Rádio Web Conexão

terça-feira, 16 de abril de 2024

Justiça aperta Braide e determina reforma e adaptações urgentes no Socorrão II


O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (PSD), está sendo pressionado pela Justiça a promover reformas e adaptações na estrutura do Hospital Municipal Dr. Clementino Moura, o Socorrão II, na Cidade Operária, seguindo as normativas do Sistema de Vigilância Sanitária.

A Justiça determinou que no prazo de seis meses devem ser reativadas as salas de cirurgias que se encontram sem uso, por falta de equipamentos básicos. Além disso, devem ser cumpridas as exigências da inspeção sanitária realizada em novembro de 2018, na unidade de saúde da capital maranhense.

A gestão do prefeito Braide também terá um prazo mínimo de 90 dias, ou seja, três meses, para apresentar à Justiça o alvará de funcionamento condicionado ao cumprimento de todas as exigências sanitárias estabelecidas pelos órgãos de fiscalização arroladas no processo, comprovado pela autoridade sanitária durante a vistoria no Socorrão II.

Essa sentença é da Vara de Interesses Difusos e Coletivo de São Luís, estabelecida pelo juiz Douglas de Melo Martins. Caso a gestão Braide não cumpra o que fora determinado pela Justiça, a Prefeitura da capital terá que desembolsar uma multa diária de R$ 1.000,00 a ser paga ao Fundo Estadual de Direitos Difusos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que o PSD fará com Eliziane ao não apoiar Braide?

A direção estadual do PSD deve se manifestar, publicamente, sobre o posicionamento controverso da senadora Eliziane Gama (PSD)  em não apoia...