Rádio Web Conexão

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

"Trata-se de um caso isolado", diz presidente da AMMA sobre decisão de juiz ao determinar detenção de funcionários da TAM

O presidente da Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA), Gervásio Protásio Santos (foto), condenou a atitude do juiz Marcelo Testa Baldochi, que no último sábado (6), deu voz de prisão a funcionários da empresa TAM em Imperatriz, por deixar de embarcar.

Apesar disso, para o presidente da Associação dos Magistrados, trata-se de um caso isolado e cuja atitude do juiz deve ser apurada de forma isenta.

"Temos uma posição definida. O episódio deve ser apurado de forma isenta. Se, eventualmente, for constatado algum tipo de excesso, que sejam aplicadas as penalidades previstas. O magistrado é uma pessoa comum", disse o juiz Gervásio Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suicídios de policiais aumentam e ultrapassam mortes em confronto em 2023

A última edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública , publicada nesta quinta-feira, 18, pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública , ...