Comercial da Prefeitura de São Luís

Comercial da Prefeitura de São Luís

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Lobão e João Alberto querem salvar a pele de Renan Calheiros

Os senadores João Alberto e Edison Lobão pretendem minimizar a crise envolvendo Renan e Michel Temer

Os senadores maranhenses Edison Lobão e João Alberto (ambos do PMDB) ainda fazem parte do pequeno e seleto grupo político no Congresso Nacional em apoio ao senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que resolveu "chutar o pau da barraca" e romper de vez com o presidente da República, Michel Temer, posicionando-se contra as reformas do Trabalho e da Previdência no Senado.

Na última quarta-feira, 3, o senador Eduardo Braga (PMDB-AM) não conseguiu assinaturas dos colegas do partido para apresentar um abaixo assinado em apoio ao líder da bancada peemedebista na Casa, Renan Calheiros, ex-presidente do Congresso.

Senador Renan Calheiros 
Aliado de Renan, Braga chegou até a redigir uma carta que reiterava a liderança dos 22 colegas de bancada ao seu líder, mas não obteve o sucesso desejado. 

Além dos senadores maranhenses, também fazem parte do seleto grupo pró-Renan, Jáder Barbalho (PA), Roberto Requião (PR) e Kátia Abreu (TO), que também subscreveram o documento.

Com a constatação de que o abaixo assinado não teria mais do que um terço da bancada, a tentativa de Braga foi abortada. Com isso, Renan segue isolado e com reais possibilidades de ser destituído da liderança da bancada do PMDB no Senado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário