Banner da Prefeitura de São Luís

Banner da Prefeitura de São Luís

quarta-feira, 28 de junho de 2017

"O governador massacra e humilha os prefeitos", diz Maura Jorge


A ex-prefeita de Lago da Pedra e ex-deputada estadual Maura Jorge (foto) disse nesta quarta-feira, 28, em entrevista exclusiva ao blog, que sua pré-candidatura ao governo do Maranhão é irreversível, colocando-se como uma alternativa eleitoral para a campanha majoritária de outubro de 2018. Atualmente, a ex-parlamentar está filiada ao novo partido PODEMOS, anteriormente denominado de Partido Trabalhista Nacional (PTN).

"Minha pré-candidatura (ao governo) está firme e fiel ao propósito de servir ao povo. Essa pré-candidatura não nasce de um desejo meu, não brota apenas de um desejo meu, até porque o meu planejamento de vida era sair da política, mas felizmente, como diz a Bíblia, o homem traça os seus caminhos, mas Deus é quem determina e estou nesse novo momento me colocando como uma alternativa", declarou Maura Jorge.

Ela destacou não se tratar de uma terceira via de candidatos, mas uma nova alternativa política para o estado para que o povo possa ter poder de escolha. "Graças a Deus nós estamos sendo bem recebida em todos os municípios aonde estamos levando a nossa mensagem e creio que é do propósito de Deus e nós vamos chegar lá", frisou. 

Maura Jorge disse ainda que sua pré-candidatura surgiu de um vácuo político que existe hoje no Maranhão. "Isso em decorrência das pessoas que não estão satisfeitas com o modo de governar de Flávio Dino (PCdoB) e nem voltar ao passado (numa clara referência à família Sarney). Então, nessa perspectiva é que as pessoas estão me vendo como uma alternativa. Vendo como alguém que conhece a realidade do nosso estado, que foi testada no Legislativo (estadual) por quatro mandatos, fui prefeita, tendo sido aprovada por duas vezes e também fiz meu sucessor.", enfatizou.

Maus tratos- A pré-candidata do PODEMOS criticou a postura do governador comunista, Flávio Dino, por estar maltratando prefeitos que não rezam na cartilha do governo do estado. "Nessa atual crise, o governador, literalmente, massacra os prefeitos, humilhando-os. No entanto, tenho essa sensibilidade de me colocar no lugar do outro, pois entendo que esse é o maior feito do cidadão, principalmente daquele que se propõe a governar um estado, que é ter essa sensibilidade de se colocar no lugar do outro. Portanto, tenho a legitimidade de representar os prefeitos, pois já fui prefeita e sei das dificuldades e tenho uma identidade como os gestores, por ser ex-prefeita", ressaltou.

Maura Jorge afirmou que o seu partido é um dos que mais cresce no Maranhão e tem abraçado a sua proposta de candidatura ao governo. "A nossa pré-candidatura hoje não é só do PODEMOS estadual, mas sim em âmbito nacional. No dia 8 de julho, teremos um evento aqui em São Luís com toda bancada federal, com os senadores Romário e Álvaro Dias, para dizer que o nosso partido terá sim representatividade na eleição de 2018 ao governo do Maranhão", finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário