sexta-feira, 26 de agosto de 2016

E agora Júlio Pinheiro? Professores estaduais se rebelam contra Dino

O candidato a vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro (PCdoB), ao lado do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT)
O que dirá o candidato a vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro (PCdoB), companheiro de chapa à reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), sobre a manifestação e indignação dos professores da rede estadual de ensino em frente ao Palácio dos Leões, cobrando do governador Flávio Dino (PCdoB) o repasse de 11,36% aos educadores determinado pelo Ministério da Educação, retroativo a janeiro deste ano?

Foi só o presidente afastado do Sindicato dos Professores da rede estadual de ensino ser guinchado à condição de candidato a vice-prefeito, deixar o comando da entidade, para que os professores pudessem mostrar sua indignação com um governo comunista que não cumpre suas atribuições básicas.

Na quarta-feira, 25, um grupo de professores seguiu até a sede do governo estadual com faixas, cartazes e gritando palavras de ordem contra o governo Dino, por não pagar o devido aos educadores. Com o reajuste o salário-base de R$ 1.917, 78 passa para R$ 2.135, 64. Porém, até o momento, essa reposição ainda não aconteceu.

Veja abaixo o link do protesto divulgado pela TV Mirante

http://g1.globo.com/ma/maranhao/jmtv-2edicao/videos/v/professores-da-rede-estadual-protestam-em-frente-a-sede-do-governo-em-sao-luis/5261193/

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

São Luís na rota das cidades mais violentas do país


O programa Profissão Repórter da TV Globo, coordenado pelo jornalista Caco Barcelos, exibiu na noite de quarta, 24, as entranhas do mapa da violência no país. O estudo é coordenado pelo professor Julio Jacobo Waiselfisz com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Ministério da Saúde 2014, para mostrar a evolução violência em estados e municípios brasileiros.

Em São Luís, o repórter Estevão Muniz esteve acompanhado de uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que foi socorrer um rapaz baleado. São Luís passou a ser a capital mais violenta do país, com taxa de homicídio de 90 para cada 100 mil pessoas. A média nacional é de 29 mortes para cada grupo de 100 mil.

Segundo o delegado geral da Polícia Civil do Maranhão, Lawrence Melo, admite que houve uma alta no número de homicídios até 2014, durante a gestão da ex-governadora do estado, Roseana Sarney (PMDB). Na oportunidade, ele ressaltou que a partir do governo Flávio Dino (PCdoB), o número de assassinatos está diminuindo, por conta de investimentos feitos na área da Segurança Pública, apesar da reportagem informar o contrário.

Outras cidades também foram citadas na matéria como violentas, como é o caso de Maceió, em Alagoas, e Mata de São João, na Bahia.

Veja abaixo a íntegra da matéria pelo link do globo.com

terça-feira, 23 de agosto de 2016

A experiência que faz a diferença


O vereador Sebastião Albuquerque (PRP) garante que apesar das dificuldades mais uma vez irá colocar o seu nome à disposição da população de São Luís na busca por mais um mandato eletivo na Câmara Municipal. "Vamos mais uma vez colocar o nome para São Luís julgar", declara o parlamentar.

Sebastião Albuquerque, que é considerado um dos vereadores mais experientes no Legislativo da capital maranhense, com cinco mandatos eletivos, continua mantendo suas atividades no parlamento municipal, aliado às constantes visitas que faz às comunidades carentes da cidade.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Não é que os apoios estão chegando de mansinho


Depois do ex-prefeito Tadeu Palácio, agora é a vez do quase e ex-pré-candidato do PHS à Prefeitura de São Luís, o médico, jornalista, advogado, músico e ex-vereador Dr. João Bentivi declarar apoio à candidatura da vereadora Rose Sales (PMB) na disputa pela Prefeitura de São Luís, nas eleições de outubro deste ano.

A adesão do intrépido Bentivi à candidatura Rose Sales está agendada para acontecer nesta quarta-feira, 24, às 19 horas, em solenidade no Ícaros Recepções, no bairro da Alemanha. Vale ressaltar que o médico Dr. Bentivi chegou quase às portas das convenções partidárias a sair candidato a prefeito. No entanto, o PHS acabou fechando apoio à candidatura do deputado estadual Wellington do Curso (PP), na corrida sucessória municipal.

O fato acabou quebrando as pernas e as asas de Bentivi, que agora quer que tudo fique Rose em São Luís.

Como a política é dinâmica

Os vereadores Manoel Rêgo e Chaguinhas chegaram a abraçar a candidatura de Eliziane Gama
Atualmente fazendo parte da trupe político-partidária do candidato Wellington do Curso (PP), os vereadores Francisco Chaguinhas e Manoel Rêgo (ambos do PP) chegaram a  sentar na mesma mesa com o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), e depois de acordos quebrados, se debandaram de mala e cuia para o lado da deputada federal Eliziane Gama (PPS), que também concorre à sucessão municipal na capital maranhense, nas eleições do dia 2 de outubro deste ano.

No entanto, como a política é muito dinâmica e voraz, os dois parlamentares resolveram vestir a camisa do PP e estão apostando todas as fichas na eleição do candidato e deputado estadual Wellington do Curso, que vem crescendo no apelo popular. Resta saber como ficam as pretensões dos dois vereadores, caso Wellington não consiga alcançar o tão esperado sonho de administrar São Luís.

Acredito que só haverá duas alternativas para ambos: num eventual segundo turno, tanto Chaguinhas quanto Manoel Rêgo voltarão aos braços ou do prefeito Edivaldo ou arriscarão apoiar a Noviça Rebelde do PPS.

Façam suas apostas!

A força que vem de Astro de Ogum

O vereador Astro de Ogum (PR) mais uma vez mostrou força ao reunir centenas de lideranças
O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum (PR), deu a largada em sua campanha à reeleição para mais um mandato eleitoral com uma grande festa no bairro da Vila Palmeira, no último sábado, 20. O evento foi marcado por diversas manifestações de apoio ao parlamentar por lideranças comunitárias da área.

“Sem dúvida, é o melhor nome mais uma vez, para nossa Vila Palmeira e para São Luís, Quem Lembra da situação do caos no bairro vista antes para hoje todo revitalizado. O Astro é um político atuante, um homem que está permanentemente nas comunidades ouvindo a população. Ele conhece a realidade da cidade e tem propostas melhor. Por isso mais uma vez, a Vila Palmeira apoia ele”, disse George Campos, líder comunitário.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Fábio Câmara quer acabar com a "gestão empurra"


O vereador e candidato a prefeito de São Luís, Fábio Câmara (PMDB/foto), vem condenando os atuais modelos de administração pública que se instalou na capital maranhense. Intitulado de "gestão empurra", o candidatável justifica que nos últimos anos problemas nas áreas de transporte e mobilidade urbana, por exemplo, sempre são dos outros e nunca do prefeito que gerencia a cidade. 

"São Luís precisa de um prefeito com olhar no futuro e não no passado. Ao longo dos últimos dez anos todos que os gestores que administram a cidade adotaram o modelo de gestão baseada no ‘empurra’, sempre culpando o antecessor por falhas", declara Fábio Câmara.

O nobre candidato do PMDB garante que fará uma campanha propositiva para mostrar para a população de São Luís, não só as mazelas, mas também encontrar soluções viáveis para a melhora da qualidade de vida das comunidades que aguardam por uma transformação radical nas prioridades de gestão pública. 

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Márlon Reis diz que ministro quer descredibilizar a Lei da Ficha Limpa

Ex-juiz de Direito, Márlon Jacinto Reis
O ex-juiz de Direito, Márlon Jacinto Reis, atualmente assessor jurídico do partido Rede Sustentabilidade (Rede), idealizado pela ex-senadora Marina Silva, rebateu as críticas do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, sobre a eficácia da Lei da Ficha Limpa, considerando-a uma norma criada por "bêbados".

Márlon Reis, endeusado com um dos maiores defensores da legislação eleitoral em questão, afirmou ao site Congresso em Foco que "ele (Gilmar Mendes) utiliza esse tipo de ataque no sentido de descredibilizar uma das mais importantes conquistas brasileiras".

Com a palavra Gilmar Mendes!

A ficha limpa dos bêbados e o equilibrista



O que será que diz o ex-juiz Márlon Jacinto Reis (foto) e atual militante e assessor regional do partido Rede Sustentabilidade (Rede) no Maranhão sobre as últimas declarações do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, ao afirmar que a Lei da Ficha Limpa é mal feita e que parece ter sido feita por bêbados?

“Essa lei já foi malfeita, eu já disse no plenário. Sem querer ofender ninguém, mas já ofendendo, que parece que foi feita por bêbados. É lei malfeita. Ninguém sabe se é contas de gestão, de governo”, criticou o ministro, durante a sessão plenária do STF.

As ásperas críticas do presidente do TSE à Lei da Ficha Limpa, de iniciativa popular, foram proferidas na quarta-feira, 17, quando Gilmar Mendes disse que a legislação parece ter sido feita por "bêbados". Segundo a Lei, que é bastante defendida pelo ex-juiz Márlon Reis, ficam inelegíveis os candidatos a cargos públicos que tiverem suas contas rejeitadas.

O comentário do ministro Gilmar Mendes veio à tona após a decisão do STF, que na semana passada, por seis votos a cinco, entendeu que cabe às câmaras municipais dar a palavra final sobre as contas de candidatos. Dessa forma, políticos que tiveram suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas local, poderão concorrer nas próximas eleições, caso elas não tenham sido rejeitadas pelas câmaras municipais.

As contas de governo mostram a execução orçamentária, planos de governo e programas governamentais, além de limites de gastos para a saúde, educação e pessoal. Já as contas de gestão são acompanhadas de notas fiscais, liquidações e ordenamentos.

O PSDB que se apequenou aos pés da Noviça Rebelde

O deputado estadual Neto Evangelista e suas contradições político-partidárias no período eleitoral em São Luís
O mesmo deputado estadual Neto Evangelista, que em maio deste ano afirmava que o PSDB em São Luís se apequenou por apoiar a deputada federal Eliziane Gama (PPS) na disputa pela Prefeitura da capital, agora anda cantando em verso e prosa que confia numa futura gestão da "Noviça Rebelde". "Eu confio em Eliziane, sei que ela pode fazer um grande governo em São Luís", declarou o parlamentar tucano, que no momento está secretário de estado de Desenvolvimento Social na gestão do governador Flávio Dino (PCdoB).

Neto Evangelista era um dos nomes fortes do PSDB para que o partido lançasse uma candidatura própria pela corrida ao Palácio La Ravardière, sede do governo municipal. No entanto, os tucanos resolveram dividir o palanque eleitoral em apoio à candidatura da deputada federal Eliziane Gama, que tem como companheiro de chapa o vereador José Joaquim (PSDB).

Pelo que disse anteriormente o deputado Neto Evangelista o PSDB parece ter mesmo se apequenado, no entanto, os fins sempre justificam os meios.