Rádio Web Conexão

quarta-feira, 31 de agosto de 2022

CONEXÃO POLÍTICA- 31/08/2022

O programa Conexão Política avalia que os principais candidatos ao Governo do Maranhão, tanto o governador Carlos Brandão (PSB), que busca a reeleição, quanto o senador Weverton Rocha (PDT), têm evitado tornar mais extrema a polarização política no estado, focando apenas em projetos e propostas ao eleitor, deixando o clima tenso para a reta final de campanha para as eleições do dia 2 de outubro.

terça-feira, 30 de agosto de 2022

PT prepara recepção calorosa para desembarque de Lula no Maranhão


O Diretório Estadual do PT no Maranhão confirmou o desembarque do ex-presidente Lula no Maranhão na próxima sexta-feira, dia 2 de setembro. A presença do petista em público está prevista para acontecer às 18h, na Praça Maria Aragão, área central de São Luís, onde o presidenciável participará de um comício.

O presidente do diretório regional do PT no Maranhão, Francimar Melo, destacou nas redes sociais que a vinda de Lula será uma grande festa e marcará o impulsionamento das campanhas petistas no estado.

Dino e uma campanha milionária só em fundo partidário no Maranhão


Não resta mais dúvida que a campanha do ex-governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), na corrida por uma vaga ao Senado, será a mais cara entre seus concorrentes.

Só em fundo partidário, Dino vai abocanhar quase 3 milhões de reais, para ser mais preciso, a quantia de R$ 2.950.000, segundo dados do sistema de Divulgação de Candidaturas e Prestação de Contas, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O números mostram que o PSB está sendo generoso com o ex-governador Flávio Dino, para garantir sua eleição ao Senado da República. O candidato socialista também terá a seu dispor uma vasta quantia em dações de pessoas físicas de R$ 123.500,00.

No entanto, Dino poderá gastar ainda um pouco mais, chegando a ultrapassar a casa dos R$ 4 milhões, garantidos pela legislação eleitoral. Portanto, problema não será dinheiro para o ex-governador socialista chegar ao Senado e exaltar seu projeto pessoal de poder.

segunda-feira, 29 de agosto de 2022

Debate na Band mostrou fragilidades tanto de Lula quanto de Bolsonaro


Candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL) foi o principal alvo dos presidenciáveis no primeiro debate entre os candidatos a presidente em 2022, promovido em conjunto pela Band, pela TV Cultura, pelo UOL e pela Folha de S.Paulo na noite deste domingo, 29. 

Dono do tom mais agressivo entre os seis participantes, Bolsonaro tentou encurralar o ex-presidente Lula (PT), que lidera as pesquisas, chamando-o de “ex-presidiário” e de chefe do “governo mais corrupto da história”. 

Lula evitou o debate sobre a corrupção e focou nos números de seu governo e no discurso de que é capaz de fazer o Brasil reviver dias melhores. O petista preferiu apostar no estilo moderado e poucos ataques fez aos adversários.

Bolsonaro, no entanto, derrapou ao falar de mulheres, grupo do eleitorado em que enfrenta maior rejeição. E acabou, ele próprio, acuado pelas duas candidatas presentes: Simone Tebet (MDB) e Soraya Thronicke (União Brasil), que expuseram a já conhecida agressividade do presidente em relação ao público feminino. 

No segundo bloco do debate, o presidente chamou a jornalista Vera Magalhães, que havia questionado Ciro Gomes (PDT) sobre a política do governo sobre vacinas, de “vergonha do jornalismo brasileiro”.

Leia a íntegra da reportagem no Congresso em Foco

domingo, 28 de agosto de 2022

Bolsonaro e Lula confirmaram presença no debate da Band neste domingo


ex-presidente Lula (PT) utilizou as redes sociais no sábado, 27, para confirmar que participará do primeiro debate presidencial do pleito deste ano. Ele será realizado neste domingo, 28, na Band, às 21h, e é promovido por uma parceria entre UOL, Folha de S.Paulo e TV Cultura.

“Nos vemos na Band amanhã, 21 horas”, escreveu o ex-presidente e uma imagem do evento marcado em um calendário. O presidente Jair Bolsonaro também estará presente, segundo apurou o site Congresso em Foco

Ele não se manifestou oficialmente ainda sobre o assunto. Um condicionava a presença à participação do outro. Também estão confirmados Ciro Gomes (PDT), Felipe D’Ávila (Novo), Simone Tebet (MDB) e Soraya Thronicke (União).

sábado, 27 de agosto de 2022

"O MDB é maior que meia dúzia de caciques", diz Tebet em alusão à figuras históricas do partido


A senadora Simone Tebet, candidata à Presidência da República, enquadrou na sabatina do Jornal Nacional figuras históricas do MDB, também consideradas de "caciques" como o ex-presidente José Sarney, o ex-ministro Edison Lobão, entre outros que resolveram apoiar a candidatura de Lula (PT) ao invés de apostar na prata da casa.

“O MDB é maior que meia dúzia de caciques”, respondeu Simone Tebet. A parlamentar, que é candidata por uma coligação que inclui o MDB, o PSDB e o Cidadania, afirmou ainda que, em todos esses estados onde os candidatos a governador não a apoiam, ela teria apoio de prefeitos. 

Citou como exemplo Porto Alegre. A cidade é administrada pelo emedebista Sebastião Melo. Eduardo Leite, o candidato do PSDB ao Rio Grande do Sul, que também não garante apoio a ela.

Na avaliação de Simone, a falta de apoio de alguns setores do seu partido é reflexo da polarização entre Lula e Bolsonaro. Uma polarização que, segundo ela, “está levando o país para o abismo”.

“Só preciso de um caixote e um microfone”, disse ela fechando a sabatina com os presidenciáveis no JN.

sexta-feira, 26 de agosto de 2022

Alguém diz para Edivaldo que a disputa é para governar o Maranhão inteiro


Chamou atenção nas redes sociais o fato do ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior (PSD), atualmente candidato ao Palácio dos Leões, sede do governo estadual, estampar que a recente pesquisa IPEC(ex-Ibope)/TV Mirante aponta que ele estaria vencendo a disputa eleitoral na capital maranhense.

Tendo deixado a Prefeitura no final de 2020, com uma certa base de popularidade, é natural que Edivaldo ainda mantenha um recall. Porém, é necessário dizer que apesar de São Luís ser o maior colégio eleitoral do estado, isso não lhe garante muita coisa, numa vastidão conjunta com os demais 216 municípios maranhenses.

Portanto, a eleição não é municipal, mas para vencer as barreiras da campanha contra os adversários é preciso pontuar bem nas cidades do interior do estado, pois a eleição não é para prefeito e sim, para o Governo do Maranhão.

IPEC/TV Mirante mostrou que estamos liderando a disputa a governador, em São Luís. 👏 Isso é resultado do grande trabalho que fizemos durante oito anos na capital, transformando para melhor da vida dos ludovicenses. Agora é a vez de trabalhar muito pelo Maranhão! É 5️⃣5️⃣!

Audiência: Câmara de São Luís discutirá crise no sistema de ferryboat


A Câmara Municipal de São Luís deve realizar audiência pública, cuja data ainda é indefinida, para debater a prestação de serviço do sistema de transporte de ferryboat da travessia da capital para a baixada maranhense, numa distância de 40 Km em linha reta.

A proposição, de iniciativa do vereador Álvaro Pires (PMN), que preside a Comissão de Defesa do Consumidor, deve-se ao caos instalado no setor, desde maio passado, por conta de uma crise sem precedentes que vem prejudicando milhares de usuários que dependem dessa travessia aquaviária.

“É fundamental que a Câmara, no exercício de seu poder fiscalizatório, averigue a situação da travessia de ferryboat que conecta a região ocidental do estado do Maranhão à ilha de São Luís. Esse sistema de transporte fundamental para os maranhenses vem passando por uma crise sem precedentes, que impede os cidadãos de exercer seu direito de ir e vir e coloca em risco a segurança daqueles que, após enfrentar filas quilométricas, precisam utilizar diariamente as embarcações ainda dispooníveis”, destacou o parlamentar ao encaminhar a votação da proposta em plenário.

Para debater essa questão, serão chamados representantes da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos do Maranhão (MOB); do Ministério da Infraestrutura; do Comando da Marinha, através da Capitania dos Portos; do Ministério Público Federal (MPF), por meio da Procuradoria-Geral da República e Ministério Público do Maranhão (MPMA), por meio do Centro de Apoio Operacional do Consumidor.

Também serão convidados representantes da comissão externa do Senado criada para verificar a situação; da Assembleia Legislativa do Maranhão; das empresas que operam o serviço atualmente, além de entidades envolvidas com o tema e a sociedade civil em geral.

Sucesso de Lula no JN foi muito além da audiência


Por Fernando Brito

Jornalista e editor do Blog Tijolaço

Os bolsonaristas – inclusive os de alto coturno – estão absolutamente perdidos diante da repercussão da entrevista de Lula e, na impossibilidade de negar o bom desempenho do ex-presidente no Jornal Nacional, agarram-se em dois argumentos: o de que a audiência foi menor (menos de 1 ponto na Grande SP, segundo dados da Kantar) e a alegação de que os apresentadores William Bonner e Renata Vasconcelos teria, segundo eles, praticamente “lulado”.

Cada um, claro, engane-se quanto quiser e enquanto puder. A repercussão da entrevista nas redes sociais (15 milhões de menções, contra 9 milhões da de Bolsonaro e 2 milhões no dia de Ciro) mostram que o impacto foi muito maior.

E a prova, mais que numérica, é subjetiva. Gente de antilulismo à toda prova, como Merval Pereira, teve de vergar-se à realidade de que Lula saiu-se muito bem, para seu desgosto. Outros quase se derreteram, é verdade. Alguns chegavam a “caçar” pequenos senões, para “não dar bandeira”.

E era para dar, porque a linguagem foi simples, a fluência verbal, os improvisos, o didatismo e as referências à memória (“o melhor presidente que o país já teve”). E, sobretudo, o inigualável “o senhor não deve nada à Justiça”, que só se compara ao “Bolsonaro é o bobo da corte”.

A entrevista, porém, já é passado: importam agora seu desdobramentos e haja desdobramentos no dia em que se inicia a campanha no rádio e na televisão. É como se, no primeiro minuto do jogo da propaganda de massa, fazendo dois gols: animou sua militância e foi muito bem com o público menos engajado, indeciso ou pouco engajado na disputa.

E tudo ficou pronto para Lula começar a campanha em tom suave e tranquilo, sem deixar de tocar nas questões mais emocionantes, em grande parte fora do programa de ontem.

Já Bolsonaro não tem alternativa senão a de assumir uma postura mais agressiva, que já se prenunciou hoje, no Twitter, com uma nem tão velada referência ao PCC. Se havia duas versões de seu programa de estreia, uma light e outra hard, a primeira foi para o lixo.

Fala-se que ele voltará atrás de sua tendência de não participar do debate previsto para a próxima semana. Não o dou como certo, porque seus assessores morrem de medo de seu estado de nervos, péssimo.

quinta-feira, 25 de agosto de 2022

Assim como Brandão, Dino foge do debate da TV Difusora como o diabo foge da cruz


Seguindo os passos do seu pupilo, o governador Carlos Brandão (PSB), eis que o ex-governador Flávio Dino (PSB) também resolveu fugir do debate promovido pela TV Difusora, na tarde desta quinta-feira, 25, para discussão de vários temas na corrida ao Senado da República, para as eleições de outubro.

Dos cinco postulantes ao cargo majoritário, apenas Dino resolveu fugir do debate, temendo principalmente um embate direto com o seu arquirival, o senador Roberto Rocha (PTB), que busca a reeleição.

Mantiveram o compromisso acertado, previamente, com a emissora os candidatos Ivo Nogueira (DC), Antônia Cariongo (PSOL), Saulo Arcengeli (PSTU) e Roberto Rocha.

Assim como Brandão, Dino também não justificou ausência no debate, preferindo manter compromissos de campanha pelo interior do Maranhão.

Pesquisa Exame/Ideia mantém polarização entre Lula com 44% contra 36% de Bolsonaro


Faltando apenas 38 dias para as eleições do dia 2 de outubro, uma nova pesquisa de intenções de votos, realizada pela revista Exame, em parceria com o instituto Ideia, evidencia a acirrada polarização política entre os candidatos Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que aparece com 44%, contra seu principal concorrente, o presidente Jair Bolsonaro (PL) com 36%, em busca da reeleição ao Planalto. 

De acordo com o mesmo levantamento, Ciro Gomes (PDT) surge com 9% e a senadora Simone Tebet (MDB), com 4%. Pablo Marçal (Pros), Felipe D’Ávila (Novo) e Vera Lúcia (PSTU) tiveram 1% cada. Os demais candidatos não pontuaram.

Conforme a pesquisa, 2% dos entrevistados garantem que votariam branco, nulo ou em nenhum dos candidatos postos. Não sabem somam 3%.

O levantamento Exame/Ideia ouviu, por telefone, 1.500 pessoas, em todas as regiões do país, entre os dias 19 e 24 de agosto. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos, resultando em um intervalo de confiança de 95%.

Murad critica pesquisa IPEC/TV Mirante e diz que números apresentados são "uma piada e uma pegadinha" de mau gosto


O cunhado da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) e ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, atual candidato a deputado estadual pelo PSC, considerou uma verdadeira "piada" de mau gosto aos maranhenses os números apresentados recentemente pela pesquisa IPEC (ex-Ibope)/TV Mirante.

Murad, que no momento apoia a candidatura do ex-prefeito de São Pedros dos Crentes, Lahésio Bonfim (PSC), na disputa para o Governo do Maranhão, para as eleições de outubro, considerou também que o levantamento de intenções de votos pode ser comparado a uma "pegadinha".

"Gente querida, não discuto pesquisas eleitorais, mas essa divulgada agora a pouco pela Mirante é um desrespeito ao maranhense. Poderia ser uma piada, até mesmo uma pegadinha, mas o propósito claro é o de atingir e fragilizar o candidato que está assustando os poderosos. Lahésio Bonfim vai ganhar a eleição contra todo esse esquema", disparou Ricardo Murad.

O ex-secretário disse ainda que tal estratégia da pesquisa terá efeito contrário. Vale ressaltar que pela pesquisa do IPEC, Lahésio Bonfim aparece em quarto lugar com 10% das intenções de votos, bem atrás do governador Carlos Brandão (PSB), que lidera, com 28%, seguido do senador Weverton Rocha (PDT) com 16% e o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior (PSD) com 14%.

quarta-feira, 24 de agosto de 2022

Governador do Maranhão ignora e falta sabatina na TV Difusora


Em menos de uma semana e pela segunda vez consecutiva, o governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), candidato à reeleição, não compareceu a compromissos assumidos previamente com a TV Difusora para debater questões de campanha eleitoral.

No último dia 18, Brandão deixou de participar do primeiro debate promovido pela emissora, alegando que a TV Difusora não era "imparcial e nem neutra" e que a emissora vive baixando o cacete em seu governo, diariamente, na tentativa de favorecer ser principal adversário na disputa ao Palácio dos Leões, o senador Weverton Rocha (PDT).


Desta vez, o governador socialista deixou de participar da sabatina promovida pela direção da TV Difusora, durante o horário da Jornal da Difusora 1ª Edição. Brandão sequer apresentou justificativa para sua ausência na sabatina.

Porém, a agenda de campanha do chefe dos Leões mostra que o candidato estaria no mesmo horário no interior do Maranhão, nos municípios de São João batista, São Vicente Ferrer e Cajapió.

Até agora, a TV Difusora já realizou sabatinas com os candidatos ao Governo do Maranhão, Edivaldo Holanda Junior (PSD) e Weverton Rocha.

Brandão acredita que está disparado nas intenções de voto após resultado da pesquisa IPEC/TV Mirante


O governador Carlos Brandão (PSB) comemorou exaustivamente nas redes sociais o resultado do levantamento do Instituto IPEC (Inteligência em Pesquisa e Consultoria Estratégica), antigo Ibope, em parceria com a TV Mirante, que mostra sua liderança com 28% das intenções de votos contra 16% do seu principal adversário o senador Weverton Rocha (PDT).

A pesquisa foi divulgada no fim da tarde de terça-feira, 23, com registro MA-06254/2022, tendo sido ouvidos 800 eleitores, no período de 17 a 23 do corrente mês. Margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, com 95% de confiança.

O ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior (PSD) aparece com 14%, seguido do ex-prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahésio Bonfim (PSC), com 10%. O professor Joas Moraes surge com 2%. Já os demais candidatos Simplício Araújo (SD), Enilton Rodrigues (PSOL), Franklin Costa (PCB) aparecem com 1%. Hertz Dias não pontuou.

Em sua página nas redes sociais, o governador Brandão disse:

Saiu mais uma pesquisa que nos coloca disparado nas intenções de voto, com 28%, 12% a mais que o segundo colocado! Agradeço imensamente pelo apoio do povo maranhense que quer a continuidade do nosso Governo para termos mais avanços. Vamos juntos, com fé, alegria, rumo à vitória!

terça-feira, 23 de agosto de 2022

Brandão não cansa de puxar o eleitor maranhense pela barriga


O governador Carlos Brandão (PSB) não se cansa de ir às redes sociais anunciar que o Maranhão ganhou mais um restaurante popular, numa forma clara de puxar cada vez mais o eleitor pela barriga, pois a fome e a miséria cresceram consideravelmente nos últimos anos no estado.

