terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Detento usava celular para se comunicar com Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário

A Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária do Maranhão (Sejap) constatou que um preso, identificado como José Jardersom Sá Matias, estava usando um celular para manter contato com representantes do Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Maranhão (Sindspem-MA).

A ação foi registrada na ocorrência n° 009/2014 da Sejap. Segundo o documento, registrado pela direção do presídio, o celular foi encontrado com o detento José Jardersom Sá Matias, que estaria mantendo contato com a diretora do Sindspem-MA, Liana Furtado, e o ex-diretor de Pedrinhas, Raimundo Fonseca.

A apreensão do aparelho celular foi nessa segunda-feira (28), um dia antes do protesto dos agentes penitenciários, que ocorreu na frente da Sejap nesta terça-feira (28).

De acordo com o secretário da Sejap, Sebastião Uchôa, a Liana Furtado é esposa de um ex-diretor do Centro de Detenção Provisória (CDP), que responde a processo na Corregedoria do Sistema Penitenciário.

Ela já teria até ligado para rádios locais dando informações falsas de motins, mortes e fugas de presos de Pedrinhas. Uchôa acredita que haja uma articulação política para promover terror na penitenciária.

O aparelho de celular, os três chips e o registro da ocorrência foram enviados para a Polícia Civil e a Corregedoria do Sistema Penitenciário, para que instaurem inquérito policial e sindicância.

Com informações do Imirante

Um comentário: