Banner da Prefeitura de São Luís

Banner da Prefeitura de São Luís

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Fernandes teve aval inicial de Temer, mas aliança a Dino fez naufragar posse


Não há mais dúvida que a estreita relação política e de amizade com o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), teria sido a causa da não nomeação do deputado federal Pedro Fernandes (PTB) para o Ministério do Trabalho.

Um assessor direto do presidente Temer (?) já confirmou à imprensa que "o presidente Michel Temer (MDB) desistiu de nomear Pedro Fernandes por ele ser uma aliado de um dos mais severos críticos do seu governo", numa clara referência ao governador Flávio Dino, adversário político da ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

Segundo o blog do Valdo Cruz (G1), a mudança na escolha do nome de Pedro Fernandes teria se dado depois "de conversas do ex-presidente José Sarney com interlocutores do presidente Temer".

O assessor do Palácio do Planalto ressaltou que em nenhum momento o presidente Temer havia confirmado o nome do deputado Pedro Fernandes como o novo ministro do Trabalho. Apesar disso, o parlamentar do PTB teve o aval inicial de Temer.

2 comentários:

  1. Deputado Pedro Fernando estar querendo é midia porque sabe que não se reeleger e muito menos elege o filho, air está cem holofote na midia brasileira e maranhense agora dar uma de vítima usando nome do ex-presidente José sarney por não ter assumido o min do trabalho, como presente Michel temer vai nomear aliado de um ferrenho opositor do seu governo. Sera que este governador aliado do deputado nomeará um deputado dar base de apoio á nossa futura governadora?


    ResponderExcluir
  2. O nobre deputado Pedro Fernandes (PTB) devia ter pedido licença aos orixás, antes da virada do ano. O clima ficou carregado para o lado dele.

    ResponderExcluir