Banner da Prefeitura de São Luís

Banner da Prefeitura de São Luís

quarta-feira, 29 de julho de 2015

O isolamento de Marcelo Tavares nos Leões

Secretário da Casa Civil, Marcelo Tavares
Talvez a causa maior da incongruência virtual do ex-governador e atual deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB) sobre o "Pacto pelo Maranhão", numa eventual reconciliação com o ex-presidente da República José Sarney (PMDB), de quem a bem pouco tempo era adversário político, esteja no isolamento do chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, sobrinho do ex-governador.

Desde que as cartas no Palácio dos Leões passaram a ser dadas pelo "todo-poderoso" secretário de estado de Articulação Política, Márcio Jerry, o chefe da Casa Civil ficou em segundo plano, incomodando aliados de primeira hora na eleição do governador Flávio Dino (PCdoB).

Zé Reinaldo estava cotado para assumir a Secretaria de Minas e Energia, mas preferiu ficar com o mandato de deputado em Brasília. 

De lá pra cá, nesses sete meses de mandato de governo comunista o que se vê são incongruências entre Zé Reinaldo e Dino. 

E agora, o que estaria por trás desse Pacto pelo Maranhão com as bênçãos do ex-padrinho José Sarney, que deu todos os cargos para Zé Reinaldo.

Será que agora o ex-governador está de volta pra casa???

Um comentário:

  1. Li em um Blog da Raposa (Domingos Costa), uma postagem com o seguinte titulo: "Ao lado de Talita Laci, adjunto da Sinfra anuncia ‘Mais Asfalto’ em Raposa". A postagem apresenta um vídeo onde o Secretário Adjunto de "obras" ao lado da candidata derrotada à Prefeitura, anunciam as obras de recuperação - Tapa Buraco- da estrada da Raposa, dizendo o secretário que tal obra foi uma solicitação da Candidata derrotada e dos vereadores de oposição. Onde está o respeito à institucionalidade por parte do secretário Adjunto? A visita formal do representante do governo deveria ser ao Prefeito da Cidade e não à candidata derrotada do Partido do Governador.

    ResponderExcluir