Em uma nova postagem, Brandão se vangloria e diz que o Maranhão agora alcançou a marca dos 150 restaurantes populares, configurando a maior rede de segurança alimentar do Brasil. 

Pelo visto, a tônica de campanha será mesmo atrair o eleitorado faminto pela barriga para não deixá-lo sem forças para chegar até às urnas nas eleições de outubro e continuar a política do assistencialismo barato e sem maiores perspectivas de futuro para que o Maranhão possa sair da linha de extrema pobreza no país.

Alcançamos a marca de 150 Restaurantes Populares no Maranhão. É a maior rede de segurança alimentar do Brasil garantindo comida no prato para quem mais precisa, com refeição por apenas 1 real. Este é o Maranhão que queremos e que vamos fazer avançar ainda mais.

CONEXÃO POLÍTICA- 23/08/2022

Eis que em plena República e em homenagem aos 200 anos de Independência colonial do Brasil de Portugal, o coração do primeiro Imperador do país, D.Pedro, está em terras tropicais. Cenas macabras, bizarras e patéticas para visitação pública, com direito à honras de chefe de Estado. Um digno roteiro trash que até agora nenhum cineasta moderno pensou. Mas o coração do monarca deve unir a Nação tupiniquim em um só coração. "Que país é esse?"

segunda-feira, 22 de agosto de 2022

Para que serve mesmo o coração de D.Pedro I no Brasil?


Em meio ao forte clima de acirramento político, às vésperas das eleições presidenciais de outubro, eis que desembarca nesta segunda-feira, 22, no Brasil, com honras de chefe de Estado, o coração de Dom Pedro I, considerado o primeiro imperador do país, em épocas de monarquia, hoje República.

Vale lembrar que D. Pedro I morreu em 1834, aos 35 anos de idade, sendo que o empréstimo do coração do monarca ao Brasil só foi possível depois de uma ampla negociação entre a embaixada brasileira, em Lisboa- Portugal, a Prefeitura do Porto e a Irmandade Nossa Senhora da Lapa, que detém o direito de propriedade da relíquia.

Para a professora Miriam Saraiva, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, a presença do coração de D. Pedro I deveria ser um acontecimento para marcar os 200 anos de independência do Brasil, mas chega em um momento nada propício, devido ao acirramento das disputas para a presidência da República.

"Infelizmente, a festa de independência (7 de setembro) foi sequestrada por uma ideologia que prega o discurso de que o hino nacional, a bandeira do país e as cores verde e amarela só pertencem aos seus adeptos", diz. "Trata-se de uma enorme distorção, pois esses símbolos são de todos os brasileiros", ressalta a professora.

O coração de D.Pedro I deve ficar até o dia 8 de setembro no país.

Ricardo Murad poderia voltar a ser secretário de saúde num eventual governo Lahésio Bonfim


O ex-secretário de Saúde do Maranhão, Ricardo Murad (PSC), atual candidato a deputado estadual, poderia voltar a ser o novo secretário da pasta num eventual governo Lahésio Bonfim (PSC), caso o postulante vença as eleições de outubro na disputa ao Palácio dos Leões.

O próprio concorrente ao Executivo estadual tem dado ênfase à mudanças radicais na área da Saúde, caso chegue a governar o Maranhão. Murad é um dos aliados de primeira hora do candidato Lahésio e no último fim de semana, ambos realizaram juntos uma caminhada pelas ruas do município de Coroatá, distante cerca de 250Km de São Luís.

O evento marcou o lançamento oficial da campanha de Ricardo Murad na região. Na oportunidade, o ex-secretário disse ter sido alvo de perseguições políticas durante a gestão do ex-governador Flávio Dino (PSB) e que retorna ao pleito eleitoral reafirmando seu compromisso em apoiar a candidatura de Lahésio Bonfim, único concorrente, segundo ele, com capacidade política de transformar o Maranhão.

Lahésio agradeceu o apoio de Murad e afirmou que está na hora do povo de Coroatá ser feliz. "Coroatá merece muito mais", ressaltou o candidato cristão.

domingo, 21 de agosto de 2022

"Trabalhadores rurais no Maranhão são ameaçados com tratores usados em desmatamentos", denuncia advogado


A guerra no campo no Maranhão cada vez mais se intensifica e o governo do estado fecha os olhos para as inúmeras ameaças de mortes vivenciadas por pequenos produtores, cujos mandantes na maioria das vez são latifundiários inescrupulosos que acabam não sendo penalizados pelos diveros crimes que cometem.

O advogado e professor Diogo Cabral (foto) denunciou neste domingo, 21, por meio de um vídeo nas redes sociais (ver abaixo), mais violência brutal contra pequenos agricultores na comunidade Baixão dos Rochas, no município de São Benedito do Rio Preto, onde trabalhadores estão sendo ameaçados de serem esmagados por tratatores que realizam desmatamentos com correntões na área.

URGENTE! Na comunidade Baixão dos Rochas, em São Benedito do Rio Preto-Ma, tratores que realizavam desmatamento tentam atropelar trabalhadores rurais. O Maranhão vive uma guerra no campo! E cada dia piora! Por favor, divulguem! Há pessoas em risco nessa comunidade!

sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Dino apoiou fuga de Brandão do debate na TV Difusora


O ex-governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), retuitou uma postagem,  divulgada na página QG do Brandão 40, apoiando a decisão do governador Carlos Brandão (PSB), candidato à reeleição, em não ter ido ao primeiro debate realizado na quarta-feira, 18, pela TV Difusora, com espaço aberto para todos os nove candidatos ao Governo do Estado. 

Na oportunidade, apenas o chefe do Executivo estadual e o candidato Joas Moraes (DC) não compareceram ao evento, que teve transmissão ao vivo, por 2 horas, na emissora da Camboa.

Ao retuitar a postagem, Dino dá claras demonstrações de concordar com a atitude do seu pupilo Brandão, por entender que a TV Difusora bate 24 horas no governador, favorecendo assim o candidato adversário, o senador Weverton Rocha (PDT), deixando de lado o caráter de "isenção", conforme determina a lei eleitoral.


Brandão se defende atacando a TV Difusora e diz que a emissora não é " imparcial e nem neutra"


O governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), partiu pra cima da TV Difusora ao ser criticado pela ausência no primeiro debate da emissora para a disputa ao Palácio dos Leões. 

Em sua página nas redes sociais, o chefe do Executivo Estadual considerou que um debate para ser democrático exige isenção e neutralidade "para servir bem ao eleitor".

No entanto, a direção da emissora se defende, alegando que todas as regras eram de conhecimento prévio e de comum acordo com a assessoria do governador e dos demais candidatos convidados.

Brandão disse ainda que a linha editorial da TV Difusora vem pecando com críticas infundadas e "interpretações enviesadas". Ele destacou que só debaterá em espaços imparciais para mostrar trabalho e propostas.

Datafolha: Lula se mantém na liderança com 47% e ainda pode vencer as eleições no primeiro turno


Nova pesquisa Datafolha mostra que o ex-presidente Lula (PT) segue na lideraça com 47% contra 32% do presidente Jair Bolsonaro (PL) das intenções de voto na disputa para a Presidência da República para as eleições do dia 2 de outubro.

Na terceira posição aparece o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) com 7%, seguido da senadora Simone Tebet (MDB) com 2%, Vera Lúcia (PSTU) com 1%. Leonardo Péricles (UP), Felipe D’Ávila (Novo), Soraya Thonicke (UB), Eymael (DC), Roberto Jefferson (PTB) e Sofia Manzano (PCB) não pontuaram.

O Datafolha ouviu 5.744 eleitores em 281 cidades entre esta terça-feira (16) e quinta-feira (18). A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-09404/2022. 

O levantamento foi contratado pela Folha de S. Paulo e TV Globo. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

quinta-feira, 18 de agosto de 2022

CONEXÃO POLÍTICA- 18/08/2022

O programa Conexão Política mostra as infelizes declarações racistas do governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), candidato à reeleição ao Palácio dos Leões, continuam reverberando negativamente, inclusive na imprensa nacional. Em uma sabatina virtual o chefe do Executivo disse que "...a gente tem que conviver com eles", numa clara alusão preconceituosa às comunidades quilombolas do estado.

quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Eliziane articula para naufragar comissão do Senado que investigará o caos no sistema de ferryboats no Maranhão


Alinhada ao projeto político de reeleição do governador Carlos Brandão (PSB), a senadora Eliziane Gama (Cidadania) tem feito das "tripas coração" para impedir a instalação de uma comissão temporária externa no Senado da República para acompanhar a grave situação da travessia de ferryboats de São Luís para a Baixada Maranhense.

Nesta quarta-feira, 17, deveriam ser eleitos o presidente e o relator da comissão, para definição do plano de trabalho de investigação no sistema de transporte aquaviário no estado.

No entanto, a noviça senadora Eliziane Gama articulou politicamente para barrar qualquer tentativa de andamento efetivo da comissão, ficando uma nova tentativa para a próxima semana.


Nos bastidores a avaliação é que a senadora tenta atenuar e tirar de foco qualquer tentativa dos senadores em fiscalizar um serviço público que vem gerando inúmeros transtornos no direito de ir e vir dos maranhenses, numa clara percepção de blindar o governador Brandão de críticas e investidas dos adversários políticos, em pleno curso da campanha eleitoral.

Vale lembrar que o pedido para a criação da comissão externa partiu do senador Roberto Rocha (PTB), principal adversário do ex-governador Flávio Dino (PSB), mentor da reeleição de Brandão.

"Preto é ser humano governador!", diz Câmara após fala racista de Brandão


O empresário e vereador de São Luís, Fábio Câmara, candidato a deputado federal pelo PDT, usou as redes sociais para criticar a postura e a fala racista do governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), candidato à reeleição, durante sabatina ao Portal Imirante para as eleições de outubro.

Segundo Câmara, o chefe do Palácio dos Leões mostrou todo seu viéis autoritário e total desprezo pelas comunidades quilombolas do estado ao dizer que "...a gente tem que conviver com eles", num total desmerecimento à comunidades tradicionais, descendentes de escravos que vivem há mais de dois séculos no Maranhão.

Para o vereador pedetista, os quilombolas, pretos, não precisam da aceitação de alguém, muito menos de um governador racista, para conviver em sociedade.

"Tenha respeito pelas comunidades que vivem no Maranhão", declarou Câmara, mostrando que um chefe de Estado não pode promover ainda mais a segregação racial e social de povos que deram o sangue pelo país e em especial, afrodescentes, que sempre foram colocados à margem de uma sociedade escravocrata.

“A gente tem que conviver com eles” quem, governador Carlos Brandão? Nós, pretos, quilombolas, precisamos da aceitação de alguém para conviver na sociedade? Tenha respeito pelas comunidades que vivem no Maranhão, governador. Preto é ser humano, é gente e agora temos voz!


terça-feira, 16 de agosto de 2022

Olha a humildade: Roseana diz que Maranhão voltará a ter voz e vez em Brasília


A ex-governadora Roseana Sarney, candidata a deputada federal pelo MDB, já "chegou chegando", como diz a gíria popular. Nesta terça-feira, 16, primeiro dia oficial de campanhas eleitorais pelo país, a ex-mandatária do estado anunciou aos quatro ventos que está voltando ao cenário político, de fato, para que o Maranhão possa ter, novamente, "voz e vez em Brasília".

A declaração de Roseana acaba botando no chinelo os demais integrantes do grupo Sarney ou daqueles que integram as hostes do MDB, que ao longo dos últimos quatro anos representaram o Maranhão na Câmara Federal.

Sem ligar para o que os outros vão pensar, Roseana se lançou oficialmente nas redes sociais como aquela que veio para botar o estado na rota do Planalto Central, exaltando sua experiência política como Governadora, por quatro mandatos, e também como Senadora da República.

É bom lembrar que até outro dia, os "Sarneys" estavam no ostracismo da política maranhense, fadados a ficar no canto da história nacional. Porém, parece que os ventos viraram!

Hoje começa oficialmente a campanha para as próximas eleições. Como Deputada Federal, quero colocar minha experiência de ex-Governadora e Senadora a serviço do Maranhão. Vamos ter voz e vez em Brasília.

Weverton e Brandão dão largadas em suas campanhas aos Leões no interior do Maranhão


Os dois principais adversários na disputa ao Governo do Maranhão, para as eleições do dia 2 de outubro, o senador licenciado Weverton Rocha (PDT) e o governador Carlos Brandão (PSB), que tenta a reeleição, botaram o pé na estrada e deram a largada em suas campanhas eleitorais no interior do estado.

Pelas redes sociais Weverton anunciou que começaria, oficialmente, sua campanha no município de Imperatriz, sua cidade natal e segundo maior colégio eleitoral do Maranhão, depois de São Luís, que é a capital do estado.

"Hoje, 16, começa oficialmente a nossa jornada por um Maranhão de mais oportunidades para você e sua família. Afirmo com entusiasmo e coragem: vamos virar essa chave e gerar trabalho para que não falte comida na mesa dos maranhenses", declarou o postulante pedetista ao Palácio dos Leões.


Já o governador Brandão relatou nas redes sociais que sua campanha se iniciou com uma carreta na cidade de Amarante do Maranhão ao lado do ex-governador Flávio Dino (PSB), que concorre ao Senado da República.

"Estamos em Amarante do Maranhão, em nossa primeira carreata, rodeado de maranhenses que confima em nosso projeto de ampliação de direitos! Logo mais, estaremos em Imperatriz. Muita alegria e esperança!", declarou o governador socialista.

De hoje até o dia 1º de outubro essa será a rotina dos candidatos ao Governo do Maranhão, na tentativa  de visitar os 217 municípios do estado, em busca de votos dos mais de 5 milhões de eleitores maranhenses.

Conexão Política- 16/08/2022

Está dada a largada para a campanha eleitoral de 2022. Até o dia 1º de outubro, às vésperas das eleições gerais no Brasil, os candidatos à Presidência da República, aos governos estaduais e aos cargos de senador, deputado federal, estadual e distrital buscarão os votos de 156,4 milhões de eleitores pelo país, aptos a exercer o direito ao sufrágio nas urnas eletrônicas.

segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Nem "Auxílio Brasil" salva Bolsonaro e nova pesquisa mostra crescimento de Lula entre o eleitorado


Nova pesquisa BTG/FSB revelou nesta segunda-feira, 15, que o ex-presidente Lula (PT) cresceu quatro pontos percentuais nas intenções de voto para a Presidência da República em relação à rodada passada da pesquisa BTG/FSB. Segundo o levantamento, o petista tem a preferência de 45% dos eleitores, contra 34% do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Em relação a última rodada, Lula cresceu além da margem de erro enquanto Bolsonaro registrou o mesmo percentual. A diferença entre os dois que foi de sete pontos na semana passada — menor valor já registrado pela pesquisa — agora é de 12 pontos. A recuperação do ex-presidente ocorre em um momento que Bolsonaro começa a colher os benefícios do aumento do Auxílio Brasil e da redução do preço dos combustíveis.

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) cresceu um ponto percentual, ficando com 8%. Já a senadora Simone Tebet (MDB) perdeu um ponto, registrando 2% das intenções de voto. Os demais candidatos não pontuaram na pesquisa. Eleitores que não vão votar ou votarão nulo ficaram em 6%, enquanto indecisos são 2%.

SEGUNDO TURNO- Em um eventual segundo turno, Lula tem 53%, contra 38% de Bolsonaro. Em relação a última rodada, o petista subiu dois pontos, enquanto o presidente perdeu um ponto. Não vão votar/nulo e indecisos não mudaram em relação a pesquisa anterior, ficando em 8% e 2%, respectivamente.

A pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 14 de agosto. Foram feitas 2 mil entrevistas por telefone. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00603/2022.

Com informações do Congresso em Foco

TJ anula ações do Ministério Público do Maranhão contra Josimar e deputado diz que a Justiça foi feita


O deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) disse que a Justiça foi feita, após a Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) rejeitar, por unanimidade, recurso da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) que manteve decisão liminar do desembargador Bayma Araújo que anulou as buscas do Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) na meagoperação "Maranhão Nostrum".

Na oportunidade, a operação coordenada pelo Ministério Público do Estado (MPE), foi considerada espetaculosa pelo deputado, ao ter seu escritório e sua residência alvos de buscas e apreensões de documentos e dinheiro.

Com a decisão judicial, a Primeira Câmara Criminal do TJMA também foi manteve o ponto da decisão que suspendeu as investigações do procedimento investigatório criminal relacionado ao caso, além da imediata paralisação  da extração de dados e devolução dos bens apreendidos dos investigados.

Josimar afirma que desde o início das operações tem colaborado com a Justiça e que não consegue entender a espetacularização gerada em torno do caso contra ele e sua família. 

Para o parlamentar liberal, sua vida política e pública é regada pelo trabalho, competência e seriedade.

Suicídios de policiais aumentam e ultrapassam mortes em confronto em 2023

A última edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública , publicada nesta quinta-feira, 18, pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública , ...