quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Lobão Filho diz que o adversário comunista só sabe denegrir a imagem do Maranhão

Candidato Lobão Filho no estúdio da Mirante AM
O candidato do PMDB ao governo do Maranhão, senador Lobão Filho, disse hoje, em sabatina na rádio Mirante AM, que até agora tem feito uma verdadeira peregrinação por mais de 140 municípios, de um total de 217 cidades maranhenses. Segundo ele, esse tem sido o perfil de sua campanha política e que tem gerado uma experiência de vida muito forte, no contato direto com a população do estado.

"O Maranhão tem problemas, mas percebe-se que é um estado pujante, pronto para produzir. Observa-se que há nichos econômicos em muitas regiões do estado", afirmou Lobão Filho.

Ele destacou que o seu principal adversário político de campanha, Flávio Dino (PCdoB), tem procurado a todo instante denegrir a imagem do Maranhão, na busca incessante de atingir o seu grupo na figura da família Sarney. "Entendemos que o nosso estado está longe de ser essa imagem ruim que alguns pregam", frisou.

Ibope- Com relação aos recentes números divulgados pela pesquisa Ibope/TV Mirante, o candidato do PMDB disse que os reais números serão revelados no dia da eleição e acusou o instituto de pesquisa de nunca ter falado bem de sua família. "Sempre colocou meu pai (ministro Edison Lobão) perdendo as eleições. Tenho certeza que na reta final, virá a realidade. Quem pensava que os atuais números iriam esmurecer nosso grupo, fez foi excitar", ressaltou.

Lobão Filho falou ainda sobre o caos instalado em São Luís com a onda de violência, faltando apenas 11 dias para o dia de votação (5 de outubro). Segundo ele, fatos estranhos estão ocorrendo tanto na capital quanto no interior do estado.

Como exemplo, o candidato destacou a queima de uma das bombas de abstecimento de água em Impetriz, cidade que fica na região sudoeste do Maranhão e que é a segunda maior cidade do estado. "Esse fato já ocorreu também em outras eleições em que participou a governadora Roseana. E agora, em São Luís, justamente os ônibus deixaram de circular no dia de um evento importante (jogo do Sampaio contra o Vasco pela Série B do Campaneonato Brasileiro", comentou.

Vídeo- Com relação ao vídeo divulgado nas redes sociais que mostra um suposto presidiário (André Escórcio) acusando Flávio Dino e aliados de participação em atos crimosos, Lobão Filho disse que sua coligação já solicitou investigação à Polícia Federal. "Além disso, estou entrando com uma queixa criminal contra contra o Flávio Dino por ter me acusado de manipular e disseminar o vídeo. Fui o último a saber desse vídeo", garantiu. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário