Banner da Prefeitura de São Luís

Banner da Prefeitura de São Luís

terça-feira, 31 de maio de 2016

Vereadores repudiam declaração do inexpressivo Ednaldo Neves

O auxiliar Ednaldo Neves ao lado do governador Flávio Dino
Vereadores de São Luís utilizaram nesta terça-feira, 31, a tribuna da Câmara Municipal para repudiar supostas declarações dadas pelo ex-assessor especial do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e atual auxiliar do governador Flávio Dino (PCdoB).  É que em nota publicada na edição desta terça-feira, na coluna Estado Maior (Jornal O Estado do Maranhão), o inexpressivo auxiliar governamental teria chamado os 31 vereadores da capital de "malas", o que acabou gerando um mal-estar na Casa.

Quem primeiro chamou atenção sobre a gravidade do fato foi o vereador Francisco Chauguinhas (PP), que cobrou uma posição firme do Legislativo com relação ao auxiliar do governo comunista. Ednaldo Neves foi taxado de "laranja" na campanha eleitoral de 2012, supostamente para beneficiar a então candidatura do prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

Ednaldo Neves aparece na nota do conceituado matutino por ter chamado os vereadores de "malas" e dizendo ainda que parlamentares "vivem de sangrar o prefeito" (Edivaldo).

Além de Chaguinhas, os vereadores Isaías Pereirinha (PSL), Honorato Fernandes (PT), Ricardo Diniz (PCdoB) e Rose Sales (PMB) criticaram o auxiliar e disseram que Ednaldo agrediu a Casa como um todo. Só Beto Castro (PROS) usou a palavra para defender a figura do auxiliar governamental, dizendo que ele tem serviços prestados ao município.

Um comentário:

  1. Um sujeito totalmente desqualificado que nem deveria estar no PCdoB.

    ResponderExcluir