segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Astro anuncia criação da Federação das Câmaras Municipais do Maranhão


A Câmara Municipal de São Luís estará sendo a grande anfitriã do evento que acontece nesta quarta-feira, 23, para orientar os demais presidentes dos legislativos em todo o Maranhão. Durante o evento será formalizada a criação da fundação da Federação das Câmaras Municipais do Maranhão – FECAM/MA, nova entidade representativa do Legislativo. A solenidade ocorrerá no Salão Carnaúba do Rio Poty Hotel.

Limites do Poder Legislativo e esclarecimentos sobre atividades de controle e fiscalização externa compõem, em meio a outros temas, a programação do I Seminário de Gestores das Câmaras Municipais que será aberto pelo presidente da Casa, vereador Astro de Ogum (PR), com os dirigentes das 217 Câmaras Municipais existentes no estado, sendo que destes 190 já confirmaram presença.

O evento deve contar com a presença do governador Flávio Dino (PCdoB), do prefeito de São Luís, Edivaldo de Holanda Júnior (PDT), representantes do Poder Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado. A programação inicia às 9h e segue até às 17h. O credenciamento deve ser feito a partir das 8h no mesmo local.

Um dos palestrantes do evento será o juiz titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Comarca da Ilha de São Luís, Douglas de Melo Martins, que vai proferir palestra sobre “O Poder Judiciário e o Julgamento das Ações de Improbidade Administrativa no Âmbito Municipal”.

A programação inclui ainda palestras sobre “O sistema orçamentário e a LRF”, com o procurador legislativo da Câmara de São Luís, Samuel de Miranda Melo; “Controle Preventivo do TCE”, que será ministrada pelo presidente do TCE, José de Ribamar Caldas Furtado; e “O julgamento de Contas pelas Câmaras Municipais”, tendo como expositor o procurador-geral de Justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho.

“A ideia da criação da FECAM/MA é unificar e representar as reinvindicações das câmaras, que têm problemas muito específicos em relação às gestões municipais, e fortalece-las na discussão com as autoridades competentes”, destacou Astro de Ogum, idealizador da proposta de criação da entidade.

"Não posso colocar todos meus agentes de trânsito para fiscalizar só Uber", diz Canindé


O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros (foto), rebateu nesta segunda-feira, 21, as críticas da categoria dos taxistas de que a SMTT não fiscaliza a ação ilegal de profissionais do Uber que atuam em São Luís, apesar de haver uma lei específica proibindo essa atividade.

Em entrevista ao programa Câmara em Destaque (Rádio Difusora AM-680 khz), o secretário afirmou que o órgão tem mantido as fiscalização. "Agora o que eu não posso é colocar todo meu efetivo de agentes de trânsito apenas para ficar fazendo só a fiscalização de Uber na cidade, já que outros serviços precisam de atenção especial na cidade", declarou.

Para Canindé, os taxistas estão desnorteados. "Eles não têm o apoio da população de São luís e buscam apoio dos taxistas em municípios vizinhos à capital como Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa. Esses taxistas de cidades vizinhas também estão atuando em São Luís clandestinamente, ou seja, de forma irregular, semelhante ao Uber", ressaltou.

O titular da SMTT garante que a Lei nº 3430 continua sendo a base para toda fiscalização no sistema de transporte de São Luís. "Isso está sendo feito por nós", garantiu.

Taxistas fecham a cidade e provocam a indignação da população de São Luís

Ao longo da avenida Beira-Mar se formou um congestionamento quilométrico com a manifestação dos taxistas
Com todo respeito aos nobres amigos taxistas, mas a atitude impensada nesta segunda-feira, 21, de uma parcela dessa categoria pode ser considerada uma tremenda imbecilidade em travar os principais eixos de trafegabilidade de São Luís. Todo cidadão brasileiro tem o direito constitucional de ir e vir e não é apenas uma categoria que irá transgredir essa normativa.

A população de vários setores dessa cidade se mostrou indignada com a manifestação de taxistas contra os profissionais do aplicativo Uber, que está funcionando desde fevereiro deste ano na capital maranhense, mesmo estando na ilegalidade, por conta de uma lei promulgada na Câmara Municipal que inibe a atividade desses profissionais.

Os motoristas se concentraram na Ponte do São Francisco e seguiram em direção à Prefeitura de São Luís, onde acabaram sendo barrados antes de chegarem ao Palácio la Ravardière, sede do governo municipal.

Os taxistas alegam pagar altas taxas à Prefeitura, enquanto os profissionais do Uber não são atingidos por não haver uma legislação específica nesse sentido. Para a categoria dos taxistas, a concorrência é desleal. A principal diferença entre os dois serviços diz respeito aos preços cobrados nas corridas. No aplicativo de corridas Uber, os valores chegam a registrar 30 ou 40% de diferença em relação aos cobrados pelos táxis.

O trânsito de veículos na Ponte do São Francisco ficou completamente travado em toda sua extensão de quase 1 Km
A categoria diz que os valores aplicados nos táxis são mais elevados em função dos impostos pagos pelos taxistas, que influenciam diretamente o preço da corrida. Motoristas do Uber, por outro lado, afirmam que os taxistas recebem incentivos do governo que facilitam a profissão, e que o preço elevado é injustificado.

A manifestação provocou lentidão no trânsito nos pontos por onde passou.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

João Alberto pode vir a ser candidato ao governo pelo PMDB


Caso a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) não consiga emplacar sua candidatura ao governo do Maranhão, em 2018, já está sendo cogitado um "Plano B", nas hostes do grupo Sarney, para que o senador João Alberto (PMDB) possa demarcar território e sair candidato contra a reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB).

Até o momento, a ex-governadora vem acompanhando de perto as pesquisas internas do grupo para avaliações futuras sobre seu potencial para concorrer, pela quinta vez consecutiva, ao comando do Palácio dos Leões. No entanto, ela só sai candidata com a garantia de que as intenções de votos no estado lhe sejam favoráveis.

Como o grupo político deve ter dois nomes fortes ao Senado, como o ministro de Meio Ambiente e deputado federal licenciado, Sarney Filho (PV), e o senador Edison Lobão (PMDB), João Alberto acabou ficando de fora e pode vir a encarar essa nova empreitada.

Vale aguardar!

Ciro Gomes esquenta pré-campanha eleitoral à presidência em São Luís


O ex-ministro e pretenso candidato a presidente da República, Ciro Gomes (PDT), desembarca em São Luís, nesta sexta, 18, para participar de um evento político do PDT na capital maranhense. O encontro de lideranças acontecerá a partir das 19 horas, na Casa do Maranhão, na área da Praia Grande, centro histórico da cidade.

Na oportunidade, Ciro Gomes deve falar sobre a conjuntura política e social do país que vive uma crise institucional sem precedentes. Devem estar presentes o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, e o líder da bancada do partido na Câmara federal, deputado Weverton Rocha.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Veja o vídeo: Governo tenta explicar o caso de mais um "aluguel camarada"


Pelo segundo dia consecutivo, o telejornal Bom dia Brasil, da Rede Globo de Televisão, trouxe o caso envolvendo o "aluguel camarada" da Clínica Eldorado pelo governo Flávio Dino (PCdoB), que vem pagando desde o ano passado a quantia de R$ 90 mil com a clínica fechada. Já foram pagos mais de R$ 900 mil sem nenhum atendimento público.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

"Quem vive de promessa é santo", diz Marcial Lima


O líder do PEN na Câmara de São Luís, vereador Marcial Lima (foto), cobrou mais empenho e celeridade no andamento de obras e serviços do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas, o qual a capital maranhense está incluída.

"Precisamos aproveitar o período de estiagem em São Luís para darmos andamento às obras do PAC Cidade Histórica, que não tem resolvido o problema do centro de São Luís. Quem vive de promessa é santo e estamos cansados de promessas do IPHAN (Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional)", disse o parlamentar.

Marcial Lima declarou que a bancada federal do Maranhão possa ser convidada a vir à Câmara para discutir essa questão. "O que se observa é que aqui alguns deputados têm um discurso e lá, em Brasília, é outro. No Centro Histórico nossa cidade está abandonada. Como exemplo, temos o prédio da antiga Rffsa, na Beira-Mar, que está fechado e sendo depedrado. O IPHAN não engana mais a população e o vereador Marcial Lima. Fica a discussão que vamos trazer pelo rádio redes sociais e televisão", ressaltou.

Outro assunto citado na tribuna da Casa pelo vereador foi a problemática da falta de planejamento das obras da Prefeitura sobre asfaltamento nos bairros de São Luís. "A prefeitura vai em um bairro tapa 15 buracos e deixa 36 abertos


Por que que não complementam a obra? Fico triste em saber disso, não se pode mais permitir que a Prefeitura não conclua o serviço. É dinheiro público", criticou Marcial Lima.

Veja o Vídeo! Bom dia Brasil expõe o escândalo de mais um "aluguel camarada"


O telejornal Bom dia Brasil, da Rede Globo, trouxe na edição matinal desta quarta-feira, 16, mais um escândalo de "aluguel camarada" do governo Flávio Dino (PCdoB), que vem pagando desde o ano passado, a quantia de R$ 90 mil por mês por uma clínica fechada e que se encontra em reforma. Já foram pagos mais de R$ 900 mil sem atendimento à população. No local deveria funcionar um hospital de traumatologia e ortopedia.

"Governo serve de abrigo financeiro para filiados do PCdoB", diz deputado


O deputado estadual Edilázio Junior (PV/foto) denunciou na tribuna da Assembleia Legislativa que a gestão do governo Flávio Dino tem servido como uma espécie de "abrigo financeiro" para filiados do PCdoB no Maranhão. Segundo ele, basta vestir uma camisa vermelha e ir para a porta do Palácio dos Leões para receber o abrigo camarada.

“Hoje quem chega à porta do Palácio dos Leões com uma camiseta vermelha, uma bandeira da Venezuela, está empregado. Na Casa Civil e na Secretaria de Comunicação é só comunista empregado. Emprega ficha suja, emprega quem quer que seja. Mas tem que ter o seu contracheque”, disse. 

Edilázio chamou a atenção do governo para os gastos fúteis que estão ocorrendo e que realmente pode gerar uma quebradeira no estado. “Então, governador, dê prioridade para a saúde, para a educação, para segurança, para a infraestrutura. Diminua os gastos com seus aviões que sequer podem voar, diminua os gastos com a Secretaria de Comunicação que só agora vossa excelência passou mais R$ 9 milhões ao secretário Márcio Jerry. Dê prioridade aos maranhenses, só depois dê prioridade às suas luxúrias”, finalizou.

O deputado ressaltou que o governador determinou a licitação de R$ 7,7 milhões de um avião que sequer pode voar. "Aqui no Maranhão o governador me faz uma licitação de R$ 7,7 milhões para gastos com avião que não pode voar. E aí eu quero e espero que o Ministério Público também possa enxergar isso", frisou. 

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Vereador cobra da prefeitura a limpeza das margens do Rio Anil


O vereador Cézar Bombeiro (PSD/foto) está cobrando do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) a limpeza do leito do Rio Anil, que segundo ele, está poluído por milhares de garrafas PET. O parlamentar apresentou requerimento que foi aprovado pelo plenário da Câmara Municipal de São Luís para que as margens do rio seja despoluído em uma longa extensão.

Cézar Bombeiro alerta que o leito do Rio Anil, ao longo de toda a Avenida Quarto Centenário, percorrendo os bairros Camboa, Liberdade, Fé em Deus, Alemanha, até um trecho da Vila Palmeira, tem pontos de acúmulo de resíduos sólidos. Entre a sujeira, predominam garrafas vazias de refrigerante, do tipo PET, altamente poluentes, pois não são biodegradáveis, ou seja, não se decompõem naturalmente.

“A situação é preocupante, pois o Rio Anil é fonte de sustento para pescadores, além de servir à prática de futebol, nos momentos de seca”, lembrou. O vereador também atribuiu à poluição as oscilações climáticas que tanto mal têm feito às pessoas. “Reclama-se que a temperatura subiu, mas não há o devido cuidado com o meio ambiente”, advertiu.

O requerimento, de nº 644/17, foi encaminhado ao gabinete do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), com cópia para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam).