quinta-feira, 28 de março de 2019

Câmara discute plano emergencial de enfrentamento às chuvas em São Luís


A Câmara Municipal de São Luís realizou, na tarde de quarta-feira, 27, reunião de trabalho durante a qual foram discutidas questões relacionadas ao plano emergencial criado pela Prefeitura para enfrentar os transtornos causados pelas fortes chuvas na capital maranhense.

Além dos vereadores, participaram do debate os secretários municipais Antônio Araújo (Obras e Serviços Públicos), Andréia Lauande (Assistência Social), Héryco Coqueiro (Segurança com Cidadania) e Jota Pinto (Articulação Política); além de coordenadores da Defesa Civil.

O presidente da Câmara, vereador Osmar Filho (PDT), destacou a importância do debate travado com vistas a alinhar ações desencadeadas tanto pela Prefeitura quanto pelo Poder Legislativo municipal:

“São Luís foi castigada, nestes últimos dias, por chuvas intensas, incomuns, que acabaram deixando diversas famílias desabrigadas, além de inúmeros transtornos em toda a cidade. De forma que agradecemos ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior por ter designado integrantes de sua equipe técnica para participarem deste debate aqui na Câmara Municipal”, declarou o pedetista.

Questionado pelos parlamentares, os secretários municipais fizeram uma explanação sobre os trabalhos realizados por órgãos da Prefeitura mobilizados em uma força-tarefa criada no último final de semana, quando houve ocorrência de fortes chuvas que resultaram em inundações e desmoronamentos.

quarta-feira, 27 de março de 2019

Sarney foi o único corajoso do MDB a defender Temer


Segundo o jornalista e articulista da Veja, Ricardo Noblat, o ex-presidente José Sarney foi o único corajoso do MDB a fazer uma vigorosa defesa do ex-presidente Michel Temer, preso na sexta-feira passada, 22, na Lava Jato, acusado de chefiar uma quadrilha criminosa que surrupiou cifras bilionárias dos cofres públicos no período de 40 anos.

Por meio de nota, Sarney foi enfático ao afirmar:

“O Brasil precisa de respeito à dignidade da pessoa humana, cuja honra não pode ser usada como instrumento de espetáculo para satisfazer vaidades pessoais. A violência contra o ex-presidente Michel Temer não feriu apenas a Constituição, mas também acabou com o direito à presunção de inocência.

É com alívio que recebemos a revogação dessa decisão, que chocou o mundo do direito e da política no país, algo de grande injustiça. Meu testemunho é o de que o ex-presidente Michel Temer é um homem correto, que prestou grandes serviços ao Brasil.

É com satisfação que verificamos que a justiça ainda funciona.

Do mesmo modo, manifestamos nossa revolta pelo ex-ministro Moreira Franco, também atingido por essa brutal ofensa ao Direito.”

Comunidade do Diamante sofre com galerias entumpidas e enchentes


Moradores do bairro Quinta do Diamante solicitam mais atenção por parte do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), para prevenção de enchentes de imóveis no local, que fica encravado na área do Centro Histórico da capital maranhense.

Segundo a presidente da União de Moradores da Quinta do Diamante, Conceição Albuquerque, com as fortes chuvas que têm caído em São Luís, as residências dos moradores estão sendo completamente inundadas. 

"Várias pessoas idosas que moram no bairro estão apreensivas com o alto volume de chuvas. Muita gente que mora nas partes mais baixas do bairro já perderam tudo, pois a água invadiu suas casas, por conta do entupimento de galerias. É preciso uma ação mais emergencial do secretário Antônio Araújo (titular da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos-Semosp) para evitar novos transtornos, já que o período chuvoso deve aumentar em abril", alertou a presidente Conceição Albuquerque.

segunda-feira, 25 de março de 2019

Marqueteiro lança livro sobre a derrota do grupo Sarney para Dino


O marqueteiro e cientista político Juliano Corbellini, lançou na semana passada o livro: "Lições de uma campanha eleitoral: a derrota do Grupo Sarney", em que o autor revela nos bastidores o fim da era Sarney no Maranhão com a ascensão, nas urnas, do governador Flávio Dino (PCdoB), nas eleições de 2014 e 2018.

Coberllini, que coordenou as duas campanhas eleitorais de Dino, disse não haver chance do governador maranhense se tornar um típico coronel da política do Nordeste, a exemplo do que foi o seu antecessor que comandou com mão de ferro e muita astúcia a política no Maranhão por mais de 50 anos.

"É algo completamente diferente (Dino e o modelo de um típico coronel). (...) Se você olhar a composição do governo, ele (Dino) tem, claro, alguns políticos, mas muitos ascenderam à política nesse movimento de renovação."

Livro Lições de uma campanha eleitoral da editora Tomo Editorial Foto: Divulgação
Em entrevista à Época, o marqueteiro Coberllini explica por que a família Sarney perdeu para Flávio Dino.

"Primeiro, pelo próprio desgaste do tempo. Segundo, a opinião pública maranhense começou a ganhar uma autonomia, e a elite política do Maranhão não percebeu isso. E houve também uma reflexão de estética e da linguagem da oposição, em que a gente rompeu com a visão binária, de que o Maranhão era dividido em quem era Sarney e quem era anti-Sarney. (...) Para a oposição vencer, ela teve que romper um pouco com os arquétipos da sua própria linguagem", declarou o autor do livro.

sábado, 23 de março de 2019

Roberto Rocha agora quer decolar na asas de Bolsonaro


Depois de pegar carona nas asas do governador Flávio Dino (PCdoB) e se eleger senador da República, Roberto Rocha (PSDB) agora quer pegar carona nas asas do presidente Jair Bolsonaro (PSL), no intuito de se aproximar cada vez mais das benesses do poder do Planalto.

Nas redes sociais, o senador maranhense tem manifestado palavras "mui amistosas" ao presidente, sendo a mais recente que faz menção a decisão de Bolsonaro ter assinado acordo com o presidente Donald Trump, dos Estados Unidos (EUA), para exploração e lançamento de satélites do Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão.

Veja abaixo o que disse o senador tucano, posando graciosamente ao lado do presidente.

O presidente retoma uma tradição brasileira de parcerias, alianças e prosperidade com os Estados Unidos, sendo que dessa vez, coloca o Maranhão como protagonista das grandes decisões bilaterais. E Bolsonaro disse: “Agora o Maranhão vai decolar”.

sexta-feira, 22 de março de 2019

A imediata resposta da Lava Jato


A revista ISTOÉ desta semana traz como destaque a resposta da operação Lava Jato, ao reagir às pressões do Supremo Tribunal Federal (STF). A publicação revela todo o processo de investigação que levou para a cadeia, na quinta-feira, 21, o ex-presidente Michel Temer (MDB) e o ex-ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, entre outros comparsas de um esquema bilionário.


Para o juiz Marcelo Bretas, do Rio de Janeiro, que determinou as detenções de Temer e Franco, o ex-presidente emedebista é o chefe de uma organização criminosa, que lesou os cofres públicos por quatro décadas.

quinta-feira, 21 de março de 2019

Temer lidera grupo que recebeu R$ 1,8 bilhão, diz Lava Jato

O ex-presidente Michel Temer sendo recepcionado por José Sarney e a ex-governadora Roseana Sarney
O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro afirma que o ex-presidente Michel Temer (MDB), preso no final da manhã desta quinta-feira (21), lidera uma organização criminosa que "praticou diversos crimes envolvendo variados órgãos públicos e empresas estatais, tendo sido prometido, pago ou desviado para o grupo mais de R$ 1 bilhão e 800 milhões".

Temer foi preso no final da manhã desta quinta-feira (21), no Rio de Janeiro, com base em uma investigação levada à Justiça Federal do Rio. Os fatos que ela apurava foram desmembrados do chamado inquérito dos portos, em que Temer foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) com mais cinco pessoas.

Segundo o MPF, a investigação aponta que pessoas e empresas usados como laranjas  "na rede de lavagem de ativos de Michel Temer" ainda recebem e movimentam valores ilícitos e escondem dinheiro, inclusive no exterior.

"As apurações também indicaram uma espécie de braço da organização, especializado em atos de contrainteligência, a fim de dificultar as investigações, tais como o monitoramento das investigações e dos investigadores, a combinação de versões entre os investigados e, inclusive, seus subordinados, e a produção de documentos forjados para despistar o estado atual das investigações", diz o MPF em nota.

Com informações do Congresso em Foco

Prisão de Temer gera inquietações e medo no MDB


As prisões do ex-presidente da República, Michel Temer, e do ex-ministro Moreira Franco, nesta quinta-feira, 21, casou inquietações e medo do que possa ocorrer com os desdobramentos das investigações na alta cúpula do MDB.

Temer foi preso nesta manhã por determinação do juiz Marcelo Bretas, do Rio de Janeiro, como parte de mais um desdobramento da operação Lava Jato, no combate à corrupção e lavagem de dinheiro.

Membros da alta cúpula do MDB evitam comentar o assunto.

quarta-feira, 20 de março de 2019

Vereador do DEM deve pedir o "impeachment" de Edivaldo



O líder do DEM na Câmara Municipal de São Luís, vereador Marquinhos Silva, utilizou a tribuna da Casa nesta quarta-feira, 20, para afirmar que não pensará duas vezes em pedir o impeachment do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), caso fique comprovado que ele deu pedaladas fiscais.

O assunto veio à tona depois que um projeto do Executivo deu entrada no Legislativo pedindo autorização da Câmara para garantir um empréstimo de mais de R$ 100 mil, mas que para ser aprovado pelo Banco do Brasil, o prefeito teria que começar a pagar uma dívida anterior de R$ 105 milhões com uma empresa prestadora de serviço na área da limpeza pública.

"Não exitarei em pedir o impeachment do prefeito Edivaldo", afirmou.

O líder do governo municipal na Casa, vereador Pavão Filho (PDT), diz não ter nada de absurdo que possa ser pedido o afastamento do prefeito Edivaldo.

Câmara debaterá aumento das tarifas de passagens

Por iniciativa do vereador Cézar Bombeiro (PSD), a Câmara Municipal de São Luís realizará nesta quarta-feira, 20, a partir das 14h, audiência pública, reunindo os trabalhadores e empresários do sistema de transporte coletivo da cidade, representantes do Ministério Público do Trabalho, secretário Municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, e a comunidade com o objetivo de colocar em debate a questão do preço das passagens nos ônibus.

Em relação à cobrança do empresariado, Cézar Bombeiro afirma que “é um absurdo oferecer um serviço de péssima qualidade e sempre alegando que não têm condições de manter a frota com todos os encargos, estão trabalhando no vermelho e quase falidos”.

Diante de tudo isso, Cézar Bombeiro rebate que essa argumentação não tem cabimento. “O empresário recebe o dinheiro vivo de quem utiliza transporte a cada instante, e o preço da passagem é um artigo que não é comercializado a crédito. Até para possuir um cartão de transporte, o usuário tem de pagar adiantado”, disse o vereador.

O parlamentar do PSD diz que os usuários do transporte coletivo são as mais prejudicados, principalmente quando ocorrem as paralisações.

População como refém – Uma outra observação que o vereador leva em consideração é o fato da “população ficar como refém, vivendo sempre ameaçada com o grave problema da paralisação do sistema de transporte. Isso ocorre constantemente, já que os empresários colocam em sua defesa a necessidade de aumento nos preços das passagens”.

Como está sendo esperado um debate envolvendo rodoviários, empresários e autoridades, Cézar Bombeiro considera importante a participação popular para observar de perto o que irão falar esses segmentos.

“Toda a situação mexe com o bolso do trabalhador, que sempre é a grande vítima do jogo de empurra, que como todos sabem tem como ponto final o aumento de passagens”, afirmou vereador.

terça-feira, 19 de março de 2019

"Nunca persegui ninguém", diz Astro


O ex-presidente da Câmara Municipal de São Luís, Astro de Ogum (PR), pela primeira vez usou a sessão desta terça-feira, 19, para falar sobre o caso das supostas "aposentadorias irregulares", em que seu nome aparece na lista do Legislativo.

Astro disse não saber por que estariam fazendo tanta tempestade em copo d´água. "Nunca persegui ninguém. Não sei por que isso está acontecendo", declarou.

No entendimento do parlamentar, houve um seletivo em apontar seu nome na suposta lista, já que mais de 90 pedidos de aposentadoria aparecem pelo regime próprio.

"Sou funcionário da Câmara de São Luís desde a época de Manoel Ribeiro (ex-presidente da Câmara). Não vivo de aposentadoria. Quem persegue, perseguido será. O problema é comigo. Quero dizer que não vivo nem de salário de vereador", enfatizou.

Osmar segue orientação do PDT e se coloca contra reforma da Previdência


O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho, disse ter sido acertado o posicionamento da Executiva do PDT, em Brasília, em se manifestar contra a reforma da Previdência do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), pelas inúmeras "pegadinhas" que existem no texto encaminhado ao Congresso Nacional.

Em entrevista nesta terça-feira, 19, ao programa Câmara em Destaque (Rádio Educadora AM-560Khz), Osmar declarou comungar do mesmo posicionamento da cúpula do PDT, que foi unânime em tomar essa decisão e que deve ser seguido pelos membros da sigla.

Para ele, não é apenas ser contrário à reforma da Previdência, mas é preciso garantir a manutenção de direitos trabalhistas conquistados com muita luta pela sociedade ao longos de décadas.

"Nós do PDT entendemos que é preciso melhorar aspectos como a aposentadoria rural, a idade mínima para mulheres, as regras de transição e aposentadoria dos militares", frisou.

Assim como o senador pedetista Weverton Rocha, o presidente Osmar Filho entende que o texto encaminhado não é reforma, mas o fim da Previdência.

segunda-feira, 18 de março de 2019

Astro corre risco de não sair candidato a prefeito pelo PR


Tudo indica que o ex-presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum (PR), pode ter de procurar uma nova legenda para disputar a Prefeitura da capital maranhense, em 2020, caso mantenha seu projeto político para as próximas eleições.

O parlamentar tem colocado na mídia sua intenção como eventual concorrente à sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). No entanto, a direção do PR já sonha com a indicação do nome do vereador de primeiro mandato, Aldir Junior, sobrinho do deputado federal Josemar de Maranhãozinho, presidente estadual do PR no Maranhão.

Até o momento, Astro ainda não fala sobre possível troca de sigla partidária, mas ao que tudo indica é que a mudança pode ocorrer a qualquer momento.

sábado, 16 de março de 2019

Governadores do Nordeste rejeitam pontos da reforma da Previdência, mas veem “debate necessário”


Do Congresso em Foco

Os nove governadores da região Nordeste assinaram, nessa quinta-feira (14), um documento em que afirmam que a reforma da Previdência é "um debate necessário para o Brasil", mas criticam pontos da proposta de emenda à Constituição (PEC) do governo Bolsonaro. A carta foi produzida em encontro do chefes do Executivo da região em São Luís.

O grupo atacou tópicos que já têm sido alvos de discórdia entre deputados, que devem começar a analisar a proposta na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara na semana que vem. O colegiado de governadores se disse "em defesa dos mais pobres, tais como beneficiários da Lei Orgânica da Assistência Social, aposentados rurais e por invalidez, mulheres, entre outros". 

Os governadores do Nordeste são majoritariamente de partidos de esquerda, que no Congresso são contra a PEC de Bolsonaro. Na região há quatro governadores do PT, dois do PSB, um do PCdoB, um do MDB e um do PSD.

Também foi alvo de críticas a ideia do ministro da Economia, Paulo Guedes, de desconstitucionalizar parte das regras previdenciárias do país, que passarão a ser regidas por leis. Na visão dos governadores, isso diminuirá a proteção aos beneficiários.

O grupo defende a exclusão da proposta de implantação de um regime de capitalização para a Previdência. Para os governadores nordestinos, "isso pode inclusive piorar as contas do sistema vigente, além de ser socialmente injusto com os que têm menor capacidade contributiva para fundos privado".

Outro ponto da PEC atacado pelos governadores nordestinos é a redução proposta do valor do Benefício de Prestação Continuada (BPC), pago a deficientes e a idosos em situação miserável. O benefício, segundo a ideia do governo, passará a ser pago a partir dos 60 anos – hoje começa aos 65. Mas o valor cairá de um salário mínimo (hoje de R$ 998) para R$ 400 para idosos de até 70 anos, que só receberão o salário mínimo a partir dessa idade.

Aposentadoria por invalidez

Outra alteração repudiada pelo grupo diz respeito à aposentadoria por invalidez. A equipe econômica propõe que só terá o benefício integral o trabalhador que tiver a incapacidade ligada ao exercício profissional (acidentes de trabalho ou doenças comprovadamente causadas pela atividade). Caso a invalidez não tenha relação com o trabalho, o beneficiário receberá somente 60% do valor a que teria direito, com acréscimos caso tenha contribuído por mais de 20 anos (2% a mais no valor por ano excedente).

Aposentadoria rural

Hoje o trabalhador rural se aposenta apenas por idade mínima (60 anos para homens e 55 para mulheres), cinco anos mais jovem que o trabalhador urbano que se aposenta por idade. Além disso, é preciso comprovar 15 anos de contribuição. No caso de segurados especiais – cônjuges ou filhos que trabalham na propriedade da família e não recolhem impostos –, será preciso ter 15 anos de atividade rural.

Esses segurados, no entanto, precisarão contribuir com R$ 600 por ano, valor recolhido sobre o faturamento da produção. Hoje o desconto é de 1,7% sobre o faturamento. Com a mudança proposta, tanto homens quanto mulheres do setor agrícola se aposentarão com 60 anos. Desde que tenham no mínimo 20 anos de contribuição.

sexta-feira, 15 de março de 2019

"Estamos sendo bem acolhidos pelo governador",diz Gastão Vieira


O segundo suplente de deputado federal Gastão Vieira (PROS) dá demonstrações, nas redes sociais, que está muito bem "sintonizado" com as ações do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Vale lembrar que até bem pouco tempo, Gastão era um imponente defensor do grupo Sarney na política maranhense.

Agora, basta observar sua postagem e nova postura no Twitter.


Estive agora pela manhã na posse dos secretários e Luís Fernando. O discurso do governador mostrou claramente o quanto estamos sendo acolhidos.

Osmar Filho dialoga com Movimento das Mulheres do PDT


O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), recebeu na quinta-feira,14, representantes da Ação da Mulher Trabalhista (AMT), movimento de mulheres do partido, que foram apresentar ao chefe do Legislativo Municipal a sua nova Executiva Estadual.

O grupo também foi convidá-lo para a implantação do Fórum Estadual de Organismos de Mulheres de Partidos, que terá o PDT como um de seus membros e será instalado no estado no próximo dia 28, em uma solenidade na Assembleia Legislativa do Maranhão.

“O Osmar, como presidente da Câmara de Vereadores e integrante da executiva nacional, não pode ficar de fora de um momento como este, que será histórico, não só para o partido, mas para o movimento de mulheres no Maranhão e no Brasil. Recebemos o seu apoio na busca da paridade, não só na política, como nos diversos espaços de poder”, disse Kariadine Maia, presidente do coletivo.

quinta-feira, 14 de março de 2019

Honorato aponta negligência da Prefeitura com o novo Plano Diretor


No decorrer desta semana o líder do PT na Câmara Municipal de São Luís, vereador Honorato Fernandes (PT), voltou a destacar a negligência da Prefeitura de São Luís nas discussões do Legislativo sobre a nova proposta do Plano Diretor de São Luís e denunciou a desconformidade com a legislação ambiental de duas construções.

Honorato caracterizou como negligente a postura do Poder Público Municipal, dada a ausência de representantes da Prefeitura no último painel realizado pelo vereador, que discutiu a nova proposta do Plano Diretor de São Luís, tema de extrema relevância para o desenvolvimento da capital maranhense.

“É lamentável a ausência do Poder Executivo no painel proposto pelo nosso mandato que debateu a nova proposta do Plano Diretor, matéria cujos reflexos incidem diretamente na vida da população da zona urbana e rural, das camadas mais simples às mais nobres da nossa cidade”, disse.

O parlamentar pontuou ainda críticas referentes à nova proposta, que foram apresentadas durante o painel e que merecem atenção máxima, pois alertam para a grave ameaça às questões socioambientais, como a redução das áreas rurais, de dunas e territórios de recarga de aquíferos.

“Durante o debate, analisando criteriosamente o novo Plano Diretor proposto pela Prefeitura, constatamos a redução de 11,5 hectares da área de dunas, bem como a redução das nossas áreas de recargas aquíferas, que representam hoje 40% do abastecimento hídrico da Ilha de São Luís e a redução da zona rural, berço da nossa produção agrícola, na ordem de 41%. Propostas, portanto, que penalizam a vida dos moradores da nossa cidade”, alertou o vereador.

NOTA DE ESCLARECIMENTO




Quero esclarecer a todos os amigos e amigas que nos acompanham nas redes sociais e na imprensa que meu nome não faz parte do caso das "aposentadorias irregulares" na Câmara Municipal de São Luís. Na lista dos beneficiados o nome que aparece é do cidadão JOSÉ MARIO CARVALHO JUNIOR e o meu nome completo é MARIO CARVALHO RIBEIRO JUNIOR. Qualquer semelhança é mera coincidência. Não faço parte desse rolo, pois quem não deve não teme. Os responsáveis por tamanha artimanha terão que se explicar perante a Justiça. Nada tenho a ver com isso!!

quarta-feira, 13 de março de 2019

Osmar Filho volta a ser cogitado para a Prefeitura de São Luís em 2020


O líder do governo municipal na Câmara de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), voltou a defender o nome do presidente do Legislativo, Osmar Filho (PDT), como candidato à Prefeitura da capital maranhense em 2020.

Em entrevista recente ao programa Resenha (TV Difusora), Pavão foi questionado pelo jornalista John Cutrim acerca do posicionamento do seu partido, com vistas à sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

De acordo com o líder governista, Osmar figura hoje como principal nome da legenda para participar da disputa.

"O PDT tem uma tradição de ter participado (da eleição majoritária) com candidato a prefeito. O PDT hoje está no governo, com o prefeito Edivaldo. O PDT tem que ter nome para colocar na mesa de negociação. Eu sugeri o nome do vereador Osmar Filho, que é um jovem entusiasmado, uma pessoa que está com uma motivação muito grande, começando sua carreira brilhante já no seu terceiro mandato de vereador", declarou.

Pavão disse ainda que como presidente da Câmara, Osmar Filho tem todas as características e condições de ser um jovem prefeito de nossa cidade.

Ministério Público do Piauí pode carregar na tinta contra deputado


Uma pergunta que não quer calar: o que irá acontecer com o deputado estadual Fábio Macedo (PDT), caso o Ministério Público do Piauí abra um procedimento para investigar, numa só denúncia, crimes de desacato à autoridade, agressão física, ameaça de morte e resistência à prisão?

Até agora, o corpo parlamentar da Assembleia Legislativa do Maranhão permanece muda, enquanto o nobre deputado Macedo brinca de tirar licença médica por 30 dias para tratamento contra o álcool e depressão.

O caso merece mais atenção, pois o Legislativo maranhense foi manchado em sua plenitude e fora do Estado. 

Volto a questionar: não seria caso de Decoro Parlamentar?

terça-feira, 12 de março de 2019

Consórcio Nordeste pode iluminar candidatura Dino à Presidência em 2022


Numa breve análise de entrelinhas, poderíamos apenas especular que o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), passa a ter a faca e o queijo nas mãos para pavimentar seu sonho político de vir a ser candidato à Presidência da República, em 2022.

E esse sonho pode começar a ser gestado, ainda que virtualmente, nos bastidores, com a reunião que o camarada comunista terá com os demais governadores da região Nordeste, evento que acontecerá em São Luís nesta quinta-feira, 14, a partir das 10h, no Palácio dos Leões.

Na oportunidade, será assinado o protocolo para criação do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste.

Não tenha dúvida que o ego do governador maranhense estará em alta e os holofotes da mídia podem lhe garantir a luminosidade necessária para alavancar um nova caminhada política de espectro nacional.

Vamos aguardar!

segunda-feira, 11 de março de 2019

"Políticas públicas são motor para o desenvolvimento de São Luís", diz Osmar

O presidente da Câmara, Osmar Filho, ao lado da esposa Clara Gomes, na abertura da Campanha da Fraternidade
O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), participou no sábado,9, do lançamento da Campanha da Fraternidade de 2019, no Multicenter Sebrae. A proposta que esse ano, tem como tema: Fraternidade e Políticas Públicas, é uma realização de todas as igrejas católicas do Brasil, e organizado pela Arquidiocese regional de São Luís.

Osmar Filho que esteve acompanhado da sua esposa, Clara Gomes, destacou a relevância da função social da igreja em discutir projetos e assuntos oportunos para a cidade.

“A igreja cumpre sua função social quando compreende a importância em discutir temáticas relevantes para o aperfeiçoamento social da cidade”, disse ele.O presidente ainda completou falando que a Câmara Municipal tem participação no debate quando à proposta da campanha.

“Temos uma proposição de ordem da vereadora Concita Pinto na Casa legislativa, que traz à discussão a relevância de mobilizar diversos atores sociais, como o poder público na efetiva participação na implantação e discussão de políticas públicas que engaja toda a sociedade no aprimoramento de uma cidade justa e igualitária para todos”, completou Filho.

Durante o evento, o Dom Belisário, responsável pela Arquidiocese de todo o Estado do Maranhão, apresentou pontos positivos em relação aos índices de políticas públicas que transformaram o setor de saúde e educação do Brasil. E que, segundo ele, pode mudar a vida de toda uma sociedade, através do ato de fé praticado pelas obras.

sábado, 9 de março de 2019

Senador maranhense chama ator da Globo de "palhaço à toa"

O senador Roberto Rocha (PSDB-MA) utilizou as redes sociais para criticar o ator global Zé de Abreu de "um palhaço à toa", por ter o artista e petista se vestido com a  fantasia da faixa presidencial do presidente Jair Bolsonaro (PSL) durante o Carnaval.

Pensava que Zé de Abreu fosse apenas um bom ator. Ele é também um palhaço à toa.

sexta-feira, 8 de março de 2019

Firmando compromisso com a Apae

Presidente da Câmara Municipal, Osmar Filho, reunido com dirigentes da Apae e o deputado federal Pedro Lucas
O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), visitou, nesta quinta-feira (07), a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de São Luís (Apae), localizada no bairro Outeiro da Cruz.

Na oportunidade, o vereador comprometeu-se em destinar recursos de emendas de sua autoria para auxiliar no desenvolvimento das ações da organização social.

Além disso, propôs levar o debate para a Casa Legislativa objetivando fazer com que os demais parlamentares conheçam o trabalho da Associação e, desta forma, também possam contribuir com a mesma através da destinação de recursos provenientes de emendas.

“Pudemos observar o trabalho grandioso que é desenvolvido aqui, o que nos deixou sensibilizados. Já nos comprometemos em destinar uma parte das nossas emendas para serem alocadas para o custeio da instituição, para a aquisição de equipamentos ou para outras destinações que contribuam para o seu melhor funcionamento e ampliação do atendimento”, disse o presidente.

Osmar Filho visitou a Apae atendendo convite do ex-vereador e atual deputado federal, Pedro Lucas Fernandes (PTB).

O deputado, durante o encontro, anunciou a destinação de duas emendas do ex-deputado federal Pedro Fernandes (PTB), seu pai, para a entidade – R$ 150 mil para a unidade de São Luís e igual valor para a de Araioses.

quinta-feira, 7 de março de 2019

São Luís terá ato público no Dia Internacional da Mulher


Já está agendado para esta sexta-feira, 8 de março, Dia Internacional da Mulher, um grande ato público na capital maranhense a partir das 15h30.

O movimento traz como pautas a rejeição à reforma da Previdência, pela vida das mulheres, pela Democracia e pelo Brasil.

A concentração será na praça Joãosinho Trinta, na avenida Beira-Mar, Centro.

quarta-feira, 6 de março de 2019

E daí? Usar a própria fantasia comunista não é crime



Não tenho aqui nenhuma procuração para defender o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). Porém, não vejo nada demais do nobre chefe do Executivo maranhense ter expressado sua vontade política no Carnaval de Rua em São Luís.

A folia de Momo é livre e cada um tem o direito de sair às ruas com a fantasia que bem desejar.

Se Dino é comunista de carteirinha, o que há de mal nisso?

E viva o Carnaval! 

domingo, 3 de março de 2019

Brasil acima de hinos, bandeira ou slogans de campanha


Por Congresso em Foco

André Giusti *
Minha infância foi nos anos 70. Médici e Geisel, cada um em uma metade da década; Figueiredo no finzinho.Hino Nacional toda sexta-feira no pátio da escola.
E mais o da Bandeira, o da Independência, o do Exército e o da Marinha (Aeronáutica deve ter hino, é claro, mas eu não lembro de ter cantado uma vírgula sequer).
Como todo garoto feliz, eu profanava as letras. “Japonês faz quatro filhos e Chinês faz mais demil”, pro Hino da Independência, e “Seu Valdemar em noite de lua, abriu a porta e foi cagar narua”, pro Hino da Marinha eram os hits da nossa doce molecagem de 8, 9 anos.
Não sou patriota porque fui obrigado a cantar esses hinos, em frente ao hasteado pavilhão verde e amarelo.
Também, pelo mesmo motivo, não tenho horrores ou traumas dessas cantorias.
A bem da verdade, não sou patriota.
Gosto do Brasil sem excessos e ufanismos e olho para esse país como quem olha para um cara de meia idade que se recusa a crescer, um sujeito que deixa de pagar a escola dos filhos para bancar dezenas de prestações de carro importado.
Há símbolos nacionais que agregam muito mais sentimento pátrio do que hino, bandeira.
Nossa língua é mais do que sonora: chega a ser poética. Em que pais mais se pode falar saudade?
Nosso folclore e nossa cultura (aquela verdadeiramente popular) tem uma diversidade que chega a ser incompreensível para outros povos.
Como podemos reunir tanta coisa diferente em um só país? Devem se perguntar por aí.
Pra encerrar, há também, na esfera da diversidade, nossa culinária, banquete de cor, sabor, tempero, aroma e, o mais importante, saúde alimentar.
Que tal o governo do “Brasil acima de tudo” abrir a cabeça da garotada para o excesso de expressões inglesas no nosso dia-a-dia?
Mostrar que nossas crenças populares pariram personagens bem mais interessantes que aquela chatice de Mickey e Pateta?
E, por fim, pegar pra valer nessa coisa de mostrar que esse tanto de sanduíche, batata frita e doce que parece até de plástico vai comprometer em algum momento dos próximos anos a qualidade de vida dessas gerações mais novas?
Com a palavra o ministro colombiano – que, aliás, nos chamou de canibais.
* Escritor e jornalista, André Giusti nasceu no emblemático maio de 1968, no Rio de janeiro, e mora em Brasília há mais de 15 anos. Entre outras publicações, é autor dos livros de contos Histórias de Pai, Memórias de FilhoA Liberdade é Amarela e Conversível e A Solidão do Livro Emprestado, todos pela editora 7Letras.

sábado, 2 de março de 2019

Acabou a mamata vitalícia dos ex-governadores do Maranhão


O chororô está cada vez mais intenso entre o grupo dos ex-governadores Roseana Sarney, José Reinaldo Tavares, Arnaldo Melo e João Alberto Souza. A grita do grupo da "mamata vitalícia", uma espécie de aposentadoria pós-cargo, se mostra indignado com a recente decisão do governador Flávio Dino (PCdoB) em suspender tão glorioso benefício.

A determinação do Executivo Estadual se deu com base num entendimento de outubro passado do Supremo Tribunal Federal (STF), que julgou procedente uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) proposta pela Procuradoria Geral da República (PGR).

Esse fato levou o governador Flávio Dino a tomar essa decisão e suspender o pagamento da "mamata vitalícia", desde fevereiro.

Na mesmo entendimento do STF foram suspensas as pensões vitalícias de viúvas de ex-governadores do Maranhão: Clay Lago, Zenira Fiquene e Gardênia Ribeiro Gonçalves.

A aposentadoria do ex-governador José Sarney não é afetada, por ter o benefício anterior à Constituição de 1988.

sexta-feira, 1 de março de 2019

Dino diz esperar que Lula possa ter o direito de velar e enterrar o neto


O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), usou as redes sociais para manifestar condolências ao ex-presidente Lula (PT), pelo falecimento, nesta sexta-feira, 1, do seu neto, Arthur Araújo Lula da Silva, 7 anos, com um quadro de meningite.

Em comentário, Dino disse esperar que o ex-presidente possa ter a última oportunidade de velar o corpo do seu ente querido e poder sepultá-lo, contrário ao que ocorreu, recentemente, com a morte do seu irmão Vavá.

Espero que não cometam a indignidade, a inominável violência, de impedir que o presidente Lula compareça ao velório do seu NETO. Minha solidariedade a ele e aos pais. Infelizmente conheço essa dor sem nome e sem tamanho.

Já é Carnaval