Rádio Web Conexão

quinta-feira, 27 de junho de 2019

Flávio Dino foi tomar bênção ao ex-presidente Sarney em Brasília


Deixando as divergências políticas de lado e pregando paz e amor, não é que o comunista governador do Maranhão, Flávio Dino, foi tomar bênção ao ex-presidente José Sarney (MDB).

A estratégia dinista é se aproximar do clã Sarney e evitar problemas futuros que podem ofuscar a sua pretensão pessoal de chegar à Presidência da República, em 2022, semelhante a seu ex-adversário do MDB que presidiu a Nação brasileira, no período de 21 de abril de 1985 a 15 de março de 1990.

Alguns aliados do governador do PCdoB veem com certa cautela esse aprochego com um ex-desafeto político e a quem Flávio Dino derrotou um clã que deteve os poderes políticos no Maranhão nos últimos 50 anos.

No entanto, em seu projeto político nacional, Dino preferiu deixar as divergências partidárias em segundo plano e se reuniu com o ex-presidente José Sarney, na última quarta-feira, 26, em Brasília (DF).

“Hoje conversei com o ex-presidente José Sarney sobre quadro nacional. Apresentei a ele a minha avaliação de que a democracia brasileira corre perigo, em face dos graves fatos que estamos assistindo. Já estive com os ex-presidentes Lula e Fernando Henrique, com a mesma preocupação”, publicou o governador, em sua página nas redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suicídios de policiais aumentam e ultrapassam mortes em confronto em 2023

A última edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública , publicada nesta quinta-feira, 18, pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública , ...