (PDT) faz acenos graciosos à lideranças do PT no Maranhão e ao próprio ex-presidente Lula, o ex-ministro e presidenciável Ciro Gomes (PDT) parte para o ataque feroz contra Lula e seu pupilo, o ex-ministro Fernando Haddad, pré-candidato ao Governo de São Paulo, em 2022.

"Aos puxa-sacos eu entendo, só não os respeito. Tudo que Haddad tem na vida política deve a Lula. Já eu, a ele não devo nada. Por isso, sou livre para criticá-lo. Haddad, não! Tem que ser seu bajulador eterno, sempre da turma do amém", disse o pedetista nas redes sociais.


Ciro escreveu ainda que "Haddad e Lula seguem abraçando bandidos conhecidos e atacando quem os enfrenta de cabeça erguida" e que tem como "missão livrar o Brasil de Bolsonaro e do lulopetismo corrompido".

Dr.Gutemberg entra na lista de candidatáveis para disputar a presidência da Câmara de São Luís


Além do vereador Paulo Victor (PCdoB), o nome do 1º vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís, Dr. Gutemberg Araújo (PSC), também já aparece na lista de prováveis candidatos à sucessão do vereador Osmar Filho (PDT) no comando da presidência do Legislativo da capital maranhense.

Dr. Gutemberg, que já foi secretário de Saúde, na gestão do saudoso prefeito João Castelo, é considerado pelos pares da Casa como um parlamentar experiente e que agrega nas discussões políticas da Câmara e atualmente, mantém uma relação estreita e amistosa com o prefeito Eduardo Braide (Podemos).

Até o momento, o vereador Gutemberg prefere não tecer comentários e ilações sobre o assunto, mas também não descarta não agarrar a possibilidade de conduzir a Mesa Diretora do Legislativo, caso haja consenso em torno do seu nome para suceder o presidente Osmar Filho, que ano que vem deve concorrer a uma vaga para deputado estadual.

A eleição para a presidência da Câmara de São Luís está prevista para acontecer em abril de 2022.

Foto: Paulo Caruá

Roseana Sarney usa as redes sociais para criticar baixa vacinação e aumento de queimadas no Maranhão


A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) começou a usar as redes sociais, com mais frequência, para criticar pontos polêmicos como a baixa campanha de vacinação contra a Covid-19 no Maranhão e o aumento dos registros de queimadas no estado.

Roseana alertou que o Maranhão ainda "não conseguiu vacinar nem 20% de sua população contra a Covid. É muito pouco e muito preocupante", disse a ex-mandatária nas redes sociais.

Em nova publicação, Roseana destacou que o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) mostrou que o Brasil está pegando fogo e que o Maranhão perde apenas para o Pará, Amazonas, Mato Grosso e Rondônia.

Pelo visto, a ex-governadora voltou à seara política para 2022.


O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais levantou o número de focos de incêndio no mês de agosto e mostra que o BR está “pegando fogo”. Nesse quesito, o MA perde apenas para PA, AM, MT e RO. (O Globo, hoje)

O MA não conseguiu vacinar nem 20% de sua população contra Covid. É muito pouco e muito preocupante.

segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Governadores antecipam Fórum para evitar mais desgastes políticos e mediar crise entre Planalto e STF


O Fórum Nacional de Governadores adiantou para esta segunda-feira, 23, a reunião para discutir maneiras de acalmar os ânimos entre o Palácio do Planalto e a cúpula de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Se a relação entre Executivo e a mais alta Corte do país estava estremecida, piorou ainda mais na sexta-feira passada, 20, após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pedir o impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, que incluiu o chefe do Planalto na investigação do inquérito das fake news.

Com a antecipação do Fórum, os governadores, não alinhados ao presidente Bolsonaro, querem evitar maiores desgastes políticos para o país.

Para o governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), existe nesse momento preocupação geral com agressões e conflitos em série, que prejudicam a economia e afastam o país da agenda real como investimentos, empregos e vacinas. "A democracia deve prevalecer e as polícias não serão usadas para golpe", disse nas redes sociais.

Segundo o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), o Fórum já estava organizado para tratar de temas como a reforma tributária e o projeto dos governadores pelo clima. No entanto, o governador piauiense ressaltou que a reunião foi antecipada, mediante a crise entre os Poderes da República, que afeta os investimentos e piora a situação nacional.

Brandão, Weverton e Lahésio podem enfrentar problemas com a justiça eleitoral

Paulo Victor garante que viabilizará candidatura para disputar presidência da Câmara Municipal de São Luís


O líder do PCdoB na Câmara Municipal de São Luís, vereador Paulo Victor, já se prepara para entrar numa eventual disputa para a presidência da Casa, em sucessão ao atual dirigente do Legislativo, Osmar Filho (PDT). A eleição está prevista para abril de 2022.

Paulo Victor, que é de um partido de oposição ao prefeito Eduadro Braide (Podemos), afirma que vem construindo um diálogo permanente com os demais pares da Câmara desde a legislatura passada. Para o parlamentar, para que a colheita seja boa, é preciso que o plantio seja feito no tempo certo.

"Esse é um cenário idealizado por mim e outros colegas que comungam da mesma proposta e a gente vem trabalhando em torno desse objetivo", enfatiza o vereador comunista.

Segundo Paulo Victor, sua principal base de sustentação para chegar a disputar a presidência da Câmara Municipal será manter o bom relacionamento com todos.

"Acredito que essa seja a ideia principal do nosso projeto, para que a nossa governabilidade seja bem pactuada entre os demais colegas da Casa", destaca o vereador do PCdoB.

domingo, 22 de agosto de 2021

Bolsonaro atira em Moraes, mas acerta Mendonça, que pode ficar fora do STF


Por Edson Sardinha/Congresso em Foco

Brasília- O pedido de impeachment apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), complicou a aprovação da indicação do advogado-geral da União, André Mendonça, para a mais alta corte do país. A avaliação, entre senadores ouvidos pelo Congresso em Foco, é que a situação de Mendonça, que já era ruim, agora ficou ainda mais delicada.

Um grupo de parlamentares, inclusive, defende nos bastidores que o procurador-geral da República, Augusto Aras, que será sabatinado para a recondução ao cargo na próxima semana, seja o indicado para o Supremo. "Querem um perfil garantista, que alivie nos processos contra os senadores", disse ao Congresso em Foco um parlamentar.

Segundo esse congressista, que pediu para não ter a identidade revelada, a nomeação de Aras para o Supremo tem simpatia de alguns senadores do MDB e do PT.

Um dos principais aliados de André Mendonça no Senado, o senador Wellington Fagundes (PL-MT) disse ao Congresso em Foco que o pedido de impeachment "atrapalha um pouco" a indicação do advogado-geral da União para o Supremo.

O senador viajou nessa sexta com Bolsonaro no avião presidencial de Brasília a Cuiabá, onde o presidente teve compromissos oficiais. "Na viagem conversei com o presidente. Ele foi muito firme na reafirmação de que o seu nome para o Supremo é o André Mendonça. Também foi muito firme que Augusto Aras é o seu nome para a recondução na PGR. O presidente não titubeou. Foi firme e pediu meu apoio e empenho para aprovar o nome do André", relatou o senador do PL de Mato Grosso.

Um dos principais obstáculos à indicação de André Mendonça é o ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP), que hoje comanda a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), colegiado responsável pela sabatina e por recomendar ao plenário a nomeação do novo ministro do Supremo.

Wellington admite que há resistência por parte de Alcolumbre. "O pedido de impeachment acaba atrapalhando um pouco, mas acho que não é impeditivo. Neste momento, votar é papel do Congresso. Em princípio, a nomeação dele depende de o Davi Alcolumbre pautar na CCJ. Ele tem colocado resistência, mas acho que o André Mendonça tem apoio suficiente para passar no plenário", afirma Wellington.

Leia a reportagem na íntegra no link abaixo:

Bolsonaro atira em Moraes, mas acerta Mendonça, que pode ficar fora do STF

sábado, 21 de agosto de 2021

O recado plural de Lula em sua passagem pelo Maranhão para 2022


As avaliações sobre a passagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Nordeste, em especial pelo Maranhão, confirmam a ampla frente político-partidária que o petista pretende reunir, num só palanque eleitoral para as eleições gerais de 2022, mesmo sob as constates ameaças de golpe à democracia pelo presidente Jair Bolsonaro e de não haver a realização do pleito.

Desde que desembarcou em terras gonçalvinas, na noite da última quarta-feira, 18, o ex-presidente Lula cumpriu extensa agenda, tendo se reunido com lideranças diversas do PSB, PSDB, PDT, MDB e até PSOL.

Sua recepção calorosa em São Luís, capital do estado, não podia ser diferente, pois um dos principais aliados da atual esquerda é o governador Flávio Dino do PSB, partido que tem sido cortejado a formalizar aliança, com espaço até para composição de chapa a vice-presidente. No entanto, Dino garante que sairá candidato ao Senado da República, no ano que vem.

Na esteira de apertar as mãos do governador socialista, Lula também cumprimentou com reverências o antagonismo liberal, ideológico e partidário do PSDB do vice-governador Carlos Brandão, pretenso candidato à sucessão de Dino para comandar o Palácio dos Leões e dar prosseguimento ao espólio político dinista.

Sem se intimidar com disputas internas palacianas, Lula estendeu a mão e fez elogios ao jovem senador Weverton Rocha (PDT), que trava um fogo-amigo contra o tucano Brandão na corrida sucessória aos Leões. O petista deixou nas entrelinhas que pretende ter o senador em seu palanque para 2022, mesmo que o PDT venha ter Ciro Gomes como presidenciável.


Sarney e o MDB- Em sua passagem de três dias pelo Maranhão, Lula não poderia deixar a Ilha do Amor sem cumprimentar o velho amigo e também ex-presidente José Sarney e sua filha, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB), além do ex-ministro Edison Lobão e o ex-senador João Alberto Souza. Não resta dúvida que nessa nova jornada, o apoio do MDB é essencial para estabelecer uma forte candidatura plural.

Antes de deixar o estado e voar para o Ceará, Lula ainda teve tempo para conversar com representantes do PSOL, partido da ultra-esquerda que pode apoiar uma candidatura do ex-presidente, pela primeira vez, desde que a legenda surgiu em 2004, numa dissidência do próprio PT.

Como se pode observar o recado de Lula é abrir caminhos de diversas matizes para enfrentar os arroubos dos atos antidemocráticos no Brasil.

sexta-feira, 20 de agosto de 2021

Deputado do grupo Sarney defende colega bolsonarista investigado por atos antidemocráticos ao STF


O ex-secretário de Segurança Pública do Maranhão do governo Roseana Sarney (MDB) e atual deputado federal Aluísio Mendes (PSC) manifestou nesta sexta-feira, 20, nas redes sociais, solidariedade ao companheiro de bancada Otoni de Paula (PSC-RJ), que vem sendo investigado por atos antidemocráticos contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Aluísio Mendes disse defender o direito à livre manifestação de pensamento e de expressão de deputados e senadores, conforme estabelece a Constituição.

Porém, o ministro Alexandre de Moraes defende que os investigados praticaram atos abusivos contra a Democracia, o Estado de Direito e suas Instituições, usando prerrogativas falaciosas em nome da liberdade de expressão para atacar a mais alta corte do país, o STF, guardião da Carta Magna do país.

Para o deputado Aluísio Mendes, nada justifica os mandados de busca e apreensão no gabinete do colega de bancada.

Independente das razões que resultaram nos mandados de busca na casa e no gabinete do dep. (PSC - RJ), manifesto apoio e solidariedade ao companheiro de bancada. Defendo o direito de livre manifestação de deputados e senadores, como determina a nossa Constituição

"Investigados queriam abusar de direitos contra a democracia", diz Moraes


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, disse que sua decisão por instaurar inquérito contra bolsonaristas que tentam contra a democracia, entre eles o cantor Sérgio Reis e o deputado-federal Otoni de Paula (PSC-RJ), foi motivada pela necessidade de colocar limites em “investigados que queriam abusar de direitos democráticos para “atentar contra a democracia”.

De acordo com reportagem do Radar, Moraes acredita que “os investigados pretendem utilizar-se abusivamente dos direitos de reunião, greve e liberdade de expressão, para atentar contra a Democracia, o Estado de Direito e suas Instituições, ignorando a exigência constitucional das reuniões serem lícitas e pacíficas; inclusive atuando com ameaça de agressões físicas”, pontuou.

Com informações do brasil 247

Presidente do PT diz que vinda de Lula ao Maranhão renova esperanças do povo brasileiro


A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, disse nesta sexta-feira, 20, nas redes sociais, que o retorno do ex-presidente Lula à região Nordeste e, em especial ao Maranhão, renova as esperanças do povo brasileiro por dias melhores para o Brasil.

Gleisi, que também é deputada federal e faz parte da comitiva do ex-presidente petista nessa nova jornada de viagens pelo país, tem destacado o afeto e o carinho que Lula tem recebido desde sua chegada ao Maranhão, na noite da última quarta-feira, 18.

Desde que desembarcou no estado, Lula já se reuniu com o governador Flávio Dino (PSB), o vice Carlos Brandão (PSDB), o senador Weverton Rocha (PDT) e demais lideranças políticas maranhenses.

A vinda de @LulaOficial  ao nordeste tem renovado as esperanças do povo e no Maranhão não foi diferente. Por onde o ex-presidente passa ele é recebido com afeto e carinho pelas pessoas. São brasileiros e brasileiras que viram a vida melhorar nos governos Lula. #LulaPeloNordeste

quinta-feira, 19 de agosto de 2021

Vereador quer ocupação de prédios ociosos da Prefeitura de São Luís para moradias de baixa renda


A Câmara Municipal de São Luís encaminhou à Prefeitura requerimento, de autoria do vereador Chico Carvalho (PSL), solicitando a utilização de imóveis ociosos para programas de assistência à população. O objetivo é ampliar o acesso à moradia para as pessoas de baixa renda.

O requerimento, que se baseia no direito previsto na Constituição Federal, de acesso à moradia, solicita informações a respeito de quais são os imóveis ociosos de propriedade, posse ou administração da gestão municipal em São Luís, indicando o endereço da localização e, nos casos em que for possível, a planta destes imóveis, para que possa ser avaliada viabilidade de aproveitar esses imóveis em programas ou projetos sociais.

Segundo Chico Carvalho, o requerimento também visa garantir espaços para Organizações Não-Governamentais (ONGS) que trabalham com pessoas com dependência química.

“Instituições que disponibilizem cursos profissionalizantes para geração de emprego e renda para pessoas carentes. Na zona rural, por exemplo, há o curso de rendeira. Algo deste tipo poderia ser disponibilizado no Centro Histórico de São Luís. Sei que alguns desses casarões estão sendo transformados em moradia, o que é bom, mas muitas instituições que trabalham em prol da sociedade, com os menos favorecidos, na maior parte das vezes, não têm espaço. Então, vejo que estes casarões ociosos podem ser usados com esta finalidade”, destacou o vereador.

Foto: Leonardo Mendonça

Rejeição a Bolsonaro explode e vai a 64%


Pesquisa PoderData realizada nesta semana (16-18.ago.2021) mostra que o governo Bolsonaro atravessa seu momento de maior reprovação. Hoje, 64% reprovam a gestão palaciana, uma alta de 6 pontos percentuais em comparação há duas semanas antes. Outros 31% aprovam o governo e 5% não sabem como responder.

No médio prazo, no entanto, a rejeição se mostra estável. A taxa fica dentro da margem de erro da pesquisa, de 2 pontos percentuais (para mais ou para menos), se comparada aos números de 21 de julho (62%) e, antes, em 8 de julho (61%). A avaliação positiva do governo segue em um patamar próximo de 1/3 do eleitorado, o que já vinha ocorrendo desde meados de março de 2021.

Em relação ao trabalho pessoal do presidente, o quadro é semelhante ao de 15 dias antes: 56% consideram Bolsonaro ruim ou péssimo, 28% o avaliam como bom ou ótimo e 13% o consideram regular. Os 3 percentuais oscilaram dentro da margem de erro do levantamento anterior para este.

A última movimentação brusca na avaliação positiva de Bolsonaro foi no levantamento de 15 a 17 de março, quando ela despencou 7 pontos em duas semanas, de 31% a 24%. Depois disso, ela vem oscilando na faixa de 26% a 30%.

O repique de rejeição na avaliação do governo vem em momento de confronto de Bolsonaro com outros Poderes –principalmente o Judiciário. O presidente trava embate direto com os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes.

Com informações do Blog da Cidadania

Gleisi Hoffmann se empolga com a gestão Flávio Dino na saúde


A presidente nacional do PT e deputada federal Gleisi Hoffman, que veio ao Maranhão acompanhando o ex-presidente Lula, exaltou nas redes sociais sua empolgação ao visitar as obras do Hospital da Ilha que estão sendo executadas pelo Governo do Estado.

Após andar pelo canteiro de obras da nova unidade de saúde de São Luís, a dirigente petista aproveitou para fazer o seguinte comentário:

Bonito ver como @FlavioDino cuida bem da saúde do Maranhão. Obras do Hospital da Ilha, que viemos conhecer, é uma das maiores do estado e atenderá urgência e emergência. Operários que trabalham aqui tomaram hj 2° dose da vacina. Maranhenses em boas mãos c/ Dino #LulaPeloNordeste

Weverton se reúne com Lula e Dino e diz que sua caravana percorrerá todo Maranhão


O senador Weverton Rocha (PDT) já mandou um recado, pelas redes sociais, ao concorrentes de plantão na disputa ao Governo do Maranhão para 2022.

Segundo o parlamentar pedetista, que no fim de semana passado lançou sua pré-candidatura à sucessão ao Palácio dos Leões, a caravana intitulada "Maranhão Mais Feliz" percorrerá todo o estado para ouvir as demandas do povo.

Na noite da última quarta-feira, 18, Weverton se reuniu com o ex-presidente Lula (PT) e o governador Flávio Dino (PSB).

Nossa caravana do Maranhão Mais Feliz vai rodar o estado. Quero ouvir todas e todos sobre as dificuldades que enfrentam e as sugestões para superá-las.
Nesta semana estaremos em São Bernardo e quero contar com sua presença lá, para juntos debatermos o Maranhão que queremos.


quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Nova pesquisa XP/Ipespe mostra Lula na liderança com 40% contra 24% de Bolsonaro


Uma nova pesquisa XP/Ipespe revela que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) continua liderando as intenções de voto para as eleições presidenciais de 2022. Lula aparece com 40%, dois pontos percentuais do que no levantamento anterior, e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aparece com 24%, dois pontos percentuais a menos da pesquisa passada.

Na terceira posição surge o ex-ministro Ciro Gomes (10%) , o ex-juiz federal Sérgio Moro (9%), Mandetta e Eduardo Leite (4%). O petista também lidera cenário alternativo, em que João Doria (5%) é testado no lugar de Leite e em que são incluídos Datena (5%) e Rodrigo Pacheco (1%) e é excluído Sérgio Moro.

Nesse cenário, Lula tem 37% e Bolsonaro, 28%. Lula também continua registrando crescimento no levantamento espontâneo, quando o nome dos candidatos não é apresentado ao entrevistado: ele passou de 25% para 28%, enquanto Bolsonaro segue estável com 22%.

Foram realizadas 1.000 entrevistas, de abrangência nacional, de 11 a 14 de agosto. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.

terça-feira, 17 de agosto de 2021

Lula chega ao Maranhão e deve definir aliança do PT ou com o PSDB de Brandão ou com o PDT de Weverton para 2022


O desembarque do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Maranhão, nesta quarta-feira, 18, está envolto em especulações, cujo presidenciável deve cumprir extensa agenda política junto à lideranças de centro, direita e esquerda, de olho nas eleições gerais de 2022.

Lula deve ser recepcionado pelo governador do estado, Flávio Dino (PSB), e ao longo do dia se encontrar com os dois principais pré-candidatos à sucessão governamental para o Palácio dos Leões.

De um lado, encontro com o antagonismo partidário do PSDB do vice-governador Carlos Brandão e de outro, o alinhamento da esquerda com o PDT do senador Weverton Rocha, que terá desdobramento governamentais futuros.

Nos bastidores políticos, a certeza é que a vinda de Lula ao Maranhão não só tratará de aspectos voltados para a disputa presidencial do ano que vem, mas possível diálogo com o governador Flávio Dino, que pode ser guinchado até à condição de vice na chapa presidencial lulista com o PSB. Dino afirma que será candidato ao Senado da República.

Antes de deixar o estado, Lula não poderia deixar de se encontrar na casa grande do Calhau com o ex-presidente José Sarney e a ex-governadora Roseana Sarney (ambos do MDB).

Enfim, o novo desembarque de Lula ao Maranhão abrirá espaço para um conglomerado de discussões políticas emergenciais.

Ministério Público aborta nova manobra política em Amarante do Maranhão

O Ministério Público do Maranhão recomendou que o prefeito de Amarante do Maranhão, Vanderly Gomes Miranda , exonere, imediatamente, nove pe...