terça-feira, 23 de setembro de 2014

Governo solicita ao Ministério da Justiça reforço na tropa da Força Nacional

Ministro José Eduardo Cardozo e a governadora Roseana Sarney
A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), solicitou ao Ministério da Justiça o envio de reforço da Força Nacional  não apenas para atuar no sistema penitenciário, mas também nas ruas de São Luís e em outras áreas da região metropolitana.  O documento traz como justificativa, "momentos de tensão e  terror em face de atos de violência e vandalismo praticados por facções criminosas em São Luís".

O pedido de reforço policial federal ocorre após um fim de semana no qual foram registrados 17 ataques a ônibus, microônibus, viaturas da polícia, prédios públicos e carros particulares, entre sábado (20) e a madrugada desta segunda-feira (22).

No sábado, foram quatro ônibus - dois na garagem de uma empresa no São Cristóvão, um no Alto do Pinho, outro na Santa Bárbara. Nesse dia, também foi incendiado um microônibus em São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís.

Oficio assinado pela governadora
No domingo (21), um ônibus que transportava integrantes de um grupo de bumba meu boi, no bairro Alemanha, foi incendiado. Nesta segunda-feira (22), foram mais três ônibus, desta vez, na garagem da empresa Gonçalves, no bairro Santa Cruz; além de dois carros particulares em uma concessionária, na Avenida dos Africanos; e seis veículos que estavam em uma garagem de carros usados da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP), no bairro do Radional.

O número de agentes, no entanto, ainda precisa ser acertado entre o ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). "Inicialmente a Força Nacional foi solicitada para ajudar nos problemas recorrentes do sistema penitenciário. Mas a governadora solicitou o envio de uma tropa bem maior da Força Nacional para atuar não apenas no sistema penitenciário, mas também nas ruas da capital", afirmou o secretário de estado de Segurança Pública, Marcos Affonso Junior.

A Força Nacional de Segurança está no Maranhão desde outubro do ano passado, quando 150 soldados foram deslocados para São Luís para reforçar a  segurança no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. A tropa chegou em um fim de semana, exatamente quando 25 detentos tentaram mais uma fuga do presídio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário