domingo, 19 de abril de 2015

A cultura do capital é anti-vida e anti-felicidade

Por Leonardo Boff
Do Congresso em Foco

A demolição teórica do capitalismo como modo de produção começou com Karl Marx e foi crescendo ao longo de todo o século XX com o surgimento do socialismo e pela escola de Frankfurt. Para realizar seu propósito maior de acumular riqueza de forma ilimitada, o capitalismo agilizou todas as forças produtivas disponíveis. Mas teve como consequência, desde o início, um alto custo: uma perversa desigualdade social. Em termos ético-políticos, signfica injustiça social e produção sistemática de pobreza.

Nos últimos decênios, a sociedade foi se dando conta também de que não vigora apenas uma injustiça social, mas também uma injustiça ecológica: devastação de inteiros ecossistemas, exaustão dos bens naturais, e, no termo, uma crise geral do sistema-vida e do sistema-Terra. As forças produtivas se transformaram em forças destrutivas. Diretamente, o que se busca mesmo é dinheiro. Como advertiu o Papa Francisco em excertos já conhecidos da Exortação Apostólica sobre a Ecologia: “no capitalismo já não é o homem que comanda, mas o dinheiro e o dinheiro vivo. A ganância é a motivação … Um sistema econômico centrado no deus-dinheiro precisa saquear a natureza para sustentar o ritmo frenético de consumo que lhe é inerente.”

Agora o capitalismo mostrou sua verdadeira face: temos a ver com um sistema anti-vida humana e anti-vida natural. Ele nos coloca o dilema: ou mudamos ou corremos o risco da nossa própria destruição e parte da biosfera, como alerta a Carta da Terra.

No entanto, ele persiste como o sistema dominante em toda a Terra sob o nome de macro-economia neoliberal de mercado. Em que reside sua permanência e persistência? No meu modo de ver, reside na cultura do capital. Isso é mais que um modo de produção. Enquanto cultura encarna um modo de viver, de pensar, de imaginar, de produzir, de consumir, de se relacionar com a natureza e com os seres humanos, constituindo um sistema que consegue continuamente se reproduzir, pouco importa em que cultura vier a se instalar. Ele criou uma mentalidade, uma forma de exercer o poder e um código ético. Como enfatizou Fábio Konder Comparato num livro quer merece ser estudado A civilização capitalista (Saraiva, 2014): “o capitalismo é a primeira civilização mundial da história”(p.19). O capitalismo orgulhosamente afirma: “não há outra alternativa (TINA= There is no alternative)”.

Vejamos rapidamente algumas se suas características. Finalidade da vida: acumular bens materiais, mediante um crescimento ilimitado, produzido pela exploração sem limites de todos os bens naturais; pela mercantilização de todas as coisas e pela especulação financeira; tudo feito com o menor investimento possível, visando a obter pela eficácia o maior lucro possível dentro do tempo mais curto possível; o motor é a concorrência turbinada pela propaganda comercial; o beneficiado final é o indivíduo; a promessa é a felicidade num contexto de materialismo raso.

Para este propósito se apropria de todo tempo de vida do ser humano, não deixando espaço para a gratuidade, a convivência fraternal entre as pessoas e com a natureza, o amor, a solidariedade, a compaixão e o simples viver como alegria de viver. Como tais realidades não importam para a cultura do capital, como reconheceu o insuspeito mega-especulador George Soros (A crise do Capitalismo, Campus 1999), porque, embora tenham valor, não tem preço nem dão lucro. Mas exatamente são elas que produzem a felicidade possível. Ele destrói as condições daquilo que se propunha: a felicidade. Assim ele não é só como anti-vida mas também anti-felicidade.

Como se depreende, esses ideais não são propriamente os mais dignos para efêmera e única passagem de nossa vida neste pequeno planeta. O ser humano não possui apenas fome de pão e afã de riqueza; é portador de outras tantas fomes como de comunicação, de encantamento, de paixão amorosa, de beleza e arte e de transcendência, entre outras tantas.

Mas por que a cultura do capital se mostra assim tão persistente? Sem maiores mediações diria: porque ela realiza uma das dimensões essenciais da existência humana, embora a elabore de forma distorcida: a necessidade de auto-afirmar-se, de reforçar seu eu, caso contrário não subsiste e é absorvido pelos outros ou desaparece.

Biólogos e mesmo cosmólogos (citemos apenas um dos maiores deles, Brian Swimme) nos ensinam: em todos os seres do universo, especialmente no ser humano, vigoram duas forças que coexistem e se tencionam: a vontade do indivíduo de ser, de persistir e de continuar dentro do processo da vida; para isso tem que se auto-afirmar e fortalecer sua identidade, seu “eu”. A outra força é da integração num todo maior, na espécie, da qual o indivíduo é um representante, constituído de redes e sistemas de relações fora das quais ninguém subsiste.

A primeira força se constela ao redor do eu e do indivíduo e origina o individualismo. A segunda se articula ao redor da espécie, do nós e dá origem ao comunitário e ao societário. O primeiro está na base do capitalismo, o segundo, do socialismo na sua expressão melhor.
Onde reside o gênio do capitalismo? Na exacerbação do eu até ao máximo possível, do indivíduo e da auto-afirmação, desdenhando o todo maior, a integração na espécie e o nós. Desta forma desequilibrou-se toda a existência humana, pelo excesso de uma das forças, ignorando a outra.

Nesse dado natural reside a força de perpetuação da cultura do capital, pois se funda em algo verdadeiro mas concretizado de forma exacerbadamente unilateral e patológica.

Como superar esta situação secular? Fundamentalmente no regate do equilíbrio destas duas forças naturais que compõem a nossa realidade. Talvez seja a democracia sem fim, aquela instituição que faz jus, simultaneamente, ao indivíduo (eu) mas inserido dentro de um todo maior (nós, a sociedade) do qual é parte. Voltaremos ao tema porque não é suficiente fazer a crítica a esta cultura malvada, como a chamava Paulo Freire;  importa contrapor-lhe outro tipo de cultura que cultiva a vida e cria espaços para o amor, a cooperação, a criatividade e a transcendência.

sábado, 18 de abril de 2015

Polícia recebeu denúncia anônima antes de prender o namorado da filha de Márcio Jerry no campus da UFMA

Policiais militares receberam uma denúncia anônima, via Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), que levou a prisão do namorado da filha do secretário Márcio Jerry (Articulação Política), Nairon Botão Ribeiro Barros (foto), na área do campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Confira abaixo os detalhes da ocorrência registrada pelos policiais militares. O registro foi feito no Sistema Integrado de Gestão Operacional, (SIGO).

Ocorrência: M3663952
Sigo: 1361    16° DP
Data: 14/04/2015
Hora: 16:40
Local: CCH UFMA
Tipo: Posso de substância semelhante a maconha

Autor: Nairon Botao Ribeiro Barros/ cohatrac

Vítima: Saúde Pública

Histórico: Recebemos ligação via ciops que teria um carro de placa NXJ0065 com dois indivíduos portando drogas,foi encontrado no veículo substâncias semelhante a maconha,aproximadamente 20 gramas,o mesmo foi conduzido ao dp,sem lesões corporais,o que gerou um TCO em seu desfavor.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Prefeito entrega 250 cadeira de rodas

Edivaldo entrega cadeira de rodas a paciente idosa
O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr (PTC), acompanhado da secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, realizou na manhã desta sexta-feira,17. a entrega de 250 cadeiras de rodas a pacientes do Programa de Órtese e Prótese. Desse total, 40 cadeiras são especiais para banho. A ação contempla pacientes e seus familiares, que há anos esperam pelo beneficio. A entrega representa um dos avanços conquistados pela gestão municipal na área da saúde e do atendimento humanizado.

A conquista foi comemorada pelo prefeito. "É muito gratificante vermos a alegria das famílias ao receber esses equipamentos, que vão alterar a rotina dessas pessoas, ajudando no deslocamento e nas atividades que poderão desempenhar melhor agora", sinalizou Edivaldo. 

O prefeito listou ainda outros investimentos realizados na área da Saúde. "Esse é mais um avanço entre tantos outros que já conquistamos durante a gestão, como a reforma das unidades de saúde e do Hospital da Criança. Estamos também construindo a primeira maternidade municipal, que beneficiará toda a cidade", afirmou Edivaldo.

Vereadores Ivaldo Rodrigues e Pedro Lucas e o prefeito na solenidade
A secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, destacou a importância dessa entrega a pacientes que desde 2011 esperavam por cadeiras de rodas. "Quando a gestão começou, percebemos que havia uma demanda reprimida muito grande na área de órteses, próteses e materiais auxiliares. Por isso, providenciamos a aquisição dos equipamentos. Esta é apenas a primeira parte de um total de 1050 cadeiras, que estamos aguardando", afirmou a titular da pasta.

Também estiveram presentes na solenidade de entrega das cadeiras de rodas a primeira-dama Camila Braga, os secretários municipais Batista Matos (Comunicação) e Socorro Araújo (Turismo), os parlamentares Pedro Lucas Fernandes (PTB), Barbosa Lages (PDT), Ivaldo Rodrigues (PDT), Edimar Gomes (PSDB), Basileu (PSDC), Josué Pinheiro (PSDC), Chaguinhas (PSB) e Marquinhos (PRB), o subprefeito do Centro Histórico de São Luís, Fábio Henrique Farias, e o secretário municipal de Saúde de Chapadinha, Allan Monteles.

Fotos: Baêta e Paulo Caruá

Vereador alerta sobre desperdício de água

O plenário da Câmara de São Luís aprovou projeto de lei, de iniciativa do vereador Sebastião Albuquerque (DEM), que dispõe sobre a obrigatoriedade da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), de realizar campanhas de esclarecimento à população sobre a economia da utilização da água. 

As campanhas - que terão o objetivo de conscientizar a população para evitar o desperdício de água - terão caráter educativo e serão realizadas por meio da imprensa. A matéria - que agora segue para sanção do Executivo - propõe a realização de campanhas educativas para as crianças da rede municipal sobre a importância do não desperdício da água. As palestras serão semanais. Além disso, as escolas reservarão um dia em seus calendários escolares para a realização da campanha educativa.

Ao justificar a sua proposição, Sebastião Albuquerque lembrou que a falta de água vem causando preocupação no mundo inteiro. Também destacou que o Brasil e, em especial, o estado do Maranhão, apresentam grandes reservatórios de águas naturais em condições de consumo humano, mas não é caso de São Luís, que precisa trazer água de outros municípios para poder atender as necessidades básicas da população.

“É por causa desta situação que os habitantes de São Luís têm que ter a responsabilidade de não desperdiçar este precioso líquido que a cada dia vai se tornando mais difícil”, afirmou o vereador.

Desembargador determina que o Detran mantenha contratação com empresa irregular


O desembargador José de Ribamar Castro (foto), em decisão monocrática, determinou que o Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran) dê continuidade à contratação direta emergencial da empresa BR Construções, Comércio e Serviços Ltda. 

A decisão ocorreu no julgamento do recurso interposto pelo Estado do Maranhão pedindo efeito suspensivo da sentença do Juízo da Vara de Interesses Difusos e Coletivos da comarca de São Luís, que suspendeu a contratação da empresa, ao deferir o pedido de liminar formulado por meio de Ação Popular.

Em sua defesa, o Estado alegou ausência de dano ao erário, sustentando que a Ação Popular se resumiu em apontar possíveis ilegalidades que proibiam a contratação, sem demonstrar a lesão. Ressaltou ainda a necessidade da contratação emergencial, diante de acordo firmado com o Ministério Público do Trabalho, que já se encontra em fase de execução no valor de R$ 1.127.100.000,00, em caso de descumprimento das obrigações.

Na sua decisão, o desembargador Ribamar Castro destacou o acordo judicial existente entre o Estado e a Procuradoria Regional do Trabalho (16ª Região), que autorizou a contratação emergencial de outra empresa, em caráter excepcional, relativo ao fornecimento de pessoal suficiente para o bom funcionamento do Detran.

O magistrado frisou que a contratação emergencial não se deu de forma deliberada, com mera intenção de burlar o princípio do concurso público.

A economia de 30% na efetivação do contrato de emergência, apresentada pela administração pública, foi outro aspecto enfatizado pelo desembatgador, ao julgar procedente a contratação da BR Construções. 

Filha do secretário Márcio Jerry nega tráfico de influência no caso do namorado ter sido preso portando droga no Campus da UFMA

Dandara Azevedo, filha do secretário de Articulação Política do Governo do Estado, Márcio Jerry (PCdoB), posicionou-se na quinta-feira, 16, quanto a uma publicação recente feita em um blog da capital maranhense sobre o namorado, Nairon Botão Ribeiro Barros (foto), que foi preso portando droga no campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). .

“Saibas que nunca, em hipótese alguma, eu utilizaria de quaisquer tipos de influências para minimizar erros, de quem quer que fosse”, declarou Dandara em sua página em uma rede social. 

De acordo com o comandante do Grupo Tático Móvel (GTM) do 1º Batalhão de Polícia Militar, tenente Jonas Magno, Nairon Botão Ribeiro Barros foi detido na última terça-feira, 14, no Centro de Ciências Humanas da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) com porção de substância semelhante a maconha. 

A ocorrência chegou ao GTM após denúncias via Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS) de que duas pessoas em um veículo Ford Ecosport de cor vermelha e placa NXJ 0065 estariam portando drogas. 

Na abordagem, foram apreendidas 20 gramas do entorpecente. 

Sobre o caso, Márcio Jerry afirmou em sua conta no Twitter que “não houve blitz nem prisão; mas uma abordagem normal”.

O homem de ferro do governo Dino

Flávio Dino e Márcio Jerry
Não resta mais dúvida que o nobre jornalista e atual secretário de estado de Articulação Política, Márcio Jerry, é quem manda com mãos de ferro no governo do estado, depois de Flávio Dino (PCdoB). 

Tem até secretário da Casa Civil, Marcelo Tavares, que se estranhou nesta semana e pediu para sair, pois dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço.

Para mostrar o poder de fogo do secretário Márcio Jerry, o governador Flávio Dino autorizou uma suplementação da ordem de R$ 2 milhões à Secretaria comandada pelo pupilo comunista.

Dizem que no início da gestão governamental, ele tinha de se contentar com uma cifra de apenas R$ 775.774,00. 

Mas segundo o Diário Oficial do Estado (DOE), datado de 8 de abril, o governador Flávio Dino entendeu que era pouco recurso para o pupilo comunista e resolveu suplementar os R$ 2 milhões para aplicação na "gestão do programa".

Alguém sabe do que se trata isso?

Andrea Murad volta a cobrar explicações do governo sobre o Detran

Na última sessão plenária da semana, a deputada Andrea Murad (PMDB) criticou a falta de explicações do governo sobre as denúncias de contratação ilegal no Detran que, segundo a parlamentar, revelam o favorecimento de empresa e pagamento de dívida de campanha eleitoral.

Na tribuna, ela chamou a atenção para as declarações do governador Flávio Dino que exaltou a gestão do diretor do Detran, Antônio Nunes, em vez de explicar ao povo sobre as denúncias que resultaram na decisão da justiça em suspender o contrato por tempo indeterminado. Para Andrea Murad, os argumentos são fortes e o povo precisa que o governo tome atitudes cabíveis diante do escândalo. 

"Flávio Dino não tinha o direito de fazer uma coisa dessa com o povo que confiou nele. Ele vem para o governo e decide colocar o Estado para pagar suas dívidas de campanha, ele coloca o agiota que financiou a campanha dele em um contrato milionário no Detran através de uma dispensa de licitação ilegal. E quando denunciamos, eles acham banal, porque acham que a justiça nunca irá prevalecer", disse a deputada.

Andrea Murad citou outra forte ligação da empresa BR Construção com o suposto pagamento de dívida de campanha de Flávio Dino ao repercutir que a empresa da mesma família, a Cardoso Construção, também faturou contratos na gestão do prefeito de São Luís, Holanda Júnior. 

"O que esperávamos é que o Governador Flávio Dino assumisse a responsabilidade, tomasse providências quanto à corrupção no órgão e tirasse o Nunes. Mas, o que estamos vendo é que ele não só compactua com essa corrupção, mas talvez,  seja ele o mentor de tudo isso", discursou Andrea Murad.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Prefeitura e Governo celebram convênio de R$ 20,6 mi para obras de pavimentação em São Luís

Um investimento de R$ 20,6 milhões em requalificação de aproximadamente 120 Km de vias urbanas da capital maranhense. Esse será o resultado final do convênio assinado na manhã desta quinta-feira, 16, pelo prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), e o governador Flávio Dino (PCdoB). Os serviços de recapeamento asfáltico serão realizados em 296 ruas e avenidas, beneficiando dezessete bairros da capital. Foram priorizadas pelo convênio as vias que são corredores de transporte público.

O prefeito Edivaldo comemorou a parceria, que reforça o compromisso do poder público em promover a melhoria da qualidade de vida da população. "Estamos trabalhando para garantir a mobilidade urbana em nossa capital. Com a posse do governador Flávio Dino, São Luís vive uma nova realidade. Hoje, temos um Governo que trabalha ao lado do prefeito pelo bem estar dos ludovicenses. Estamos caminhando juntos para beneficiar toda a população de São Luís", destacou.

Com a obra, a Prefeitura de São Luís avançará nas ações de mobilidade urbana na capital e facilitará o acesso da população dessas regiões a serviços urbanos, tais como limpeza urbana, segurança pública, saúde, transporte escolar, entre outros, proporcionando assim bem-estar e mais qualidade de vida ao cidadão. A parceria institucional entre Prefeitura de São Luís e governo do Estado integra as ações do programa estadual Mais Asfalto. Do montante investido, R$ 581.522,70 mil serão recursos da contrapartida municipal.

O governador Flávio Dino destacou que a assinatura do convênio com a Prefeitura faz parte do conjunto de alterações que vêm sendo promovidas no Estado. "Estamos hoje comemorando mais uma conquista que se insere em um processo amplo de mudanças reais em favor do povo do Maranhão. Sinto-me privilegiado em poder honrar esse compromisso com essa cidade que eu amo tanto, que é a capital de todos os maranhenses", afirmou.

As obras serão realizadas no bairros Vila Embratel, Anjo da Guarda, São Raimundo, Vila Bacanga, Vila Isabel, Vila Ariri, Vila São Luís, Vilas Mauro Fecury I, Vila Mauro Fecury II, Alto da Esperança, Cidade Operária, Cohab, João de Deus, São Bernardo, Vila Luizão, Coroadinho e Vila Nova República.

Eleitores de Timon, Caxias, Coroatá e Codó devem ser recadastrados biometricamente ainda em 2015

O recadastramento biométrico deve ser implantado também em Timon, Caxias, Coroatá e Codó em 2015. Reuniões com este fim estão sendo realizadas nestas cidades para que seja feito levantamento junto aos poderes judiciário e executivo de infraestrutura necessária disponível.

“Nesta quarta-feira (15) estivemos em Timon e estamos bastante satisfeitos com o resultado. Aqui, tal como ocorreu nos municípios da região tocantina, recebemos apoio e garantia de que podemos iniciar o processo biométrico quando quisermos”, contou o juiz auxiliar Sebastião Bonfim, da presidência do TRE-MA.

Nesta quinta (16), a comitiva do Tribunal - que é formada pelo diretor Gustavo Campos (geral), dos secretários Amudsen Bonifácio (Administração e Finanças) e Wagner Sales (Tecnologia da Informação), e pelo coordenador Magno Frazão (Fiscalização do Cadastro Eleitoral) – visitará Caxias, Coroatá e Codó.

As demais cidades que passarão pelos trabalhos da biometria em 2015 são: Imperatriz, Açailândia, Balsas e Riachão.