domingo, 14 de setembro de 2014

Marina sobe o tom contra Lula; ex-presidente rebate

Do Congresso em Foco

Brasília- Depois de chorar ao comentar as críticas que tem recebido do ex-presidente Lula, a candidata do PSB, Marina Silva, levou ao seu programa eleitoral sua insatisfação com a postura do ex-aliado, cujo partido integrou por mais de 27 anos. No horário político deste sábado (13), a ex-senadora rebateu os ataques de Lula afirmando que o PT está alimentado o preconceito do qual foi vítima nas campanhas anteriores a sua chegada ao Palácio do Planalto.

“Eu colocava a camisa do Lula e ia combater cada preconceito que era lançado contra ele. [Diziam] Não tem experiência administrativa, não ter como governar o Brasil, é analfabeto. Tudo o que é defeito. E a gente ia para frente de batalha defender. Olhe, eu nunca imaginei que eles iriam usar os mesmos preconceitos, as mesmas mentiras. Nem tão criativos são”, rebateu Marina Silva que vinha resistindo a entrar num confronto direto com o ex-presidente. A candidata garantiu que não vai se abalar com o embate. “Não me abalo. O povo brasileiro vai fazer a sua escolha”, concluiu.

Em sua página oficial na rede social Facebook, o ex-presidente Lula negou ter falado mal de Marina, afirmando que a é a ex-senadora que deve explicar porque está fazendo críticas ao PT, partido do qual foi uma das fundadoras. “Nunca falei mal da dona Marina e vou morrer sem falar mal da dona Marina. Ela é que tem que explicar porque nasceu, cresceu e ganhou todos os cargos no PT e falou mal do PT essa semana. Eu não tenho que me explicar, eu tenho é a obrigação de falar bem da minha candidata que é Dilma Rousseff”, declarou o ex-presidente após uma caminhada realizada em Sapopemba (SP) com o candidato ao governo de São Paulo pelo PT, Alexandre Padilha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário