Rádio Web Conexão

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

"Governo recria a figura do capitão do mato", diz Jerry


O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) declarou que o governo do presidente Jair Bolsonaro recriou uma espécie de "capitão mato" [serviçal de uma fazendo ou feitoria encarregado da captura de negros escravos] para assumir o comando da Fundação Palmares, que minimiza a existência da escravidão no Brasil.

Para Jerry, as declarações do novo representante da entidade, jornalista Sérgio Nascimento, que deveria promover a ascensão de grupos socialmente minoritários, são resultado da conduta extremista do atual governo Bolsonaro e fruto das relações que o presidente mantém com o poder paralelo das milícias que operam no país.

"A intimidade de Bolsonaro com as milícias o fez resgatar uma espécie de capitão do mato para dirigir a Fundação Palmares. Sim, os capitães do mato agiam em forma de milícias para manter preso ou capturar escravos que fugiam em busca da liberdade", disse o deputado comunista.

O novo dirigente da Fundação Palmares passou a ser o assunto polêmico mais comentado nas redes sociais e no seio do movimento negro no país. Apesar de ser negro, Sérgio Nascimento se coloca contra a classe artística e lideranças que militam pela igualdade racial, revelando uma austera política preconceituosa defendida pelo atual governo Bolsonaro.

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Prefeita de Paço do Lumiar deve responder por improbidade administrativa


A prefeita interina de Paço do Lumiar, Maria Paula Azevedo Desterro, mais conhecida por Paula da Pindoba (SD), pode ser denunciada por crime de improbidade administrativa por contratações irregulares de pessoal no âmbito da administração municipal.

Paula da Pindoba, que é vice-prefeita e assumiu o comando da gestão em meados deste ano após um Acidente Vascular Cerebral (AVC) do prefeito Domingos Dutra (PCdoB), foi impedida pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) de continuar fazendo contratações de pessoal por meio da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) Beneficência Hospitalar Cesário Lange.

A decisão do TCE acatou denúncia do advogado Washington da Conceição Frazão Costa que alega "ilegalidade dos atos para contratação de servidores", tendo a Prefeitura de Paço do Lumiar cometido o erro de contratar, sem licitação, a OSCIP para realização de seletivo, mesmo após o TCE e o Tribunal de Justiça terem considerado regular concurso promovido anteriormente pela administração.

A prefeita Paula da Pindoba deverá ser intimada e terá de prestar esclarecimentos à Justiça sobre as contratações irregulares.

Braide convida população de São Luís ao ato de filiação no Podemos


O deputado federal Eduardo Braide, pré-candidato à Prefeitura de São Luís em 2020, garante nesta sexta-feira, 29, avançar em mais uma etapa no cenário pré-eleitoral na capital maranhense.

É que a executiva nacional do Podemos confirmará a filiação do parlamentar, em solenidade que acontecerá no Hotel Abeville, no bairro do São Francisco, a partir das 15 horas.

Nas redes sociais, o deputado convida a todos os amigos e simpatizantes de sua pré-candidatura a participarem do ato de filiação:

Pessoal, nesta sexta-feira (29) iniciarei mais uma etapa importante em nossa caminhada! Vai ser a nossa filiação ao PODEMOS! Você é meu convidado especial e te espero no Hotel Abbeville, em São Luís, às 15h! Vamos juntos!
🤝
🏼
#EduardoBraide #BraideTrabalha #PODEMOSMudarSãoLuís

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Projeto obriga veículos de empresas de fora de São Luís a emplacar na capital


A partir de agora, veículos automotores utilizados por empresas que prestam serviços em São Luís, terão que possuir licenciamento e emplacamento na capital maranhense. A proposta, de iniciativa do vereador Cézar Bombeiro (PSD), foi aprovada, por unanimidade, na última terça-feira, 26, na Câmara Municipal.

Com a aprovação o projeto de lei será encaminhado para a sanção do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT), podendo gerar um impacto real na arrecadação dos cofres públicos do município, já que cerca de 50% é a parcela destinada do IPVA para as prefeituras.

"A realidade é que hoje temos uma infinidade de veículos rodando em São Luís, mas emplacados na cidade de origem de cada uma delas. Com essa nova lei, as empresas terão que se adequar às novas regras e assim ficarão na obrigatoriedade de fazerem emplacamentos na capital, inclusive algumas locadoras que chegam até vender veículos com as placas de suas cidade de origem", ressaltou Cezar Bombeiro.

Weverton vai para cima do ministro Paulo Guedes


O líder do PDT no Senado, Weverton Rocha, usou as redes sociais para criticar a postura do ministro da Economia, Paulo Guedes, que em viajem oficial aos Estados Unidos (EUA) deixou no ar a possibilidade de reedição do AI-5.

O repulsivo AI-5 foi um decreto usado nos tempos de chumbo da ditadura militar, que fechou o Congresso Nacional, cerceou a liberdade de imprensa e restringiu as garantias constitucionais no Brasil.

Segundo o senador maranhense, esse tipo de atitude é inconcebível nos tempos atuais, por afrontar a prática democrática no país.

"Não toleramos qualquer tipo de ameaça à democracia, como o ministro Paulo Guedes fez hoje ao citar o AI-5. Eduardo Bolsonaro recentemente cometeu o mesmo erro. Dificultar o diálogo só piora a crise política e econômica que o Brasil tem enfrentado".

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Deputado maranhense apontará relator para eventual cassação de Bolsonaro


O presidente do Conselho de Ética da Câmara Federal, o deputado maranhense Juscelino Filho (DEM), sorteou nesta tarde de terça-feira, 26, os nomes da lista tríplice, de onde sairá o relator do requerimento que pede a cassação do deputado Eduardo Bolsonaro (SP), no caso AI-5.

Os parlamentares sorteados foram: Igor Timo (Podemos-MG), Darci de Matos (PSD-SC) e Sydney Lemos (PSD-AM). Um deles deve ser escolhido como relator do caso.

Os requerimentos foram apresentados pelos partidos Rede, PT, PSOL e PCdoB.

Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, é acusado de agir contra a Constituição ao citar a possível volta do Ato Institucional nº 5, recurso usado pela ditadura militar de 1964, que fechou o Congresso Nacional, cerceou a liberdade de imprensa e endureceu contra as garantias individuais dos cidadãos brasileiros.

Disputa entre Adriano e Roseana Sarney traz vagas lembranças no Maranhão


Por Mario Carvalho
Jornalista e editor do blog

Revivendo a leitura política maranhense e reportando-me aos ânimos eleitorais anteriores a 2006, percebo uma volta nada aprazível na indefinição de nomes para lançamento de candidaturas majoritárias dentro do próprio clã Sarney.

Naquela oportunidade, também havia uma celeuma interna sobre quem seria o concorrente à suceder o então governador José Reinaldo Tavares. Se seria o então deputado federal Sarney Filho (PV) ou se seria a ex-governadora Roseana Sarney, na época no PMDB.

A disputa foi intensa, pois Zé Reinaldo estava disposto a apoiar o nome de Sarney Filho para governador, mas nas hostes do clã, a ex-governadora Roseana não abria mão de sair candidata.

Depois de botar as cartas na mesa, Roseana venceu a batalha interna familiar e mesmo sem o apoio do então governador Zé Reinaldo, que então resolveu apoiar o saudoso governador Jackson Lago (PDT), foi às urnas, ficando em segundo lugar na disputa, mas em 2009, voltou a comandar o Palácio dos Leões com a cassação do mandato de Jackson pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De lá pra cá, 13 anos se passaram na história política do Maranhão e agora, a indefinição no clã Sarney recai sobre os ombros do deputado estadual Adriano (PV), filho do ex-ministro e ex-deputado federal Sarney Filho, e da tia e ex-governadora Roseana Sarney, na eventual disputa para a Prefeitura de São Luís, em 2020.

Façam suas apostas!

PV e MDB abrem disputa que pode rachar grupo Sarney em 2020


O grupo Sarney pode vir rachado, literalmente, para as eleições municipais de 2020, em São Luís. Tudo por conta de uma eventual disputa política interna no próprio clã, entre as indicações dos nomes do deputado estadual Adriano pelo PV e da ex-governadora Roseana pelo MDB.

Tanto o sobrinho quanto a tia estão sendo sondados por seus partidos para concorrerem à sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT), no pleito do ano que vem na capital maranhense.

Vale ressaltar que na quinta-feira passada, 21, o nome do deputado Adriano Sarney foi lançado pela militância durante encontro estadual do PV, no auditório Fernando Falcão da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Já a executiva municipal do MDB em São Luís, presidida pelo deputado estadual Roberto Costa, garante que o nome de Roseana Sarney será colocado à mesa para apreciação das lideranças da sigla, no dia 2 de dezembro, durante assembleia do partido, enfocando a forte liderança da ex-governadora em São Luís.

"Roseana realizou grandes obras aqui em São Luís e, portanto, tem forte liderança política na capital", defende o deputado Roberto Costa.

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

Adriano Sarney volta a dizer que Dino é perseguidor


Por meio de nota "premunitória", datada do dia 20 de julho deste ano e repostada em sua página no Twitter, o deputado estadual Adriano Sarney (PV) criticou o governador Flávio Dino (PCdoB) ao dizer que o chefe do Palácio dos Leões é "o maior perseguidor da história do Maranhão".

A crítica do parlamentar ecológico, pretenso candidato à Prefeitura de São Luís, em 2020, vai de encontro ao projeto de uma reforma da Previdência estadual aumentando alíquotas que incidem diretamente contra o combalido salário do funcionalismo público do estado. 

Vale ressaltar, que a proposta draconiana do governo do PCdoB foi aprovada pela maioria dos deputados na Assembleia Legislativa do Maranhão, na semana passada.

Para Adriano, o governador Flávio Dino critica duramente a postura política do presidente Jair Bolsonaro, mas acaba fazendo pior quando encaminha para o Legislativo estadual uma proposta indecente que só prejudica a Previdência dos servidores estaduais.

Leia abaixo a nota:




domingo, 24 de novembro de 2019

Gols, desarmes, passes...Os números do Flamengo campeão da Libertadores


André Schmidt
Lance!

Foram 38 anos de espera do Flamengo por um novo título da Libertadores. Porém, o jejum foi encerrado de maneira dominante e indiscutível. O Rubro-Negro ficou com a taça mais cobiçada do continente tendo o melhor ataque, a maior média de posse, sendo líder em finalizações, cruzamentos e passes certos, além de ser o segundo em desarmes, segundo dados do Footstats.

De quebra, o time da Gávea terminou ainda com o artilheiro da competição - Gabigol, com nove bolas na rede - e o garçom - Bruno Henrique, com seis assistências. Veja os números coletivos e individuais da histórica campanha do Flamengo na Libertadores 2019.

FLAMENGO NA LIBERTADORES 2019


Final : Flamengo 2 X 1 River Plate (Monumental de Lima-Peru)

- Dados do Footstats

13 jogos
7 vitórias
3 empates
3 derrotas
24 gols marcados (1º)
10 gols sofridos
17 passes para gol (1º)
114 assistências para finalização (3º)
76 finalizações certas (1º)
79 finalizações erradas
68 cruzamentos certos (1º)
168 cruzamentos errados
​5142 passes certos (1º)
519 passes errados
262 desarmes (2º)
64 dribles certos (2º)

LÍDERES DAS ESTATÍSTICAS DO FLAMENGO

Artilheiro - Gabigol - 9 gols
Garçom - Bruno Henrique - 6 passes para gol
Assistências para finalização - Éverto Ribeiro - 24 passes
Finalizações certas - Gabigol - 21 finalizações
Dribles certos - Éverton Ribeiro - 14 dribles
Cruzamentos certos - Arrascaeta - 14 cruzamentos
Desarmes certos - Cuéllar - 38 desarmes
Passes certos - Willian Arão - 556 passes

sábado, 23 de novembro de 2019

Hoje tem Libertadores!! Dá-lhe Mengão contra o River Plate


Grupo Sarney deve apostar na juventude de Adriano para renovar o clã em 2020


O grupo Sarney deve mesmo apostar na juventude do deputado estadual Adriano Sarney para disputar a Prefeitura de São Luís, em 2020. O parlamentar é o único remanescente do clã que continua atuando na política do Maranhão, após a derrocada do grupo com a acachapante derrota da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) para o governador Flávio Dino (PCdoB), nas eleições de 2018.

Pelo menos é esse o recado que deu o Partido Verde, na última quinta-feira, 21, no Encontro Estadual do PV, no auditório Fernando Falcão, da Assembleia Legislativa do Maranhão.

O evento contou com a presença do ex-deputado federal e ex-ministro de Meio Ambiente, Sarney Filho, que atualmente exerce o cargo de Secretário de Meio Ambiente no Distrito Federal.

Na oportunidade, a executiva regional do PV defendeu a candidatura de Adriano para concorrer à sucessão municipal na capital maranhense.

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Deputado maranhense mantém silêncio sobre cassação de Eduardo Bolsonaro


O presidente da Comissão de Ética da Câmara Federal, o deputado maranhense Juscelino Filho (DEM) ainda não deu um pio sobre as representações dos partidos Rede, PSOL, PT e PCdoB que entraram com representações na Casa pedindo a cassação do deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro.

Os partidos também acusam o parlamentar de ter sugerido, em um discurso em Plenário, a volta do regime militar.

Em entrevista à jornalista Leda Nagle, no seu canal no Youtube, divulgada no 31 de novembro, Eduardo afirmou que se a esquerda no Brasil “radicalizar”, uma resposta possível é a edição de “um novo AI-5”

A declaração foi dada quando o parlamentar paulista foi questionado a respeito dos protestos no Chile e a eleição do kirchnerista Alberto Fernández na Argentina. 

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Mais de 70% da população maranhense é negra



Segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Maranhão possui uma população negra ou parda que atinge o percentual de 74%, conforme dados estatísticos do último Censo Demográfico do país.

Apesar disso, os níveis de racismo ainda são bem evidentes no estado, onde muitas denúncias não chegam a ser oficializadas, pois a própria maioria negra não acredita em punição.

É bom acreditar que a punição é possível, pois o racismo é crime previsto em Lei e somente por meio de denúncias formais, pode-se mudar a realidade.

"E viva o dia da consciência negra!", diz vereador do PSD


O líder do PSD na Câmara de São Luís, vereador Cezar Bombeiro, reverenciou na sessão desta quarta-feira, 20, a data alusiva ao Dia Nacional da Consciência Negra, que visa abrir um canal de reflexão sobre o real papel do negro e sua inserção na sociedade brasileira.

O parlamentar disse que o negro ainda tem muito a conquistar nesse país e para isso, é preciso o fortalecimento de um povo que dia a dia clama por mais justiça social.

"E viva Zumbi e viva o Dia da Consciência Negra!"

E viva o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra!


A célebre data no calendário foi criada em 2003, sendo instituída oficialmente em âmbito nacional pela Lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011, na gestão da ex-presidente Dilma Rousseff. 

A data é dedicada à inserção do negro na sociedade brasileira e cujo momento marca a morte de Zumbi dos Palmares, em 1695, um dos maiores líderes negros do Brasil, que lutou pela libertação de seu povo contra o voraz regime escravocrata vigente no país no século XVII.

terça-feira, 19 de novembro de 2019

Maranhão vai ao JN sem o verdadeiro sotaque nordestino e maranhense



Por Mario Carvalho
Jornalista e editor do blog

Na minha óptica, percebo que a TV Mirante, como afiliada da Rede Globo, perdeu a real chance em ter um âncora genuinamente maranhense na bancada do Jornal Nacional, que está completando 50 anos de história no telejornalismo brasileiro, em horário nobre.

Deixa eu explicar! Primeiro, quero dizer que não tenho nada contra a pessoa e o grande profissional que é o apresentador Geovanni Spinucci, titular do JMTV 2ª Edição. Mas entendo que o âncora Soares Júnior, da bancada do Bom Dia Mirante, poderia ser esse genuinamente maranhense a nos representar no JN, levando na bagagem um sotaque de raiz do nosso estado, assim como os demais que tiveram essa justa oportunidade de representar seus estados de origem.

Spinucci é natural de Jundiaí (SP) não tem o sotaque nordestino e percebo que como maranhense, gostaríamos de ver e ouvir na bancada do JN alguém da terrinha. Ele passa a ser só apenas mais um jornalista da região Sudeste com um sotaque nada inerente ao maranhense.

Não se discute a questão profissional e nem a estética plástica de cada um, mas o Soares Júnior bem que representaria o Maranhão nessas cinco décadas de JN. Porém, as coisas nem sempre são como deveriam ser.

Apesar da polêmica no AR, parabéns ao Spinucci, mas entendo que perdemos a grande chance de termos alguém de raiz, da terra do poeta Gonçalves Dias na bancada do Jornal Nacional.

Menino tu é doido!

Eliziane diverge de Dino e defende princípio da prisão em Segunda Instância


A senadora Eliziane Gama (Cidadania) vai totalmente na contramão do que prega o seu mentor político, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), ao se posicionar a favor da prisão em Segunda Instância, cuja decisão polêmica foi derrubada recentemente pela maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Nas redes sociais a "noviça rebelde" tem dado declarações favoráveis à prisão em Segunda Instância, enquanto o governador comunista defende que a prisão de um cidadão só deve ocorrer quando forem esgotados todos os recursos possíveis e imagináveis na esfera judicial, conforme estabelece a Constituição Federal no quesito sobre a presunção de inocência.

O posicionamento da senadora maranhense vem conquistando adeptos a favor da prisão em Segunda Instância, alvo de propostas que tramitam no Congresso Nacional, que pode levar o ex-presidente Lula (PT), amigo de Dino, de volta à cadeia.

Jerry acusa Moro de praticar conluio criminoso na eleição de Bolsonaro


O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) voltou a usar as redes sociais para criticar a postura do ex-juiz federal Sérgio Moro, atual ministro da Justiça e Segurança Pública, do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Desta vez Jerry acusou o ex-magistrado de ter se reunido com a coordenação de campanha do então candidato eleito à Presidência da República, nas eleições de 2018, o que a seu ver, revela fato gravíssimo, que deve ser alvo de investigação.

Moro é o principal fator determinante de mandar prender o ex-presidente Lula (PT), acusado de corrupção e lavagem de dinheiro público.

Veja o disse o parlamentar comunista:

É muito grave a revelação comprovada de que em pleno processo eleitoral o então juiz federal @SF_Moro se reuniu com coordenador da campanha do @jairbolsonaroÉ gravíssimo também o fato de Moro ter mentido sobre o assunto no Senado e na Câmara. Conluio político criminoso !

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Navio-patrulha na busca por manchas de óleo entre o Maranhão e o Piauí


Um navio-patrulha da Marinha brasileira se juntou nesta segunda-feira, 18, à equipes que buscam identificar e recolher parte do óleo que atingiu a região do Delta do Parnaíba, entre os estados do Maranhão e Piauí.

A área é considerada um santuário ecológico, que abriga uma colônia de pescadores, catadores de caranguejo, coletores de ostras, mariscos e artesãos que vivem do turismo e da coleta de peixes e frutos do mar.

O navio-patrulha Guanabara tem capacidade para transportar até 29 tripulantes. É equipada com uma lancha de casco semirrígido com capacidade para 10 homens e um bote inflável para seis homens usados para salvamentos e abordagens.

A embarcação também conta com um guindaste eletro-hidráulico com capacidade para 620Kg.

"O pior já passou no PSL", garante Chico Carvalho


Os analistas políticos acreditam que a crise no PSL é simples assim: o presidente Jair Bolsonaro alugou um partido nanico, se elegeu em 2018, ajudou a transformá-lo em uma das maiores legendas do país e depois abandonou a sigla à própria sorte.

O golpe familiar bolsonarista para tomar o controle do PSL e do Fundo Partidário não prosperou e agora, o presidente e seus asseclas lançam mão de um artifício neofascista para criar uma nova sigla, a Aliança Pelo Brasil (APL), visando aniquilar adversários e inimigos políticos.

Apesar disso, o presidente do PSL no Maranhão e vereador de São Luís, Chico Carvalho, acredita que o pior já passou e que a legenda vai poder superar a maré braba e navegar num mar de tranquilidade.

"Muitos queriam entrar no PSL para tomar o controle do partido", desabafou o parlamentar ao jornal O Imparcial.

"São Luís em obras não chega à periferia", diz vereador


O líder do PSD na Câmara de São Luís, vereador Cezar Bombeiro, usou a tribuna da Casa para denunciar que o prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) está esquecendo as obras e serviços de infraestrutura na periferia da cidade.

Segundo ele, o asfaltamento que está sendo tão alardeado na mídia, paga a peso de ouro, só atinge áreas mais nobres, deixando de lado áreas humildes que estão em completo isolamento urbano.

"O prefeito esquece que não é só nas áreas mais nobres que ele teve voto, mas a grande maioria que o elegeu é oriunda da periferia, do povão. E nessas áreas o asfaltamento não está chegando. Serviço que teve autorização desta Casa legislativa, por meio da aprovação de um empréstimo milionário, mas que não chega aos bairros da periferia", enfatizou o parlamentar.

Para Bombeiro, as obras de asfaltamento estão chegando em ruas e avenidas da cidade que sequer tem buraco. "Aonde realmente precisa, esse serviço não chega. É preciso o prefeito olhar mais para São Luís", alertou o vereador.

domingo, 17 de novembro de 2019

Senador emplumado do PSDB compara Dino a Pinóquio


O líder do PSDB no Senado, Roberto Rocha, comparou nas redes  sociais a figura do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), ao boneco Pinóquio, conhecido na literatura infantil por suas incontáveis mentiras que fizeram seu nariz crescer bastante a cada falácia dita.

"Existem três tipos de mentiras: as pequenas, as cabeludas e as estatísticas. Em qual dessas o governador se encaixa?".

Em sua postagem, Rocha se contrapôs ao que disse o governador comunista no Twitter, em relação ao crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) do Maranhão, relativo aos anos de 2017, 2018 e 2019.

O que disse Dino:

"Maranhão teve o maior crescimento do PIB em 2017, equivalendo a 4 vezes o crescimento do Brasil. Fruto da UNIÃO entre o setor público e iniciativa privada, no campo e na cidade. Seguimos crescendo em 2018, 2019 e anos seguintes. E torcemos muito pela recuperação do Brasil inteiro".

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Maia vai mexer em MP e manter obrigatoriedade de diploma para jornalistas


O presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a Medida Provisória (MP 905/2019) que tem como um dos pontos polêmicos ajustes na regulamentação profissional de jornalistas, passará por drásticas alterações.

Segundo Maia, o texto que estabelece o fim da obrigatoriedade do registro profissional de jornalista e de mais 13 profissões deve ser retirado da MP.

A Medida foi editada no decorrer desta semana pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Veja: Reunião de Lula com governadores do Nordeste sem Dino

O vídeo acima mostra a reunião da última quarta-feira, 13, do ex-presidente Lula (PT) com governadores do Nordeste, em Salvador (BA), para discutir "os desafios da região". Ué, mas esqueceram de convidar o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Mui amigo!!!

Lula se reúne com governadores do Nordeste e não convida Dino


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu, na última quarta-feira, 13, com governadores do Nordeste, em Salvador (BA), mas esqueceu de convidar o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), principal defensor político do petista na região, que saiu da carceragem da Polícia Federal, em Curitiba (PR), na semana passada.

A conversa com os governadores foi para debater "os desafios da região".

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

MP de Bolsonaro precariza atividade de jornalismo


A Medida Provisória 905/2019, que altera uma série de pontos da legislação trabalhista no país, já foi publicada na última terça-feira, 12, no Diário Oficial da União (DOU). É preciso ficar alerta, pois esta MP retira direitos de todos os trabalhadores e ataca categorias específicas, como é o caso dos jornalistas.

O texto revoga artigos da regulamentação profissional dos jornalistas – Decreto-Lei 972/1969 -, que preveem a obrigação de registro para o desempenho da atividade. Ou seja, a MP extingue a necessidade dessa autorização, precarizando o profissional mediante o mercado de trabalho.

A alteração é um duro golpe na categoria, que já havia sofrido com a queda da obrigatoriedade do diploma em anos anteriores. Sem registro, não há controle sobre quem é jornalista e torna difícil exigir o cumprimento dos direitos desta categoria, que passará a ser facilmente enquadrada em outras profissões.

Assim, pode ser alijada dos seus direitos, como jornada de cinco horas e elevação desta somente mediante pagamento adicional, a chamada prorrogação de jornada.
Além disso, a MP flexibiliza a jornada da categoria. A jornada de trabalho de cinco horas é estabelecida no artigo 303 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). No entanto, essa mesma lei também prevê a possibilidade de ampliação da jornada para sete horas diárias, no artigo 304, mediante acordo escrito, em que estipule aumento da remuneração, correspondente ao excesso de trabalho, em que se fixe um intervalo destinado a repouso e/ou refeição.
Mas a MP retira do Art. 304 da CLT a obrigação de comunicação ao órgão de fiscalização trabalhista (as superintendências regionais do trabalho) quando um empregador ampliar a jornada para além do limite de 7 horas “por motivo de força maior”. De acordo com a assessoria jurídica do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF), a extensão da jornada por motivo de força maior já existe na CLT e a prorrogação da jornada já é permitida ao jornalista.
DESMONTE- No entanto, a medida do governo do presidente Jair Bolsonaro abre espaço para tornar regra a fraude da jornada de jornalista, indo na direção do desmonte dos mecanismos de fiscalização do trabalho, como forma de prejudicar os trabalhadores e favorecer as empresas.
Esses ataques são alguns dos exemplos das diversas mudanças, também graves, que a MP traz ao criar uma categoria de sub-trabalhadores, sob o discurso de geração de empregos. Assim, repete a desculpa falaciosa de que a criação de novos posts de trabalho depende da redução de direitos. Esse argumento já foi refutado pela história no Brasil e no mundo.
A mais recente prova de que esse mecanismo não funciona é a reforma trabalhista implementada pelo governo Temer em 2016, que retirou diversos direitos e não teve como consequência a ampliação das contratações. Ao contrário, a economia segue em crise e o número de desempregados e de pessoas em situação de miséria só aumenta.
A MP é mais uma ofensiva à classe trabalhadora. Neste caso, para além da ofensiva contra direitos do conjunto dos trabalhadores, promove um grave de desmonte da categoria dos jornalistas e representa mais um dos tantos ataques que os jornalistas vêm sofrendo deste governo.
Com isso, o governo evidencia mais uma vez sua falta de apreço pelo jornalismo profissional e por quem o pratica. O SJDPF conclama os jornalistas da capital federal e de todo o país a lutar contra esta medida e a pressionar os parlamentares para que seja rejeitada no Congresso Nacional.

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Jerry denuncia encontro extraoficial de Moro com opositores de Evo Morales



O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) usou as redes sociais para denunciar o encontro extraoficial entre o ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) e lideranças opositores ao governo do presidente da Bolívia, Evo Morales, que renunciou ao cargo no último sábado, 9, após protestos violentos nas ruas da capital La Paz. Morales já está asilado no México.

Segundo Jerry, o ministro da Justiça teria se reunido com líderes de direita, nos dias 27 e 29 de outubro, durante a Conferência de Estoril, em Portugal, que teve como tema: "De volta ao Essencial: Democracia e a Luta contra a Corrupção".

Fora da agenda oficial, Moro se reuniu com o então candidato a presidente da Bolívia, Carlos Mesa, da coligação Comunidad Ciudadan, da direita boliviana.


Também longe da cobertura da imprensa brasileira e de sua agenda oficial, Sergio Moro se encontrou com o ex-presidente boliviano, Jorge Quiroga Ramírez, que publicou em suas redes a foto acima.

Cassação de Eduardo Bolsonaro nas mãos de um parlamentar maranhense

E não é que a cassação do mandato do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) está nas mãos de um parlamentar maranhense. Isso mesmo, o ator principal dessa "novela mexicana" é o deputado Juscelino Filho (DEM), que aguarda apenas despacho da Mesa Diretora da Câmara para iniciar a fase de apreciação do processo.

O filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), Eduardo está sendo processado por partidos de esquerda, após o deputado paulista ter suscitado a possibilidade real de recriar o AI-5 (Ato Institucional nº 5), considerado o mais duro momento da ditadura militar (1964 a 1985), por ter restringido as liberdades individuais do cidadão brasileiro, fechado o Congresso Nacional e censura à imprensa.

O deputado maranhense, que preside a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Federal, garante que buscará a isenção na análise da matéria.

"Trataremos o caso da forma mais isenta possível", adiantou Juscelino.

Então tá!!!!

Record TV e SBT têm maiores fatias publicitárias da reforma da Previdência


Levantamento do jornal Folha de S.Paulo revela nesta terça-feira, 12, que a maior parte da verba de propaganda da reforma da Previdência foi direcionada para as emissoras Record, do bispo Edir Macedo da Igreja Universal do Reino de Deus e SBT, do empresário e apresentador Sílvio Santos.

Segundo relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), obtido pela Folha, a maior fatia ficou com a Record TV (44,5%), o SBT (37,4%) e a Globo com apenas 18, 1%.

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Roberto Rocha de olho no fundo eleitoral para 2020


O líder do PSDB no Senado, o maranhense Roberto Rocha, já flerta com a possibilidade de aumento no fundo eleitoral para 2020, que está sendo articulado nos bastidores do Congresso Nacional.

"Serão mais de 5.500 eleições em municípios brasileiros. Não tem outro tipo de financiamento. É preciso refletir bem sobre os números", disse o parlamentar emplumado ao site O Antagonista.

Paula da Pindoba com a máquina para 2020 em Paço do Lumiar


Sem a presença do prefeito licenciado Domingos Dutra (PCdoB), a vice-prefeita e atual gestora interina de Paço do Lumiar, Maria Paula Azevedo Desterro, mais conhecida por "Paula da Pindoba" (SD), vai costurando articulações políticas, visando as eleições municipais de 2020.

Até agora, ela não tem dado indícios de que pretende concorrer à sucessão do comunista Dutra, que se encontra em recuperação de saúde, após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) em meados deste ano e passado por várias intervenções cirúrgicas.

Apesar disso, correligionários políticos já admitem a possibilidade real da vice-prefeita encarar o palanque eleitoral vindouro. No entanto, Paula da Pindoba tem dito que continuará atuando para manter a máquina administrativa da cidade funcionando e conversando com as comunidades para garantir a resolução das demandas de Paço do Lumiar.

Ministério Público aborta nova manobra política em Amarante do Maranhão

O Ministério Público do Maranhão recomendou que o prefeito de Amarante do Maranhão, Vanderly Gomes Miranda , exonere, imediatamente, nove pe...